EN | ES

Extensão Cultural / RESULTADOS DE SELEçãO

Dança e corpo vertical

Ampliar, democratizar e investigar o acesso e o conhecimento de estudantes sobre a dança vertical. No decorrer do curso, serão identificados possíveis alunos artistas que tenham potencial para continuar o processo e fazer parte do espetáculo da Cia. Base nas Satyrianas 2018.

Orientador: Cristiano Cimino

circle De 25 de abril a 6 de junho de 2018
Segundas e quartas - Das 15h às 18h (dias 25 de abril e 2 de maio: aulas teóricas realizadas das 19h às 22h)
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210, República


Cristiano Cimino tem sua carreira marcada pelo diálogo entre três artes: circo aéreo, teatro e cinema. O resultado é a criação de uma coreografia de dança vertical com um corpo performático que trabalha com uma linguagem entre o movimento, a imagem e o corpo. Atualmente, ele dirige o seu núcleo artístico — a Cia. Base —, que executa espetáculos aproveitando a arquitetura urbana e espaços não convencionais. Algumas destas montagens já puderam ser vistas na fachada da SP Escola de Teatro durante edições do Festival Satyrianas.

Público
Artistas iniciantes e avançados, entre 18 e 40 anos. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: de 3 a 19 de abril
Aprovados: 23 de abril
Matrícula online: 24 de abril


Varieté Experimental

Esta residência convoca artistas de circo com números ou peças curtas de circo, já estreadas ou em fase de criação, para formar parte de uma ‘Variété Experimental’. Produziremos uma montagem em grupo ao longo de cinco dias sob a direção de Tato Villanueva e assistência de Iara Gueller, na qual trabalharemos uma proposta musical e direção cênica para criar um material original: um coletivo que agregue as cenas e os números selecionados.

Orientador: Tato Villanueva

circle 23 a 27 de abril de 2018. Apresentação dia 27/04 às 21h
Segunda a sexta – das 9h às 13h
Local: CAQ-LC (Centro de Qualificação da Linguagem Circense, Tendal da Lapa. R. Constança, 72, Lapa


Tato Villanueva
É ator, palhaço, docente e diretor. Desde 1999 desenvolve sua formação com diferentes maestros de teatro e música até iniciar no Instituto Universitário Nacional de Artes de Buenos Aires, no curso de bacharelado em Atuação. Participou de mais de 30 festivais internacionais com seus solos “Galíndez” e “Molavin”.

Público
Artistas circenses, acima de 16 anos. 10 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e mini currículo. 10 vagas.
Enviar links para fotos, vídeo de ensaio ou um número artístico.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 3 a 17 de abril
Aprovados: 19 de abril
Matrícula online: 20 de abril

*Material quando solicitado é de responsabilidade do aluno


Iniciação ao teatro: etapas de produção

Em seis meses, o curso aborda as etapas de produção de um espetáculo de teatro. Em encontros teóricos e práticos, as pessoas participantes têm aulas sobre montagem de texto, ensaios, direção, produção, iluminação, sonoplastia, figurinos e cenografia. O curso conta ainda com presença de profissionais das áreas, convidados para falar sobre suas experiências.

Orientador: Guttervil

circle De 2 de abril a 26 de setembro de 2018
Segundas e quartas – das 14h30 às 17h30
Local: Sede Brás. Av. Rangel Pestana, 2401, Brás


Guttervil é artista de atuação e produção teatral. Iniciou sua carreira em 1997 com o espetáculo “Lisístrata”, sob direção de Heitor Saraiva, e, em 1999, responsável pela local do Festival de Teatro de Curitiba. Integra o elenco da Cia. Os Satyros desde 2001.

Público
Interessados acima de 16 anos. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições:de 9 a 25 de março
Aprovados: 28 de março
Matrícula online: 29 de março


Produção cultural contemporânea, programação e curadoria

Constitui em um programa de formação, cujo papel principal é de atualizar e produzir conhecimentos na área da gestão cultural. É organizado em módulos autônomos acerca do tema. O programa é voltado a estudantes, gestores culturais, pesquisadores, artistas e profissionais das artes, programadores culturais, curadores e demais interessados.

Orientador: Fabio Maleronka Ferron

circle De 3 de abril a 14 de junho de 2018
terças e quintas – Das 19h às 22h
Local: Sede Roosevelt / Praça Roosevelt, 210 • Centro


Fabio Maleronka
É mestre em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo-USP (2017). Graduado em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo-USP. Foi Diretor Geral de Programação e Eventos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (2013-2016), onde foi responsável pela implantação do Circuito Municipal de Cultura da cidade de São Paulo. Organizou programação da Oca em 2016 e foi curador da Virada Cultural em 2014 e 2015. Pertenceu ao Conselho Gestor do Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (2013 2016). Também foi membro do Conselho de Administração da Spcine – Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo no período de 2015 a 2017. Em 2010 foi curador e diretor da série Produção Cultural no Brasil que resultou em 4 livros e mais de 1OO vídeos, tornando público o pensamento de importantes agentes da cultura brasileira. Iniciou a carreira no Sesc Rio de Janeiro, com elaboração de projetos culturais com destaque para o projeto Geringonça que se consolidou e completou 10 anos gerando diversas publicações. Foi consultor do Ministério da Cultura em Brasília, pelo Centro de Gestão e Assuntos Estratégicos durante a gestão Gilberto Gil. Atualmente é curador da série de debates História da Política Cultural no Brasil no Centro de Pesquisa e Formação do SESC SP.

Público
Acima de 18 anos, estudantes, gestores culturais, pesquisadores, artistas e profissionais das artes, programadores culturais, curadores e demais interessados no tema. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 8 a 26 de março
Aprovados: 28 de março
Matrícula online: 29 de março


Coralidades performativas

Nessa oficina, ocorrem análise e debate sobre material fotográfico e videográfico de algumas das principais referências de intervenções performativas urbanas brasileiras e suas relações com o teatro, a dança, a performance e as artes visuais. Estão em foco trabalhos em espaços originalmente não dedicados à fruição artística, incluindo experiências no fluxo das ruas. Também é realizada uma vivência prática na qual os participantes experimentam ações performativas centradas no conceito de coralidade, tendo diferentes espaços como ponto de partida de criação.

