Acervo de Antônio Abujamra é incorporado à biblioteca da SP Escola de Teatro

A coleção pessoal de livros, peças, filmes, prêmios e fotografias do ator e diretor Antônio Abujamra (1932-2015) ganhará uma sala especial na SP Escola de Teatro, instituição ligada à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. O material foi doado em sistema de comodato pela família de Abujamra à instituição, e ficará disponível para visitação e consulta do público na sede Brás.

O espaço será inaugurado em uma solenidade que acontece no dia 13 de maio, às 19h. Após a inauguração, as visitas e consultas à coleção de Abujamra estarão disponíveis ao público, de forma gratuita, às terças (das 9h às 12h30) e  sextas-feiras (das 14h30 às 17h30). As pesquisas só poderão ser feitas no local, sem a possibilidade de empréstimo dos materiais.

“Esse ansiado e honroso evento terá como mestre de cerimônias minha amada prima Clarisse Abujamra, com consultoria técnica de Márcia Abujamra; o patrono Carlos Eduardo Moreira Ferreira; e, lógico, um sensacional show com André, Adriana, Clarisse, José e Pedro Abujamra”, contam os filhos do diretor, Alexandre e André, em texto sobre o evento.

“Quantos Abujamra, não? Mas é devido ao orgulho que nosso amado pai […] deve estar sentindo por ver o reconhecimento pelo talento e legado, mas principalmente pelo amor, carinho e generosidade que nos acompanharam durante toda a vida e que agora nos fazem tanta falta”, afirmam.

O projeto expográfico do espaço onde ficará o acervo é assinado pelo cenógrafo J. C. Serroni, coordenador dos cursos de Cenografia e Figurino e Técnicas de Palco, e parceiro de Abujamra por quase 40 anos em trabalhos no teatro e na televisão – incluindo projetos no Teatro Brasileiro de Comédia (TBC) e na TV Cultura.

“Sendo eu coordenador de cursos na Escola, arquiteto e cenógrafo que trabalhou muito com ele, fui encarregado de cuidar do espaço”, explica Serroni. “Restauramos inclusive suas estantes, construímos outras, para completar tudo aquilo que não eram livros, e inserimos fotos, frases e imagens para personalizar o espaço. Um pórtico na entrada abriga objetos, prêmios e imagens. Mas o que mais interessa é a grande mesa ao centro, onde numa atmosfera muito propícia, visitantes poderão sentar, ler, pesquisar e adquirir vasto conhecimento teatral a partir das obras lá presentes.”

ACERVO DE ANTÔNIO ABUJAMRA

Mais de 10 mil objetos integram o acervo, todos eles catalogados pelo próprio Antônio Abujamra. Entre os arquivos estão cerca de 760 CDs, 720 DVDs, 5.400 livros e 3.100 peças de vários autores – incluindo “O Provocador” e “Tributo a Bertolt Brecht”, escritas por ele. Há, ainda, raridades, como cartas, cartões-postais, programas de espetáculos e roteiros como o da série “O Pequeno Mundo de Dom Camilo”, adaptação do texto de Giovanni Guareschi e apresentada na TV Tupi paulista, em 1958.

“É uma biblioteca maravilhosa. Tem quase tudo, todos os livros de teatro, coisas de quando ele trabalhou com [o dramaturgo] Timochenco Wehbi e [o diretor] Eugênio Kusnet”, destaca o produtor Pedro Paulo Zuppo, amigo pessoal e companheiro de trabalho de Abujamra, responsável pela pesquisa do acervo.

“Também tem coisas de quando ele voltou para o Brasil, depois de trabalhar no Berliner Ensemble, quando ele trouxe todo esse metódo para cá”, completa Zuppo, se referindo ao período de estágio em que o ator e diretor passou, no final dos anos 1950, na companhia alemã fundada por Bertolt Brecht. Abujamra foi responsável por introduzir o método teatral brechtiano nos palcos brasileiros, marco do teatro político do País durante o período de ditadura militar.

No Acervo Antônio Abujamra também estão DVDs de 318 edições do programa “Provocações”, apresentado por ele de 2000 a 2015, na TV Cultura. As conversas com personalidades brasileiras das diferentes áreas de atuação propunham, de forma instigante, reflexões sobre questões existencialistas.

BIBLIOTECA

Para o diretor executivo da SP Escola de Teatro, Ivam Cabral, “é de extrema valia tornar público o acervo de um homem e artista como Abujamra, sobretudo em um espaço dedicado ao pensamento e à formação em teatro”. “É uma coleção que nos enriquece no sentido intelectual, mas também nos dá acesso a uma parte significativa da história da cultura do nosso País, e, de certo modo, é uma forma de se entender os percursos que Abujamra seguiu para a construção de sua trajetória artística.”

Com acervo robusto dedicado às Artes Cênicas, a Biblioteca da SP Escola de Teatro é pública e aberta a pesquisadores, estudantes e pessoas interessadas em estudos da história do teatro brasileiro. Entre os mais de 9 mil volumes disponíveis estão coleções particulares de nomes como o ator e dramaturgo Ivam Cabral, o ator e diretor Emílio Di Biasi, o crítico e dramaturgo Alberto Guzik e a atriz Christiane Riera.

A Biblioteca da SP Escola de Teatro funciona na sede Brás, de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h.

Ficha técnica do Acervo Antônio Abujamra
Concepção e realização: Ivam Cabral, Associação dos Artistas Amigos da Praça e família Abujamra
Coordenação: Elen Londero e Joaquim Gama
Implementação da Biblioteca: Lucia Camargo
Projeto expográfico: J. C. Serroni
Assistente projeto expográfico: Priscila Soares
Projeto luminotécnico: Francisco Turbiani e Guilherme Bonfanti
Pesquisa: Pedro Paulo Zuppo
Gestão e organização do acervo: Ueliton dos Santos Alves e Flávia Araújo
Identidade visual e design: Tomaz Alencar
Comunicação: Mateus Araújo, Bruno Galvincio e Allan Nascimento




Posts Archives

Acervo de Antônio Abujamra é incorporado à biblioteca da SP Escola de Teatro

Posted on

A coleção pessoal de livros, peças, filmes, prêmios e fotografias do ator e diretor Antônio Abujamra (1932-2015) ganhará uma sala especial na SP Escola de Teatro, instituição…

Read more

Território Cultural recebe propostas de atividades até 25 de maio

Posted on

Estão abertas as inscrições de atividades para compor o terceiro Território Cultural da SP Escola de Teatro. O evento acontece no dia 9 de…

Read more