Orientador: Marcos Bulhões

circle De 3 a 19 de abril de 2018
Terças e quintas-feiras – Das 19h às 22h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210, Consolação


Marcos Bulhões é diretor e ator. É professor da área de Direção e Performance, na USP. Estuda abordagens de criação e aprendizagem da cena contemporânea.

Público
Acima de 18 anos, atores, atrizes, dançarinos, performers e estudantes das Artes Cênicas e artes em geral, interessados na arte da performance e suas conexões com a intervenção urbana. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 12 a 25 de março
Aprovados: 28 de março
Matrícula online: 29 de março


Palestra sobre o processo dramatúrgico da Cia. Nós No Bambu

A palestra trará o estudo de caso dos processos de composição da dramaturgia dos cinco espetáculos desta companhia circense, ricamente ilustrado com fotos e vídeos. A Cia. Nós No Bambu construiu a estética, a poética e a técnica originadas na interação entre corpos e instrumentos acrobáticos e cenografias de bambu. As reflexões exploram como o design, a produção cultural, a partitura corporal e o imaginário interagem na composição de espetáculos de circo coreográfico. Os exemplos, além de encontrarem correlação com a composição dramatúrgica em outras técnicas acrobáticas, demonstram caminhos da criação do circo contemporâneo e das expressões cênicas híbridas da cena independente.

Orientadora: Poema Mühlenberg

circle Dia 10 de abril de 2018
Terça-feira – Das 14h às 17h30
Local: Tendal da Lapa. R. Constança, 72 - Lapa


Poema Mühlenberg
É idealizadora da Cia. Nós No Bambu, na qual atua como bailarina acrobata, produtora, comunicadora e artesã bambuzeira, entre outras funções, como diretora, coreógrafa, cenógrafa, figurinista. Formada em Desenho Industrial, soma experiências como diretora de arte de cinema, atriz, preparadora corporal, arte-educadora e ativista ambiental, entre outras artes. Seus estudos corporais abrangem o vasto campo da dança contemporânea, ginástica artística, capoeira, pilates, yoga, balé, dança de salão e danças populares.

Público
Acima de 16 anos, profissionais e estudantes das áreas de circo, design, cenografia, dança e teatro. 20 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e mini currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 26 de março a 5 de abril
Aprovados: 9 de abril
Matrícula online: 9 de abril

*Material quando solicitado é de responsabilidade do aluno


Laboratório de instalações cênicas e design de aparência de atores

O curso pretende promover a pesquisa teatral, a experimentação e enriquecimento artístico. Os aprendizes terão oportunidade de criar micro-encenações, ou instalações cênicas, desde os projetos, à realização efetiva das cenografias e dos designs de aparência dos atores, bem como serão eles mesmos a atuarem nas cenas.

Orientadoras: Adriana Vaz e Luisa Pinto

circle De 9 a 28 de abril de 2018
Segunda a sexta - Das 19h às 22h e aos sábados das 14h30 às 17h30
Local: Sede Roosevelt, Praça Roosevelt, 210 • Centro


Adriana Vaz
É designer de aparência de atores, figurinista e maquiadora. Doutora e Mestre em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade de São Paulo, atualmente é pós-doutoranda na ECA/USP. Membro integrante do grupo de pesquisa Espacc – PUC/ SP. É formadora em cenografia e Figurino na SP Escola de Teatro. Entre outros artigos, é autora do livro “O design de aparência de atores e a comunicação em cena”(SENAC/SP).

Luisa Pinto
É mestre em encenação pela Escola Superior Artística do Porto, doutoranda em Estudos Teatrais e Performativos na Universidade de Coimbra. É encenadora, professora, investigadora, figurinista e cenógrafa. É diretora artística da Companhia de Teatro Narrativensaio.

Público
Acima de 18 anos, alunos e profissionais de teatro. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 14 de março a 2 de abril
Aprovados: 5 de abril
Matrícula online: 6 de abril


Dança para todos os corpos III

A oficina abordará na prática os conceitos de expressão e criação artística através de exercícios de consciência e percepção corporal, improvisação e contato, construção de células coreográficas a partir dos elementos: tempo, peso, espaço e fluência, através do contato físico com objetos e com os outros corpos, possibilitando assim uma aproximação da dramaturgia corporal desenvolvida pelo artista Marcos Abranches.

Orientador: Marcos Abranches
Assistente: Giovanna Guadanholi

circle De 16 de abril a 18 de junho de 2018
Segundas e quintas - Das 18h30 às 20h
Local: Teatro Sergio Cardoso. Rua Rui Barbosa, 153, Bela Vista


Marcos Abranches é dançarino, coreógrafo e portador de deficiência física. Criou a companhia Vidança, cujo trabalho desenvolvido busca a reflexão sobre o corpo na cena, um despertar para novas possibilidades estéticas de movimento, criação e produção artística. Integrou também a companhia Far 15, atuando em diversos espetáculos dirigidos e coreografados por Sandro Borelli e Sônia Soares.

Público
Pessoas interessadas em dança, com ou sem experiência prévia, a partir de 14 anos. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições:de 27 de março a 9 de abril
Aprovados: 12 de abril
Matrícula online: 13 de abril


Workshop de trapézio – Diálogo com a gravidade

A proposta é orientar a compreensão da técnica acrobática para fins de pesquisa e experimentação do aparelho aéreo, permitindo o desenvolvimento de uma dança no estilo “contato e improvisação” aérea, utilizando elementos das técnicas do estilo Butoh e Flying Low.

Orientadora: Lis Nobre

circle Dias 20, 21 e 22 de março de 2018
terça, quarta e quinta – Das 17h às 20h
Local: Tendal da Lapa. Rua Constança, 72, Lapa


Lis Nobre
Artista brasileira há dez anos radicada na Grécia. Possui formação híbrida em Dança,Circo e Teatro. Aprofundou sua pesquisa nos estilos Trapézio Fixo e Trapézio Dança na Escola Superior de Artes do Circo “ Academie Fratellini” sob a orientação de Adriana Gueant ( Cie Bachianas) entre 2012 e 2014 em Paris. Desenvolveu a técnica “contato & improvisação aérea” através da metodologia “ Diálogo com a Gravidade” também de sua autoria, utilizando elementos das técnicas “Butoh” e “Flying Low”. Com seus espetáculos híbridos de circo, dança e teatro já visitou mais de 15 países, entre América do Sul e Europa.

Público
Acima de 18 anos, já iniciados nas artes circenses, nível intermediário e avançado. 6 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e mini currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 8 a 15 de março
Aprovados: 19 de março
Matrícula online: 19 de março

*Material quando solicitado é de responsabilidade do aluno


Workshop de prática e pesquisa em circo

A atividade propõe um cruzamento entre o fazer circense e a reflexão sobre o próprio fazer, norteado pelo eixo da criação no circo. Esta oficina é orientada para artistas circenses que desejam compartilhar e revisitar seus processos de criação. Os encontros irão promover uma experiência prática e teórica. A prática será direcionada ao trabalho de criação dos artistas participantes. A teoria terá a leitura e discussão de textos da contemporaneidade que dialogam com o nosso fazer.

Orientadora: Erica Stoppel

circle De 21 de março a 5 de abril de 2018
quartas e sextas – Das 10h às 13h
Local: CAQ-LC (Centro de Qualificação da Linguagem Circense) Tendal da Lapa / R. Constança, 72 - Lapa, São Paulo – SP


Erica Stoppel
É artista circense e pesquisadora, integrante e cofundadora do Circo Zanni e do Piccolo Circo onde desenvolve seu trabalho artístico. Realizou um projeto de pesquisa teórico-prático em circo no Instituto de Artes da Unicamp obtendo o título de Mestra em Artes da Cena.

Público
Acima de 16 anos, interessados nas artes circenses. 12 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e mini currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 8 a 15 de março
Aprovados: 19 de março
Matrícula online: 19 de março
Mostra de processo: 05 de abril, às 21h

*Material quando solicitado é de responsabilidade do aluno


Workshop de Petit Volant

Oficina destinada a profissionais da área de circo que buscam aperfeiçoamento técnico, aumento de força específico e aumento de repertório de movimento acrobáticos, sistemas e práticas de segurança com a lonja – cinto de segurança usado pelos artistas.

Orientadores: Marcos Porto,  André Caldeyro

circle De 7 de março a 4 de abril de 2018
Quartas-feira, das 10 às 13h
Local: Tendal da Lapa. Rua Constança, 72, Lapa


Marcos Porto
É acrobata, iniciou as práticas circenses em 1997 na Circo Escola Grajaú, seguiu para a Circo Escola Picadeiro onde se profissionalizou e lá permaneceu por cinco anos. Atualmente trabalha com os Irmãos Sabatino, Academia Competition e Grupo Ares.

André Caldeyro
Ex- integrante da equipe de Ginástica Artística de Campinas – SP, formado em Educação Física pela UNICAMP. É sócio-fundador da Cia Sabatino Bros, criada em 2008, onde atua como acrobata, trapezista e diretor artístico, criando espetáculos e projetos culturais.

 

Público:
Acima de 16 anos, para iniciados na arte dos trapézios, acrobatas e aerealistas.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e mini currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 28 de fevereiro a 4 de março
Aprovados: 6 de março
Matrícula online: 6 de março

*Material, quando solicitado, é de responsabilidade do aluno


Entradas clownescas

A oficina pretende apresentar a figura do clown desde seu surgimento no século XVIII no circo moderno ao século XX, passando pela proibição do uso da fala nos picadeiros até o surgimento de uma dramaturgia especifica para palhaços: as entradas cômicas. Ainda será estudada a estrutura dramatúrgica de algumas entradas que fazem parte do livro Entradas Clownescas: uma dramaturgia do Clown.

Orientadores : Caco Mattos e Carolina Gonzales

 

circle De 6 a 12 de março de 2018
Terça a sábado e segunda, das 14 às 17h
Local: Tendal da Lapa. Rua Constança, 72, Lapa


Caco Mattos é ator, palhaço e diretor, pesquisador da palhaçaria clássica. Pesquisa o trabalho desenvolvido pelos palhaços europeus entre a metade dos séculos 19 e 20, na França, e que tanto inspirou os escritores franceses Tristan Rémy e Pierre Robert Levy a registrar fatos históricos de extrema importância ao circo contemporâneo. Esta pesquisa refere-se a um estudo especifico de um tipo de “dramaturgia” criada pelos palhaços e que teve seu registro através da observação de Tristan Rémy, no livro “Entradas Clownescas”, traduzido para o português por Caco Mattos e Carolina Gonzales e lançado pelas Edições SESC.

Público:
Acima de 16 anos, interessados, iniciados nas artes circenses. 30 vagas.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 28 de fevereiro a 4 de março
Aprovados: 5 de março
Matrícula online: 5 de março

*Material, quando solicitado, é de responsabilidade do aluno


Dança vertical, com o Grupo Ares

Através de cordas estáticas, elásticos, arnês (cadeirinha de rapel) e equipamentos de alpinismo, serão exploradas as técnicas de saltos, giros, quedas e percepção do corpo no ar. Essa pesquisa que vem sendo desenvolvido há 10 anos pelo Núcleo Ares de Criação do Grupo Ares. O workshop tem como objetivo estimular o prazer, o risco e o benefício do movimento criando uma relação direta com a dança, o circo e o esporte.

Orientação: Grupo Ares

circle De 6 a 8 de março de 2018
Terça a quinta-feira, das 14 às 17h
Local: Tendal da Lapa. Rua Constança, 72, Lapa


Criado em janeiro de 2007, o Grupo Ares é um núcleo artístico de pesquisa e criação que tem como principal objetivo buscar a verticalidade em cena. Por meio de diversos aparelhos aéreos, o Ares une a dança ao circo contemporâneo e ao teatro físico para a criação de espetáculos, performances e intervenções.

Público:
Acima de 16 anos, interessados, iniciados nas artes circenses. 10 vagas.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 28 de fevereiro a 4 de março
Aprovados: 5 de março
Matrícula online: 5 de março

*Material quando solicitado é de responsabilidade do aluno


Poéticas Urbanas – Performance e Dramaturgias Performativas

Objetivo
O curso pretende investigar a linguagem performativa, em especial no que diz respeito a intervenções urbanas. A parte teórica do curso visa apresentar um panorama da performance no Brasil e no mundo e sua conexão com as artes plásticas, o teatro e artes afins. Após este momento, os participantes deverão executar ações performativas na cidade de São Paulo, com apoio dos docentes.

Orientadores: Alê Souto e Carol Pitzer

circle 1º a 17 de março de 2018
Segunda a sexta, das 19h às 22h; Sábados, das 15h às 18h e 19h às 22h.
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210 • Centro


Alê Souto
É artista visual multimídia com formação pela Escola de Artes Visuais do Parque Lage e UERJ entre 2003 e 2009. Trabalha com materiais do universo do consumo ressignificando-os poética e ludicamente.

Carol Pitzer
É atriz e dramaturga, formada em cinema e pós-graduada em artes cênicas; formou-se em dramaturgia pela SP Escola de Teatro e participou da 8ª turma do Núcleo de Dramaturgia SESI-British Council.

Público: Atores, atrizes e artistas interessados em intervenções urbanas. 35 vagas

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 15 a 25 de fevereiro
Divulgação aprovados: 27 de fevereiro
Matrícula online: 28 de fevereiro

*Material quando solicitado é de responsabilidade do aluno


A cultura da indiferença – Um espetáculo do Absurdo (oficina e montagem)

O curso tem como objetivo a investigação de novas linguagens teatrais. A partir de dispositivos cênicos experimentais, com exercício baseado na observação, escuta cênica e comandos, será desenvolvida a montagem da peça “O Aniversário de Jean Lucca, do diretor Dan Nakagawa. Com influência do Teatro do Absurdo e do teatro musical, o espetáculo abordará questões ligadas a “cultura da indiferença”, “cultura do medo” e “bolha de iguais”.

Orientador: Dan Nakagawa

 

circle 5 de março a 28 de junho de 2018
Segundas, terças e quintas, das 19h30 às 22h30
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210


 

Dan Nakagawa é formado em Direção pela SP Escola de Teatro. É diretor, dramaturgo e compositor da Cia Àtropical de Teatro, com a qual já encenou duas montagens: “Não Ia Ser Bonito” (2015) e “Normalopatas” (2016 e 2017). Foi diretor colaborador da montagem “Tjuvar”, de Dea Loher com direção de Ulrika Malmgren, na Stockholm Academy of Dramatic Arts (Suécia), em setembro de 2017. Como cantor e compositor já tem três álbuns autorais lançados pela YB Music e Lua Music, e recentemente um DVD em parceria com o cantor Ney Matogrosso, lançado pelo Canal Brasil (2012).

Público: Atores, bailarinos, cantores e músicos. 35 vagas.

Seleção:
Primeira etapa: Análise da ficha de inscrição com dados pessoais, carta de interesse e breve currículo;

Segunda etapa: Após seleção curricular, será realizada audição;

Terceira etapa: Dinâmica de grupo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 30 de janeiro a 18 de fevereiro
Divulgação de convocados para audição (via e-mail; convocados devem confirmar presença): 22 de fevereiro
Audição: 26 e 27 de fevereiro, das 19h30 às 22h30 (apenas para os convocados)
Divulgação de convocados para dinâmica de grupo: 28 de fevereiro
Dinâmica de grupo: 1º de março, das 19h30 às 22h30 (apenas para os convocados)
Divulgação de aprovados para o curso: 2 de março
Matrícula online: 3 de março

*Material, quando solicitado, é de responsabilidade do aluno


Ikebana e a arte da direção teatral

Estimular a prática da arte de dirigir, traduzindo princípios de ikebana para o seu trabalho. Ikebana é a arte japonesa de arranjo de flores e tem (pelo menos) três princípios que ajudam um diretor de palco a entender pontos essenciais de sua própria arte. Nos dois primeiros dias da oficina, os participantes criarão arranjos de flores. Nos outros 3 dias do workshop, irão a traduzir os princípios ikebana na arte de dirigir.

Orientadoras: Saana Lavaste e Riitta Salastie (Finlândia)

As aulas serão ministradas em inglês com tradução.

circle 5 a 9 de fevereiro de 2018
Segunda a sexta, das 9h às 13h45
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210, Centro


Saana Lavaste (Mestra em Direção) trabalhou como diretora por 17 anos na Finlândia, especializada em peças contemporâneas e novas. Lavaste esteve envolvida na fundação de três grupos de teatro e trabalhou em muitos dos maiores palcos do país, incluindo o Teatro Nacional Finlandês e o Teatro da Cidade de Lahti. Ela também estudou pedagogia na Universidade de Helsinque. Atualmente, trabalha como professora de direção na Universidade de Artes de Helsinque (Uniarts).

Riitta Salastie (PhD em Arquitetura) estudou ikebana com professores japoneses há mais de 30 anos, desde 1987. Ela possui as licenças clássicas Saga Goryu e Sogetsu -ikebana. Como arquiteta, ela está interessada no espaço e algumas de suas obras ikebana podem ser vistas como uma espécie de instalações arquitetônicas feitas de material vegetal vivo. Riitta Salastie também é um artista de caligrafia. A influência desses estudos pode ser vista em suas obras de ikebana como uma forte ênfase na beleza da linha.

Público
Diretores, atores, dramaturgos e alunos de artes cênicas em geral. 12 vagas

Seleção
Carta de interesse (máximo uma lauda), Currículo (máximo duas laudas). Escritos me português ou inglês.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 12 a 28 de janeiro
Aprovados: 31 de janeiro
Matrícula online: 1 de fevereiro

*Material quando solicitado é de responsabilidade do aluno:
Será solicitado trazer: uma toalha pequena, flores frescas e 1 prato raso de apenas uma cor diâmetro 25/30cm , altura 5/7 cm


Drag Queen Curso – Sendo poderosa

A oficina aborda a cultura drag queen em exercícios práticos, oferecendo caminhos para a construção da personagem, com técnicas de maquiagem, dublagem e dança. O teatro como agente de transformação pessoal, oferece subsídios para a construção da personagem, através de um trabalho autoral e do empoderamento pessoal.

Orientador: Zecarlos Gomes

circle De 15 a 20 de janeiro de 2018
Segunda a sábado, das 19h às 22h
Local: Casa do Baixo Augusta. Rua Rego Freitas, 553. Consolação.


Zecarlos iniciou a carreira de ator em 1999. É drag queen, palhaço, diretor e produtor cultural. Ministra cursos e workshops sobre técnicas de iniciação à personagem drag queen. É criador do Drag Queen Curso (DQC), através do qual já iniciou 270 artistas.

Público
Interessados acima de 18 anos, iniciantes ou não na área. 20 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 20 de dezembro de 2017 a 7 de janeiro de 2018
Aprovados: 11 de janeiro
Matrícula online: 12 de janeiro

Atenção: Material utilizado na oficina é de responsabilidade dos participantes. Para conferir a lista, clique aqui.


Introdução ao jogo da máscara

Proporcionar um estudo de máscaras teatrais como meio de ampliar o repertório gestual , crítico e criativo do ator. Uma proposta que pretende ainda se conectar e aproximar o público dos estudos do curso regular de Humor , curso precursor na América Latina acerca do estudo da comédia no teatro.

Orientadores: Daniela Biancardi, Nereu Afonso e Rodrigo Veloso

circle 15 de janeiro a 7 de fevereiro de 2018
Segunda a sexta – Das 14 às 17h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210


Daniela Biancardi é atriz, comediante, palhaça, produtora, diretora artística e uma das formadoras do curso de Humor da SP Escola de Teatro. Dedica-se à pesquisa do teatro cômico e gestual há 18 anos. Formada pelo Teatro-Escola Célia Helena, École de Theâtre Jacques Lecoq, Paris e Kiklos Scuola, na Itália. Como preparadora de elenco orientou grupos como Folias, Estavel , Vertigem, Tablado de Arruar, Cia Matilde, entre outros.

Nereu Afonso é palhaço, ator, dramaturgo e professor. Formou-se em teatro pela Escola de Jacques Lecoq, na França, e em Filosofia pela USP. Atua nos Doutores da Alegria desde 1996. Foi professor de movimento na escola de Philipoe Gaulier e, ainda na França, foi diretor teatral associado à Maison du Geste et de l’Image por 10 anos.

Rodrigo Veloso é ator, diretor e professor formado na pedagogia de Jacques Lecoq pela London Internacional School of Perfoming Arts. É um dos formadores convidados do curso de Humor da SP Escola de Teatro. Ator de TROPA, com Allan Benatti e direção de Joana Barbosa.

Público
Acima de 18 anos, atores , diretores, dramaturgos e estudantes de teatro. 35 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 24 de novembro a 17 de dezembro
Aprovados: 10 de janeiro de 2018
Matrícula online: 11 de janeiro de 2018

*Material quando solicitado é de responsabilidade do aluno


Dramaturgia da luz

O curso busca sensibilizar nos alunos o olhar sobre a alquimia da luz partindo dos conceitos da física , fisiologia e psicologia. Capacitar os participantes a pensar “a luz” como uma ferramenta potencializadora do espaço cênico.
Instrumentalizar sobre a utilização da luz através da técnica de iluminação cênica.

Orientadora: Cláudia de Bem

circle De 10 de janeiro a 2 de fevereiro de 2018
Segunda a sexta, das 9h às 12h
Local: Sede Roosevelt / Praça Roosevelt, 210 • Centro


Cláudia de Bem é professora, diretora , artista visual, light designer e pesquisadora. Sua experiência e dedicação as artes incluem 10 premiações nacionais na área de design cênico. Desde 2006 sua pesquisa é dedicada à luz , o performer e o espaço.

Público
Pessoas acima de 18 anos. Alunos e diretores de teatro, coreógrafos, atores, técnicos de iluminação, iluminadores, fotógrafos, designers e aqueles que se interessam pela arte da luz. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 23 de novembro a 10 de dezembro
Aprovados: 13 de dezembro
Matrícula online: 14 de dezembro

*Material quando solicitado é de responsabilidade do aluno:
Folha de papel milimetrado
Uma régua
Caderno
Canetas coloridas (mínimo três cores)
1 lápis de cor amarela
Uma lanterna (não pode ser de celular)


Mesa de som digital e software ableton live

O curso, através de teoria e prática, aborda técnicas de manuseio da mesa de som e da utilização do software Ableton Live no desenvolvimento de trilhas sonoras.

Orientadores: Tiago de Mello e Rodrigo Florentino

circle De 10 de janeiro a 2 de fevereiro de 2018
Segunda a sexta, das 9h às 12h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210


Tiago de Mello é compositor e técnico de som. Bacharel em Música com Habilitação em Composição pela Unicamp. É formado no MBA em Gestão de Bens Culturais da Fundação Getúlio Vargas e atualmente é aluno do Mestrado em Sonologia na ECA/USP.

Rodrigo Florentino é músico, compositor e operador de trilha sonora para espetáculos de teatro, dança contemporânea e curta-metragens. Em seu currículo possui diferentes cursos voltados à área de áudio, incluindo o curso de sonoplastia na SP Escola de Teatro. Utiliza o software Ableton Live há 9 anos, tanto na criação sonora de seu projeto de música experimental “N0X3O”, quanto na composição de trilhas sonoras e tratamento de áudio para vídeo.

Público
Pessoas acima de 18 anos. Músicos, sonoplastas, técnico em áudio e interessados em música com conhecimentos básicos em áudio. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 23 de novembro a 10 de dezembro
Aprovados: 14 de dezembro
Matrícula online: 15 de dezembro

*Material quando solicitado é de responsabilidade do aluno:
Para a segunda metade do curso o aluno deverá trazer um notebook (Mac ou PC) e um fone de ouvido para a aulas práticas


Restauro e execução de maquetes de cenografias teatrais

O curso visa possibilitar aos interessados um contato mais próximo com o universo de maquetes para cenografias teatrais, seja pelo aprendizado de sua execução, ou pelo contato com o acervo de maquetes do cenógrafo J.C. Serroni, hoje exposto nas dependências da sede Brás da SP Escola de Teatro e que deverá ser restaurado durante o curso. A ideia é, a partir das restaurações, se discutir os conceitos, as técnicas e os materiais empregados. Intercalado ao processo de restauro, será dado um exercício prático a partir de um texto onde será desenvolvido em grupo um projeto e a execução de sua maquete.

Orientador: J. C. Serroni

circle De 22 de janeiro a 5 de março de 2018
Segunda, quarta e sexta, das 14h30 às 18h30
Local: Sede Brás. Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


J. C. Serroni é cenógrafo, figurinista e arquiteto especializado em espaços teatrais. Um dos mais respeitados e premiados profissionais do setor. Atualmente, é o coordenador geral do Espaço Cenográfico de São Paulo, um laboratório permanente de reflexão e pesquisa cenográfica, que mantém um curso de cenografia. Serroni é também coordenador e formador dos cursos Técnicas do Palco e Cenografia e Figurino, na SP Escola de Teatro.

Público
Acima de 18 anos, interessados em maquete, estudantes de Artes Cênicas, Cenografia, Arquitetura, Design e Moda. 20 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 24 de novembro a 17 de dezembro
Aprovados: 15 de janeiro
Matrícula online: 17 de janeiro

*Material quando solicitado é de responsabilidade do aluno


Dramaturgia e Dramaturgismo

O curso, teórico e pratico, baseia-se nos conhecimentos práticos e experiências do ministrante; tratará de diferenças entre dramaturgia convencional, de escritura literária ou de gabinete e a o dramaturgia de palco. Embora verse também sobre o dramaturgismo convencional alemão, foco central do curso é a dramaturgia de cena análoga à italiana, mais próxima da que se tem feito no Brasil.

Orientador: Mauricio Paroni

circle De 15 de janeiro a 7 de fevereiro de 2018
Segunda a sexta, das 14 às 17h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210


Mauricio Paroni é encenador, professor e pesquisador das Artes Cênicas. Também trabalha com roteiros para Cinema.

Público
Acima de 18 anos, interessados em Teatro em geral; atores, diretores, dramaturgos e profissionais de palco e audiovisuais. 35 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 24 de novembro a 17 de dezembro
Aprovados: 10 de janeiro de 2018
Matrícula online: 11 de janeiro de 2018

*Material quando solicitado é de responsabilidade do aluno


Territórios da luz: combinando iluminação cênica e arquitetônica para exposições

O curso estimula uma reflexão sobre as potencialidades da iluminação na construção dos espaços expositivos. Nas aulas, são utilizados instrumentais prático e teórico para os participantes sobre iluminação nos campos das Artes Cênicas e da Arquitetura, munindo o aprendiz de ferramentas e estratégias projetuais.

Orientadora: Fernanda Carvalho

circle De 10 de janeiro a 2 de fevereiro de 2018
Segunda a sexta, das 14h às 17h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210


Fernanda Carvalho é arquiteta, com mestrado pela USP. É titular do escritório “Design da Luz Estúdio”, onde desenvolve Projetos de Iluminação Arquitetônica e Cênica, principalmente para Museus e Exposições. É diretora executiva de relações sociais da Associação Brasileira dos Arquitetos de Iluminação, membro do International Council of Museums e membro do comitê internacional do Encontro Iberoamericano de Lighting Design.

Público
Acima de 18 anos, estudantes e profissionais das áreas de iluminação cênica e arquitetônica, artistas e arquitetos interessados em luz.35 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 23 de novembro a 10 de dezembro
Aprovados: 14 de dezembro
Matrícula online: 15 de dezembro

*Material quando solicitado é de responsabilidade do aluno


Sound design: dramaturgia do som

O curso propõe uma imersão intensiva no âmbito plural das artes acústicas contemporâneas, por abordagens teóricas e práticas. Visa a uma vivência sensível das sonoridades e ao desenvolvimento de uma escuta crítica, analítica e preparada. Tem por fim uma experiência transformadora no uso de sons concretos, seu tratamento como material compositivo e sua aplicação dramatúrgica.

Orientadora: Regina Porto

circle De 10 de janeiro a 2 de fevereiro de 2018
Segunda a sexta, das 14 às 17h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210


Regina Porto é compositora, ensaísta e artista sonora, com obras destacadas na rádio WDR e na Documenta de Kassel, Alemanha. Foi diretora da Cultura FM (SP), editora de música da revista Bravo!, documentarista do Acervo Osesp e curadora da CPFL Cultura. É pesquisadora em Ciência da Informação, com ênfase em Musicologia, Documentação e Memória. Estuda o Acervo Koellreutter e a obra de Debussy.

Público
Acima de 18 anos, aprendizes de sonoplastia da SP Escola de Teatro, compositores de trilha sonora, alunos, estagiários e profissionais do som, do rádio e áreas afins. 35 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 24 de novembro a 10 de dezembro
Aprovados: 15de dezembro
Matrícula online: 18 de dezembro


Criação de número de palhaços

Trabalhar os números propostos pelos participantes procurando, a partir da experiência e do interesse do artista proponente, suas possibilidades de aperfeiçoamento.

Orientadores: Bete Dorgam e Fernando Sampaio

circle De 10 de janeiro a 2 de fevereiro de 2018
Segunda a sexta, das 9h às 12h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210


Bete Dorgam é atriz, diretora e pesquisadora formada pela EAD-USP. Doutora em Artes Cênicas pela ECA-USP, pesquisa a linguagem clownesca há 25 anos. Possui vários prêmios em seu currículo, entre eles, Prêmio Shell de melhor atriz em 2010, e Prêmio Qualidade Brasil de melhor atriz em comédia em 2014.

Fernando Sampaio é palhaço, professor de circo, diretor e fundador do Grupo La Mínima e diretor artístico do Circo Zanni. Como professor de circo trabalhou nas principais escolas de circo de São Paulo, além de ministrar cursos e oficinas em diversos lugares.

Público
Acima de 18 anos, aprendizes e interessados em geral. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. É obrigatório incluir o link do vídeo com apresentação do número a ser trabalhado.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 23 de novembro a 10 de dezembro
Aprovados: 19 de dezembro
Matrícula online: 20 de dezembro


Gestão e responsabilidade cultural

O curso abrangerá a gestão cultural pela perspectiva do desenvolvimento humano, refletindo com os participantes sobre conceitos de cultura nos aspectos antropológico, com direito cidadão e como uma economia baseada em valores para além do monetário.

Orientador: Américo Córdula

circle De 10 de janeiro a 2 de fevereiro de 2018
Segunda a sexta, das 19h às 22h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210


Américo Córdula é ator e formado em Ciências da Computação pela Universidade Mackenzie. Atuou e produziu espetáculos nos anos 1980 e 1990. Entre 2005 e 2015, trabalhou no Ministério da Cultura, como secretário de Identidade e Diversidade Cultural e de Políticas Culturais. Professor na Extensão em Gestão Cultural  na PUC-SP.

Público
Acima de 18 anos, interessados em atuar na gestão cultural. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 23 de novembro a 10 de dezembro
Aprovados: 13 de dezembro
Matrícula online: 14 de dezembro


Dramaturgismo e dramaturgia no Teatro da Vertigem

A partir dos estudos sobre processos colaborativos de criação do Teatro da Vertigem, o curso visa proporcionar uma aproximação às práticas do dramaturgista. Para isso, serão realizadas leituras e debates a partir de materiais teóricos e artísticos que servirão como base para o desenvolvimento de exercícios práticos. A proposta é instaurar um espaço de troca e de investigação acerca de uma atividade que tem como princípio operativo o exercício do “olhar crítico”.

Orientador: Antonio Duran
Assistente: Bruna Menezes

circle De 10 de janeiro a 2 de fevereiro de 2018
Segunda a sexta, das 19h às 22h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210


Antonio Duran é dramaturgista, ator e diretor. Pesquisador da cultura na sociedade do espetáculo e da estética contemporânea. Doutorando em Artes Cênicas pela USP, mestre em Comunicação pela Faculdade Cásper Líbero e professor convidado da SP Escola de Teatro e da Escola Superior de Artes Célia Helena. É dramaturgista e assessor teórico do Teatro da Vertigem.

Bruna Menezes é graduada em Letras pela Universidade Federal de São Paulo. Formada em dramaturgia pela SP Escola de Teatro. Estagiária de dramaturgismo no grupo Teatro da Vertigem.

Público
Acima de 18 anos, interessados em dramaturgia, dramaturgismo, encenação e direção. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 23 de novembro a 10 de dezembro
Aprovados: 13 de dezembro
Matrícula online: 14 de dezembro


Autocad 2D – Básico e intermediário

O curso visa capacitar o aprendiz a desenvolver desenhos e projetos a partir do software Autocad, utilizando suas ferramentas para criação, edição e visualização dos objetos em 2D (plano bidimensional).

Orientador: Bruno Manso

circle De 10 de janeiro a 2 de fevereiro de 2018
Segunda a sexta – Das 19h às 22h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210


Bruno Manso é arquiteto e urbanista pela Universidade São Judas Tadeus(SP). Em 2012, formou-se em Cenografia e Figurino pela SP Escola de Teatro. De 2011 a 2015, incorporou a equipe do Espaço Cenográfico colaborando em diversos trabalhos de J.C. Serroni.

Público
Cenógrafos, figurinistas, arquitetos, urbanistas e designers de interiores. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 23 de novembro a 10 de dezembro
Aprovados: 13 de dezembro
Matrícula online: 14 de dezembro

* Material é de responsabilidade do aluno:
– Nas três primeiras aulas: folhas A4 e A3, lapiseira técnica (ou lápis HB), réguas (se possível sem pauta), esquadros (30° e 45°), escalímetro e borracha;
– Nas outra aulas: Notebook para ser manuseado individualmente com o programa Autocad (2016 ou 2017, em inglês) já instalado.


A cor na luz

O curso propõe a experimentação da cor, num espaço destinado ao estúdio e investigação. As aulas abordam a importância da cor como símbolo e informação dentro de qualquer âmbito teatral e arquitetônico, até seu impacto nos estados de ânimo e como podemos utilizar esta ferramenta a partir das perspectivas próprias de cada artista.

Orientadora: Grissel Piguillem Manganelli

circle 10 de janeiro a 2 de fevereiro de 2018
Segunda a sexta, das 19h às 22h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210


Grissel Piguillem Manganelli é iluminadora, cenógrafa, desenhista 3D e designer. Trabalha em parceria com o light designer Guilherme Bonfanti no grupo Teatro da Vertigem e com artistas como Filipe Catto, Mallu Magalhães, Tiê e Jaloo. Na SP Escola de Teatro já foi formadora convidada no curso de Iluminação e atualmente ministra oficinas em iluminação e vídeo.

Público
Acima de 18 anos, iluminadores, técnicos em iluminação teatral, estudantes de artes cênicas. 35 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 23 de novembro a 10 de dezembro
Aprovados: 14 de dezembro
Matrícula online: 15 de dezembro


Dança para todos os corpos II

Tem como proposta trabalhar com práticas corporais de consciência corporal; exploração do movimento; respiração e concentração; considerando o público a que se dirige. O curso visa trabalhar com a ideia de que toda e qualquer atividade a ser proposta seja acessível a todos que realizam aquela vivência, buscando não excluir ninguém das experimentações.

Orientador: Marcos Abranches

 

circle De 9 de novembro a 14 de dezembro de 2017
Segundas e quintas, das 18h30 às 20h
Local: Teatro Sergio Cardoso (R. Rui Barbosa, 153 - Bela Vista)


Marcos Abranches é dançarino, coreógrafo e portador de deficiência física. Criou a companhia Vidança, cujo trabalho desenvolvido busca a reflexão sobre o corpo na cena, um despertar para novas possibilidades estéticas de movimento, criação e produção artística. Integrou também a companhia Far 15, atuando em diversos espetáculos dirigidos e coreografados por Sandro Borelli e Sônia Soares.

Público
Pessoas com e sem deficiência, jovens (a partir de 14 anos) e adultos interessados em dança e preparação corporal. 35 vagas

Seleção

Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 30 de outubro a 5 de novembro
Aprovados: 6 de novembro
Matrícula online: 7 e 8 de novembro

* Material didático, quando necessário, é de responsabilidade do aluno.

 


Composição em transe: A canção como ato performativo

O curso tem o objetivo de provocar e sensibilizar os participantes para a criação de canções, através de procedimentos cênicos e a performatização das mesmas.

Orientador: Dan Nakagawa

circle De 9 de outubro a 20 de novembro de 2017
Segundas, quartas e quintas, das 19h30 às 22h30
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210


Dan Nakagawa é formado em Direção Teatral pela SP Escola de Teatro. Atualmente diretor, dramaturgo e compositor da Cia Àtropical de Teatro. Como cantor e compositor já tem três álbuns autorais lançados pela YB Music e Lua Music, e recentemente um DVD em parceria com o cantor Ney Matogrosso lançado pelo Canal Brasil (2012).

Público
Atores, bailarinos, performers, cantores, músicos e estudantes interessados em investigar a composição de canções em processos cênicos.

Seleção

Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma da seleção:
Inscrições: 6 a 28 de setembro
Aprovados: 3 de outubro
Matrícula online: 4 de outubro

* Material didático, quando necessário, é de responsabilidade do aluno.


Iniciação ao teatro

Nesse curso serão abordados jogos de improvisação e jogos cênicos. Também será apresentado aos aprendizes uma noção sobre bastidores de uma produção.

Orientadoras: Gisa Guttervil e Tania Brigantini

circle De 16 de outubro a 4 de dezembro de 2017
Segundas-feiras, das 14h às 17h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210, Centro


Gisa Guttervill é atriz e produtora. Iniciou sua carreira em 1997 com o espetáculo “Lisitrata”, direção de Heitor Saraiva. É atriz da Cia. Os Satyros e produtora na SP Escola de Teatro.

Tania Brigantini é formada em Letras pela Universidade de Marília (Unimar) e concluinte do Curso Livre de Interpretação da Cia. Os Satyros. Atuou como produtora em peças como “365”, direção de Suzana Muniz, e “Fando e Lis”, direção de Érika Barbosa. Como atriz participou das peças “Cólera”, “365” e “Caveam”, resultantes das oficinas de interpretação da Cia. Os Satyros, e “Colônia”, da Cia. Sapataria.

Público:
Jovens entre 14 de 18 anos

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma da seleção:
Inscrições: 26 de setembro a 8 de outubro
Aprovados: 10 de outubro
Matrícula online: 11 de outubro

* Material didático, quando necessário, é de responsabilidade do aluno.


Workshop: Criação artística e espaço público

Esta oficina propõe uma breve abordagem às práticas artísticas direcionadas para o espaço público: Proporcionar o acesso e a análise crítica de projetos de criação e espaço público diversos; e fundamentar a criação artística e espaço público.

Orientador: Hugo Cruz

circle 11 de dezembro de 2017
Das 10 às 13h e das 14 às 17h
Local: Sede Roosevelt. Praça Roosevelt, 210


Hugo Cruz desenvolve o seu trabalho no espaço de cruzamento da criação artística e participação em contextos diversos como escolas e prisões e juventude. É professor na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo e pesquisador da Universidade Nova de Lisboa.

Público
Profissionais e estudantes de artes, ciências sociais e humanas, comunicação e/ou outras formações de base com experiência relevante comprovada na área.

Seleção
São apenas 50 vagas, preenchidas por ordem de inscrição. Para se inscrever, é preciso preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. Os 50 inscritos ganharão um ingresso para estreia do espetáculo “Solange”, dia 9/12, às 21h, na SP Escola de Teatro (informações seguirão no e-mail de matrícula em 6/12).

Cronograma:
Inscrições: a partir de 18 de novembro – até acabar as vagas
Aprovados: 6 de dezembro
Matrícula online: 7 de dezembro


Primeiros passos invisíveis

Através de aulas teóricas e práticas, capacitar artistas iniciantes, fornecendo novas ferramentas a artistas iniciados na arte mágica, aprimorando capacidades de comunicação e presença de cena. Nos 18 encontros, os alunos conhecerão escritórios de mágicos, estúdios de ensaio e criação, teatros, galpões de armazenamento de equipamentos e equipamentos de diversos tipos. Alunos iniciantes aprenderão efeitos básicos de mágica e alunos iniciados terão seus efeitos aprimorados.

Orientador: Ricardo Malerbi

circle De 9 de outubro a 15 de dezembro 2017
Horários e locais dos encontros serão marcados sempre com pelo menos uma semana de antecedência
Local:


Ricardo Malerbi tem 17 anos de experiência expandindo os limites da mágica e buscando o cruzamento com outras linguagens. Sua multi-formação cênica se concretiza em espetáculos como “Enquanto Houver Encanto” e “Além da Mágica”, que são apresentados há 8 e 11 anos, respectivamente. Em parcerias de peso com nomes como Pedro Granato, Celio Amino e Rudifran Pompeu pesquisou a criação de dramaturgia e a fusão da mágica com teatro.

Público:
Artistas iniciantes e iniciados nas Artes Cênicas e no Circo, com mais de 16 anos.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma da seleção:
Inscrições: 20 de setembro a 2 de outubro
Aprovados: 5 de outubro
Matrícula online: 6 de outubro

* Material didático, quando necessário, é de responsabilidade do aluno.


Dinâmica de palco

Criado em parceria com a Associação Cultural Acadêmicos do Baixo Augusta, o curso aborda o trabalho na produção de eventos, no que diz respeito à ocupação do palco e a relação deste espaço com o uso específico.

Orientador: Gustavo Ferreira

circle De 16 de outubro a 27 de novembro de 2017
Segundas-feiras, das 14h às 17h
Local: Casa do Baixo Augusta. Rua Rego Freitas, 553, República


Gustavo Ferreira é ator, produtor, diretor, arte-educador e dublador. Formou-se bacharel e com licenciatura em Teatro pela Universidade Anhembi Morumbi e fez especialização em Produção Cultural na mesma universidade. É integrante da Cia. Os Satyros, produtor do festival Satyrianas. Atua em teatro, TV e Cinema.

Público:
Interessados acima de 18 anos

Quantidade de vagas:
20 vagas

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma da seleção:
Inscrições: 27 de setembro a 8 de outubro
Aprovados: 10 de outubro
Matrícula online: 11 de outubro

* Material didático, quando necessário, é de responsabilidade do aluno.


Iniciação à produção artística

Criado em parceria com a Associação Cultural Acadêmicos do Baixo Augusta, o curso é voltado às atividades práticas de como pensar e executar um produto no fazer artístico e cultural.

Orientadora: Daniela Machado

circle De 17 de outubro a 28 de novembro de 2017
Terças-feiras, das 14 às 17h
Local: Casa do Baixo Augusta. Rua Rego Freitas, 553, República


Daniela Machado é graduada em Ciência Econômicas pelas Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) e pós-graduanda em Gestão de Projetos Sociais pela PUC-SP. É produtora geral na Cia. Os Satyros e trabalha com elaboração, captação de recursos, prestação de contas, coordenação e gestão de projetos culturais.

Público:
Interessados acima de 18 anos

Quantidade de vagas:
20 vagas

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma da seleção:
Inscrições: 27 de setembro a 8 de outubro
Aprovados: 10 de outubro
Matrícula online: 11 de outubro

* Material didático, quando necessário, é de responsabilidade do aluno.





O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign