EN | ES

Extensão Cultural / RESULTADOS DE SELEçãO

Curso gratuito e presencial | Dissociação e presença cênica com bambolê

Além da parte técnica e artística, a prática do bambolê auxilia na diminuição da ansiedade, relaxamento, equilíbrio mental e concentração. Promove ainda o desenvolvimento da criatividade pessoal de cada indivíduo e a consciência corporal, trabalhando a coordenação motora, mobilidade das articulações e do corpo como um todo, equilíbrio, entre outros. O Bambolê é utilizado desde o antigo Egito, e é um brinquedo multifuncional que aprofunda as magias dos círculos em mandalas, figuras, formas, acrescentando cores e tamanhos para potencializar o visual desejado.
Durante os encontros serão desenvolvidas tanto aspectos técnicos específicos como: truques de diferentes níveis de dificuldade, limpeza e estudo de movimento, encadeamento de truques. Quanto a parte artística da criação de número artísticos utilizando a técnica. As pessoas participantes também aprenderão como construir o aparelho.

Quando: 05 de março a 16 de abril de 2024
Terças e quintas – 14h30 às 18h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: Este curso tem como objetivo criar um espaço de desenvolvimento na técnica circense do bambolê. Sendo um aparelho que possibilita múltiplas formas, usos e movimentos. Através do domínio da técnica que inclui o manejo, fluidez dos movimentos, ritmo, improvisação é um exemplo de terapia físico-emocional que de modo lúdico auxilia a harmonizar corpo e mente.

Orientadora: Pipa Luke

Pipa Luke é artista circense, produtora e diretora audiovisual. Formada pelos projetos Circo Laheto e Escola de Circo Basileu Francia. Malabarista profissional especializada em bambolê, atuou em diversos festivais no Brasil e na América Latina. Em sua pesquisa artística destaca-se seus números que abordam as questões da negritude. Desde 2019 realiza atividades no Centro de Memória do Circo São Paulo e integra a rede de elenco da ONG Palhaços Sem Fronteiras Brasil.

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais do circo, das artes cênicas e das artes em geral. A partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 09 de fevereiro a 27 de fevereiro de 2024
Aprovados: 28 de fevereiro de 2024
Matrícula online: 29 de fevereiro e 01 de março de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

 

circle Quando: 05 de março a 16 de abril de 2024
Terças e quintas – 14h30 às 18h30
Local: Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Pipa Luke é artista circense, produtora e diretora audiovisual. Formada pelos projetos Circo Laheto e Escola de Circo Basileu Francia. Malabarista profissional especializada em bambolê, atuou em diversos festivais no Brasil e na América Latina. Em sua pesquisa artística destaca-se seus números que abordam as questões da negritude. Desde 2019 realiza atividades no Centro de Memória do Circo São Paulo e integra a rede de elenco da ONG Palhaços Sem Fronteiras Brasil.

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais do circo, das artes cênicas e das artes em geral. A partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 09 de fevereiro a 27 de fevereiro de 2024
Aprovados: 28 de fevereiro de 2024
Matrícula online: 29 de fevereiro e 01 de março de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

 


Curso gratuito e presencial | Do circo à capoeira: um fazer brasileiro

As artes circenses são de grande complexidade. Técnicas e saberes que durante gerações foram transmitidas entre as famílias vindas do continente europeu para as américas; com isso, no passado, os brasileiros tinham dificuldades em acessar as artes circenses. Mas o processo de democratização do ensino circense aliado à descolonização das formas técnicas e estéticas, a brasilidade começou a abrir espaço nos picadeiros. Uma das linguagens que hoje ocupa esse espaço é a capoeira, que reforça a pluralidade acrobática e dos saberes ancestrais, conseguindo conectar as duas artes em um mesmo projeto.

Quando: 04 de março a 15 de abril de 2024
Segundas e sextas – 9h00 às 13h00
Local: 
SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: O objetivo desse projeto é conectar os conhecimentos circenses a manifestação capoeira e trabalhando corpo, ritmo e história, conhecer mais profundamente um Brasil que muitas vezes é escondido e apagado pela história.

Orientação: Rafael Oliveira

Rafael Oliveira começou na capoeira em 1999. De 2010 a 2016 participou da formação no projeto Núcleo Luz em 2018 ingressa no Protagonistas o Movimento Negro no Picadeiro. Atualmente, além do Protagonistas é diretor e bailarino do Núcleo Iêê.

Público: Livre.

Seleção: Análise curricular e carta de interesse, conforme sugerido pela SP Escola de Teatro..  25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 09 de fevereiro a 27 de fevereiro de 2024
Aprovados: 28 de fevereiro de 2024
Matrícula online: 29 de fevereiro e 01 de março de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle Quando: 04 de março a 15 de abril de 2024
Segundas e sextas – 9h00 às 13h00
Local: Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Rafael Oliveira começou na capoeira em 1999. De 2010 a 2016 participou da formação no projeto Núcleo Luz em 2018 ingressa no Protagonistas o Movimento Negro no Picadeiro. Atualmente, além do Protagonistas é diretor e bailarino do Núcleo Iêê.

Público: Livre.

Seleção: Análise curricular e carta de interesse, conforme sugerido pela SP Escola de Teatro..  25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 09 a 27 de fevereiro de 2024
Aprovados: 28 de fevereiro de 2024
Matrícula online: 29 de fevereiro e 01 de março de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Dança: Fragmentos e Conexões

Cabeçalho do curso Dança: Fragmentos e Conexões com Leilane Teles

Cabeçalho do curso Dança: Fragmentos e Conexões com Leilane Teles

A dança, em sua pesquisa do instrumento corpo/movimento pode contribuir para um maior campo de atuação nas multidisciplinaridades artísticas. A proposta é exatamente oferecer a vivência das práticas de estudos do mover, gerar consciência e domínio do instrumento para ampliar as possibilidades de criação e o estado de presença do intérprete. O objetivo principal é dominar, mapear e explorar o instrumento de trabalho (o corpo) e todas as suas particularidades.

Quando: 04 de março até 29 de abril de 2024
Segundas e terças das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Oferecer aos estudantes ferramentas técnicas da dança, provocar e estimular a prática da improvisação conectada com as várias possibilidades de sonoridades, criar e desenvolver a consciência e o domínio do corpo/movimento respeitando cada indivíduo e suas vivências.

Orientação: Leilane Teles

Leilane Teles é bailarina, coreógrafa, atriz e cantora, nascida em Salvador, formada em ballet clássico pela Royal Academy of dance e Nível Técnico em dança pela escola de Dança da Funceb – BA. Iniciou sua carreira artística na cia de dança contemporânea Balé Jovem de Salvador. Logo em seguida participou da residência artística no “Arsenale della danza” na Itália, dirigida e idealizada por Ismael Ivo. No ano seguinte integrou por um período a cia “Brazzdance” em Miami (EUA). Construiu uma sólida carreira no mercado de teatro musical no Brasil, integrando o elenco de grandes montagens, dentre elas “Escola do Rock”, “Donna Summer Musical”, “Marrom, o musical” e no exterior “Voices of the Amazon”, com montagem em Londres e tour pela Europa e Ásia. Em 2021 criou a obra coreográfica “UMBÓ” para a SPCD, que foi indicada ao prêmio APCA na categoria “criação”. Atualmente está em cartaz em “O Rei Leão”.

Público: Artistas do corpo e da cena com interesse em ampliar seus conhecimentos dentro da linguagem da dança.  Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  09 de fevereiro a 25 de fevereiro de 2024
Aprovados: 28 de fevereiro de 2024
Matrícula online: 29 de fevereiro de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 04 de março até 29 de abril de 2024
Segundas e terças das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Leilane Teles é bailarina, coreógrafa, atriz e cantora, nascida em Salvador, formada em ballet clássico pela Royal Academy of dance e Nível Técnico em dança pela escola de Dança da Funceb – BA. Iniciou sua carreira artística na cia de dança contemporânea Balé Jovem de Salvador. Logo em seguida participou da residência artística no “Arsenale della danza” na Itália, dirigida e idealizada por Ismael Ivo. No ano seguinte integrou por um período a cia “Brazzdance” em Miami (EUA). Construiu uma sólida carreira no mercado de teatro musical no Brasil, integrando o elenco de grandes montagens, dentre elas “Escola do Rock”, “Donna Summer Musical”, “Marrom, o musical” e no exterior “Voices of the Amazon”, com montagem em Londres e tour pela Europa e Ásia. Em 2021 criou a obra coreográfica “UMBÓ” para a SPCD, que foi indicada ao prêmio APCA na categoria “criação”. Atualmente está em cartaz em “O Rei Leão”.

Público: Artistas do corpo e da cena com interesse em ampliar seus conhecimentos dentro da linguagem da dança.  Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  09 de fevereiro a 25 de fevereiro de 2024
Aprovados: 28 de fevereiro de 2024
Matrícula online: 29 de fevereiro de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Diálogos, Psicanálise, Teatro – Língua no Divã, Língua no Palco

Cabeçalho do curso Diálogos, Psicanálise, Teatro - Língua no Divã, Língua no Palco com Sergio Zlotnic

Cabeçalho do curso Diálogos, Psicanálise, Teatro – Língua no Divã, Língua no Palco com Sergio Zlotnic

Ampliar o léxico: pesquisar é também produzir linguagem, “inventar” palavras e conceitos para expressar fenômenos de borda, ausentes dos mapas ordinários e do repertório oficial da língua. Nomear marcas físicas e sensoriais – ainda não verbais e ainda alheias aos códigos do discurso – equivale a inaugurar novas gramáticas. Esse processo leva o artista (encenador, dramaturgo, artesão das artes cênicas) a responsabilizar-se por suas porções desconhecidas, propiciando que ele se sustente em sua nudez radical quando em cena, em seu exercício.
Pretende-se que o aprendiz tome posse de sua maneira peculiar de, através da linguagem, habitar o mundo.
Vale notar que essa viagem que o curso propõe – à semelhança dos processos analíticos – equivale ao atravessamento de um território de desamparo: os dispositivos simbólicos disponíveis são sempre insuficientes para traduzir o mundo. Ao percorrer os labirintos da operação criativa, o estudante é levado a desenvolver maior capacidade de escuta para o material que o seu trabalho poético desperta em si mesmo – e assim adquirir mais estofo em sua tarefa desafiadora no teatro.
Que a psicanálise aprenda com o teatro – mais do que vice-versa.

Quando: 24 de fevereiro a 04 de maio de 2024
Sábados das 14h às 18h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Aproximar o cenário teatral do cenário da clínica psicanalítica. Esboçar os processos sublimatórios de criação nas artes cênicas. Destacar a experiência onírica como equivalente ao gesto do artista em cena. Examinar em que medida as marcas da história do sujeito estão presentes em seus produtos.
Na pesquisa, a criatividade é compreendida como produção de novas linguagens que promovem aberturas poéticas naquele que interroga e se implica na investigação. Pretende-se esboçar, ao final do curso, uma espécie de mapa provisório dos processos criativos no campo das artes.

Orientação: Sergio Zlotnic

Sergio Zlotnic é pós-doutor em psicanálise (2009) e em artes cênicas (2022) pela Universidade de São Paulo. Seus temas de interesse se referem à questão do trauma e da representação nos diálogos entre a psicanálise e o campo das artes. É colaborador da SP Escola de Teatro desde 2010. Desenvolve investigações na área do teatro, encampando o “erro” e o “equívoco” como ingredientes primordiais dos processos criativos. Em 2013, lança do livro de ficção “baleiazzzul”, pela Editora Hedra, alegoria da viagem analítica.

Público: O curso destina-se a atores, dramaturgos e diretores de teatro, e outros artesãos das artes cênicas, e ainda interessados no campo das artes em geral, bem como psicólogos e psicanalistas que desejam pensar a cultura.  Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  24 de janeiro a 18 de fevereiro de 2024
Aprovados: 21 de fevereiro de 2024
Matrícula online: 22 e 23 de fevereiro de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 24 de fevereiro a 04 de maio de 2024
Sábados das 14h às 18h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Sergio Zlotnic é pós-doutor em psicanálise (2009) e em artes cênicas (2022) pela Universidade de São Paulo. Seus temas de interesse se referem à questão do trauma e da representação nos diálogos entre a psicanálise e o campo das artes. É colaborador da SP Escola de Teatro desde 2010. Desenvolve investigações na área do teatro, encampando o “erro” e o “equívoco” como ingredientes primordiais dos processos criativos. Em 2013, lança do livro de ficção “baleiazzzul”, pela Editora Hedra, alegoria da viagem analítica.

Público: O curso destina-se a atores, dramaturgos e diretores de teatro, e outros artesãos das artes cênicas, e ainda interessados no campo das artes em geral, bem como psicólogos e psicanalistas que desejam pensar a cultura.  Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  24 de janeiro a 18 de fevereiro de 2024
Aprovados: 21 de fevereiro de 2024
Matrícula online: 22 e 23 de fevereiro de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop presencial e gratuito | Workshop De Cultura Drag

Cabeçalho do workshop Dança contemporânea – Workshop De Cultura Drag

Cabeçalho do workshop Dança contemporânea – Workshop De Cultura Drag

O Workshop de Cultura Drag com a participação da renomada drag queen Tchaka, figura emblemática da cultura drag, surge da necessidade de proporcionar um espaço inclusivo e educativo, onde a diversidade e expressão de gênero sejam celebradas e compreendidas, desmistificando estereótipos e promovendo uma compreensão mais profunda sobre as experiências das drag queens e dos drag kings. A cultura drag é uma forma única de arte performática que transcende a simples caracterização, sendo um meio de expressão pessoal e social que desafia normas pré-estabelecidas. Além disso, o workshop tem o propósito de instrumentalizar tecnicamente os participantes em maquiagem, construção de looks e performance.

Quando: 30 de janeiro até 02 de fevereiro de 2024
De terça até sexta, das 19h às 22h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: O Workshop tem como objetivo proporcionar um espaço no qual os participantes possam explorar, compreender e celebrar a cultura drag, buscando uma forma de expressão autêntica e empoderada. Isso será alcançado por meio de experiências práticas e discussões abrangentes sobre identidade, performance, arte, crítica social, entre outros temas, todos conduzidos pela drag queen Tchaka.

Orientação: TchaKa Drag Queen

TchaKa Drag Queen é uma personagem feita pelo ator Valder Bastos, estudou artes dramáticas na Escola Teatro Macunaíma em São Paulo, também tem formação acadêmica no curso de Direito na Universidade Brás Cubas, Mogi das Cruzes.
Este ano sua carreira completa 24 anos na arte de encantar pessoas através do humor, com mais de 5.000 apresentações em eventos por todo Brasil é considerada pela mídia a Rainha das Nossas Festas TchaKa.
Influenciador digital Valder Bastos é empresário e no ramo do entretenimento, têm a “Agência de Animação Tchaka Eventos”, especialista em eventos sociais e corporativos como por exemplo casamentos, formaturas, aniversários surpresas, chás em geral, festas de confraternização em empresas, congressos, feiras e eventos empresariais em geral, apresentadora oficial da Parada LGBT+ de São Paulo e mais de 30 cidades, etc.

Público: Pessoas interessadas na arte e cultura drag. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 18 de janeiro até 23 de janeiro de 2024
Aprovados: 24 de janeiro de 2024
Matrícula online: 25 de janeiro de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 30 de janeiro até 02 de fevereiro de 2024
De terça até sexta, das 19h às 22h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


TchaKa Drag Queen é uma personagem feita pelo ator Valder Bastos, estudou artes dramáticas na Escola Teatro Macunaíma em São Paulo, também tem formação acadêmica no curso de Direito na Universidade Brás Cubas, Mogi das Cruzes.
Este ano sua carreira completa 24 anos na arte de encantar pessoas através do humor, com mais de 5.000 apresentações em eventos por todo Brasil é considerada pela mídia a Rainha das Nossas Festas TchaKa.
Influenciador digital Valder Bastos é empresário e no ramo do entretenimento, têm a “Agência de Animação Tchaka Eventos”, especialista em eventos sociais e corporativos como por exemplo casamentos, formaturas, aniversários surpresas, chás em geral, festas de confraternização em empresas, congressos, feiras e eventos empresariais em geral, apresentadora oficial da Parada LGBT+ de São Paulo e mais de 30 cidades, etc.

Público: Pessoas interessadas na arte e cultura drag. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 18 de janeiro até 23 de janeiro de 2024
Aprovados: 25 de janeiro de 2024
Matrícula online: 26 de janeiro de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Produção Cultural Contemporânea, Programação e Curadoria

Cabeçalho do curso Produção Cultural Contemporânea, Programação e Curadoria com Fabio Maleronka Ferron

Cabeçalho do curso Produção Cultural Contemporânea, Programação e Curadoria com Fabio Maleronka Ferron

O curso objetiva a formação de redes e a mobilização de recursos criativos. Também apresenta módulos sobre as linguagens artísticas específicas. Nessa versão o curso vai debater e abordar o audiovisual em diferentes perspectivas e diante das vertiginosas alterações no setor. Que tem algumas aulas no Cine Bijou.

Quando: 29 de janeiro a 06 de fevereiro de 2024
De segunda a sábado das 09h às 14h
Local: Cine Satyros Bijou Praça Franklin Roosevelt, 172  e SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Constitui em um programa de formação, cujo papel principal é de atualizar e produzir conhecimentos na área da gestão cultural. É organizado em módulos autônomos acerca do audiovisual.

Orientação: Fabio Maleronka Ferron

Fabio Maleronka Ferron é Mestre em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo (2017). Foi Diretor Geral de Programação e Eventos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (2013-2016), com destaque para a implantação do Circuito Municipal de Cultura . Foi curador da Virada Cultural em 2014 e 2015. Integrou do Conselho Gestor do Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (2013 2016) e membro do Conselho de Administração da Spcine- Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo (2015-2017)) Em 2010 coordenou série Produção Cultural no Brasil. Foi Consultor do Ministério da Cultura pelo Centro de Gestão e Assuntos Estratégicos em Brasília durante a gestão Gilberto Gil. Fabio Maleronka é um dos organizadores do livro “Depois da Última Sessão de Cinema — Spcine, Audiovisual e Democracia”(2021) A publicação reúne 40 entrevistas inéditas, que roteirizam um panorama do setor com conversas e histórias de produtores, cineastas, empresários, associações e gestores. Seus depoimentos ajudam a explicar como paixão, criatividade e resistência política se unem na atividade audiovisual realizada na cidade de São Paulo.

Público: Estudantes, gestores culturais, pesquisadores, artistas e profissionais das artes, programadores culturais, curadores e demais interessados. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  11 de janeiro a 18 de janeiro de 2024
Aprovados: 24 de janeiro de 2024
Matrícula online: 25 e 26 de janeiro de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 29 de janeiro a 06 de fevereiro de 2024
De segunda a sábado das 09h às 14h
Local: Cine Satyros Bijou Praça Franklin Roosevelt, 172  e SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Fabio Maleronka Ferron é Mestre em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo (2017). Foi Diretor Geral de Programação e Eventos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (2013-2016), com destaque para a implantação do Circuito Municipal de Cultura . Foi curador da Virada Cultural em 2014 e 2015. Integrou do Conselho Gestor do Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (2013 2016) e membro do Conselho de Administração da Spcine- Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo (2015-2017)) Em 2010 coordenou série Produção Cultural no Brasil. Foi Consultor do Ministério da Cultura pelo Centro de Gestão e Assuntos Estratégicos em Brasília durante a gestão Gilberto Gil. Fabio Maleronka é um dos organizadores do livro “Depois da Última Sessão de Cinema — Spcine, Audiovisual e Democracia”(2021) A publicação reúne 40 entrevistas inéditas, que roteirizam um panorama do setor com conversas e histórias de produtores, cineastas, empresários, associações e gestores. Seus depoimentos ajudam a explicar como paixão, criatividade e resistência política se unem na atividade audiovisual realizada na cidade de São Paulo.

Público: Estudantes, gestores culturais, pesquisadores, artistas e profissionais das artes, programadores culturais, curadores e demais interessados. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  11 de janeiro a 18 de janeiro de 2024
Aprovados: 24 de janeiro de 2024
Matrícula online: 25 e 26 de janeiro de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e online | O corpo utópico: relações entre Moda, gêneros e sexualidades

Cabeçalho do curso O corpo utópico: relações entre Moda, gêneros e sexualidades

Cabeçalho do curso O corpo utópico: relações entre Moda, gêneros e sexualidades

Quais as possíveis relações entre o conceito de Moda com as perspectivas filosóficas e sociológicas sobre o corpo, as identidades e expressões de gêneros e as sexualidades na cultura ocidental? Partindo de uma vasta bibliografia da Teoria de Moda, da filosofia, das artes e da sociologia, o curso investiga os processos históricos das generificações dos corpos e das vestimentas na Moda. No conteúdo programático, além da análise e reflexão crítica a partir da Moda na sociedade de corte à modernidade dos séculos XIX e XX, da constituição da cultura da feminilidade pela vestimenta, do modernismo para o guarda-roupa-feminino proposto por Paul Poiret, Coco Chanel, Madeleine Vionnet, Jean Patou, Elsa Schiaparelli e o surrealismo francês, compreender como o contemporâneo – na leitura da teoria queer – propõe nas diversas expressões de gêneros da vestimenta uma “estética da existência”.

Quando: 16 de janeiro  até 05 de março de 2024
De terças e quintas, das 10h às 13h
Local:
Online

Objetivo: Entrelaçar as noções das identidades, papéis e expressões de gêneros e sexualidades com o conceito de Moda;
Expor, comentar e analisar as relações e os processos de generificações do guarda-roupa ao longo da história da Moda nas sociedades modernas;
Repensar os modos de vestir a partir da perspectiva da teoria queer.

Orientação: Brunno Almeida Maia

Brunno Almeida Maia é doutorando em Arquitetura e Urbanismo na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da Universidade de São Paulo (USP), com pesquisa sobre Moda e arquitetura. Mestre em filosofia, ciências humanas e Teoria de Moda pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), foi curador e pesquisador da exposição “Ema e a Moda no século XX – as roupas e a caligrafia dos gestos”, na Casa Museu Ema Klabin, do Ciclo de Conferências “A atualidade de Marcel Proust (1871-1922)”, no CPF (Centro de Pesquisa e Formação) do Sesc SP, e do projeto “Povos brasileiros: gastronomia, moda e literatura”, no Sesc Avenida Paulista. Em 2018, atuou residente do NECMIS (Núcleo de Estudos Contemporâneos do Museu da Imagem e Som).
No ano de 2019, organizou a “Jornada em homenagem ao centenário de Gilda de Mello Souza”, na Casa Museu Ema Klabin (SP), que contou com a participação de Renato Janine Ribeiro, Jorge Coli, Walnice Nogueira Galvão e Celso Lafer. Foi facilitador pedagógico do módulo I de formação em Cidadania e Direitos Humanos do Programa “Transcidadania”, uma iniciativa da Prefeitura Municipal de São Paulo, com a CADS (Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual) e Centro de Cidadania LGBT SP.
É professor convidado em instituições como IED (Istituto Europeo di Design), de São Paulo, da Escola de Comunicação e Arte (ECA), da Universidade de São Paulo (USP), do SENAC Lapa Faustolo, da FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado), e do Centro Universitário Belas Artes.
Na USP, atua nos cursos de pós-graduação lato sensu em “Consumo e Cultura Material: perspectivas semiopsicanalíticas”, e no MBA “Negócios e estética de Moda”. No Senac, no curso Técnico em Produção de Moda.
Já ministrou aulas sobre a relação entre a moda, a imagem, a arte e a literatura em espaços e instituições culturais como Museu de Arte de São Paulo (MASP), Museu de Arte Moderna (MAM) de São Paulo, Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS), Paço das Artes de São Paulo, Casa Museu Ema Klabin, Adelina Instituto, Fundação Stickel, Oficinas Culturais Oswald de Andrade, Oficina Cultural Casa Mário de Andrade, Sesc Consolação, Sesc Pompéia, Sesc Ipiranga, Sesc Jundiaí, Sesc 24 de maio, Sesc Belenzinho, Sesc Avenida Paulista, CPF – Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, Casa da Palavra Mário Quintana, em Santo André (SP), Oficina Cultural Hilda Hilst, em Campinas (SP), Biblioteca Mário de Andrade, Fábricas de Cultura, Biblioteca Pública Pedro Nava e Escola São Paulo.
É autor do livro “O Teatro de Brunno Almeida Maia” (Editora Giostri, 2014). Também assina capítulo sobre a relação entre a literatura e a moda no romance “Lucíola” (1862) de José de Alencar no livro “Moda Vestimenta Corpo” (Editora Estação das Letras e Cores, 2015), e é um dos autores da antologia “São Paulo em Palavras” (Editora Aquarela Brasileira, 2017). Atualmente trabalha em seu próximo livro “Tempos de exceção: ensaios sobre o contemporâneo” (Editora Cosmos, no prelo).

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais das artes cênicas, das artes em geral e da Moda. A partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 50 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  21 de dezembro até de 07 de janeiro de 2024
Aprovados: 11 janeiro de 2024
Matrícula online: 12 e 13 de janeiro de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 16 de janeiro  até 05 de março de 2024
terças e quintas, das 10h às 13h
Local: Online, via plataforma zoom


Brunno Almeida Maia é doutorando em Arquitetura e Urbanismo na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da Universidade de São Paulo (USP), com pesquisa sobre Moda e arquitetura. Mestre em filosofia, ciências humanas e Teoria de Moda pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), foi curador e pesquisador da exposição “Ema e a Moda no século XX – as roupas e a caligrafia dos gestos”, na Casa Museu Ema Klabin, do Ciclo de Conferências “A atualidade de Marcel Proust (1871-1922)”, no CPF (Centro de Pesquisa e Formação) do Sesc SP, e do projeto “Povos brasileiros: gastronomia, moda e literatura”, no Sesc Avenida Paulista. Em 2018, atuou residente do NECMIS (Núcleo de Estudos Contemporâneos do Museu da Imagem e Som).
No ano de 2019, organizou a “Jornada em homenagem ao centenário de Gilda de Mello Souza”, na Casa Museu Ema Klabin (SP), que contou com a participação de Renato Janine Ribeiro, Jorge Coli, Walnice Nogueira Galvão e Celso Lafer. Foi facilitador pedagógico do módulo I de formação em Cidadania e Direitos Humanos do Programa “Transcidadania”, uma iniciativa da Prefeitura Municipal de São Paulo, com a CADS (Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual) e Centro de Cidadania LGBT SP.
É professor convidado em instituições como IED (Istituto Europeo di Design), de São Paulo, da Escola de Comunicação e Arte (ECA), da Universidade de São Paulo (USP), do SENAC Lapa Faustolo, da FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado), e do Centro Universitário Belas Artes.
Na USP, atua nos cursos de pós-graduação lato sensu em “Consumo e Cultura Material: perspectivas semiopsicanalíticas”, e no MBA “Negócios e estética de Moda”. No Senac, no curso Técnico em Produção de Moda.
Já ministrou aulas sobre a relação entre a moda, a imagem, a arte e a literatura em espaços e instituições culturais como Museu de Arte de São Paulo (MASP), Museu de Arte Moderna (MAM) de São Paulo, Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS), Paço das Artes de São Paulo, Casa Museu Ema Klabin, Adelina Instituto, Fundação Stickel, Oficinas Culturais Oswald de Andrade, Oficina Cultural Casa Mário de Andrade, Sesc Consolação, Sesc Pompéia, Sesc Ipiranga, Sesc Jundiaí, Sesc 24 de maio, Sesc Belenzinho, Sesc Avenida Paulista, CPF – Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, Casa da Palavra Mário Quintana, em Santo André (SP), Oficina Cultural Hilda Hilst, em Campinas (SP), Biblioteca Mário de Andrade, Fábricas de Cultura, Biblioteca Pública Pedro Nava e Escola São Paulo.
É autor do livro “O Teatro de Brunno Almeida Maia” (Editora Giostri, 2014). Também assina capítulo sobre a relação entre a literatura e a moda no romance “Lucíola” (1862) de José de Alencar no livro “Moda Vestimenta Corpo” (Editora Estação das Letras e Cores, 2015), e é um dos autores da antologia “São Paulo em Palavras” (Editora Aquarela Brasileira, 2017). Atualmente trabalha em seu próximo livro “Tempos de exceção: ensaios sobre o contemporâneo” (Editora Cosmos, no prelo).

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais das artes cênicas, das artes em geral e da Moda. A partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 50 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  21 de dezembro até de 07 de janeiro de 2024
Aprovados: 11 janeiro de 2024
Matrícula online: 12 e 13 de janeiro de 2024

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop presencial e gratuito | Corpo Iêê: A dança da capoeira

Cabeçalho do workshop Corpo Iêê: A dança da capoeira

Cabeçalho do workshop Corpo Iêê: A dança da capoeira

O workshop corpo Iêê nasce dentro do Núcleo Iêê, um núcleo de dança que trás como pesquisa corporal e cênica a capoeira. Como mestre Pastinha escreveu em seu manuscrito: “Capoeira é dança pro dançarino e luta pro lutador” e é olhando pra dança que essa workshop nasce. Vamos trabalhar caminhos corporais dentro das movimentações de golpes, floreios e acrobacias, buscando entender isso através de um corpo da atualidade fazer a capoeira ser uma válvula de dança em solo e com o outro.

Quando: 18 de dezembro de 2023
Segunda, das 9h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Orientação: Rafael Oliveira

Rafael Oliveira começou na capoeira em 1999. De 2010 a 2016 participou da formação no projeto Núcleo Luz em 2018 ingressa no Protagonistas o Movimento Negro no Picadeiro. Atualmente, além do Protagonistas é diretor e bailarino do Núcleo Iêê.

Público: Pessoas interessadas em movimentar o corpo, dança e capoeira, profissionais ou não- para todos os públicos. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 30 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  11 de dezembro até de 13 de dezembro de 2023
Aprovados: 14 de dezembro de 2023
Matrícula online: 15 de dezembro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 18 de dezembro de 2023
Segunda, das 9h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Rafael Oliveira começou na capoeira em 1999. De 2010 a 2016 participou da formação no projeto Núcleo Luz em 2018 ingressa no Protagonistas o Movimento Negro no Picadeiro. Atualmente, além do Protagonistas é diretor e bailarino do Núcleo Iêê.

Público: Pessoas interessadas em movimentar o corpo, dança e capoeira, profissionais ou não- para todos os públicos. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 30 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  11 de dezembro até de 13 de dezembro de 2023
Aprovados: 14 de dezembro de 2023
Matrícula online: 15 de dezembro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop presencial e gratuito | Corpo em Movimento

Cabeçalho do workshop Corpo em Movimento

Cabeçalho do workshop Corpo em Movimento

O workshop Corpo em Movimento tem como premissa o trabalho de consciência corporal, respiratória e trabalho em grupo explorando a capacidade de memória e troca coletiva. Quebra de paradigmas e traumas que o aluno possa apresentar com a dança ou com a forma de se expressar através de movimentos corporais. Trabalho de exploração do espaço e corpo, ritmos musicais e modalidades de dança. Expressão e manifestação cultural de cada indivíduo como um todo. Fortalecimento e alongamento.

Quando: 18 de dezembro de 2023
Segunda, das 9h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Orientação: Zuba Janaina

Professora, coreógrafa e Diretora de Movimento – alguns trabalhos já executados Musical Donna Summer no Auditório do Ibiraquera com Direção de Miguel Falabella de 8 de Abril á 29 de Junho de 2022 como Diretora Residente, musical Samba da Pauliceia e sua Gente coreógrafa e Diretora de Movimento , Musical Como é que se diz Eu Te Amo em processo atual de montagem, Curso de Consciência Corporal na SP Escola de Teatro

Público: Pessoas interessadas em movimentar o corpo com consciência, profissionais ou não- para todos os públicos. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 30 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  08 de dezembro até de 13 de dezembro de 2023
Aprovados: 14 de dezembro de 2023
Matrícula online: 15 de dezembro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 18 de dezembro de 2023
Segunda, das 9h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Professora, coreógrafa e Diretora de Movimento – alguns trabalhos já executados Musical Donna Summer no Auditório do Ibiraquera com Direção de Miguel Falabella de 8 de Abril á 29 de Junho de 2022 como Diretora Residente, musical Samba da Pauliceia e sua Gente coreógrafa e Diretora de Movimento , Musical Como é que se diz Eu Te Amo em processo atual de montagem, Curso de Consciência Corporal na SP Escola de Teatro

Público: Pessoas interessadas em movimentar o corpo com consciência, profissionais ou não- para todos os públicos. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 30 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  08 de dezembro até de 13 de dezembro de 2023
Aprovados: 14 de dezembro de 2023
Matrícula online: 15 de dezembro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Oficina gratuita e presencial | Antes, Depois e Entre: explorações no jogo de máscaras

Cabeçalho da oficina Antes, Depois e Entre: explorações no jogo de máscaras

Cabeçalho da oficina Antes, Depois e Entre: explorações no jogo de máscaras

Esta oficina explora a relação do ator com a máscara. Os exercícios considerarão a preparação antes, durante a entrada e nos momentos após o uso da máscara. O que vemos? O que sentimos? O que experimentamos? Os participantes serão convidados a trabalhar de forma colaborativa. O trabalho apoiará os participantes no desenvolvimento de seus instintos, ludicidade e imaginação. Eliot Shrimpton traz sua própria abordagem distinta ao trabalho com máscaras, que se baseia em uma série de influências e tradições.

Quando: 12 de dezembro até 15 de dezembro de 2023
De terça até sexta, das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Orientação: Eliot Shrimpton

Eliot estudou teologia na Universidade de Cambridge e posteriormente treinou como ator na Guildhall School e na École Philippe Gaulier em Paris. Ele ensinou e colaborou nas principais escolas e instituições artísticas em todo o mundo, incluindo: Escola de Teatro de São Paulo (Brasil), Universidade Nacional Autônoma do México, École de Sables (Senegal), Academia Central de Teatro (Pequim), Primo del Teatro (Itália). Escola Real de Artes Cênicas (Madri), Escola Superior de Arte Dramática (Barcelona), Escola Nacional de Artes Cênicas (Copenhague), Escola Nacional de Teatro de Estrasburgo (França), Instituto Nacional de Artes Cênicas (Bruxelas), Amherst College (EUA), Escuela Del Actor (Uruguai), NEOJIBA (Brasil) e Royal Central School of Speech and Drama (Londres).
Eliot trabalhou como consultor educacional para o Ministério da Educação do Japão e, como orador japonês, intérprete para o Teatro Nacional Kabuki do Japão. Desde 2014, Eliot tem colaborado com uma série de profissionais internacionais no trabalho com máscaras para desenvolver uma série única de designs de máscaras e uma abordagem inovadora ao treinamento artístico com máscaras.

Público: Pessoas interessadas em teatro, atores e estudantes de atuação. A partir de 18 anos. (Não é necessário inglês fluente)

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  29 de novembro até de 05 de dezembro de 2023
Aprovados: 07 de dezembro de 2023
Matrícula online: 08 de dezembro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 12 de dezembro até 15 de dezembro de 2023
De terça até sexta, das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Eliot estudou teologia na Universidade de Cambridge e posteriormente treinou como ator na Guildhall School e na École Philippe Gaulier em Paris. Ele ensinou e colaborou nas principais escolas e instituições artísticas em todo o mundo, incluindo: Escola de Teatro de São Paulo (Brasil), Universidade Nacional Autônoma do México, École de Sables (Senegal), Academia Central de Teatro (Pequim), Primo del Teatro (Itália). Escola Real de Artes Cênicas (Madri), Escola Superior de Arte Dramática (Barcelona), Escola Nacional de Artes Cênicas (Copenhague), Escola Nacional de Teatro de Estrasburgo (França), Instituto Nacional de Artes Cênicas (Bruxelas), Amherst College (EUA), Escuela Del Actor (Uruguai), NEOJIBA (Brasil) e Royal Central School of Speech and Drama (Londres).
Eliot trabalhou como consultor educacional para o Ministério da Educação do Japão e, como orador japonês, intérprete para o Teatro Nacional Kabuki do Japão. Desde 2014, Eliot tem colaborado com uma série de profissionais internacionais no trabalho com máscaras para desenvolver uma série única de designs de máscaras e uma abordagem inovadora ao treinamento artístico com máscaras.

Público: Pessoas interessadas em teatro, atores e estudantes de atuação. A partir de 18 anos. (Não é necessário inglês fluente)

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  29 de novembro até de 05 de dezembro de 2023
Aprovados: 07 de dezembro de 2023
Matrícula online: 08 de dezembro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop presencial e gratuito | Potencialização do Corpo

É fundamental que o ator reconheça seu potencial e se organize de forma consciente para a utilização de seus recursos expressivos. A proposta do workshop é desenvolver no participante a expressividade dos múltiplos pontos focais espalhados pelo corpo, valorizados por meio da aplicação da energia fluída, desde a consciência até a realização na sua partitura corporal.

Para o fluxo energético fluir pelo corpo, é preciso ter a consciência de que as vias energéticas estejam desobstruídas. Esse processo se dá pela consciência da descontração muscular, da coordenação da respiração com a proposta de movimentos e o aproveitamento das forças naturais, sendo que a energia deve fluir para além do corpo físico. O resultado físico dessa proposta de potencialização do corpo é o aumento do tônus, consciência do estado presente, precisão de movimento, agilidade e projeção do movimento (da intenção do movimento). O ator consciente da sua potência realiza com mais precisão, a intenção da cena projetada pelo espaço.

Quando: 25 de novembro e  2 de dezembro de 2023
Sábados, das 15h00 às 18h00
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Orientação: Lilian Domingos

Lilian Domingos é a triz, preparadora corporal, dançarina, diretora e professora de teatro, dança e técnicas corporais. Graduada pela PUCSP em Comunicação das artes do corpo em Dança. Formada em Yoga Integral com registro na Federação Internacional e formação técnica em teatro pelo SenacSP. Estudou balé clássico, moderno, jazz, new dance, dança contemporânea, composição coreográfica, artes circenses, flamenco, do-ho, performance art, teatro gestual, técnica Meisner de interpretação para TV e vários métodos para o treino do corpo do ator, além de técnicas de educação somática. Atua como atriz há 28 anos, e como professora de teatro na formação de atores há 24 anos criando procedimentos para atuação.
Participou como atriz nos espetáculos “A serpente”, de Nelson Rodrigues com direção de Wolney de Assis, “O Horla”, de Guy de Maupassant, direção de Walter Portella, “A princesa e o Dragão” e “Flores Urbanas”, de Paulo Barroso, direção de Paulo Barroso, “Bodas de Sangue”, de Garcia Lorca, direção de Walter Portella, “Nuvem da Noite”, criação coletiva, direção de Gerson Praxedes, “Folcloreano”, criação e direção coletiva, “Minha cidade pode não ser a sua”, de Walmir Pavam, direção de Paulo Fabiano.
Atuou nas produtoras Hilária Troupe e Awake em vários espetáculos sob a direção de Lucia Pacheco. Fez a preparação corporal para “Flores Urbanas”, direção Paulo Barroso, “”, direção Adriano Veríssimo e “O Legítimo pai da bomba”, direção de Gabriela Rabelo. Participou do projeto de reconstrução do ballet Triádico de Oscar Schlemmer como coreógrafa e direção artística e dirigiu vários espetáculos de teatro, entre eles “O Balcão”, de Jean Genet, “Assim que passarem cinco anos”, de Garcia Lorca, “Assim é se lhe parece”, de Luigi Pirandello, “A visita da velha senhora”, de Dürrenmatt.

Público: Pessoas interessadas em teatro. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  16 de novembro até de 21 de novembro de 2023
Aprovados: 23 de novembro de 2023
Matrícula online: 23 e 24 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 25 de novembro e  2 de dezembro de 2023
Sábados, das 15h00 às 18h00
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Lilian Domingos é a triz, preparadora corporal, dançarina, diretora e professora de teatro, dança e técnicas corporais. Graduada pela PUCSP em Comunicação das artes do corpo em Dança. Formada em Yoga Integral com registro na Federação Internacional e formação técnica em teatro pelo SenacSP. Estudou balé clássico, moderno, jazz, new dance, dança contemporânea, composição coreográfica, artes circenses, flamenco, do-ho, performance art, teatro gestual, técnica Meisner de interpretação para TV e vários métodos para o treino do corpo do ator, além de técnicas de educação somática. Atua como atriz há 28 anos, e como professora de teatro na formação de atores há 24 anos criando procedimentos para atuação.
Participou como atriz nos espetáculos “A serpente”, de Nelson Rodrigues com direção de Wolney de Assis, “O Horla”, de Guy de Maupassant, direção de Walter Portella, “A princesa e o Dragão” e “Flores Urbanas”, de Paulo Barroso, direção de Paulo Barroso, “Bodas de Sangue”, de Garcia Lorca, direção de Walter Portella, “Nuvem da Noite”, criação coletiva, direção de Gerson Praxedes, “Folcloreano”, criação e direção coletiva, “Minha cidade pode não ser a sua”, de Walmir Pavam, direção de Paulo Fabiano.
Atuou nas produtoras Hilária Troupe e Awake em vários espetáculos sob a direção de Lucia Pacheco. Fez a preparação corporal para “Flores Urbanas”, direção Paulo Barroso, “”, direção Adriano Veríssimo e “O Legítimo pai da bomba”, direção de Gabriela Rabelo. Participou do projeto de reconstrução do ballet Triádico de Oscar Schlemmer como coreógrafa e direção artística e dirigiu vários espetáculos de teatro, entre eles “O Balcão”, de Jean Genet, “Assim que passarem cinco anos”, de Garcia Lorca, “Assim é se lhe parece”, de Luigi Pirandello, “A visita da velha senhora”, de Dürrenmatt.

Público: Pessoas interessadas em teatro. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  14 de novembro até de 22 de novembro de 2023
Aprovados: 23 de novembro de 2023
Matrícula online: 23 e 24 de outubro de 2023 até às 17h

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

 


Oficina gratuita e presencial | Sem Registro

Cabeçalho da oficina Sem Registro

Cabeçalho da oficina Sem Registro

A oficina “Sem Registro” é um espaço de treinamento e troca, para artistas e performers que desejam potencializar suas habilidades, utilizando suas narrativas pessoais e auto ficcionais como um campo fértil para pesquisa e desenvolvimento de trabalhos dramatúrgicos autorais.
Além de desenvolver suas habilidades teatrais, a oficina mergulha no tema da paternidade e nas complexidades das novas masculinidades, explorando como esses conceitos se entrelaçam.
Fazendo uso de técnicas de Viewpoints para explorar corpo, espaço, tempo, movimento e criação de composições cênicas, a oficina também tem como objetivo que cada artista possa extrair dessa experiência material para possíveis desdobramentos pessoais.

Quando: 06 de novembro até 04 de dezembro de 2023
De segundas e terças, das 19h30 às 21h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Orientação: Chia Rodrigues e Victor Albuquerque

Chia Rodriguez é uma atriz, diretora de teatro e professora de atuação com uma carreira de 15 anos. Formada em Artes Cênicas pela CAL e em Artes Dramáticas pela UniverCidade, ela também é aluna da disciplina “Dimensões do Expor” do curso de Pós-Graduação de Artes da Cena da UFRJ desde 2017.
Chia é reconhecida por sua versatilidade artística e é idealizadora e diretora de diversos projetos notáveis, incluindo “Miss Eloquência”, “Cenas AFORA – solos femininos”, “Talvez uma história de amor”, “Consertam-se Imóveis”, e muito mais. Como preparadora de elenco em São Paulo, contribuiu para a série “Tarã” no Disney Plus e várias campanhas publicitárias.
Além disso, Chia atuou como assistente de direção da renomada diretora Christiane Jatahy por 4 anos e lecionou atuação nas escolas “Nú Espaço” e “Galpão Aplauso” no Rio de Janeiro por 7 anos.
Sua proposta artística de atuação, “O ator e a espessura humana”, é enriquecida por uma década de experiência como diretora de teatro e sete anos como professora de improvisação e interpretação. Ela incorpora uma variedade de técnicas, incluindo os Viewpoints de Anne Bogart e Tina Landau, a abordagem das ações físicas de Stanislavski, sistemas dramatúrgicos de José Sanches Sinisterra, influências de John Cassavetes, a técnica de Meisner e muito mais.
O trabalho de Chia como diretora se destaca pelo diálogo entre improvisação e dramaturgia, ficção e documental, arte e política, performance e representação. Ela é uma figura influente no cenário teatral e de atuação.

Victor Albuquerque é ator e roteirista, formado pela Casa das Artes de Laranjeiras (Cal RJ) e Roteiraria(SP), formado também em Marketing pela Universidade Anhembi Morumbi, integrante do grupo Os Inclusos e os Sisos Teatro de Mobilização pela Diversidade, criado pela atriz Tata Werneck e premiado pela ONU como experiência teatral mais acessível do mundo, com mais de 15 espetáculos na carreira, entre eles, “GIZ” de Maria Shu (SP Escola de Teatro), A Vida secreta de Dr Antônio, dirigida por César Augusto(Cia dos Atores) e Terra Papagalli, dirigida por Marcelo Valle(Cia dos Atores). Integra o elenco do filme “ALFAZEMA” de Sabrina Fidalgo, finalista na categoria melhor curta metragem no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, além do filme “ O Combinado não sai caro” de Luís Pinheiro, em fase de produção e a série “ A Vida Secreta dos Casais” da HBO.

Público:Pessoas interessadas em teatro, música e dança, profissionais ou não. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  19 de outubro até de 25 de outubro de 2023
Aprovados: 30 de outubro de 2023
Matrícula online: 31 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

 

circle 06 de novembro até 04 de dezembro de 2023
De segundas e terças, das 19h30 às 21h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Chia Rodriguez é uma atriz, diretora de teatro e professora de atuação com uma carreira de 15 anos. Formada em Artes Cênicas pela CAL e em Artes Dramáticas pela UniverCidade, ela também é aluna da disciplina “Dimensões do Expor” do curso de Pós-Graduação de Artes da Cena da UFRJ desde 2017.
Chia é reconhecida por sua versatilidade artística e é idealizadora e diretora de diversos projetos notáveis, incluindo “Miss Eloquência”, “Cenas AFORA – solos femininos”, “Talvez uma história de amor”, “Consertam-se Imóveis”, e muito mais. Como preparadora de elenco em São Paulo, contribuiu para a série “Tarã” no Disney Plus e várias campanhas publicitárias.
Além disso, Chia atuou como assistente de direção da renomada diretora Christiane Jatahy por 4 anos e lecionou atuação nas escolas “Nú Espaço” e “Galpão Aplauso” no Rio de Janeiro por 7 anos.
Sua proposta artística de atuação, “O ator e a espessura humana”, é enriquecida por uma década de experiência como diretora de teatro e sete anos como professora de improvisação e interpretação. Ela incorpora uma variedade de técnicas, incluindo os Viewpoints de Anne Bogart e Tina Landau, a abordagem das ações físicas de Stanislavski, sistemas dramatúrgicos de José Sanches Sinisterra, influências de John Cassavetes, a técnica de Meisner e muito mais.
O trabalho de Chia como diretora se destaca pelo diálogo entre improvisação e dramaturgia, ficção e documental, arte e política, performance e representação. Ela é uma figura influente no cenário teatral e de atuação.

Victor Albuquerque é ator e roteirista, formado pela Casa das Artes de Laranjeiras (Cal RJ) e Roteiraria(SP), formado também em Marketing pela Universidade Anhembi Morumbi, integrante do grupo Os Inclusos e os Sisos Teatro de Mobilização pela Diversidade, criado pela atriz Tata Werneck e premiado pela ONU como experiência teatral mais acessível do mundo, com mais de 15 espetáculos na carreira, entre eles, “GIZ” de Maria Shu (SP Escola de Teatro), A Vida secreta de Dr Antônio, dirigida por César Augusto(Cia dos Atores) e Terra Papagalli, dirigida por Marcelo Valle(Cia dos Atores). Integra o elenco do filme “ALFAZEMA” de Sabrina Fidalgo, finalista na categoria melhor curta metragem no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, além do filme “ O Combinado não sai caro” de Luís Pinheiro, em fase de produção e a série “ A Vida Secreta dos Casais” da HBO.

Público:Pessoas interessadas em teatro, música e dança, profissionais ou não. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  19 de outubro até de 25 de outubro de 2023
Aprovados: 30 de outubro de 2023
Matrícula online: 31 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

 


Curso gratuito e presencial | Dança para todos os Corpos

Cabeçalho do curso Dança para todos os Corpos com Marcos Abranches

Cabeçalho do curso Dança para todos os Corpos com Marcos Abranches

O curso tem como proposta trabalhar com práticas de consciência corporal; exploração do movimento; respiração e concentração; considerando o público a que se dirige. O curso visa trabalhar com a ideia de que toda e qualquer atividade a ser proposta seja acessível a todos que realizam aquela vivência, buscando não excluir ninguém das experimentações;
Plano da aula desenvolvimento da percepção do espaço e do corpo no espaço dentro e fora da sala de aula, compreensão do movimento como um todo organizado, buscando preparar e fortalecer o corpo para o cotidiano, oferece recursos para a realização de pequenas e grandes transferências de peso na dança,
Explorar e aprofundar o tato e o contato dos participantes, importantes componentes para suas atividades cotidianas e também para o desenvolvimento da dança.

Quando: 26 de outubro até 15 de dezembro de 2023
De quintas e sextas, das 19h30 às 22h30
Sábados, dia 9 e 16 de dezembro, das 15h até às 21h
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Dança para todos os corpos tem como proposta trabalhar com práticas de consciência corporal; exploração do movimento; respiração e concentração; considerando o público a que se dirige. O curso visa trabalhar com a ideia de que toda e qualquer atividade a ser proposta seja acessível a todos que realizam aquela vivência, buscando não excluir ninguém das experimentações.

Orientação: Marcos Abranches

Marcos Abranches atuou na Cia. FAR 15, nos espetáculos Senhor dos Anjos, Jardim de Tântalo e Metamorfose, de Franz Kafka, dirigidos e coreografados por Sandro Borelli. Principais obras de seu repertório: Formas de Ver, Via de Regra, Corpo sobre Tela, Canto dos Malditos, O Grito e O Idiota. Em Junho, teve seu filme de longa metragem estreado, “O Artista e a Força do Pensamento”, sob direção de Elder Fraga. Ganhou como melhor filme de longa metragem do Festival Internacional de Cinema de Santos – 6ª Edição.

Público: Pessoas com e sem deficiência, jovens e adultos interessados em dança e preparação corporal. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  09 de outubro até de 19 outubro de 2023
Aprovados: 23 de outubro de 2023
Matrícula online: 24 e 25 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 26 de outubro até 15 de dezembro de 2023
De quintas e sextas, das 19h30 às 22h30 Sábados, dia 9 e 16 de dezembro, das 15h até às 21h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Marcos Abranches atuou na Cia. FAR 15, nos espetáculos Senhor dos Anjos, Jardim de Tântalo e Metamorfose, de Franz Kafka, dirigidos e coreografados por Sandro Borelli. Principais obras de seu repertório: Formas de Ver, Via de Regra, Corpo sobre Tela, Canto dos Malditos, O Grito e O Idiota. Em Junho, teve seu filme de longa metragem estreado, “O Artista e a Força do Pensamento”, sob direção de Elder Fraga. Ganhou como melhor filme de longa metragem do Festival Internacional de Cinema de Santos – 6ª Edição.

Público: Pessoas com e sem deficiência, jovens e adultos interessados em dança e preparação corporal. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  09 de outubro até de 19 outubro de 2023
Aprovados: 23 de outubro de 2023
Matrícula online: 24 e 25 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Produção para Audiovisual – teoria e prática

Cabeçalho do curso Produção para Audiovisual - teoria e prática com Airo Munhoz

Cabeçalho do curso Produção para Audiovisual – teoria e prática com Airo Munhoz

O audiovisual é o formato de conteúdo mais consumido atualmente, entre filmes, séries, documentários e principalmente nas redes sociais. Visando a soma da teoria e prática, o curso capacitará o entendimento teórico da produção audiovisual em todas suas etapas (desenvolvimento, produção prévia, roteiro, conceitos de direção, fotografia, arte e sonoplastia) e em seguida desenvolverá um processo prático de criação com equipamentos disponíveis para a maioria das pessoas, como smartphones, fones de ouvido e computadores. Ao final do curso, quem participar sairá com um material audiovisual (seja um curta, um piloto de série, um clipe, etc) para composição do seu portfólio, produzido inteiramente pelos alunos.

Quando: 23 de outubro até 12 de dezembro de 2023
De segundas e terças, das 19h30 às 22h30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Visando capacitar o entendimento e a prática da produção audiovisual independente, o curso fornece arcabouço necessário para a criação de material audiovisual diverso, desde curta-metragens, videoclipes e até potenciais pilotos de séries ou webséries – tudo utilizando estruturas que os alunos possuam nas próprias residências ou escritórios.

Orientação: Airo Munhoz

Airo Munhoz é cineasta, professor, co-fundador da Substrato Filmes e produtor criativo com ampla experiência profissional em audiovisual com projetos para marcas como Editora Globo, Santander, Amazon, Calvin Klein, Microsoft, além de projetos autorais e independentes, somando mais de 10 prêmios e 30 indicações mundialmente. Professor de pós-graduação, MBA e cursos livres, com experiência em cursos de cinema independente, produção de conteúdo para internet e novas mídias. Mestre em comunicação e cinema pela Universidade Anhembi Morumbi/SP, bacharel em Mídias Digital pela UMESP, Filmmaking pela New York Film Academy e Direção de Atores pelo Instituto Stanislavsky, atualmente cursa uma segunda graduação em Licenciatura em Filosofia.

Público: Pessoas que queiram ingressar no audiovisual, interessados em compreender as etapas do audiovisual, artistas que buscam melhores ferramentas de captação e propagação de sua arte e pessoas que queiram produzir conteúdos audiovisuais com as ferramentas disponíveis em sua casa ou ambiente de trabalho. Não há pré-requisitos específicos em termos de formação educacional ou experiência anterior em produção audiovisual. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  06 de outubro até de 13 outubro de 2023
Aprovados: 18 de outubro de 2023
Matrícula online: 19 e 20 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 23 de outubro até 12 de dezembro de 2023
De segundas e terças, das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Airo Munhoz é cineasta, professor, co-fundador da Substrato Filmes e produtor criativo com ampla experiência profissional em audiovisual com projetos para marcas como Editora Globo, Santander, Amazon, Calvin Klein, Microsoft, além de projetos autorais e independentes, somando mais de 10 prêmios e 30 indicações mundialmente. Professor de pós-graduação, MBA e cursos livres, com experiência em cursos de cinema independente, produção de conteúdo para internet e novas mídias. Mestre em comunicação e cinema pela Universidade Anhembi Morumbi/SP, bacharel em Mídias Digital pela UMESP, Filmmaking pela New York Film Academy e Direção de Atores pelo Instituto Stanislavsky, atualmente cursa uma segunda graduação em Licenciatura em Filosofia.

Público: Pessoas que queiram ingressar no audiovisual, interessados em compreender as etapas do audiovisual, artistas que buscam melhores ferramentas de captação e propagação de sua arte e pessoas que queiram produzir conteúdos audiovisuais com as ferramentas disponíveis em sua casa ou ambiente de trabalho. Não há pré-requisitos específicos em termos de formação educacional ou experiência anterior em produção audiovisual. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  06 de outubro até de 13 outubro de 2023
Aprovados: 18 de outubro de 2023
Matrícula online: 19 e 20 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Assistência de Direção no Audiovisual

Cabeçalho do curso Assistência de Direção no Audiovisual com Ananda Koja

Cabeçalho do curso Assistência de Direção no Audiovisual com Ananda Koja

Fazer um filme é um desafio imenso que envolve muitos profissionais das mais diversas áreas. São tantos assuntos que fica difícil saber por onde começar. E é justamente a figura do Assistente de Direção que traça a costura entre as informações de todos os departamentos e cria um plano de filmagem: o que será gravado, quando, em que ordem e o que é necessário para fazer acontecer. Nesse curso vamos desvendar e desenvolver as habilidades de um assistente de direção.
O mercado do audiovisual de ficção no Brasil está ganhando cada vez mais peso com a chegada dos streamings e o aumento de produções. A assistência de direção é uma função fundamental, bastante específica desse mercado, e pouco estudada dentro dos cursos universitários e livres, sendo uma boa oportunidade de formar novos profissionais para a área.

Quando: 23 de outubro até 13 de dezembro de 2023
De segundas e quartas, das 19h30 às 22h30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Com exemplos práticos vamos percorrer juntos por todas as etapas que um assistente de direção se envolve durante a preparação e a filmagem de uma ficção. Estudando e desenvolvendo documentos como: Análise técnica, plano de filmagem, ordem do dia, cronograma de ensaios, provas e atividades com diretores, tabela de figuração.

Orientação: Ananda Koja

Ananda Koja é formada em Bacharelado em Audiovisual pelo Centro Universitário Senac e trabalha desde 2016 como assistente de direção com foco em séries e longas de ficção. Recentemente trabalhou nas séries “As Five” e “Onde está Meu Coração” para o Globoplay; “O Rei da TV” (série que conta a história de Silvio Santos) para o Star+; e “Mila no Multiverso” para o Disney+. Apaixonada por educação, é professora de Assistencia de Direção no Curso Gratuito de Cinema “É Nóis na Fita” e também dá aulas particulares de Movie Magic.

Público: Estudantes, profissionais do audiovisual e demais interessados. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  06 de outubro até de 13 outubro de 2023
Aprovados: 18 de outubro de 2023
Matrícula online: 19 e 20 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 23 de outubro até 13 de dezembro de 2023
De segundas e quartas, das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Ananda Koja é formada em Bacharelado em Audiovisual pelo Centro Universitário Senac e trabalha desde 2016 como assistente de direção com foco em séries e longas de ficção. Recentemente trabalhou nas séries “As Five” e “Onde está Meu Coração” para o Globoplay; “O Rei da TV” (série que conta a história de Silvio Santos) para o Star+; e “Mila no Multiverso” para o Disney+. Apaixonada por educação, é professora de Assistencia de Direção no Curso Gratuito de Cinema “É Nóis na Fita” e também dá aulas particulares de Movie Magic.

Público:Estudantes, profissionais do audiovisual e demais interessados. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  06 de outubro até de 13 outubro de 2023
Aprovados: 18 de outubro de 2023
Matrícula online: 19 e 20 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso presencial e gratuito | Estudos de materialidades circenses

Comumente vemos como práticas cênicas/performativas, trabalhos que utilizem de objetos/materialidades, como formas de extensão física e potencialidade de movimento. Esse curso consiste em abordar tais práticas de artistas da cena, utilizando de técnicas, conceitos e práticas em dança, para ampliar o repertorio de movimento destes artistas, a fim de possibilitar e provocar, novas formas de pensar o movimento do corpo, o movimento da materialidade/objeto e o movimento do artista da cena com sua materialidade. E para isso, trago como referencial teórico, Paola Silveira Vasconcelos, com os estudos de materialidades, Daniel Moura e Andre Lepecki, sobre os estudos de dramaturgia da dança e Ciane Fernandes, sobre os estudos de análise do movimento em dança.

Quando: 23 de outubro até 06 de dezembro de 2023
Segundas e quartas – 14h30 às 18h30
Local: 
SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: O objetivo do curso é contribuir, orientar e fornecer ferramentas para a criação, coreográfica com objetos/materialidades, proposto por pessoas artistas do corpo e da cena. A meta é que cada participante termine a experiência com ao menos um número performativo finalizado e possível de ser apresentado em espetáculos, eventos e festivais. Ao final do curso, será realizada uma Mostra aberta ao público.

Orientação: Furcifer Scher

 

Furcifer Scher é graduada em dança – licenciatura, ( Registro Profissional/DRT: 0055435/SP), pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul ( 2015 – 2019). Iniciou sua trajetória na licenciatura através de projeto Mais Educação (2011-2014) e no decorrer de sua trajetória acadêmica participou do PIBID – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (2016). Colaboradora em Coletivo Orbita desde 2018 e do evento Revirada Circense desde 2019 onde desenvolveu a oficina de “DRAMATURGIA DO MOVIMENTO URBANO – Possibilidades em dança para criação circense” & “Manipulação de objetos com abordagens em dança”, coordenou algumas apresentações artísticas na “Noite da Diversidade” para o mesmo evento. Apresentou alguns números coreográficos performativos, em eventos presenciais, como: “Encontro de Circo SBC” (2023), “Cabaré Diminuto” que aconteceu nas Fabricas de Cultura da Zona Leste de SP (2022), “Festival de 8 anos do Circo na Praça de SP” (2022), e também em formato online para eventos como: “Mostra de circo audiovisual, laboratório da Cia Fundo Mundo” (2021), “mostra 10 gigabytes de história, do Laboratório Escola de Arte Popular” (2021), “Sarau artistico nós em movimento, da Tribu di Arteiros” (2021), “Varieté do Pre Encuentro Latinoamericano de Circo LGBTIA+” (2020). Desenvolveu trabalhos artísticos através de sua rede social Instagram, intitulados como “Corpos em Chamas” oriunda de sua pesquisa feita como trabalho de conclusão de curso na época da universidade, que também foi contemplada pelo Edital Para Premiação de Artistas No Âmbito Das Ações de Socorro ao Setor Cultural de Montenegro/RS, Lei Aldir Blanc” (2021) e também a “Variete da Diversidade Artística” onde reunia diversos artistas distintos das áreas do Circo/Dança/Música/Poesia/Teatro. (2020 – 2021).

Público: Pessoas, artistas da cena, interessadas em ampliar o repertorio de movimento e exercitar a criação cênica para números performativos, através de estudos em dança.

Seleção: Análise curricular e carta de interesse, conforme sugerido pela SP Escola de Teatro..  25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 28 de setembro de 2023 a 15 de outubro de 2023
Aprovados: 18 de outubro de 2023
Matrícula online: 19 e 20 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 23 de outubro até 06 de dezembro de 2023
Segundas e quartas – 14h30 às 18h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Furcifer Scher é graduada em dança – licenciatura, ( Registro Profissional/DRT: 0055435/SP), pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul ( 2015 – 2019). Iniciou sua trajetória na licenciatura através de projeto Mais Educação (2011-2014) e no decorrer de sua trajetória acadêmica participou do PIBID – Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (2016). Colaboradora em Coletivo Orbita desde 2018 e do evento Revirada Circense desde 2019 onde desenvolveu a oficina de “DRAMATURGIA DO MOVIMENTO URBANO – Possibilidades em dança para criação circense” & “Manipulação de objetos com abordagens em dança”, coordenou algumas apresentações artísticas na “Noite da Diversidade” para o mesmo evento. Apresentou alguns números coreográficos performativos, em eventos presenciais, como: “Encontro de Circo SBC” (2023), “Cabaré Diminuto” que aconteceu nas Fabricas de Cultura da Zona Leste de SP (2022), “Festival de 8 anos do Circo na Praça de SP” (2022), e também em formato online para eventos como: “Mostra de circo audiovisual, laboratório da Cia Fundo Mundo” (2021), “mostra 10 gigabytes de história, do Laboratório Escola de Arte Popular” (2021), “Sarau artistico nós em movimento, da Tribu di Arteiros” (2021), “Varieté do Pre Encuentro Latinoamericano de Circo LGBTIA+” (2020). Desenvolveu trabalhos artísticos através de sua rede social Instagram, intitulados como “Corpos em Chamas” oriunda de sua pesquisa feita como trabalho de conclusão de curso na época da universidade, que também foi contemplada pelo Edital Para Premiação de Artistas No Âmbito Das Ações de Socorro ao Setor Cultural de Montenegro/RS, Lei Aldir Blanc” (2021) e também a “Variete da Diversidade Artística” onde reunia diversos artistas distintos das áreas do Circo/Dança/Música/Poesia/Teatro. (2020 – 2021).

Público: Pessoas, artistas da cena, interessadas em ampliar o repertorio de movimento e exercitar a criação cênica para números performativos, através de estudos em dança.

Seleção: Serão analisados o currículo e a carta de interesse. Pensando em formas de possibilitar maior diversidade de pessoas e grupos minoritários, também será levado em consideração se são pessoas dissidentes de raça e gênero como também PCD. –  25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 27 de setembro de 2023 a 15 de outubro de 2023
Aprovados: 18 de outubro de 2023
Matrícula online: 19 e 20 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso presencial e gratuito | Produção Cultural – O Beabá Da Produção

Cabeçalho do curso Produção Cultural – O Beabá Da Produção com Marco Prado

Cabeçalho do curso Produção Cultural – O Beabá Da Produção com Marco Prado

A Produção Cultural passou nos últimos anos por grandes movimentações e ampliações de suas atividades. No entanto, com a chegada do Covid-19, a classe enfrentou uma de seus piores momentos na história. Contudo, com a retomada total das atividades há a necessidade de cursos preparatórios e recicladores para os profissionais do mercado. O curso abordará o senso de responsabilidade, organizacional, preparatório e executivo de eventos culturais. A turma escolhida, participará de um ou mais eventos internos da SP Escola de Teatro, vivenciando a experiência “in loco” de sua execução. Teremos um misto de aulas presenciais e externas, essas através de visitações em instituições culturais para desenvolver o olhar técnico e assertivo para o planejamento e execução de um excelente evento.

Quando: 18 de outubro até 13 de dezembro de 2023
De quartas e quintas, das 19h30 às 22h30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: A Produção Cultural exige de seus profissionais uma ampla capacidade organizacional, de previsibilidade e rede de conexões. Esta oficina pretende capacitar os participantes a produzirem e organizarem eventos artísticos, exposições, festivais e mostras das diferentes vertentes artísticas. Uma imersão por todo o processo de um evento, adentrando profundamente na área curatorial e artística de um evento.

Orientação: Marco Prado

Marco Prado é um profissional com mais de 30.000 eventos público-privados realizados ao longo de sua jornada profissional. Experiência em produção e gestão televisiva. Vasta experiência na coordenação artística e operacional de Eventos e Cerimoniais em diversas entidades públicas e privadas de ordem cultural. Palestrante em diversos festivais de renome nacional da área Cultural. Atuação como Curador Artístico de diversos equipamentos culturais, tais como, Teatro Estadual de Araras e o FLIV (Festival Literário de Votuporanga), entre outros. Entre os programas e projetos executados, pode-se destacar a Feira da Diversidade Cultural da Parada LGBT+ de São Paulo, Aberturas de Exposições do MIS-SP e MIS Experience SP, o Circuito Cultural Paulista, a Virada Cultural Paulista e diversos Festivais de Literatura, Música, Teatro, Dança, Circo e exposições itinerantes. Administração de equipamentos culturais de grande relevância na cena cultural existente, tais como: Oficina Cultural Oswald de Andrade, Teatro Sérgio Cardoso, Teatro Estadual de Araras, Auditório de Campos do Jordão e Theatro São Pedro. Parecerista de diversas comissões de cultura de avaliação para projetos culturais. Em 2021, iniciei minha atuação como arte-educador em renomadas instituições culturais, tais como, Poiesis, FATEC e SP Escola de Teatro. Em 2021, iniciei também minha atuação na área de Assessoria Gerencial Cultural e Artística em parceria com a empresa M&A Consultoria, para municípios do interior do Estado de São Paulo.

Público: O curso é destinado a profissionais e estudantes que queiram ampliar conhecimentos técnicos na área da Produção de Eventos, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  04 de outubro até de 10 outubro de 2023
Aprovados: 16 de outubro de 2023
Matrícula online: 17 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 18 de outubro até 13 de dezembro de 2023
De quartas e quintas, das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Marco Prado é um profissional com mais de 30.000 eventos público-privados realizados ao longo de sua jornada profissional. Experiência em produção e gestão televisiva. Vasta experiência na coordenação artística e operacional de Eventos e Cerimoniais em diversas entidades públicas e privadas de ordem cultural. Palestrante em diversos festivais de renome nacional da área Cultural. Atuação como Curador Artístico de diversos equipamentos culturais, tais como, Teatro Estadual de Araras e o FLIV (Festival Literário de Votuporanga), entre outros. Entre os programas e projetos executados, pode-se destacar a Feira da Diversidade Cultural da Parada LGBT+ de São Paulo, Aberturas de Exposições do MIS-SP e MIS Experience SP, o Circuito Cultural Paulista, a Virada Cultural Paulista e diversos Festivais de Literatura, Música, Teatro, Dança, Circo e exposições itinerantes. Administração de equipamentos culturais de grande relevância na cena cultural existente, tais como: Oficina Cultural Oswald de Andrade, Teatro Sérgio Cardoso, Teatro Estadual de Araras, Auditório de Campos do Jordão e Theatro São Pedro. Parecerista de diversas comissões de cultura de avaliação para projetos culturais. Em 2021, iniciei minha atuação como arte-educador em renomadas instituições culturais, tais como, Poiesis, FATEC e SP Escola de Teatro. Em 2021, iniciei também minha atuação na área de Assessoria Gerencial Cultural e Artística em parceria com a empresa M&A Consultoria, para municípios do interior do Estado de São Paulo.

Público: O curso é destinado a profissionais e estudantes que queiram ampliar conhecimentos técnicos na área da Produção de Eventos, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  04 de outubro até de 10 outubro de 2023
Aprovados: 16 de outubro de 2023
Matrícula online: 17 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso presencial e gratuito | Manipulação e criação de bambolê circense

Além da parte técnica e artística, a prática do bambolê auxilia na diminuição da ansiedade, relaxamento, equilíbrio mental e concentração. Promove ainda o desenvolvimento da criatividade pessoal de cada indivíduo e a consciência corporal, trabalhando a coordenação motora, mobilidade das articulações e do corpo como um todo, equilíbrio, entre outros. O Bambolê é utilizado desde o antigo Egito, e é um brinquedo multifuncional que aprofunda as magias dos círculos em mandalas, figuras, formas, acrescentando cores e tamanhos para potencializar o visual desejado.
Durante os encontros serão desenvolvidas tanto aspectos técnicos específicos como: truques de diferentes níveis de dificuldade, limpeza e estudo de movimento, encadeamento de truques. Quanto a parte artística da criação de número artísticos utilizando a técnica. As pessoas participantes também aprenderão como construir o aparelho.

Quando: 17 de outubro até 30 de novembro de 2023
Terças e quintas – 09h00 às 13h00
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: Este curso tem como objetivo criar um espaço de desenvolvimento na técnica circense do bambolê. Sendo um aparelho que possibilita múltiplas formas, usos e movimentos. Através do domínio da técnica que inclui o manejo, fluidez dos movimentos, ritmo, improvisação é um exemplo de terapia físico-emocional que de modo lúdico auxilia a harmonizar corpo e mente.

Orientadora: Pipa Luke

Pipa Luke é artista circense, produtora e diretora audiovisual. Formada pelos projetos Circo Laheto e Escola de Circo Basileu Francia. Malabarista profissional especializada em bambolê, atuou em diversos festivais no Brasil e na América Latina. Em sua pesquisa artística destaca-se seus números que abordam as questões da negritude. Desde 2019 realiza atividades no Centro de Memória do Circo São Paulo e integra a rede de elenco da ONG Palhaços Sem Fronteiras Brasil.

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais do circo, das artes cênicas e das artes em geral. A partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 03 de outubro à 09 de outubro de 2023
Aprovados: 11 de outubro de 2023
Matrícula online: 12 e 13 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 17 de outubro até 30 de novembro de 2023
Terças e quintas - 09h00 às 13h00
Local: Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Pipa Luke é artista circense, produtora e diretora audiovisual. Formada pelos projetos Circo Laheto e Escola de Circo Basileu Francia. Malabarista profissional especializada em bambolê, atuou em diversos festivais no Brasil e na América Latina. Em sua pesquisa artística destaca-se seus números que abordam as questões da negritude. Desde 2019 realiza atividades no Centro de Memória do Circo São Paulo e integra a rede de elenco da ONG Palhaços Sem Fronteiras Brasil.

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais do circo, das artes cênicas e das artes em geral. A partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 03 de outubro à 09 de outubro de 2023
Aprovados: 11 de outubro de 2023
Matrícula online: 12 e 13 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Do circo a capoeira, um fazer brasileiro

As artes circenses são de grande complexidade. Técnicas e saberes que durante gerações foram transmitidas entre as famílias vindas do continente europeu para as américas; com isso, no passado, os brasileiros tinham dificuldades em acessar as artes circenses. Mas o processo de democratização do ensino circense aliado à descolonização das formas técnicas e estéticas, a brasilidade começou a abrir espaço nos picadeiros. Uma das linguagens que hoje ocupa esse espaço é a capoeira, que reforça a pluralidade acrobática e dos saberes ancestrais, conseguindo conectar as duas artes em um mesmo projeto.

Quando: 16 de outubro até 27 de novembro de 2023
Segundas e sextas – 9h00 às 13h00
Local: 
SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: O objetivo desse projeto é conectar os conhecimentos circenses a manifestação capoeira e trabalhando corpo, ritmo e história, conhecer mais profundamente um Brasil que muitas vezes é escondido e apagado pela história.

Orientação: Rafael Oliveira

Rafael Oliveira começou na capoeira em 1999. De 2010 a 2016 participou da formação no projeto Núcleo Luz em 2018 ingressa no Protagonistas o Movimento Negro no Picadeiro. Atualmente, além do Protagonistas é diretor e bailarino do Núcleo Iêê.

Público: Livre.

Seleção: Análise curricular e carta de interesse, conforme sugerido pela SP Escola de Teatro..  25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 25 de setembro de 2023 a 05 de outubro de 2023
Aprovados: 09 de outubro de 2023
Matrícula online: 10 e 11 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle Quando: 16 de outubro até 27 de novembro de 2023
Segundas e sextas – 09h00 às 13h00
Local: Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Rafael Oliveira começou na capoeira em 1999. De 2010 a 2016 participou da formação no projeto Núcleo Luz em 2018 ingressa no Protagonistas o Movimento Negro no Picadeiro. Atualmente, além do Protagonistas é diretor e bailarino do Núcleo Iêê.

Público: Livre.

Seleção: Análise curricular e carta de interesse, conforme sugerido pela SP Escola de Teatro..  25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 25 de setembro de 2023 a 05 de outubro de 2023
Aprovados: 09 de outubro de 2023
Matrícula online: 10 e 11 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Oficina gratuita e presencial | Olhares: Poéticas e Possibilidades da Crítica Teatral

Cabeçalho da oficina Olhares: Poéticas e Possibilidades da Crítica Teatral

Cabeçalho da oficina Olhares: Poéticas e Possibilidades da Crítica Teatral

O curso pretende, a partir do compartilhamento de experiências entre ministrante e estudantes, refletir sobre a crítica teatral e suas possibilidades contemporâneas sob óticas diversas e convidar todos ao exercício da escrita, refletindo sobre obras apresentadas na Satyrianas. O foco estará no pensamento em torno do que é a crítica teatral, suas funções e intenções, pensando sobre a atitude crítica frente a espetáculos teatrais e a perspectiva autoral da prática da escrita, em suas múltiplas formas.

Quando: 09 de outubro até 16 de outubro de 2023
Aulas de segundas e terça, das 19h30 até às 22h30
Participação no festival Satyrianas assistindo as obras, durante os dias 12 até 15 de outubro de 2023
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: A oficina trará reflexões e conceitos de pensadores do teatro e de outras áreas, como Sábato Magaldi, Paulo Freire, Djamila Ribeiro, Jorge Larrosa Bondía, Josette Féral, Jota Mombaça, Denise Ferreira da Silva e Daniele Avila Small, além da produção de críticas e críticos contemporâneos. Serão dois encontros preparatórios antes do festival. Durante o Satyrianas, as pessoas participantes escreverão críticas sobre as obras assistidas, editadas por amilton de azevedo e publicadas no site da SP Escola de Teatro. Depois, no encontro de finalização do curso, a turma coletivamente refletirá a partir da prática da crítica dentro do evento.

Orientação: amilton de azevedo

amilton de azevedo é professor e crítico teatral. Criador da plataforma ruína acesa, onde publica críticas teatrais desde 2017. Doutorando em Artes Cênicas na ECA-USP, com pesquisa em andamento sobre a crítica teatral contemporânea no Brasil. Mestre em Artes da Cena pela Escola Superior de Artes Célia Helena, onde lecionou entre 2016 e 2019. Colaborou com a Folha de S. Paulo, e colabora com diversos festivais, como MITsp, Mirada, FENTEPP, Festivale, Festão e Cena Bárbara. É membro da seção brasileira da IATC/AICT (Associação Internacional de Críticos de Teatro).

Público: Acima de 18 anos, interessados em crítica teatral e em refletir sobre a criação contemporânea.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  28 de setembro até de 04 de outubro de 2023
Aprovados: 05 de outubro de 2023
Matrícula online: 06 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 09 de outubro até 16 de outubro de 2023
Aulas de segundas e terça, das 19h30 até às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


amilton de azevedo é professor e crítico teatral. Criador da plataforma ruína acesa, onde publica críticas teatrais desde 2017. Doutorando em Artes Cênicas na ECA-USP, com pesquisa em andamento sobre a crítica teatral contemporânea no Brasil. Mestre em Artes da Cena pela Escola Superior de Artes Célia Helena, onde lecionou entre 2016 e 2019. Colaborou com a Folha de S. Paulo, e colabora com diversos festivais, como MITsp, Mirada, FENTEPP, Festivale, Festão e Cena Bárbara. É membro da seção brasileira da IATC/AICT (Associação Internacional de Críticos de Teatro).

Público: Acima de 18 anos, interessados em crítica teatral e em refletir sobre a criação contemporânea.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  28 de setembro até de 04 de outubro de 2023
Aprovados: 05 de outubro de 2023
Matrícula online: 06 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Sound Designer e Trilha Para Cinema

Cabeçalho do curso Sound Designer e Trilha Para Cinema com Marcello Amalfi

Cabeçalho do curso Sound Designer e Trilha Para Cinema com Marcello Amalfi

Atualmente, os processos de criação da trilha sonora e do sound-design encontram-se em um grande boom, promovido sobretudo por uma universalização de seus meios de produção, a qual vem sendo alavancada pela democratização das tecnologias que o envolvem. Desta forma, aumenta expressivamente a necessidade de uma contínua formação e atualização de compositores de trilha sonora, para que se possa manter corrente o fluxo de uma nova onda criativa, que caminha de mãos dadas com as vertiginosas transformações tecnológicas e estéticas pelas quais passam as artes da cena, quer seja o teatro, quer seja o audiovisual.

Quando: 04 de outubro até 29 de novembro de 2023
De terças e quartas, das 19h30 às 22h30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: promover ao aprendiz uma imersão nos campos da trilha sonora e do sound-design nos universos teatral e audiovisual (TV, Cinema e Web) através de estudos técnicos e teóricos, aliados a participação efetiva na criação de uma trilha original, a fim de potencializar sua capacidade de articulação dentro das perspectivas técnicas e expressivas do ofício de compositor.

Orientação: Marcello Amalfi

Marcello Amalfi é orientador de Mestrado no PPGAC-ECA na Universidade de São Paulo. Coordena o Curso de Música do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, além de lecionar nos cursos de Cinema, Artes Cênicas, Produção Fonográfica, Desenho de Animação e Jogos Digitais. É conferencista e professor convidado em diversas instituições e universidades, como Sorbonne Nouvelle Paris 3 APEB-FR (2020) Universidade de Lisboa (2020), e TUSP (2020). É membro registrado no CNPq dos grupos de pesquisa – CEPECA (USP) e MOUSIKE (UnB). Titular de um Pós-doutorado na Universidade de São Paulo intitulado Macro-harmonia: uma proposta de formação para compositores de música das artes da cena; um Pós-Doutorado na Universidade de Brasília intitulado Música das Artes da cena: reflexões e caminhos para sua criação; um Doutorado em Artes pela Universidade de São Paulo / Universidade Paris VIII (doutorado sanduíche), com a tese A escuta do inaudível e um Mestrado em Artes na Universidade de São Paulo intitulado A Macro-harmonia da Música do Teatro. É Editor da Revista Científica Dramaturgias, do Departamento de Teatro da Universidade de Brasília (UnB). É compositor de trilhas sonoras e música original para mais de setenta espetáculos e filmes, recebendo o premio de melhor trilha sonora de filme nacional em duas ocasiões, 2009 e 2015. Em 2022 concorreu ao prêmio Grammy (arranjos vocais na categoria Melhor álbum do ano) e teve uma trilha sonora exibida no Festiva Internacional de Cinema de Cannes com um filme em realidade virtual.

Público: Estudantes de teatro, cinema, bem como todas as pessoas interessadas em trilha sonora para o audiovisual, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  18 de setembro até de 25 setembro de 2023
Aprovados: 28 de setembro de 2023
Matrícula online: 29 de setembro até 2 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 04 de outubro até 29 de novembro de 2023
Terças e quartas, das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Marcello Amalfi é orientador de Mestrado no PPGAC-ECA na Universidade de São Paulo. Coordena o Curso de Música do Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, além de lecionar nos cursos de Cinema, Artes Cênicas, Produção Fonográfica, Desenho de Animação e Jogos Digitais. É conferencista e professor convidado em diversas instituições e universidades, como Sorbonne Nouvelle Paris 3 APEB-FR (2020) Universidade de Lisboa (2020), e TUSP (2020). É membro registrado no CNPq dos grupos de pesquisa – CEPECA (USP) e MOUSIKE (UnB). Titular de um Pós-doutorado na Universidade de São Paulo intitulado Macro-harmonia: uma proposta de formação para compositores de música das artes da cena; um Pós-Doutorado na Universidade de Brasília intitulado Música das Artes da cena: reflexões e caminhos para sua criação; um Doutorado em Artes pela Universidade de São Paulo / Universidade Paris VIII (doutorado sanduíche), com a tese A escuta do inaudível e um Mestrado em Artes na Universidade de São Paulo intitulado A Macro-harmonia da Música do Teatro. É Editor da Revista Científica Dramaturgias, do Departamento de Teatro da Universidade de Brasília (UnB). É compositor de trilhas sonoras e música original para mais de setenta espetáculos e filmes, recebendo o premio de melhor trilha sonora de filme nacional em duas ocasiões, 2009 e 2015. Em 2022 concorreu ao prêmio Grammy (arranjos vocais na categoria Melhor álbum do ano) e teve uma trilha sonora exibida no Festiva Internacional de Cinema de Cannes com um filme em realidade virtual.

Público: Estudantes de teatro, cinema, bem como todas as pessoas interessadas em trilha sonora para o audiovisual, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  18 de setembro até de 25 setembro de 2023
Aprovados: 28 de setembro de 2023
Matrícula online: 29 de setembro até 2 de outubro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Diálogos de produção – Da ideia à realização

“Conhecimento de base para preparar o terreno para passos em produção cultural.”
Com a realização de atividades formativas com o foco em produção cultural podemos construir juntos/as e somar forças através dos princípios e práticas de colaboração como uma ação política que instala outros modos de vida e criação. Uma vida inventiva. Uma postura política, ética, num momento em que no mundo pulsa a necessidade de se reinventar, de estabelecer redes criativas e parceiras.
Entender as etapas e ferramentas da produção impulsiona ações colaborativas, criação de redes, formação e coordenação de equipes de trabalho.
Assim o curso “DIÁLOGOS DE PRODUÇÃO” fortalece a criação e difusão de obras artísticas e acima de tudo gera um olhar generoso sobre o nosso fazer artístico tão desafiador.

Quando: 16 de janeiro de 2023 até 16 de fevereiro de 2023
Segundas, terças e quintas das 19h30 às 22h30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: O curso tem como principal objetivo democratizar modos de produção para que as pessoas participantes saiam do curso com uma visão profunda e generosa dos recursos que todos temos ao nosso redor e com estratégias de como alcançar os objetivos para a estruturação dos seus projetos.
E busca promover: Trocas de saberes | Reflexões sobre produção cultural | Proporcionar o diálogo entre Diferentes Agentes Culturais da região | Promover o fortalecimento do fazer para se pensar em Projetos Continuados.

Orientadora: Cynthia Margareth

Cynthia Margareth é gestora cultural, atriz e fundadora da AFLORAR CULTURA. Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e especialização em Gestão Cultural pelo CPF/Sesc SP. Atua com foco na produção como eixo criativo, que impulsiona ações colaborativas, criação de redes, formação e coordenação de equipes de trabalho. Desde 2010 realiza ações e capacitação em produção cultural, através de palestras, cursos, residências em produção e organização de Seminários de Artes Cênicas. Por 15 anos dedicou-se à coordenação de produção do Lume Teatro – Unicamp e a coordenação geral do Feverestival – Festival Internacional de teatro de Campinas.

Público: Artistas, produtores, gestoras, estudantes, pessoas inquietas e cheias de ideias que precisam ser concretizadas. A partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 14 de dezembro de 2022 a 06 de janeiro de 2023
Aprovados: 11 de janeiro de 2023
Matrícula online: 12 e 13 de janeiro de 2023

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 16 de janeiro de 2023 até 16 de fevereiro de 2023
Segundas, terças e quintas das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Cynthia Margareth é gestora cultural, atriz e fundadora da AFLORAR CULTURA. Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e especialização em Gestão Cultural pelo CPF/Sesc SP. Atua com foco na produção como eixo criativo, que impulsiona ações colaborativas, criação de redes, formação e coordenação de equipes de trabalho. Desde 2010 realiza ações e capacitação em produção cultural, através de palestras, cursos, residências em produção e organização de Seminários de Artes Cênicas. Por 15 anos dedicou-se à coordenação de produção do Lume Teatro – Unicamp e a coordenação geral do Feverestival – Festival Internacional de teatro de Campinas.

Público: Artistas, produtores, gestoras, estudantes, pessoas inquietas e cheias de ideias que precisam ser concretizadas. A partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 14 de dezembro de 2022 a 06 de janeiro de 2023
Aprovados: 11 de janeiro de 2023
Matrícula online: 12 e 13 de janeiro de 2023

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Roteiro para Audiovisual

Cabeçalho do curso Roteiro para Audiovisual com Vana Medeiros

Cabeçalho do curso Roteiro para Audiovisual com Vana Medeiros

O roteiro audiovisual atende, em suma, duas grandes expectativas: a de ser uma obra narrativa com suas múltiplas possibilidades insondáveis, e a de se configurar em um documento técnico, que será utilizado à exaustão pelos diversos departamentos envolvidos na criação de um filme ou de uma série. Por isso, a dimensão técnica assume um papel diferente daquele que podemos observar em uma peça de teatro ou mesmo um livro. Existem, é claro, inúmeras chances de experimentação, mas existe também uma necessidade de assimilação de uma série de passos e de ferramentas, de todo um vocabulário utilizado pelo mercado, que vai ser essencial na construção do projeto. Neste curso, tentaremos desenvolver as habilidades necessárias para a escrita de um roteiro sem perder de vista o que há de insondável nele.

Quando:29 de agosto até 26 de outubro de 2023
De terças e quintas das 19h30 às 22h30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: apresentar os principais fundamentos da escrita para roteiros audiovisuais, em narrativas cinematográficas ou seriadas, através do contato com conceitos como construção de personagens, arco dramático e estrutura narrativa.

Orientação: Vana Medeiros

Vana Medeiros é dramaturga, diretora teatral e roteirista. Escreveu, ao lado de Djin Sganzerla, o longa-metragem Mulher Oceano (2020), filmado entre o Rio de Janeiro e Tóquio, disponível na Amazon Prime, que estreou no Brasil em outubro de 2020 na 44a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, e ganhou o prêmio de Melhor Filme no Porto Femme Film Festival, em Portugal, e no Cine-PE 2020. Assina ainda o roteiro do curta-metragem Polaris (2019), filmado entre Brasil e Suécia. Em 2022, estreou o espetáculo A Morte da Estrela, no Sesc Ipiranga em São Paulo, como parte do tríptico com direção de Natália Mallo, Lu Favoretto e Cibele Forjaz. Foi artista docente na SP Escola de Teatro, professora na FAAP, na AIC e atualmente no Célia Helena, autora do Guia das Séries e de diversas peças de teatro, como Re.luto – Drama Indigente (2018) e Lorem Ipsum Dolor Sit Amet (2020). Criadora do coletivo Malditos Dramaturgos, onde editou a maldita revista de dramaturgia, e do primeiro encontro de criadores de séries de TV do Brasil, o Serie_Lab Festival. Representou o Brasil na conferência Women Playwrights International (Chile, 2018) e no Corredor Latino-Americano de Teatro (México, 2017). Atualmente, ocupa ainda a posição de Diretora de Associadas da ABRA – Associação Brasileira de Autores Roteiristas.

Público: Estudantes de teatro, cinema, ou dramaturgia, bem como todas as pessoas interessadas em escrita para o audiovisual, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  31 de julho até de 16 agosto de 2023
Aprovados: 21 de agosto de 2023
Matrícula online: 23 e 24 de agosto de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 29 de agosto até 26 de outubro de 2023
De terças e quintas das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Vana Medeiros é dramaturga, diretora teatral e roteirista. Escreveu, ao lado de Djin Sganzerla, o longa-metragem Mulher Oceano (2020), filmado entre o Rio de Janeiro e Tóquio, disponível na Amazon Prime, que estreou no Brasil em outubro de 2020 na 44a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, e ganhou o prêmio de Melhor Filme no Porto Femme Film Festival, em Portugal, e no Cine-PE 2020. Assina ainda o roteiro do curta-metragem Polaris (2019), filmado entre Brasil e Suécia. Em 2022, estreou o espetáculo A Morte da Estrela, no Sesc Ipiranga em São Paulo, como parte do tríptico com direção de Natália Mallo, Lu Favoretto e Cibele Forjaz. Foi artista docente na SP Escola de Teatro, professora na FAAP, na AIC e atualmente no Célia Helena, autora do Guia das Séries e de diversas peças de teatro, como Re.luto – Drama Indigente (2018) e Lorem Ipsum Dolor Sit Amet (2020). Criadora do coletivo Malditos Dramaturgos, onde editou a maldita revista de dramaturgia, e do primeiro encontro de criadores de séries de TV do Brasil, o Serie_Lab Festival. Representou o Brasil na conferência Women Playwrights International (Chile, 2018) e no Corredor Latino-Americano de Teatro (México, 2017). Atualmente, ocupa ainda a posição de Diretora de Associadas da ABRA – Associação Brasileira de Autores Roteiristas.

Público: Estudantes de teatro, cinema, ou dramaturgia, bem como todas as pessoas interessadas em escrita para o audiovisual, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  31 de julho até de 16 agosto de 2023
Aprovados: 21 de agosto de 2023
Matrícula online: 23 e 24 de agosto de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e online | Figurino para Audiovisual

Cabeçalho do curso Figurino Para Audiovisual com Lena Santana

Cabeçalho do curso Figurino Para Audiovisual com Lena Santana

O vestir tornou-se uma forma de se expressar muito atuante na atualidade. Neste curso não vamos só falar de figurino e da cultura do vestir, mas de como a identidade das roupas no mundo atual está transformando culturas. E o que estamos fazendo para essa revolução emergente e necessária acontecer. Você percebe? O figurino é uma consequência de como nos vestimos na moda, ou o inverso? O conceito de figurino só existe quando o colocamos em um cenário? O convite aqui é para que pessoas não entendedoras do assunto do vestir se rebelem nesse universo!

Quando: 22 de agosto até 03 de outubro de 2023
De terças e quintas das 19h às 22h
Local: Online, via plataforma zoom

Objetivo: formar pessoas em figurinistas ou entendedores do figurino, interpretando e esgotando suas possibilidades. Vamos entender todos os caminhos e técnicas para criar figurinos para um personagem. Seja para teatro, audiovisual ou campanhas publicitárias. Também vamos falar sobre as diferenças e o tempo entre esses três segmentos, e como fazer com que o trabalho converse e flua entre eles. Colocaremos a mão na massa na segunda semana e executaremos os figurinos à partir da terceira aula.

Orientação: Lena Santana

Lena Santana é figurinista do longa metragem O Pai O 2, Monique Gardenberg, Timidez, Susan Kalik,Thiago Gomes, Baiana System. Futuros Carnavais, Doc/ Ficção Direção: Prix Clementina, Filipe Cartaxo Hilton Lacerda.
Série A Dona da Banca com direção de Marton Olympio, coordenador de Figurino da Cerimônia das Olimpíadas do Rio 2016. Produtora executiva do musical Pippin com direção de Charles Moeller e Claudio Botelho. Assistente de figurino de Roger Burton na Inglaterra de filmes como “Vigo A Passion For life”, direção Julien Temple e campanhas publicitárias. Pesquisadora do filme Madame Satã de Karim Ainouz. Trabalhou em filmes e videoclipes consagrados como os filmes Tieta, de Cacá Diegues e Lá e Cá, de Sandra Kogut e De Wycliffe & Bono. Diretora criativa Casa 7 projeto que servia como ponto de vendas, debates, arte, trabalho sustentável e workshops. Realizou desfiles no Rio Fashion Week, Paris Prêt-à- Porter , Berlim e Budapeste. além de ministrar cursos de moulage na conceituada University College for the Creative Arts, na PUC-Rio, Sescs de São Paulo, Fábrica de Culturas outras instituições importantes. É autora do livro “Um pedaço de tecido”, pela editora Cobogó. O livro é sucesso editorial na Inglaterra com o título “A piece of fabric” e foi lançado também nos demais grandes centros europeus, no Japão e na Austrália.

Público: Estudantes, artistas e profissionais das artes do vestir, profissionais das artes Cênicas, da Moda e do Figurino. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 50 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  31 de julho até de 11 agosto de 2023
Aprovados: 16 de agosto de 2023
Matrícula online: 17 e 18 de agosto de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 22 de agosto até 03 de outubro de 2023
Terças e quintas das 19h às 22h
Local: Online, via plataforma zoom


Lena Santana é figurinista do longa metragem O Pai O 2, Monique Gardenberg, Timidez, Susan Kalik,Thiago Gomes, Baiana System. Futuros Carnavais, Doc/ Ficção Direção: Prix Clementina, Filipe Cartaxo Hilton Lacerda.
Série A Dona da Banca com direção de Marton Olympio, coordenador de Figurino da Cerimônia das Olimpíadas do Rio 2016. Produtora executiva do musical Pippin com direção de Charles Moeller e Claudio Botelho. Assistente de figurino de Roger Burton na Inglaterra de filmes como “Vigo A Passion For life”, direção Julien Temple e campanhas publicitárias. Pesquisadora do filme Madame Satã de Karim Ainouz. Trabalhou em filmes e videoclipes consagrados como os filmes Tieta, de Cacá Diegues e Lá e Cá, de Sandra Kogut e De Wycliffe & Bono. Diretora criativa Casa 7 projeto que servia como ponto de vendas, debates, arte, trabalho sustentável e workshops. Realizou desfiles no Rio Fashion Week, Paris Prêt-à- Porter , Berlim e Budapeste. além de ministrar cursos de moulage na conceituada University College for the Creative Arts, na PUC-Rio, Sescs de São Paulo, Fábrica de Culturas outras instituições importantes. É autora do livro “Um pedaço de tecido”, pela editora Cobogó. O livro é sucesso editorial na Inglaterra com o título “A piece of fabric” e foi lançado também nos demais grandes centros europeus, no Japão e na Austrália.

Público: Estudantes, artistas e profissionais das artes do vestir, profissionais das artes Cênicas, da Moda e do Figurino. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 50 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  31 de julho até de 11 agosto de 2023
Aprovados: 16 de agosto de 2023
Matrícula online: 17 e 18 de agosto de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e online | Direção para Audiovisual

Cabeçalho do curso Direção para Audiovisual com Julia Katharine

Cabeçalho do curso Direção para Audiovisual com Julia Katharine

Repensar o formato de direção a partir das mudanças comportamentais, sociais e econômicas, pós- pandemia e a inserção de novas corpas nas narrativas audiovisuais. Exibição de curtas e longas metragens com debates, rodas de conversa sobre o processo de criação e interatividade com a equipe.

Quando: 21 de agosto até 02 de outubro de 2023
De segundas e quartas das 19h às 22h
Local: Online, via plataforma zoom

Objetivo: O curso tem como objetivo a proposta do curso é despertar um novo olhar para o audiovisual, pós-pandemia.

Orientação: Julia Katharine

Julia Katharine é uma cineasta, roteirista e atriz brasileira.
Oficina – Novas Perspectivas sobre a Representatividade Trans – Cabíria Festival 2023. Prêmio Helena Ignez na Mostra de Cinema de Tiradentes 2018. Primeira mulher trans a ter um filme em circuito comercial como diretora, do filme Tea For Two (2018).

Público: Estudantes, artistas e profissionais das artes e demais interessados. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 50 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  31 de julho até de 11 agosto de 2023
Aprovados: 15 de agosto de 2023
Matrícula online: 16 e 17 de agosto de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 21 de agosto até 02 de outubro de 2023
Segundas e quartas das 19h às 22h
Local: Online, via plataforma zoom


Julia Katharine é uma cineasta, roteirista e atriz brasileira.
Oficina – Novas Perspectivas sobre a Representatividade Trans – Cabíria Festival 2023. Prêmio Helena Ignez na Mostra de Cinema de Tiradentes 2018. Primeira mulher trans a ter um filme em circuito comercial como diretora, do filme Tea For Two (2018).

Público: Estudantes, artistas e profissionais das artes e demais interessados. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 50 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  31 de julho até de 11 agosto de 2023
Aprovados: 15 de agosto de 2023
Matrícula online: 16 e 17 de agosto de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Oficina gratuita e presencial | Jogos de encruzilhada: Tempo, Deslocamento e Expansão

Cabeçalho da oficina Jogos de encruzilhada: Tempo, Deslocamento e Expansão

Cabeçalho da oficina Jogos de encruzilhada: Tempo, Deslocamento e Expansão

Partindo do princípio do jogo, colocando-o no lugar ritualístico e traçando um paralelo com o conceito decolonial da encruzilhada, trabalharemos com o tempo, com o deslocamento e a expansão. Utilizaremos como motores os jogos (infantis, teatrais e dramáticos), a música e sonoridades e as danças de África e suas diásporas, a fim de promover atravessamentos sensíveis para a exploração da performatividade. Deslocando o lugar da memória, o corpo se torna ponto de narrativa, utilizando-brincando seus movimentos e sonoridade como funções de reposicionamento. Para poder transformar o corpo em melodias, ritmos, gestos, a imagem que buscamos criar um ambiente sonoro que se nutra de histórias, canções e gestualidades que provoquem os participantes em suas cotidianidades transformando a palavra, enquanto escrita, em um produto expressivo de uma experiência vivida pelo corpo.

Quando: 19 e 26/08, e 02/09 de 2023
Sábados, das 14h30 até às 20h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Realizar uma pesquisa cruzando três diferentes linguagens: o teatro, a dança e a música. Apresentando algumas formas e as ferramentas que posicionem o corpo como lugar de memória e narrativa a partir de técnicas de canto e corporeidades da música, da dança dos orixás e do jogo dramático buscando construir dispositivos criativos que transformem os sons em imagens e os movimentos em palavras.

Orientação: Manuela Figueiredo, Mariame Damba e Nila Clara

Manuela Figueiredo é atriz, produtora, educadora e pesquisadora. Ela busca desenvolver um trabalho com o jogo como processo criativo aplicado a atores e não-atores num caminho que se perpetua ao redor do teatro em suas múltiplas performatividades.

Mariame Damba é educadora, dançarina e terapeuta. Após fazer uma longa viagem de autodescobrimento e pesquisa ancestral, se estabeleceu na Martinica e aproveitou o tempo de confinamento para se dedicar à escrita. Se apoiando nas gestualidades da África e suas diásporas, ela busca criar um espaço seguro para que memórias ancestrais possam trabalhar sua cura depois de trabalhar o corpo, ancorado e equilibrado.

Nila Clara é cantora de ópera, musicista, educadora e artista pesquisadora acerca das epistemologias Afro-Amazônicas. Atualmente ela é mestranda na Universidade Paris 8 na qual mistura narrativas afro-brasileiras e as poesias dos corpos-encruzilhados.

Público: Pessoas interessadas em teatro, música e dança, profissionais ou não. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 28 de julho de 2023 a 10 de agosto de 2023
Aprovados: 15 de agosto de 2023
Matrícula online: 16 e 17 de agosto de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 19 e 26/08, e 02/09 de 2023
Sábados, das 14h30 até às 20h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Manuela Figueiredo é atriz, produtora, educadora e pesquisadora. Ela busca desenvolver um trabalho com o jogo como processo criativo aplicado a atores e não-atores num caminho que se perpetua ao redor do teatro em suas múltiplas performatividades.

Mariame Damba é educadora, dançarina e terapeuta. Após fazer uma longa viagem de autodescobrimento e pesquisa ancestral, se estabeleceu na Martinica e aproveitou o tempo de confinamento para se dedicar à escrita. Se apoiando nas gestualidades da África e suas diásporas, ela busca criar um espaço seguro para que memórias ancestrais possam trabalhar sua cura depois de trabalhar o corpo, ancorado e equilibrado.

Nila Clara é cantora de ópera, musicista, educadora e artista pesquisadora acerca das epistemologias Afro-Amazônicas. Atualmente ela é mestranda na Universidade Paris 8 na qual mistura narrativas afro-brasileiras e as poesias dos corpos-encruzilhados.

Público: Pessoas interessadas em teatro, música e dança, profissionais ou não. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 28 de julho de 2023 a 10 de agosto de 2023
Aprovados: 15 de agosto de 2023
Matrícula online: 16 e 17 de agosto de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e online | Produção Cultural Contemporânea, Programação e Curadoria

Cabeçalho do curso Produção Cultural Contemporânea, Programação e Curadoria com Fabio Maleronka Ferron

Cabeçalho do curso Produção Cultural Contemporânea, Programação e Curadoria com Fabio Maleronka Ferron

O curso objetiva a formação de redes e a mobilização de recursos criativos. Também apresenta módulos sobre as linguagens artísticas específicas. Nessa versão o curso vai debater e abordar o audiovisual em diferentes perspectivas e diante das vertiginosas alterações no setor. Que tem suas aulas no Cine Bijou.

Quando: 16 de agosto a 25 de agosto de 2023
De quarta à sexta das 08h às 14h
Local: Online, via plataforma zoom

Objetivo: Constitui em um programa de formação, cujo papel principal é de atualizar e produzir conhecimentos na área da gestão cultural. É organizado em módulos autônomos acerca do audiovisual.

Orientação: Fabio Maleronka Ferron

Fabio Maleronka Ferron Mestre em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo (2017). Foi Diretor Geral de Programação e Eventos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (2013-2016), com destaque para a implantação do Circuito Municipal de Cultura . Foi curador da Virada Cultural em 2014 e 2015. Integrou do Conselho Gestor do Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (2013 2016) e membro do Conselho de Administração da Spcine- Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo (2015-2017)) Em 2010 coordenou série Produção Cultural no Brasil. Foi Consultor do Ministério da Cultura pelo Centro de Gestão e Assuntos Estratégicos em Brasília durante a gestão Gilberto Gil. Fabio Maleronka é um dos organizadores do livro “Depois da Última Sessão de Cinema — Spcine, Audiovisual e Democracia”(2021) A publicação reúne 40 entrevistas inéditas, que roteirizam um panorama do setor com conversas e histórias de produtores, cineastas, empresários, associações e gestores. Seus depoimentos ajudam a explicar como paixão, criatividade e resistência política se unem na atividade audiovisual realizada na cidade de São Paulo.

Público: Estudantes, gestores culturais, pesquisadores, artistas e profissionais das artes, programadores culturais, curadores e demais interessados. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 60 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  28 de julho a 10 de agosto de 2023
Aprovados: 14 de agosto de 2023
Matrícula online:  14 e 15 de agosto de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 16 de agosto a 25 de agosto de 2023
De quarta à sexta das 08h às 14h
Local: Online, via plataforma zoom


Fabio Maleronka Ferron Mestre em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo (2017). Foi Diretor Geral de Programação e Eventos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (2013-2016), com destaque para a implantação do Circuito Municipal de Cultura . Foi curador da Virada Cultural em 2014 e 2015. Integrou do Conselho Gestor do Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (2013 2016) e membro do Conselho de Administração da Spcine- Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo (2015-2017)) Em 2010 coordenou série Produção Cultural no Brasil. Foi Consultor do Ministério da Cultura pelo Centro de Gestão e Assuntos Estratégicos em Brasília durante a gestão Gilberto Gil. Fabio Maleronka é um dos organizadores do livro “Depois da Última Sessão de Cinema — Spcine, Audiovisual e Democracia”(2021) A publicação reúne 40 entrevistas inéditas, que roteirizam um panorama do setor com conversas e histórias de produtores, cineastas, empresários, associações e gestores. Seus depoimentos ajudam a explicar como paixão, criatividade e resistência política se unem na atividade audiovisual realizada na cidade de São Paulo.

Público: Estudantes, gestores culturais, pesquisadores, artistas e profissionais das artes, programadores culturais, curadores e demais interessados. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 60 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  28 de julho a 10 de agosto de 2023
Aprovados: 14 de agosto de 2023
Matrícula online:  14 e 15 de agosto de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Atuação para Audiovisual

Cabeçalho do curso Atuação para audiovisual com Christian Landi

Cabeçalho do curso Atuação para audiovisual com Christian Landi

Introdução a linguagem do audiovisual. Apresentação de trechos de roteiros de cinema e TV, a fim de destrinchar com a turma como o atuante se prepara para uma maratona de filmagens, jogos e exercícios a partir de cenas emblemáticas de filmes contemporâneos, que permitam que cada participante possa desenvolver suas capacidades criativas de atuação. Gravação de cenas apresentadas em sala de aula, para que os participantes possam assistir com toda a turma e ter um feedback crítico do ministrante, que apontará os pontos fortes e pontos que precisam de atenção para o desenvolvimento individual e coletivo da turma.

Quando: 15 de agosto até 16 de setembro de 2023
Terças, quintas e sábados. Terças e quintas das 19h30 às 22h30 e aos sábados 15h até às 20h
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: A oficina pretende, a partir de jogos, estudos e gravação de cenas, potencializar a interpretação voltada para o audiovisual, por meio de uma metodologia que utilizará roteiros de cinema e TV, mostrando enquadramentos, marcação de cena e fomentando a capacidade criadora de todos os participantes.

Orientação: Christian Landi

Christian Landi é ator, arte educador e diretor, é bacharel em Interpretação Teatral pela UNIRIO. Integrou a equipe de professores da SP Escola de Teatro, ganhadora do Prêmio Shell São Paulo, 2017, na categoria especial, pela inovação e excelência no ensino das artes cênicas. Na TV/Audiovisual, participou da segunda temporada da série “Manhãs de Setembro” (2022, Amazon), como o personagem Pablo, “Todxs Nós” (2020,HBO), como o personagem Ivan. Esteve no elenco do longa-metragem “Enterre seus mortos” (2022, RT Features), como o personagem Assunção. Na Rede Globo de Televisão, atuou no infantil “Sítio do Pica Pau Amarelo” (2002), além de participações em novelas e seriados, como “Caminho das Índias” (2009), “Cinquentinha” (2009),”Amor à Vida” (2013) e “Império” (2014). No teatro, idealizou, atuou e co escreveu o espetáculo “Tubarões” (2017, Sesc Copacabana, RJ), com direção de Michel Blois e integrou o elenco de inúmeras montagens.

Público: Artistas das artes cênicas que desejam se aprimorar na linguagem de interpretação para o audiovisual, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 28 de julho de 2023 a 07 de agosto de 2023
Aprovados: 9 de agosto de 2023
Matrícula online: 10 e 11 de agosto de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

 

circle 15 de agosto até 16 de setembro de 2023
Terças, quintas e sábados. Terças e quintas das 19h30 às 22h30 e aos sábados 15h até às 20h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Christian Landi é ator, arte educador e diretor, é bacharel em Interpretação Teatral pela UNIRIO. Integrou a equipe de professores da SP Escola de Teatro, ganhadora do Prêmio Shell São Paulo, 2017, na categoria especial, pela inovação e excelência no ensino das artes cênicas. Na TV/Audiovisual, participou da segunda temporada da série “Manhãs de Setembro” (2022, Amazon), como o personagem Pablo, “Todxs Nós” (2020,HBO), como o personagem Ivan. Esteve no elenco do longa-metragem “Enterre seus mortos” (2022, RT Features), como o personagem Assunção. Na Rede Globo de Televisão, atuou no infantil “Sítio do Pica Pau Amarelo” (2002), além de participações em novelas e seriados, como “Caminho das Índias” (2009), “Cinquentinha” (2009),”Amor à Vida” (2013) e “Império” (2014). No teatro, idealizou, atuou e co escreveu o espetáculo “Tubarões” (2017, Sesc Copacabana, RJ), com direção de Michel Blois e integrou o elenco de inúmeras montagens.

Público: Artistas das artes cênicas que desejam se aprimorar na linguagem de interpretação para o audiovisual, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 28 de julho de 2023 a 07 de agosto de 2023
Aprovados: 9 de agosto de 2023
Matrícula online: 10 e 11 de agosto de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Iniciação ao Reisado do Congo

Cabeçalho de curso – Iniciação ao Reisado do Congo

Cabeçalho de curso – Iniciação ao Reisado do Congo

Os mestres vão contar sobre o Reisado do Congo: Como as pessoas se envolvem nessa tradição, o que ela simboliza e como acontece.
Os participantes vão aprender os trupés (passos de dança) que são executados durante o jogo de espadas, é uma coreografia pré-combinada que se renova constantemente após cada ciclo de ataque e defesa com as espadas.
Serão construídas junto aos participantes coroas/capacetes do Reisado que são parte dos trajes usados durante a Brincadeira do Reisado do Congo.
Também serão ensinados três dos entremeios, que são figuras dramáticas que surgem durante a Brincadeira do Reisado.

Quando: 7 de agosto até 18 de setembro de 2023
Segunda e quarta – 9h às 13h
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: Os festejos do Reisado do Congo é uma das manifestações cênica mais Brasileiras que temos. Esse curso permite um contato potente e latente com a cultura popular, proporcionando uma vivência na brincadeira do Reisado do Congo, através do jogo de espadas, passos de dança (trupés), confecção de partes da indumentária e algumas figuras(personagens).

Orientação: Zé Nilton e Cinho Fagner

Zé Nilton participa da brincadeira do Reisado desde pequeno, acompanhando o seu tio Mestre Sebastião, que ensinou grandes mestres de Reisado, como mestres Antônio e mestre Raimundo do Reisado dos irmãos, mestra Margarida. Com essas vivências Zé Nilton se tornou um mestre artesão que produz trajes, espadas e figuras de contra meio para os reisados da região do Cariri. Zé Nilton se destaca no jogo de espadas com movimentos plásticos e conhece alguns pontos (sequências de movimentos com espada) muito raros.
Zé Nilton já trabalho com o grupo Carroça de Mamulengos, viajando por diversos estados, é contra mestre do grupo Bacamarteiros da Paz e integrante do Reisado dos Irmãos.

Cinho Fagner brinca no Reisado desde os 7 anos, começou no Reisado do Pedro Almeida, seu tio, e nele ele foi pirncepe dos 7 aos 12 anos e seguiu em outros reisados. Aos 17 anos Cinho foi viajar com a Cia de teatro Giz Ambulante por 4 anos apresentando. Ele voltou ao Reisado aos 21 anos e participa do Reisado dos Irmãos e dessa vez pesquisando muito a Figura do Matheus e os entremeios. Cinho se destaca em um cenário contemporânea de jogos de espadas, com movimentos muito rápidos e nos conhecimentos musicais e figuras de entremeios.

Público: Qualquer pessoa que queira explorar a movimentação corporal. Artistas de teatro, circo e dança. Este curso foi pensado para um público amplo, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 17 de julho de 2023 a 27 de julho de 2023
Aprovados: 28 de julho de 2023
Matrícula online: 31 de julho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 7 de agosto até 18 de setembro de 2023
Segunda e quarta – 9h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Zé Nilton participa da brincadeira do Reisado desde pequeno, acompanhando o seu tio Mestre Sebastião, que ensinou grandes mestres de Reisado, como mestres Antônio e mestre Raimundo do Reisado dos irmãos, mestra Margarida. Com essas vivências Zé Nilton se tornou um mestre artesão que produz trajes, espadas e figuras de contra meio para os reisados da região do Cariri. Zé Nilton se destaca no jogo de espadas com movimentos plásticos e conhece alguns pontos (sequências de movimentos com espada) muito raros.
Zé Nilton já trabalho com o grupo Carroça de Mamulengos, viajando por diversos estados, é contra mestre do grupo Bacamarteiros da Paz e integrante do Reisado dos Irmãos.

Cinho Fagner brinca no Reisado desde os 7 anos, começou no Reisado do Pedro Almeida, seu tio, e nele ele foi pirncepe dos 7 aos 12 anos e seguiu em outros reisados. Aos 17 anos Cinho foi viajar com a Cia de teatro Giz Ambulante por 4 anos apresentando. Ele voltou ao Reisado aos 21 anos e participa do Reisado dos Irmãos e dessa vez pesquisando muito a Figura do Matheus e os entremeios. Cinho se destaca em um cenário contemporânea de jogos de espadas, com movimentos muito rápidos e nos conhecimentos musicais e figuras de entremeios.

Público: Qualquer pessoa que queira explorar a movimentação corporal. Artistas de teatro, circo e dança. Este curso foi pensado para um público amplo, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 17 de julho de 2023 a 26 de julho de 2023
Aprovados: 28 de julho de 2023
Matrícula online: 31 de julho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Iniciação ao Circo

Cabeçalho de curso - Iniciação ao Circo com Lui Castanho e Helen Maria

Cabeçalho de curso – Iniciação ao Circo com Lui Castanho e Helen Maria

As artes circenses, como uma das artes da cena, são espaços de criação lúdica que tem o corpo como ferramenta. Este curso de extensão visa possibilitar que pessoas que nunca tiveram acesso possam se aproximar deste universo. Dessa forma, além de cumprir um papel social de transmissão da arte circense, o curso permite com que novas pessoas se desenvolvam e tenham contato com o Circo, gerando oportunidades de conhecimento cultural, de desenvolvimento pessoal e de criatividade. O curso é dividido em dois blocos: (a)Malabares e Manipulação de objetos; (b) Fundamentos de Acrobacias de Solo e Acrobacias Aéreas. As atividades são práticas e incluem preparação física, condicionamento, técnica, desenvoltura e pesquisa de movimentos. Para as acrobacias aéreas, serão utilizados principalmente trapézio fixo, tecido acrobático e lira. A dinâmica é focada no desenvolvimento saudável do estudante, de maneira que os exercícios são adaptados de acordo com as habilidades e limitações de cada pessoa.

Quando: 16 de agosto até 27 de setembro de 2023
Quartas e sextas – 14h30 às 18h30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: Introduzir as pessoas alunas ao universo circense através de aulas práticas de iniciação a diversas modalidades circenses, especialmente: malabares, manipulação de objetos, acrobacias aéreas e fundamentos de acrobacia de solo. Incentivar a criatividade e o desenvolvimento de expressão artística vinculada à prática circense.

Orientação: Lui Castanho e Helen Maria

Lui Castanho é formado na Escola de Palhaços do Circo da Dona Bilica (Florianópolis), através do prêmio Carequinha de Estímulo ao Circo, FUNARTE/2015; no Profissionalizante de Atuação na Escola Aktoro (Florianópolis, 2019); em Técnica Meisner/Mammet na EICTV (Cuba, 2017); e graduado em Produção Cultural pela Faculdade Belas Artes (São Paulo, 2023). Foi professor regular de acrobacias aéreas de 2016 a 2019 na Casa do Palhaço (Florianópolis), é membro co-fundador da Cia Fundo Mundo e integra o núcleo gestor do Encuentro Latinoamericano de Circo LGBTIA+ desde a 1ª edição, em 2019.

Helen Maria é circense, atuando principalmente como apresentadora, cômica e malabarista. Estudou circo na Casa do Palhaço e tem formações em palhaçaria com importantes nomes da área, como a Karla Conca e Antônia Vilarinho. Além de ser apresentadora no Sui Generis, espetáculo da Cia Fundo Mundo, já foi mestre de cerimônia de diversos espetáculos e varietês como a edição de dois anos do Drag Night Show, a Noite feminina da 7ª Convenção Paulista de SP, e a variete do Pré Encuentro Latinoamericano LGBT de circo. É estudante de teatro e dramaturgia pela casa da cultura em Joinville, mesma cidade aonde começou sua pesquisa com a performance e a escrita.

Público: Pessoas a partir de 18 anos que tenham pouca ou nenhuma experiência com circo e tenham vontade de experimentar esse universo.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.  25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 14 de julho de 2023 a 25 de julho de 2023
Aprovados: 27 de julho de 2023
Matrícula online: 28 e 29 de julho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 16 de agosto até 27 de setembro de 2023
Quartas e sextas – 14h30 às 18h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Lui Castanho é formado na Escola de Palhaços do Circo da Dona Bilica (Florianópolis), através do prêmio Carequinha de Estímulo ao Circo, FUNARTE/2015; no Profissionalizante de Atuação na Escola Aktoro (Florianópolis, 2019); em Técnica Meisner/Mammet na EICTV (Cuba, 2017); e graduado em Produção Cultural pela Faculdade Belas Artes (São Paulo, 2023). Foi professor regular de acrobacias aéreas de 2016 a 2019 na Casa do Palhaço (Florianópolis), é membro co-fundador da Cia Fundo Mundo e integra o núcleo gestor do Encuentro Latinoamericano de Circo LGBTIA+ desde a 1ª edição, em 2019.

Helen Maria é circense, atuando principalmente como apresentadora, cômica e malabarista. Estudou circo na Casa do Palhaço e tem formações em palhaçaria com importantes nomes da área, como a Karla Conca e Antônia Vilarinho. Além de ser apresentadora no Sui Generis, espetáculo da Cia Fundo Mundo, já foi mestre de cerimônia de diversos espetáculos e varietês como a edição de dois anos do Drag Night Show, a Noite feminina da 7ª Convenção Paulista de SP, e a variete do Pré Encuentro Latinoamericano LGBT de circo. É estudante de teatro e dramaturgia pela casa da cultura em Joinville, mesma cidade aonde começou sua pesquisa com a performance e a escrita.

Público: Pessoas a partir de 18 anos que tenham pouca ou nenhuma experiência com circo e tenham vontade de experimentar esse universo.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.  25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 14 de julho de 2023 a 25 de julho de 2023
Aprovados: 27 de julho de 2023
Matrícula online: 28 e 29 de julho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Dança Para Além Dos Muros

Cabeçalho de curso - Dança Para Além Dos Muros com Rodrigo Alcântara

Cabeçalho de curso – Dança Para Além Dos Muros com Rodrigo Alcântara

Todo corpo é capaz de dançar e de se expressar no seu próprio tempo/espaço e na sua especificidade singular. Esta oficina tem como eixo condutor um dos conceitos da proposta a pesquisa da Metodologia da “Dança da Indignação” criada pela diretora e coreógrafa Gal Martins juntamente com a Cia Sansacroma. Trata-se de uma linguagem estética em dança que reverbera indignações criativas numa abordagem poética e política que traz signos e elementos singulares na intersecção entre arte e vida, vida e arte. Atualmente com minhas atividades artísticas e práticas pedagógicas, percebo em meus planos de aulas, em minhas peças, na minha dança, o quanto a pedagogia emancipatória alinhada as artes são ferramentas de mudanças importantes. Enquanto educador, mas sempre aluno e aprendiz, eu opto por abordar a vivência dos meus alunos (independente da faixa etária), começando sempre por suas trajetórias, memórias e afetos na infância como o brincar, o pular, o rolar no chão, o andar descalço, as atividades cotidianas de uma vida são disparadoras e ferramentas investigativas fundamentais para o desenvolvimento de um método brincante, uma dança primordial que vem de um movimento muito natural e sobretudo simples de estar presente no mundo, de estar em contato com o próprio corpo e com os afetos o atravessam.

Quando: 27 de julho até 26 de setembro de 2023
Terças e quinta – 19h30 às 22h30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: O curso Dança para Além dos Muros nasce com o objetivo de transformar as barreiras da nossa expressão em objeto de estudo. As correlações entre tempo, espaço e corpo guiam os participantes numa jornada de autoconhecimento e libertação, trazendo à tona movimentos e expressões muitas vezes desconhecidos ou nunca antes acessados.

Orientação: Rodrigo Alcântara

Rodrigo Alcântara é artista do corpo/bailarino formado em Ballet Clássico e Dança Contemporânea pelo Programa Fábricas de Cultura Projeto Núcleo Luz sob coordenação geral de Susana Yamauchi, e pela Fundação Teatro Municipal de São Paulo, Escola de Dança de São Paulo no curso de “Dança para Rapazes” e “Projeto Dançar”. Bacharel em Design de Interiores pelas Faculdades Metropolitanas Unidas FMU e aluno egresso da SP Escola de Teatro do curso de Cenografia e Figurino com J.C Serroni e Tellumi Helen.

Público: Qualquer pessoa que queira explorar a movimentação corporal fora de qualquer eixo cartesiano da dança. Este curso foi pensado para um público amplo, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 05 de julho de 2023 a 19 de julho de 2023
Aprovados: 24 de julho de 2023
Matrícula online: 25 e 26 de julho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 27 de julho até 26 de setembro de 2023
Terças e quinta – 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Rodrigo Alcântara é artista do corpo/bailarino formado em Ballet Clássico e Dança Contemporânea pelo Programa Fábricas de Cultura Projeto Núcleo Luz sob coordenação geral de Susana Yamauchi, e pela Fundação Teatro Municipal de São Paulo, Escola de Dança de São Paulo no curso de “Dança para Rapazes” e “Projeto Dançar”. Bacharel em Design de Interiores pelas Faculdades Metropolitanas Unidas FMU e aluno egresso da SP Escola de Teatro do curso de Cenografia e Figurino com J.C Serroni e Tellumi Helen.

Público: Qualquer pessoa que queira explorar a movimentação corporal fora de qualquer eixo cartesiano da dança. Este curso foi pensado para um público amplo, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 05 de julho de 2023 a 19 de julho de 2023
Aprovados: 24 de julho de 2023
Matrícula online: 25 e 26 de julho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop Gratuito e Presencial | Técnicas Circenses – Introdução à Palhaçaria

Cabeçalho do workshop Técnicas Circenses – Introdução à Palhaçaria com Miguel Bambulino

Cabeçalho do workshop Técnicas Circenses – Introdução à Palhaçaria com Miguel Bambulino

Trata-se de um workshop de iniciação/atualização à arte da palhaçaria. A metodologia lançará mão de jogos cênicos, exercícios de consciência corporal, experimentações da comédia física, apresentação de esquetes clássicos de palhaço, improvisações, brincadeiras tradicionais, reflexões sobre a prática e no tocante ao ofício do artista cênico, seus atuais desafios filosóficos e de sustentabilidade.
Pretende-se criar uma atmosfera construtiva e acolhedora que favoreça à aprendizagem criativa, a livre expressão e a troca de experiências entre todos os envolvidos, de forma lúdica, cúmplice e prazerosa.

Quando: 17 de julho até 19 de julho de 2023
Segunda, terça e quarta, das 14h às 18h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: Trabalhar a sociabilidade, autoconhecimento, autoestima, atenção, relaxamento, escuta, diversão, a troca de experiências, a motivação, a reflexão e a cumplicidade de todos(as) envolvidos(as). Lançar mão de jogos cênicos, exercícios de consciência corporal, coesão grupal, comédia física, técnicas circenses e para a palhaçaria de rua e espaços alternativos.

Orientação: Miguel Bambulino

Miguel Bambulino é palhaço, ator, educador, comunicólogo, brincante e pai. Bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais e ator formado no Teatro Universitário (T.U.) pela mesma Universidade. Desde de 2009 participa da Cia Circunstância de Circo Teatro e realiza trabalhos autônomos nas áreas de vivências lúdicas, oficinas cênicas, educação corporativa e produção cultural.

Público: Brincantes, professores, educadores cênicos, atores, contadores de histórias, artistas e demais curiosos, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 03 de julho de 2023 a 10 de julho de 2023
Aprovados: 12 de julho de 2023
Matrícula online: 13 e 14 de julho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 17 de julho até 19 de julho de 2023
Segunda, terça e quarta, das 14h às 18h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Miguel Bambulino é palhaço, ator, educador, comunicólogo, brincante e pai. Bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais e ator formado no Teatro Universitário (T.U.) pela mesma Universidade. Desde de 2009 participa da Cia Circunstância de Circo Teatro e realiza trabalhos autônomos nas áreas de vivências lúdicas, oficinas cênicas, educação corporativa e produção cultural.

Público: Brincantes, professores, educadores cênicos, atores, contadores de histórias, artistas e demais curiosos, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 03 de julho de 2023 a 10 de julho de 2023
Aprovados: 12 de julho de 2023
Matrícula online: 13 e 14 de julho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Dança Contemporânea – Corpolítico

Cabeçalho de curso - Dança Contemporânea - Corpolítico com Sandro Borelli

Cabeçalho de curso – Dança Contemporânea – Corpolítico com Sandro Borelli

Desenvolver no corpo as potencialidades do movimento enquanto instrumento histórico/político. Colaborar na construção de uma sensibilização física/reflexiva do indivíduo que dança. Atuar no desenvolvimento da sensibilidade, da diversidade, consequentemente do espírito crítico e ético do indivíduo. A ação de dançar não deve ser considerada apenas como um ato de manifestação cultural de um povo, também deve ser compreendida como poesia de guerra contra as intolerâncias – uma linguagem artística poderosa na transformação do cidadão. Ou seja, sem esses valores culturais e simbólicos, o cidadão estaria reduzido à mediocridade, massa de manobra e sua base intelectual de sustentação estaria comprometida.

Quando: 01 de julho até 12 de agosto de 2023
Sextas e sábados – 14h30 às 18h30, aulas de sextas na unidade Brás e as aulas de sábados na unidade Roosevelt
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo:
– Investigar o corpo, o movimento e o gesto, com foco na potência corporal e na amplitude do gesto cênico;
– Buscar uma compreensão da linguagem de dança que proponha uma reflexão política/social; – Instigar a criação de movimento a partir das múltiplas emoções e sensações que possam gerar o movimento;
– Ponderar e investigar as ações corporais de modo que possam surgir outras possibilidades de ampliação de repertórios individuais.

Orientação: Sandro Borelli

Sandro Borelli é artista da Dança, fundador e diretor da Cia. Carne Agonizante/SP (1997), além de coordenador do Kasulo – Espaço de Arte (2008). Foi presidente da Cooperativa Paulista de Dança (2011-2021) e docente na Escola Superior de Artes Célia Helena no curso da Pós-Graduação em Artes Cênicas (2013-2015). Dirigiu a Cia. De Danças de Diadema e atuou como artista educador de dança na periferia da cidade (1995- 1997) e em Santo André (2006-2007). É Prof. Me. em Educação Física na área de Educação Física e Sociedade pela Unicamp. Atualmente é aluno de doutorado pela mesma instituição.

Público: Todes interessades e disponíveis para o contato físico, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 1 de junho de 2023 a 16 de junho de 2023
Aprovados: 22 de junho de 2023
Matrícula online: 26 e 27 de junho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 01 de julho até 12 de agosto de 2023
Sextas e sábados – 14h30 às 18h30, aulas de sextas na unidade Brás e as aulas de sábados na unidade Roosevelt
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Sandro Borelli é artista da Dança, fundador e diretor da Cia. Carne Agonizante/SP (1997), além de coordenador do Kasulo – Espaço de Arte (2008). Foi presidente da Cooperativa Paulista de Dança (2011-2021) e docente na Escola Superior de Artes Célia Helena no curso da Pós-Graduação em Artes Cênicas (2013-2015). Dirigiu a Cia. De Danças de Diadema e atuou como artista educador de dança na periferia da cidade (1995- 1997) e em Santo André (2006-2007). É Prof. Me. em Educação Física na área de Educação Física e Sociedade pela Unicamp. Atualmente é aluno de doutorado pela mesma instituição.

Público:Todes interessades e disponíveis para o contato físico, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 1 de junho de 2023 a 16 de junho de 2023
Aprovados: 22 de junho de 2023
Matrícula online: 26 e 27 de junho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Moda e Arte: Perspectivas Históricas e Contemporâneas

Cabeçalho de curso – Moda e arte: perspectivas históricas e contemporâneas com Brunno Almeida Maia e Wellington Mendes

Com vasta bibliografia da filosofia, da história da arte e da moda, da sociologia e da psicanálise, o curso Moda e Arte: perspectivas históricas e contemporâneas, apresenta as relações entre a Moda e a arte pela produção iconográfica da antiguidade clássica, do medievo, do Renascimento, do Barroco, do Rococó, da modernidade e do modernismo dos séculos XIX e XX, aos artistas no contemporâneo que visitaram as referências da moda, e as criações de costureiros e estilistas que se inspiraram nas principais vanguardas artísticas.

Quando: 05 de julho até 16 de agosto de 2023
Quartas e sextas-feiras, das 9h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: Expor, comentar e analisar os diálogos entre a Moda e a arte através da produção dos artífices/artistas da antiguidade, da renascença, do classicismo, do barroco, do rococó, das vanguardas modernistas dos séculos XIX e XX, e na pós-modernidade.
Analisar as criações de costureiros e estilistas que se inspiraram na história da arte, seus artistas, escolas e movimentos.

Orientação: Brunno Almeida Maia e Wellington Mendes

Brunno Almeida Maia é pesquisador em Filosofia, ciências humanas e Teoria de Moda pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), foi curador da exposição “Ema e a Moda no século XX – as roupas e a caligrafia dos gestos”, na Casa Museu Ema Klabin, e do Ciclo de Conferências “A atualidade de Marcel Proust” (1871-1922), no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc SP, além de residente do NECMIS (Núcleo de Estudos Contemporâneos do MIS – Museu da Imagem e Som). É professor convidado e coordenador pedagógico em instituições como IED (Istituto Europeo di Design), de São Paulo, da Escola de Comunicação e Arte (ECA) da Universidade de São Paulo (USP), do SENAC Lapa, da FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado) e Centro Universitário Belas Artes. Já ministrou aulas sobre a relação entre a moda, a imagem, a filosofia, a arte e a literatura em espaços e instituições culturais como MAM (Museu de Arte Moderna) de São Paulo, MASP (Museu de Arte de São Paulo), MIS (Museu da Imagem e do Som), Casa Museu Ema Klabin, Adelina Instituto, Oficinas Culturais Oswald de Andrade, Instituto Periaktos (NY – EUA/ SP – Brasil), Fundação Stickel, Oficina Cultural Casa Mário de Andrade, Sesc Consolação, Sesc Pompéia, Sesc Ipiranga, CPF – Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, Sesc Jundiaí, Sesc 24 de maio, Sesc Belenzinho, Casa da Palavra Mário Quintana, em Santo André (SP), Oficina Cultural Hilda Hilst, em Campinas (SP), Galera AMDO, em Belo Horizonte (MG), Biblioteca Mário de Andrade, Fábricas de Cultura, Biblioteca Pública Pedro Nava e Escola São Paulo. No ano de 2019, organizou a “Jornada em homenagem ao centenário de Gilda de Mello Souza”, na Casa Museu Ema Klabin (SP), que contou com a participação de Renato Janine Ribeiro, Jorge Coli, Walnice Nogueira Galvão e Celso Lafer. É autor do livro “O Teatro de Brunno Almeida Maia” (Editora Giostri, 2014). Também assina capítulo sobre a relação entre a literatura e a moda no romance Lucíola (1862) de José de Alencar no livro “Moda Vestimenta Corpo” (Editora Estação das Letras e Cores, 2015), e é um dos autores da antologia “São Paulo em Palavras” (Editora Aquarela Brasileira, 2017). Foi facilitador pedagógico do módulo I de formação em Cidadania e Direitos Humanos do Programa “Transcidadania”, uma iniciativa da Prefeitura Municipal de São Paulo, com a CADS (Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual) e Centro de Cidadania LGBT SP. Atualmente trabalha em seu próximo livro “Tempos de exceção: ensaios sobre o contemporâneo” (Editora Cosmos, no prelo).

Wellington Mendes é especialista em Coolhunting e Styling pelo Senac, Fashion Campaigns & Advertising pelo Instituto Marangoni além de bacharel em Design de Moda, pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e Técnico em Vestuário pelo Senai. Com trajetória iniciada no ano de 1999, ingressou aos estudos de expressões artísticas contemporâneas diversas, passando a desenvolver domínio técnico em processos criativos multifacetados. Ao ingressar no mercado fashion, trabalhou como estilista de street wear masculino, além de figurinista e produtor de moda em teatro, TV, assim como stylist em publicidade, editoriais e fashion films, possuindo ampla bagagem na produção executiva e coordenação de backstages em diferentes escalas do varejo: Tanto em fashion shows comerciais, quanto conceituais, incluindo vivências ek algumas das principais semanas de moda do calendário nacional como Casa de Criadores e São Paulo Fashion Week. Influenciado pela cultura pop global, e discussões horizontais contemporâneas, atua como docente em comunicação, cultura, e comportamento desde 2013, em diferentes níveis de aprendizagem com passagens por instituições como Adelina Instituto, IED, Oficina Cultural Oswald de Andrade, Senac e Sesc. Desde 2015 leciona nos cursos livres da Belas Artes tendo recentemente ingressado ao corpo docente dos cursos de pós-graduação em consultoria de imagem e beleza e mercado de moda e consumo. Profissionalmente também conduz projetos de direção criativa e design de produção, direcionados ao campo audiovisual e em suas aulas, propõe conteúdos embasados em metodologias ativas postas em prática a partir do ensino híbrido e customizado.

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais das artes cênicas, das artes em geral e da Moda a partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 13 de junho de 2023 a 28 de junho de 2023
Aprovados: 30 de junho de 2023
Matrícula online: 3 e 4 de julho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 05 de julho até 16 de agosto de 2023
Quartas e sextas-feiras, das 9h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Brunno Almeida Maia é pesquisador em Filosofia, ciências humanas e Teoria de Moda pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), foi curador da exposição “Ema e a Moda no século XX – as roupas e a caligrafia dos gestos”, na Casa Museu Ema Klabin, e do Ciclo de Conferências “A atualidade de Marcel Proust” (1871-1922), no Centro de Pesquisa e Formação do Sesc SP, além de residente do NECMIS (Núcleo de Estudos Contemporâneos do MIS – Museu da Imagem e Som). É professor convidado e coordenador pedagógico em instituições como IED (Istituto Europeo di Design), de São Paulo, da Escola de Comunicação e Arte (ECA) da Universidade de São Paulo (USP), do SENAC Lapa, da FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado) e Centro Universitário Belas Artes. Já ministrou aulas sobre a relação entre a moda, a imagem, a filosofia, a arte e a literatura em espaços e instituições culturais como MAM (Museu de Arte Moderna) de São Paulo, MASP (Museu de Arte de São Paulo), MIS (Museu da Imagem e do Som), Casa Museu Ema Klabin, Adelina Instituto, Oficinas Culturais Oswald de Andrade, Instituto Periaktos (NY – EUA/ SP – Brasil), Fundação Stickel, Oficina Cultural Casa Mário de Andrade, Sesc Consolação, Sesc Pompéia, Sesc Ipiranga, CPF – Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, Sesc Jundiaí, Sesc 24 de maio, Sesc Belenzinho, Casa da Palavra Mário Quintana, em Santo André (SP), Oficina Cultural Hilda Hilst, em Campinas (SP), Galera AMDO, em Belo Horizonte (MG), Biblioteca Mário de Andrade, Fábricas de Cultura, Biblioteca Pública Pedro Nava e Escola São Paulo. No ano de 2019, organizou a “Jornada em homenagem ao centenário de Gilda de Mello Souza”, na Casa Museu Ema Klabin (SP), que contou com a participação de Renato Janine Ribeiro, Jorge Coli, Walnice Nogueira Galvão e Celso Lafer. É autor do livro “O Teatro de Brunno Almeida Maia” (Editora Giostri, 2014). Também assina capítulo sobre a relação entre a literatura e a moda no romance Lucíola (1862) de José de Alencar no livro “Moda Vestimenta Corpo” (Editora Estação das Letras e Cores, 2015), e é um dos autores da antologia “São Paulo em Palavras” (Editora Aquarela Brasileira, 2017). Foi facilitador pedagógico do módulo I de formação em Cidadania e Direitos Humanos do Programa “Transcidadania”, uma iniciativa da Prefeitura Municipal de São Paulo, com a CADS (Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual) e Centro de Cidadania LGBT SP. Atualmente trabalha em seu próximo livro “Tempos de exceção: ensaios sobre o contemporâneo” (Editora Cosmos, no prelo).

Wellington Mendes é especialista em Coolhunting e Styling pelo Senac, Fashion Campaigns & Advertising pelo Instituto Marangoni além de bacharel em Design de Moda, pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e Técnico em Vestuário pelo Senai. Com trajetória iniciada no ano de 1999, ingressou aos estudos de expressões artísticas contemporâneas diversas, passando a desenvolver domínio técnico em processos criativos multifacetados. Ao ingressar no mercado fashion, trabalhou como estilista de street wear masculino, além de figurinista e produtor de moda em teatro, TV, assim como stylist em publicidade, editoriais e fashion films, possuindo ampla bagagem na produção executiva e coordenação de backstages em diferentes escalas do varejo: Tanto em fashion shows comerciais, quanto conceituais, incluindo vivências ek algumas das principais semanas de moda do calendário nacional como Casa de Criadores e São Paulo Fashion Week. Influenciado pela cultura pop global, e discussões horizontais contemporâneas, atua como docente em comunicação, cultura, e comportamento desde 2013, em diferentes níveis de aprendizagem com passagens por instituições como Adelina Instituto, IED, Oficina Cultural Oswald de Andrade, Senac e Sesc. Desde 2015 leciona nos cursos livres da Belas Artes tendo recentemente ingressado ao corpo docente dos cursos de pós-graduação em consultoria de imagem e beleza e mercado de moda e consumo. Profissionalmente também conduz projetos de direção criativa e design de produção, direcionados ao campo audiovisual e em suas aulas, propõe conteúdos embasados em metodologias ativas postas em prática a partir do ensino híbrido e customizado.

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais das artes cênicas, das artes em geral e da Moda a partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 13 de junho de 2023 a 28 de junho de 2023
Aprovados: 30 de junho de 2023
Matrícula online: 3 e 4 de julho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Consciência Corporal Através Da Dança

Cabeçalho de curso com Zuba Janaina, curso Consciência Corporal Através Da Dança

Cabeçalho de curso com Zuba Janaina, curso Consciência Corporal Através Da Dança

O curso Consciência Corporal Através Da Dança tem como premissa o trabalho de consciência corporal e respiratória. Desenvolvimento de Coreografias individual e trabalho em grupo explorando a capacidade de memória e troca coletiva. Quebra de paradigmas e traumas que o aluno possa apresentar com a dança ou com a forma de se expressar através de movimentos corporais. Trabalho de exploração do espaço e corpo, ritmos musicais e modalidades de dança. Expressão e manifestação cultural de cada indivíduo como um todo. Fortalecimento e alongamento.

Quando: 29 de junho até 10 de agosto de 2023
Terças e quintas – 9h às 13h
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: Ativar a conscientização corporal, estrutural, desenvolver a capacidade individual de cada aluno em saber se expressar através de movimentos e das danças.

Orientação: Zuba Janaina

Zuba Janaina é professora, coreógrafa e diretora de movimento do Curso de Teatro Musical – montagem de um espetáculo original realizado na Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e pelo Nosso Projeto com a 2ª turma (Sorria) e a 1ª Turma (Diálogos).
Coreógrafa Residente no Musical Donna Summer com direção geral de Miguel Falabella em cartaz no Auditório do Ibiraquera. Atriz, Diretora de Movimento e Coreógrafa da peça AZAFAMA – Substantivo Feminino em Cartaz na unidade da Roosevelt da SP Escola de Teatro.
Diretora de Movimento e Coreógrafa do Grupo de Teatro para Adultos no Clube Atlético Monte Líbano, entre outros trabalhos.

Público: Pessoas interessadas em explorar mais do que o corpo é capaz, interessadas em quebrar paradigmas e traumas com a dança – profissionais ou não, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 31 de maio de 2023 a 16 de junho de 2023
Aprovados: 22 de junho de 2023
Matrícula online: 26 e 27 de junho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 29 de junho até 10 de agosto de 2023
Terças e quintas – 9h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Zuba Janaina é professora, coreógrafa e diretora de movimento do Curso de Teatro Musical – montagem de um espetáculo original realizado na Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e pelo Nosso Projeto com a 2ª turma (Sorria) e a 1ª Turma (Diálogos).
Coreógrafa Residente no Musical Donna Summer com direção geral de Miguel Falabella em cartaz no Auditório do Ibiraquera. Atriz, Diretora de Movimento e Coreógrafa da peça AZAFAMA – Substantivo Feminino em Cartaz na unidade da Roosevelt da SP Escola de Teatro.
Diretora de Movimento e Coreógrafa do Grupo de Teatro para Adultos no Clube Atlético Monte Líbano, entre outros trabalhos.

Público: Pessoas interessadas em explorar mais do que o corpo é capaz, interessadas em quebrar paradigmas e traumas com a dança – profissionais ou não, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 31 de maio de 2023 a 16 de junho de 2023
Aprovados: 22 de junho de 2023
Matrícula online: 26 e 27 de junho de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Oficina gratuita e presencial | Dança Contemporânea – Outros Corpos, Outros Modos

Cabeçalho curso Dança Contemporânea – Outros Corpos, Outros Modos

Cabeçalho curso Dança Contemporânea – Outros Corpos, Outros Modos

A proposta parte do MANIFESTO FREAK  ‘Recusamos seguir perpetuando noções colonizadas e colonizadoras sobre os nossos corpos. Recusamos seguir perpetuando noções colonizadas e colonizadoras sobre os conhecimentos dos estudos dos corpos. Não queremos mais que apenas os doutores e as doutoras teorizem e busquem definições sobre o que somos. Nós queremos contar o que somos, com a nossa própria voz, com a nossa própria escrita, com o nosso próprio silêncio, com o nosso próprio corpo.’
Abordagem prática composta de aquecimento corporal, concentração, alongamentos, deslocamentos, exercícios de criação e improvisação e apresentação dos elementos experimentados no encontro. Ao final das experiências, conversas sobre as reverberações.

Quando: 20 de maio de 2023
Sábados, das 14h30 até às 19h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Prática corporal que busca repensar o corpo em suas potências, o movimento em suas possibilidades, a dança em seus outros modos, especialmente àqueles fora de um padrão naturalizado.

Orientador: Marcos Abranches, T. Angel e Pedro Simples

Marcos Abranches, T. Angel e Pedro Simples integram o núcleo artísticos da MARCOS ABRANCHES CIA. e vêm desenvolvendo experiências cênicas-performáticas-sonoras trazendo para a discussão outros corpos que reverberam na extra cena contemporânea. Abranches, bailarino, coreografo e diretor da Marcos Abranches Cia., T. Angel, artista-performer de referência nas questões que envolvem a Modificação Corporal; Pedro Simples, músico e rapper, desenvolve as trilhas sonoras das obras criadas por Marcos Abranches. Todos, trazendo-nos reflexões sobre outras possibilidades de corpo e movimento, especialmente àqueles distanciados do padrão de habilidades corpóreas tão presentes ainda no fazer/estar nas artes do corpo.

Público: Todes interessades e disponíveis para o contato físico, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 11 de maio de 2023 a 15 de maio de 2023
Aprovados: 17 de maio de 2023
Matrícula online: 18 e 19 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 20 de maio de 2023
Sábados, das 14h30 até às 19h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Marcos Abranches, T. Angel e Pedro Simples integram o núcleo artísticos da MARCOS ABRANCHES CIA. e vêm desenvolvendo experiências cênicas-performáticas-sonoras trazendo para a discussão outros corpos que reverberam na extra cena contemporânea. Abranches, bailarino, coreografo e diretor da Marcos Abranches Cia., T. Angel, artista-performer de referência nas questões que envolvem a Modificação Corporal; Pedro Simples, músico e rapper, desenvolve as trilhas sonoras das obras criadas por Marcos Abranches. Todos, trazendo-nos reflexões sobre outras possibilidades de corpo e movimento, especialmente àqueles distanciados do padrão de habilidades corpóreas tão presentes ainda no fazer/estar nas artes do corpo.

Público: Todes interessades e disponíveis para o contato físico, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 11 de maio de 2023 a 15 de maio de 2023
Aprovados: 17 de maio de 2023
Matrícula online: 18 e 19 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop Gratuito e Presencial | A Plástica Cênica

Cabeçalho do workshop A Plástica Cênica.

Cabeçalho do workshop A Plástica Cênica.

Consideramos a criação multidisciplinar e multicultural de enorme valor para a riqueza de uma obra e propomos a partir da nossa experiência vivenciar uma criação onde todas as áreas tenham a força que a palavra tem no teatro.

O PLÁSTICO CÊNICO como o conjunto de elementos espaciais, plásticos e visuais que estão presentes na performance teatral: cenário, iluminação, imagens e projeções, figurinos, maquiagem e até design gráfico, já que o espetáculo começa para o espectador a partir da visão do cartaz e a leitura do programa de mão.

A riqueza que encontramos em nossa diversidade cultural, bem como em nossas diversas formações. Ao lidarmos com a questão que nos atravessa enquanto companhia “as migrações”, verificamos que a nossa série de referências pertence a diferentes campos artísticos. E nosso propósito é criar a partir da fusão para que a obra absorva todas as manifestações que nossos criadores costuram. Entendendo a obra como uma constelação de disciplinas.

Quando: 18, 19 e 20 de maio de 2023
Quinta e sexta, às 19h30 e sábado, às 15h 
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Pensamos no intercâmbio entre participantes, a partir do cruzamento de diferentes disciplinas e das narrativas apresentadas, sobretudo aquelas relacionadas com a migração. Pensando a obra como uma maquinaria com diferentes engrenagens que interagem, propomos uma experimentação que resultará numa encenação no fim e com a possibilidade de participar da instalação performática junto aos orientadores.

Orientação: Abel Garcia (Venezuela), Alicia Arteaga (Cuba), Maria Brighenti (Argentina) e Marian del Castillo (Panamá)

Abel Garcia (Venezuela) é um ator Licenciado em Cinema pela Universidad Central de Venezuela. Curso técnico de Encenação. Ditado pelo Orlando Arocha. La Caja de Fósforos.Caracas, Venezuela e Diretor Teatral formado na SP Escola de Teatro. São Paulo, Brasil.

Alicia Arteaga (Cuba) é uma Artista visual, Cenografa, Diretora de Arte e Design de Figurino para Audiovisual, Teatro e Dança. Com uma formação de Licenciada em Estudos Socioculturais, pela Universidade de Havana. Cuba Pós-graduação em História da imagem Pós-graduação “Modelagem e Padrão”.

Maria Brighenti (Argentina) é intérprete, arte educadora e diretora teatral. Diretora Teatral formada na SP Escola de Teatro, São Paulo, Brasil. Formada no Circo em NECCA no curso de Pedagogia Circense. New English Center for Circus Arts, USA. Com trabalhos destacados como intérprete em Kelly Bros Circus New Zealand. Labyrintho Sensorial “Telepherique” Bélgica, além de trabalhos como performer em Portugal e trabalhos pedagógicos no Uruguai, Argentina, Brasil e Nova Zelândia.

Marian del Castillo (Panamá) é cenógrafa, figurinista, Artista da Aérea Circense, Performer. Formada em Cenografia pela Academia de Belas Artes de Bolonha, Itália. Trabalhos destacados em Cirque du Soleil como assistente de direção na criação do espetáculo “Zarkana”. Equipe de assistentes na Direção de Arte do filme “Cidade de Deus” para o Diretor de Arte Tulé Peake, Rio de janeiro Brasil. Formada no Circo Escola Picadeiro, São Paulo FAAP.

Público: A oficina está destinada a estudantes e pessoas de qualquer área das artes cênicas que estejam interessadas no trabalho multidisciplinar e na troca de experiências. Pessoas a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 09 de maio de 2023 a 14 de maio de 2023
Aprovados: 16 de maio de 2023
Matrícula online: 16 e 17 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 18, 19 e 20 de maio de 2023
Quinta e sexta, às 19h30 e sábado, às 15h 
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Público: A oficina está destinada a estudantes e pessoas de qualquer área das artes cênicas que estejam interessadas no trabalho multidisciplinar e na troca de experiências. Pessoas a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 09 de maio de 2023 a 14 de maio de 2023
Aprovados: 16 de maio de 2023
Matrícula online: 16 e 17 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Oficina gratuita e presencial | Tecnologia de Som na performance cênica

Cabeçalho do curso Tecnologia de Som na performance cênica com Domingo Duclos

Cabeçalho do curso Tecnologia de Som na performance cênica com Domingo Duclos

A criação de trilha sonora tem sido um ofício de grande importância ao longo dos séculos, sempre acompanhando diferentes momentos da vida humana.
Hoje, acompanhado de novas tecnologias, este ofício tem evoluído para novas dimensões onde o uso de ferramentas novas faz com que o processo criativo seja mais acessível e por outro lado mais difícil de direcionar. Esta oficina está destinada a dar um caminho para quem queira aprender e aprofundar nas artes da sonoplastia usando tecnologias ao alcance de todos.

Quando: 10 a 31 de maio de 2023
Quartas, das 19h30 às 21h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Mostrar um caminho para quem esteja interessado em aprender sobre sonorização de performance cênica, utilizando recursos tecnológicos. Esta oficina tem como objetivo entregar ao participante uma ampla gama de ferramentas que podem ser utilizadas no processo criativo em diversos tipos de trabalhos relacionados com música e sonoplastia.

Orientação: Domingo Duclos

Domingo Duclos  é um músico e compositor chileno. Toca clarinete, saxofone, diferentes flautas e banjo, compõe músicas e escreve arranjos, edita partituras e investiga diferentes sonoridades com sintetizadores e softwares de música eletrônica. Vive em São Paulo e é membro de diversas bandas e projetos musicais, sendo especializado em música Judaica, Klezmer e Cumbia.
Desde 2012 é professor de instrumentos de sopro, composição e arranjo com foco na educação áudio perceptiva.
Possui parceria com a Punks – maior vitrine de música independente do mundo, produzindo composições e trilhas sonoras autorais para filmes, curtas e documentários. Também desenvolve projetos com profissionais das áreas do circo, teatro e artes visuais, na assessoria musical, criação de materiais sonoros e sonoplastia.

Público: Artistas interessados em aprender elementos de sonorização cênica utilizando uma abordagem moderna e fazendo uso de novas tecnologias. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 04 de maio de 2023 a 07 de maio de 2023
Aprovados: 08 de maio de 2023
Matrícula online: 08 e 09 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 10 a 31 de maio de 2023
Quartas, das 19h30 às 21h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Domingo Duclos  é um músico e compositor chileno. Toca clarinete, saxofone, diferentes flautas e banjo, compõe músicas e escreve arranjos, edita partituras e investiga diferentes sonoridades com sintetizadores e softwares de música eletrônica. Vive em São Paulo e é membro de diversas bandas e projetos musicais, sendo especializado em música Judaica, Klezmer e Cumbia.
Desde 2012 é professor de instrumentos de sopro, composição e arranjo com foco na educação áudio perceptiva.
Possui parceria com a Punks – maior vitrine de música independente do mundo, produzindo composições e trilhas sonoras autorais para filmes, curtas e documentários. Também desenvolve projetos com profissionais das áreas do circo, teatro e artes visuais, na assessoria musical, criação de materiais sonoros e sonoplastia.

Público: Artistas interessados em aprender elementos de sonorização cênica utilizando uma abordagem moderna e fazendo uso de novas tecnologias. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 04 de maio de 2023 a 07 de maio de 2023
Aprovados: 08 de maio de 2023
Matrícula online: 08 e 09 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Oficina gratuita e presencial | Pilates

Cabeçalho curso de pilates com Sylvia Fernández

Cabeçalho curso de pilates com Sylvia Fernández

O Pilates é um método amplamente utilizado no mundo todo com diversos propósitos: reabilitação, condicionamento físico, melhora da postura e do controle corporal, ganho de consciência corporal e domínio sobre os mais variados movimentos.
O método, inicialmente, chamado de Contrologia, perpetua a importância do controle de todos os movimentos e ações musculares do próprio corpo. Hoje, o Pilates é muito utilizado como estratégia de preparo físico e mental pelos artistas da dança e do teatro.

Quando: 06 e 13 de maio de 2023
Sábados, das 14h30 até às 17h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Compreensão do próprio corpo e consciência corporal
Controlo muscular e postural nos movimentos
Melhora do controle corporal nos exercícios
Melhora da capacidade respiratória
Fortalecimento da área abdominal
Melhora do equilíbrio e coordenação
Flexibilidade e mobilidade

Orientadora: Sylvia Fernández

Sylvia Fernández é artista de dança, gestora cultural e instrutora de Pilates boliviana: coreógrafa, professora e bailarina, com formação internacional. Professora de dança contemporânea certificada na Bélgica com especialização nos Estados Unidos. Certificada em Pilates Mat pela Federação Espanhola de Fitness FEDA na Espanha, certificada em Bolívia pela PILATES POLESTAR INTERNATIONAL, e por METAPILATES no Brasil; tem mais de 30 anos de experiência na área.
Como gestora e directora cultural é fundadora e codirectora do festival Internacional de Dança Contemporánea DANZÉNICA em La Paz, Bolívia. Ela foi responsável por vários projectos artísticos, educativos e culturais. Foi directora da companhia de dança contemporánea VIDANZA durante 15 anos, e professora em diversos centros e escolas da dança estatais e privados. É psicóloga com formação em Coaching Ontológico.
Trabalha em preparaçao física de companhias de dança e colaboradora de Dança a Deriva em São Paulo. Ela recebeu vários prêmios e menções importantes na sua carreira artística: “Ordre des Arts et das lettres – 2023 (concedida pelo Ministério da Cultura da França) ” ; e outras em Bolivia como “Tocha da Liberdade 2020” ; “Prémio Plurinacional das Artes – Eduardo Abaroa”;”Medalha de Honra ao Mérito Cultural”.
É residente em São Paulo desde 2020.

Público: Pessoas iniciantes a partir de 18 anos, que tenham interesse em conhecer os princípios dessa prática e busca associá-la aos treinos corporais específicos para as artes da cena.
Pessoas em boas condições físicas para a realização de exercícios no chão (sem hérnia de discos e sem restrições médicas ao exercício)

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 24 de abril de 2023 a 30 de abril de 2023
Aprovados: 03 de maio de 2023
Matrícula online: 03 e 04 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 06 e 13 de maio de 2023
Sábados, das 14h30 até às 17h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Sylvia Fernández é artista de dança, gestora cultural e instrutora de Pilates boliviana: coreógrafa, professora e bailarina, com formação internacional. Professora de dança contemporânea certificada na Bélgica com especialização nos Estados Unidos. Certificada em Pilates Mat pela Federação Espanhola de Fitness FEDA na Espanha, certificada em Bolívia pela PILATES POLESTAR INTERNATIONAL, e por METAPILATES no Brasil; tem mais de 30 anos de experiência na área.
Como gestora e directora cultural é fundadora e codirectora do festival Internacional de Dança Contemporánea DANZÉNICA em La Paz, Bolívia. Ela foi responsável por vários projectos artísticos, educativos e culturais. Foi directora da companhia de dança contemporánea VIDANZA durante 15 anos, e professora em diversos centros e escolas da dança estatais e privados. É psicóloga com formação em Coaching Ontológico.
Trabalha em preparaçao física de companhias de dança e colaboradora de Dança a Deriva em São Paulo. Ela recebeu vários prêmios e menções importantes na sua carreira artística: “Ordre des Arts et das lettres – 2023 (concedida pelo Ministério da Cultura da França) ” ; e outras em Bolivia como “Tocha da Liberdade 2020” ; “Prémio Plurinacional das Artes – Eduardo Abaroa”;”Medalha de Honra ao Mérito Cultural”.
É residente em São Paulo desde 2020.

Público:Pessoas iniciantes a partir de 18 anos, que tenham interesse em conhecer os princípios dessa prática e busca associá-la aos treinos corporais específicos para as artes da cena.
Pessoas em boas condições físicas para a realização de exercícios no chão (sem hérnia de discos e sem restrições médicas ao exercício)

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 24 de abril de 2023 a 30 de abril de 2023
Aprovados: 03 de maio de 2023
Matrícula online: 03 e 04 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop Gratuito e Presencial | D’Água Movimento Do Corpo

Cabeçalho curso D’Água Movimento Do Corpo com Rodrigo Alcântara

Cabeçalho curso D’Água Movimento Do Corpo com Rodrigo Alcântara

Todo corpo é capaz de dançar e de se expressar no seu próprio tempo/espaço e na sua especificidade singular. Foi com esse pensamento e ideologia que continuaremos nossas práticas pedagógicas na dança contemporânea e afrodiaspórica.
Cada encontro será marcado por atravessamentos que nos permitirão conhecer os processos de pesquisas teóricas e de movimentação do Coletivo Diário.
Mergulhar, estremecer, silenciar e expressar “Danças Furiosas”, partindo também da metodologia da “Dança da Indignação” da Cia Sansacroma tendo como diretora Gal Martins.
Experimentamos o corpo, traçamos poemas, exploramos camadas da rua, pensamos o território e trocamos afetos.
O curso que já passou pela SP Escola de Teatro em 2022 retorna agora para a escola com esse novo formato como workshop, com o diretor e bailarino Rodrigo Alcântara e Coletivo Diário , onde já passaram pelo Green Nation 2022, Oficina Cultural Oswald de Andrade, Centro Coreográficos do RJ, e outros espaços, provoca os alunos para que explorem suas próprias movimentações, despertamentos e conexões.

Quando: 06 e 13 de maio de 2023
Sábados – 15:30 às 18:30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: A dança costuma ser vista como uma arte superior e inalcançável, muito distante da nossa realidade e muito restrita a práticas engendradas. Mas ela não se resume a isso. Na oficina D’água em movimento do corpo, a dança é expressão corporal de sentimentos e sensações, coisas inerentes ao ser humano e que podem ser exploradas em cada um de nós. A oficina permite que o aluno que nunca teve contato algum com a dança se movimente sem receio de julgamentos e com um principal objetivo: manifestar. Seja manifestar sua insatisfação, sua raiva, sua alegria, sua agonia ou o seu amor. Logo, ela é importante porque abrange uma diversidade de alunos, independente de experiência com a dança ou idade, e porque pode proporcionar uma experiência de auto exploração única e sensível.

Orientação: Rodrigo Alcântara

Rodrigo Alcântara é bailarino formado em Ballet Clássico e Dança Contemporânea pelo Projeto Núcleo Luz do Programa Fábricas de Cultura – sob coordenação geral de Susana Yamauchi – e pela Fundação Theatro Municipal de São Paulo, Escola de Dança de São Paulo, no curso de “Dança para Rapazes” e “Projeto Dançar”. É bacharel em Design de Interiores pelas Faculdades Metropolitanas Unidas FMU e estudante egresso da SP Escola de Teatro do curso de Cenografia e Figurino com J.C Serroni e Tellumi Helen. Traz consigo práticas pedagógicas comprometidas com a ancestralidade inclusiva e que partem do lugar da “escuta”.

Público: Pessoas iniciantes a partir de 18 anos. Todes os corpos e as corpas que desejam estar/vivênciar esses encontros em movimento com Coletivo Diário. Não precisam terem comprovação em formação em Dança, Teatro ou qualquer outra linguagem artística.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 26 de abril de 2023 a 01 de maio de 2023
Aprovados: 03 de maio de 2023
Matrícula online: 03 e 04 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 06 e 13 de maio de 2023
Sábados – 15:30 às 18:30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Rodrigo Alcântara é bailarino formado em Ballet Clássico e Dança Contemporânea pelo Projeto Núcleo Luz do Programa Fábricas de Cultura – sob coordenação geral de Susana Yamauchi – e pela Fundação Theatro Municipal de São Paulo, Escola de Dança de São Paulo, no curso de “Dança para Rapazes” e “Projeto Dançar”. É bacharel em Design de Interiores pelas Faculdades Metropolitanas Unidas FMU e estudante egresso da SP Escola de Teatro do curso de Cenografia e Figurino com J.C Serroni e Tellumi Helen. Traz consigo práticas pedagógicas comprometidas com a ancestralidade inclusiva e que partem do lugar da “escuta”.

Público: Pessoas iniciantes a partir de 18 anos. Todes os corpos e as corpas que desejam estar/vivênciar esses encontros em movimento com Coletivo Diário. Não precisam terem comprovação em formação em Dança, Teatro ou qualquer outra linguagem artística.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 26 de abril de 2023 a 01 de maio de 2023
Aprovados: 03 de maio de 2023
Matrícula online: 03 e 04 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Oficina gratuita e presencial | Dança Contemporânea

Cabeçalho do curso Dança Contemporânea com Sandro Borelli

Cabeçalho do curso Dança Contemporânea com Sandro Borelli

Desenvolver no corpo as potencialidades do movimento enquanto instrumento histórico/político. Colaborar na construção de uma sensibilização física/reflexiva do indivíduo que dança. Atuar no desenvolvimento da sensibilidade, da diversidade, consequentemente do espírito crítico e ético do indivíduo. A ação de dançar não deve ser considerada apenas como um ato de manifestação cultural de um povo, também deve ser compreendida como poesia de guerra contra as intolerâncias – uma linguagem artística poderosa na transformação do cidadão. Ou seja, sem esses valores culturais e simbólicos, o cidadão estaria reduzido à mediocridade, massa de manobra e sua base intelectual de sustentação estaria comprometida.

Quando: 06 e 13 de maio de 2023
Sábados, das 14h30 até às 17h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Investigar o corpo, o movimento e o gesto, com foco na potência corporal e na amplitude do gesto cênico;
– Buscar uma compreensão da linguagem de dança que proponha uma reflexão política/social;
– Instigar a criação de movimento a partir das múltiplas emoções e sensações que possam gerar o movimento;
– Ponderar e investigar as ações corporais de modo que possam surgir outras possibilidades de ampliação de repertórios individuais.

Orientador: Sandro Borelli

Sandro Borelli é artista da Dança, fundador e diretor da Cia. Carne Agonizante/SP, além de coordenador do Kasulo – Espaço de Arte. Foi presidente da Cooperativa Paulista de Dança e docente na Escola Superior de Artes Célia Helena no curso da Pós-Graduação em Artes Cênicas. É Prof. Me. em Educação Física na área de Educação Física e Sociedade pela Unicamp. Atualmente é aluno de doutorado pela mesma instituição.

Público: Todes interessades e disponíveis para o contato físico, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 24 de abril de 2023 a 30 de abril de 2023
Aprovados: 03 de maio de 2023
Matrícula online: 03 e 04 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 06 e 13 de maio de 2023
Sábados, das 14h30 até às 17h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Sandro Borelli é artista da Dança, fundador e diretor da Cia. Carne Agonizante/SP, além de coordenador do Kasulo – Espaço de Arte. Foi presidente da Cooperativa Paulista de Dança e docente na Escola Superior de Artes Célia Helena no curso da Pós-Graduação em Artes Cênicas. É Prof. Me. em Educação Física na área de Educação Física e Sociedade pela Unicamp. Atualmente é aluno de doutorado pela mesma instituição.

Público: Todes interessades e disponíveis para o contato físico, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 24 de abril de 2023 a 30 de abril de 2023
Aprovados: 03 de maio de 2023
Matrícula online: 03 e 04 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Oficina gratuita e presencial | Contato Improvisação em Cena

Cabeçalho do curso Contato Improvisação em Cena com Ricardo Neves

Cabeçalho do curso Contato Improvisação em Cena com Ricardo Neves

Diálogos sobre o que é Contato Improvisação, preâmbulo histórico, princípios da prática, apresentação de alguns temas que serão trabalhados ao longo das aulas e orientações básicas de segurança. Introduzir as quedas e rolamentos do C.I, características do contato físico diferenciando qualidades de toque e graduação de transferência de peso com um conhecimento anatômico do corpo.
A partir dessa introdução trabalhar o aquecimento individual/coletivo para enfatizar a investigação corporal com o tema da gravidade, para então preparar o estudo e aprimoramento das quedas e rolamentos do C.I. em diferentes níveis e intensidades.
As quedas e rolamentos vão preparar para as possibilidades de carregamentos entre as pessoas e transitam desde formas pré-determinadas a princípios de movimentos para se deslocar pelo espaço.

Quando: 05 e 12 de maio de 2023
Sextas, das 19h30 até às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Exercitar a atenção das participantes nas sensações e as percepções do movimento. Focar atenção nas sensações da gravidade agindo no corpo durante o movimento. Transitar a atenção entre o que eu sinto (interno) e o mundo (externo).

Orientador: Ricardo Neves

Ricardo Neves é diretor e organizador do Encontro Internacional de Contato Improvisação de São Paulo (atualmente na 13ª edição) e Ilhabela (atualmente na 10ª edição) professor, bailarino e ator – com uma participação contínua nos principais festivais que acontece no Brasil e na América Latina – possui experiência em aulas de grupo e/ou individuais – preparação corporal – performances e estudos com os praticantes das primeiras gerações desta forma de dança no mundo. Estuda Contato Improvisação (C.I.) há 26 anos. 10 anos de estudos na prática do C.I. com Tica Lemos (precursora do contato no Brasil); 08 anos com a Lu Favoretto (Dança Contemporânea); Frentes de estudo com grandes precursores Steve Paxton, Daniel Lepkoff, Nancy Stark Smith, Nita Little, Karen Nelson, Gustavo Lecce, Cristina Turdo. Estuda Aikido desde 2006 (faixa preta – 1º dan). Diretor do NIC (Núcleo Improvisação em Contato), contemplado pelo Proac Circulação de Espetáculo de Dança em 2018, 21ª, 27ª, 32ª edição do Programa de Fomento a Dança para a Cidade de São Paulo, Proac Circulação 2018, Proac Lab 45 e Proac Direto 38.
Deu aulas no Núcleo Luz, na São Paulo Escola de Dança, Escola Livre de Santo André, Centro de Referência da Dança, Centro Cultural São Paulo, Centro Cultural Olido e outros.
Atualmente está dando aulas semanais no espaço Burkadaguti e ministra cursos intensivos na cidade de São Paulo.

Público: Todes interessades e disponíveis para o contato físico, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 24 de abril de 2023 a 30 de abril de 2023
Aprovados: 03 de maio de 2023
Matrícula online: 03 e 04 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 05 e 12 de maio de 2023
Sextas, das 19h30 até às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Ricardo Neves é diretor e organizador do Encontro Internacional de Contato Improvisação de São Paulo (atualmente na 13ª edição) e Ilhabela (atualmente na 10ª edição) professor, bailarino e ator – com uma participação contínua nos principais festivais que acontece no Brasil e na América Latina – possui experiência em aulas de grupo e/ou individuais – preparação corporal – performances e estudos com os praticantes das primeiras gerações desta forma de dança no mundo. Estuda Contato Improvisação (C.I.) há 26 anos. 10 anos de estudos na prática do C.I. com Tica Lemos (precursora do contato no Brasil); 08 anos com a Lu Favoretto (Dança Contemporânea); Frentes de estudo com grandes precursores Steve Paxton, Daniel Lepkoff, Nancy Stark Smith, Nita Little, Karen Nelson, Gustavo Lecce, Cristina Turdo. Estuda Aikido desde 2006 (faixa preta – 1º dan). Diretor do NIC (Núcleo Improvisação em Contato), contemplado pelo Proac Circulação de Espetáculo de Dança em 2018, 21ª, 27ª, 32ª edição do Programa de Fomento a Dança para a Cidade de São Paulo, Proac Circulação 2018, Proac Lab 45 e Proac Direto 38.
Deu aulas no Núcleo Luz, na São Paulo Escola de Dança, Escola Livre de Santo André, Centro de Referência da Dança, Centro Cultural São Paulo, Centro Cultural Olido e outros.
Atualmente está dando aulas semanais no espaço Burkadaguti e ministra cursos intensivos na cidade de São Paulo.

Público: Todes interessades e disponíveis para o contato físico, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 24 de abril de 2023 a 30 de abril de 2023
Aprovados: 03 de maio de 2023
Matrícula online: 03 e 04 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Oficina gratuita e presencial | Afinação do Corpo

Cabeçalho do curso Afiação do Corpo com o professor Zé Maria Carvalho

Cabeçalho do curso Afiação do Corpo com o professor Zé Maria Carvalho

É comum vermos atletas, artistas cênicos e performances, pensarem o corpo apenas do ponto de vista físico, e se empenharem no aumento de performance usando procedimentos extensivos, com repetições que no máximo, repetem o que já existe como organização e auto percepção. Uma porcentagem muito pequena de pessoas destas áreas citadas, possuem ferramentas que lhes permitam enxergar o corpo de uma forma mais complexa que, como diz Feldenkrais – ‘…toda ação humana é sempre composta por: movimento, sensação, emoção e pensamento. Não podemos fazer uma única ação, em que estas funções não estejam presentes em alguma proporção. Este é um ponto de partida fundamental para a produção de um corpo/funcional que ao mesmo tempo que desenvolve uma maior afinação (aqui estamos pensando como a afinação de um instrumento musical), aumenta sua auto percepção, junto com a modulação do tônus muscular, ocorre simultaneamente uma modulação no tônus emocional e o aumento do fluxo interno dos fluidos e energias do corpo, intensifica e viabiliza o pensamento criativo, fundamental para a atividade criativa nestas varias áreas.

Quando: 05 e 12 de maio de 2023
Sextas, das 19h30 até às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: O objetivo deste curso é apresentar aos estudantes de artes cênicas esta ferramenta que venho desenvolvendo a 30 anos, a partir do experiencia vivida com Klauss Vianna por uma década, com Takao Kusuno e a dança butô e a formação no método Feldenkrais de educação somática e abordagens orientais como o dohô e aikido. Estas abordagens foram pesquisadas e integradas com o objetivo de pensar o corpo funcional e ao mesmo tempo corpo intenso, corpo expressivo.

Orientador: Zé Maria Carvalho

Orientador Zé Maria Carvalho

Zé Maria Carvalho é dançarino, professor de Ed. Somática e dança butô, coordena o Espaço Viver Teatro e estúdio de dança a 35 anos e dirige o ‘VIVER NÚCLEO DE DANÇA Pesquisa e Criação.
PRINCIPAIS TRABALHOS E PREMIOS – Com Takao Kusuno:
“O Olho do tamanduá”, ganhador do troféu Mambembe de melhor espetáculo de dança de 1995.
Participando dos seguintes festivais internacionais: FIAC-95-SP, FIT- 1996 -Belo Horizonte, 8ºFESTIVAL INTERNACIONAL DE HAVANA/CUBA- 1997, FESTIVAL INTERNACIONL RIO CENA CONTEMPORÂNEA-1997, FESTIVAL BRASIL-JÀ-1998 -MUNIQUE/ALEMANHA, 2003- BIENAL INTERNACIONAL DE ARTES DE KIOTO-JAPÃO, 2003.
2004- Premio Estímulo à Dança da Secretaria Municipal de Cultura com UROBÓ.
2005- Premiado no projeto de circulação FUNARTE Sul /Sudeste com Cio da Terra/ Cangaceiro.
2006- Criação e apresentação do espetáculo “HOMEM DOS AVESSOS”, espetáculo premiado com a produção do Dança em Pauta-CCBB). 2007- Criação do espetáculo “ Era infinitamente maio…-Tatarana lagarta de fogo” episódio II -. Prêmio FUNARTE / Klauss Vianna. 2008/2009- Fomento a dança com o projeto “ ‘Era infinitamente maio…Urutu Branco Cobra Voadeira‘.
Fomento a dança com o projeto O corpo em devir’ (2011/2012 ) – Fomento a dança com o projeto “Dejavü” (2015).
Fomento à dança com Desobra_Dejavu (2016/2017) .
Prêmio Denilto Gomes por pesquisa e difusão. Fomento a dança com o projeto Espaços Outros_Outros Espaços (2017/18.
Fomento a dança com o projeto DISPOSITIVOS DE VISAO/ Provocações_Poéticas…não se vive…não se morre…não se dança no retângulo de uma folha de papel (2019/20).

Público: Estudantes de artes cênicas, cantores , artistas circenses, performances, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 24 de abril de 2023 a 30 de abril de 2023
Aprovados: 03 de maio de 2023
Matrícula online: 03 e 04 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 05 e 12 de maio de 2023
Sextas, das 19h30 até às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Zé Maria Carvalho é dançarino, professor de Ed. Somática e dança butô, coordena o Espaço Viver Teatro e estúdio de dança a 35 anos e dirige o ‘VIVER NÚCLEO DE DANÇA Pesquisa e Criação.
PRINCIPAIS TRABALHOS E PREMIOS – Com Takao Kusuno:
“O Olho do tamanduá”, ganhador do troféu Mambembe de melhor espetáculo de dança de 1995.
Participando dos seguintes festivais internacionais: FIAC-95-SP, FIT- 1996 -Belo Horizonte, 8ºFESTIVAL INTERNACIONAL DE HAVANA/CUBA- 1997, FESTIVAL INTERNACIONL RIO CENA CONTEMPORÂNEA-1997, FESTIVAL BRASIL-JÀ-1998 -MUNIQUE/ALEMANHA, 2003- BIENAL INTERNACIONAL DE ARTES DE KIOTO-JAPÃO, 2003.
2004- Premio Estímulo à Dança da Secretaria Municipal de Cultura com UROBÓ.
2005- Premiado no projeto de circulação FUNARTE Sul /Sudeste com Cio da Terra/ Cangaceiro.
2006- Criação e apresentação do espetáculo “HOMEM DOS AVESSOS”, espetáculo premiado com a produção do Dança em Pauta-CCBB). 2007- Criação do espetáculo “ Era infinitamente maio…-Tatarana lagarta de fogo” episódio II -. Prêmio FUNARTE / Klauss Vianna. 2008/2009- Fomento a dança com o projeto “ ‘Era infinitamente maio…Urutu Branco Cobra Voadeira‘.
Fomento a dança com o projeto O corpo em devir’ (2011/2012 ) – Fomento a dança com o projeto “Dejavü” (2015).
Fomento à dança com Desobra_Dejavu (2016/2017) .
Prêmio Denilto Gomes por pesquisa e difusão. Fomento a dança com o projeto Espaços Outros_Outros Espaços (2017/18.
Fomento a dança com o projeto DISPOSITIVOS DE VISAO/ Provocações_Poéticas…não se vive…não se morre…não se dança no retângulo de uma folha de papel (2019/20).

Público: Estudantes de artes cênicas, cantores , artistas circenses, performances, a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 24 de abril de 2023 a 30 de abril de 2023
Aprovados: 03 de maio de 2023
Matrícula online: 03 e 04 de maio de 2023

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop Internacional gratuito e presencial | Fazendo amor em “Looking for Andy”: da textualidade à virtualidade

Cabeçalho de Workshop Internacional Fazendo amor em “Looking for Andy”: da textualidade à virtualidade com Aleksandar Dundjerovic e Stephen Simms

Cabeçalho de Workshop Internacional Fazendo amor em “Looking for Andy”: da textualidade à virtualidade com Aleksandar Dundjerovic e Stephen Simms

Os alunos irão explorar o uso da performatividade e diferentes pedagogias no teatro digital ao vivo, tendo como obra de referência o livro “Live Digital Theatre Interdisciplinary Performance Pedagogies” (Routledge, 2023), editado por Aleksandar Dundjerovic.

Quando: 09 de maio até 12 de maio de 2023
De terça até sexta – 19h30 as 22h
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Orientadores: Aleksandar Dundjerovic e Stephen Simms

Orientador Aleksandar Dundjerovic

Orientador: Aleksandar Dundjerovic

Orientador Stephen Simms

Orientador: Stephen Simms

Público: atores, diretores, dramaturgos e artistas multimídia. Há possibilidade de os participantes integrarem, caso tenham interesse e assim for definido pela equipe técnica do espetáculo em “Looking for Andy”, a ser apresentado entre 18 e 20 de maio na SP Escola de Teatro. A partir de 18 anos. É necessário domínio básico da língua inglesa.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 30 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 19 de abril de 2023 a 27 de abril de 2023
Aprovados: 03 de maio de 2023
Matrícula online: 04 e 05 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 09 de maio até 12 de maio de 2023
De terça até sexta – 19h30 as 22h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Público: atores, diretores, dramaturgos e artistas multimídia. Há possibilidade de os participantes integrarem, caso tenham interesse e assim for definido pela equipe técnica do espetáculo em “Looking for Andy”, a ser apresentado entre 18 e 20 de maio na SP Escola de Teatro.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 30 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 19 de abril de 2023 a 27 de abril de 2023
Aprovados: 03 de maio de 2023
Matrícula online: 04 e 05 de maio de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Escrita de Projetos e Políticas Culturais – Uma formação para as Leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc

Cabeçalho de curso com Pedro Leão

Cabeçalho de curso com Pedro Leão, curso Escrita de Projetos e Políticas Culturais – Uma formação para as Leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc

O curso tem como proposta evidenciar os efeitos da pandemia de COVID-19 no setor cultural e seus desdobramentos desde 2020, ressaltando a importância histórica da Lei Paulo Gustavo e da Política Nacional Aldir Blanc, em fase de regulamentação pelo Governo Federal. Dentre outros pontos, destacam-se também as diversas fontes de captação de recursos, parcerias com os setores públicos e privados e com artistas e grupos independentes, além dos mais variados incentivos. Por tudo isso, traz como fundamental o preparo de artistas, estudantes e produtores independentes, através da apresentação de cases relacionados ao tema e de atividades práticas de escrita de projetos, para melhor usufruto das políticas existentes.

Quando: 02 de maio até 29 de junho de 2023
Terças e quintas – 19h30 as 22h30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo:
– Introduzir a História das Políticas Culturais do Brasil, contextualizando com a ênfase às Leis Paulo Gustavo e Aldir Blanc;
– Apresentar os diversos Mecanismos de Financiamento e Empreendedorismo Cultural do país, com ênfase ao Estado e cidade de São PAulo;
– Preparar para a Escrita de Projetos e referido uso das Leis;

Orientador: Pedro Leão

Foto de rosto em preto e branco do orientador Pedro Leão

 

 

 

 

 

 

 

Pedro Leão é mestrando em Economia e Política da Cultura pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Especialista em Gestão Cultural pelo SENAC e bacharel em Teatro pela Anhembi Morumbi, como bolsista do ProUni. Atua na cultura desde 2005, integrando o grupo Teatro da Neura, em Suzano, entre 2012 e 2016. Desde 2017, reside e atua na capital, sendo co-fundador da Cubo Cultural. Como produtor desde 2013, assinou a realização de quase 200 projetos culturais através das Leis de Incentivo à Cultura, nas linguagens de Artes Cênicas, Audiovisual, Música, Artes Visuais, Literatura e Games. Também integrou as comissões de seleção de projetos do ProAC em 2020 e 2021 e do Prêmio FUNARTE de Estímulo ao Teatro, em 2022.
Como Artista, assina a direção dos espetáculos “Rituais do Sofrimento” (2018) e “Agridoce” (2020), além de idealizador e produtor executivo do espetáculo, do show e do EP “LOVE+” (2021). Em 2022, assinou a dramaturgia e direção do espetáculo solo “Pequeno Monstro” e do programa “Bysha, tu acha?” com JOMA.

Público: Artistas, produtores e estudantes da área, com alguma experiência profissional, a partir de 18 anos, interessados no aprofundamento do debate sobre Políticas Públicas para a Cultura no Brasil.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 06 de abril de 2023 a 19 de abril de 2023
Aprovados: 25 de abril de 2023
Matrícula online: 26 e 27 de abril de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 02 de maio até 29 de junho de 2023
Terças e quintas – 19h30 as 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Pedro Leão é mestrando em Economia e Política da Cultura pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Especialista em Gestão Cultural pelo SENAC e bacharel em Teatro pela Anhembi Morumbi, como bolsista do ProUni. Atua na cultura desde 2005, integrando o grupo Teatro da Neura, em Suzano, entre 2012 e 2016. Desde 2017, reside e atua na capital, sendo co-fundador da Cubo Cultural. Como produtor desde 2013, assinou a realização de quase 200 projetos culturais através das Leis de Incentivo à Cultura, nas linguagens de Artes Cênicas, Audiovisual, Música, Artes Visuais, Literatura e Games. Também integrou as comissões de seleção de projetos do ProAC em 2020 e 2021 e do Prêmio FUNARTE de Estímulo ao Teatro, em 2022.
Como Artista, assina a direção dos espetáculos “Rituais do Sofrimento” (2018) e “Agridoce” (2020), além de idealizador e produtor executivo do espetáculo, do show e do EP “LOVE+” (2021). Em 2022, assinou a dramaturgia e direção do espetáculo solo “Pequeno Monstro” e do programa “Bysha, tu acha?” com JOMA.

Público: Artistas, produtores e estudantes da área, com alguma experiência profissional, a partir de 18 anos, interessados no aprofundamento do debate sobre Políticas Públicas para a Cultura no Brasil.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 06 de abril de 2023 a 19 de abril de 2023
Aprovados: 25 de abril de 2023
Matrícula online: 26 e 27 de abril de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Oficina gratuita e presencial | Rindo com Elas | Oficina de Humor para mulheres

As mulheres nunca foram muito encorajadas a transitar pela comédia, já que sempre se esperou que a mulher cumprisse papéis bem específicos na sociedade: de bela, delicada, prendada, maternal e companheira (no caso das mulheres cis); e de marginalizada e desumanizada (no caso das mulheres trans). Enfim, sempre coadjuvantes de protagonistas masculinos. Em uma série de exercícios de interpretação, de improviso e também de caráter documental, as participantes terão a oportunidade de investigar suas possibilidades cômicas em um ambiente seguro, acolhedor e democrático, livre de julgamentos. Contrariando aqueles que, ainda hoje, se recusam a enxergar potencial cômico na mulher, a oficina pretende fortalecer e colocar em contato as mulheres que bravamente percorrem os caminhos do humor.

Quando: 21 e 28 de janeiro de 2023
Sábados, das 14h às 19h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: A oficina tem como objetivo proporcionar a mulheres (cisgêneras e transgêneras) e pessoas não binárias, atrizes ou não, um ambiente seguro e confortável para explorarem sua comicidade, através de exercícios e experiências cênicas que tenham o humor como meio e finalidade. Não se trata de um curso de formação, mas sim de um apontamento de possíveis caminhos cômicos.

Orientadoras: Marianna Armellini, Renata Augusto e Sheila Friedhofer, atrizes do grupo As Olívias

Formado nos corredores da Escola de Arte Dramática (EAD / USP) pelas atrizes Marianna Armellini, Renata Augusto, Sheila Friedhofer e pelo ator e diretor Victor Bittow – As Olívias são um grupo de comédia que resolveu transformar em humor seu jeito inusitado de ver o mundo. A estreia aconteceu em 2005, com o espetáculo As Olívias Palitam, que fez milhares de espectadores por todo o país ao longo de nove anos em cartaz. O humor do grupo também ganhou espaço na internet e, em 2011, As Olívias estrearam na televisão com um programa semanal no canal Multishow – Olívias na TV – com 4 temporadas exibidas até 2013. Em 2015, em comemoração aos 10 anos do grupo, As Olívias estreiam seu segundo espetáculo teatral, Riso Nervoso, com texto e direção de Michelle Ferreira. Para 2023, repetindo a parceria, elas preparam a estreia de seu novo projeto no teatro, o espetáculo “Mulher, imagina você”.

Público: Mulheres (cisgêneras e transgêneras) e pessoas não-binárias a partir de 18 anos, atrizes ou não.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 30 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 09 de janeiro de 2023 a 15 de janeiro de 2023
Aprovados: 18 de janeiro de 2023
Matrícula online: 19 de janeiro de 2023

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 21 e 28 de janeiro de 2023
Sábados, das 14h às 19h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Formado nos corredores da Escola de Arte Dramática (EAD / USP) pelas atrizes Marianna Armellini, Renata Augusto, Sheila Friedhofer e pelo ator e diretor Victor Bittow – As Olívias são um grupo de comédia que resolveu transformar em humor seu jeito inusitado de ver o mundo. A estreia aconteceu em 2005, com o espetáculo As Olívias Palitam, que fez milhares de espectadores por todo o país ao longo de nove anos em cartaz. O humor do grupo também ganhou espaço na internet e, em 2011, As Olívias estrearam na televisão com um programa semanal no canal Multishow – Olívias na TV – com 4 temporadas exibidas até 2013. Em 2015, em comemoração aos 10 anos do grupo, As Olívias estreiam seu segundo espetáculo teatral, Riso Nervoso, com texto e direção de Michelle Ferreira. Para 2023, repetindo a parceria, elas preparam a estreia de seu novo projeto no teatro, o espetáculo “Mulher, imagina você”.

Público: Mulheres (cisgêneras e transgêneras) e pessoas não-binárias a partir de 18 anos, atrizes ou não.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 30 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 09 de janeiro de 2022 a 15 de janeiro de 2023
Aprovados: 18 de janeiro de 2023
Matrícula online: 19 de janeiro de 2023

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Desdobramentos do fazer teatral

Partindo da vontade de compartilhar experiências e dividir o conhecimento adquirido na prática do ofício teatral, 4 integrantes da ficha técnica do espetáculo Cecília vão abordar as questões que permeiam o trabalho de composição de trilha sonora, produção e cenografia, ampliando o repertório teórico dos alunos, mas também trazendo para a prática diária e conversando com os trabalhos que os participantes estiverem realizando naquele momento.

Quando: 15 de março até 26 de maio de 2023
Quartas e sextas – 19h30 as 22h30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Com o objetivo de discutir e colocar em prática ações teatrais para além da atuação, o curso é dividido em 03 módulos: no primeiro com o ator, músico e compositor Cristiano Meirelles, os participantes farão um laboratório de criação de trilha sonora; em seguida, os produtores Katia Manfredi e Thiago Moreira trarão conversas sobre produção teatral contra-hegemônica e analisarão projetos dos participantes. No terceiro módulo, o cenógrafo Rafael Bicudo pesquisa ´´Cenografia e as Infiltrações no Corpo-cidade“

Orientadores: Cristiano Meirelles, Katia Manfredi, Thiago Moreira e Rafael Bicudo

Cristiano Meirelles é ator, músico, dançarino e educador. Em 2021 lança a Auspiciosa Arte e Educação, plataforma de encontro, criação artística e transmissão de saberes. Atualmente apresenta, dirige e roteiriza o programa O Fantástico Armário da Vovó- produzido e sediado no canal do Youtube de Eduardo Moreira com co-produção de Juliana Baroni. Trabalhou como ator em diversas montagens, entre elas Escondida e A Princesa Errante e o Príncipe Errado, Buda (2017) montagem da Banda Mirim; A lenda do vale da lua (2015) musical infantil de João das Neves com músicas de Chico César; Macbeth(2016), direção de Greg Hicks; Amado (2012) produção Instituto Brincante; Orfeu mestiço uma hip-hópera brasileira(2011), montagem Núcleo Bartolomeu de Depoimentos; Caleidoscópio (2009) direção de Márcio Ballas. Foi diretor de Criação da performance V.E.N.D.A.V.A.L junto da bailarina Marina Abib (2021). Sua formação multi-artística deu-se principalmente nos cursos de Licenciatura em Música/Faculdade Cantareira (2019); Acordeon Popular – ULM/atual EMESP (2010); Formação em Danças Brasileiras – Instituto Brincante (2006) e Artes Cênicas – Centro de Formação Artística do Palácio das Artes (2004). Com seus espetáculos e formações atuou em diversas cidades no Brasil e em países como Alemanha, Colômbia, Espanha, Estados Unidos e Portugal.

Katia Manfredi é atriz e produtora, participou de dezenas de montagens teatrais atuando ou produzindo. Em 2015 abre a Tomada Cultural Produções, que assessora e produz projetos e artistas nas linguagens de teatro, música, audiovisual, artes visuais, dança, performance, fotografia e literatura, além de desenvolver e realizar projetos próprios como feiras, festivais, exposições e outras iniciativas culturais. Foi produtora executiva de mais de uma dezena de projetos realizados através de leis de incentivo. É produtora do Festival Delas – Mulheres na Arte, que reúne apresentações em diversas linguagens todas protagonizadas por mulheres. Produz o espetáculo “Capô”, atualmente em cartaz.

Thiago Moreira é produtor cultural, graduado em comunicação social pela FACCAMP e pós-graduado em Gestão de Projetos Culturais e Organização de Eventos pelo CELACC/ECA/USP. É um dos integrantes fundadores do Coletivo e ponto de cultura Coisarada. Atua desde 2016 como produtor executivo, artístico e na escrita de projetos. Como trabalhador da cultura, se especializou na área da cultura em instituições como Observatório Itaú Cultural e CPF SESC, e ocupou a cadeira de Cultura popular e Cultura LGBT do Conselho de Políticas Culturais do Município de Jundiaí e, audiovisual do Conselho de Cultura de Várzea Paulista.

Rafael Bicudo é diretor de cena, cenógrafo, figurinista, curador, professor e pesquisador. Mestre em artes pela ECA/USP, investiga direção de cena em teatro – profissão que desempenhou em produções nacionais e internacionais com encenação de André Guerreiro Lopes (Estúdio Lusco-Fusco), Antônio Araújo (Teatro da Vertigem), José Celso Martinez Corrêa (Teatro Oficina), Robert Wilson e Steve Wasson (Theatre de l’Ange Fou). É um dos idealizadores e integrante dos projetos “Diretores de Cena Brasil”, “Papo da Coxia” e “teiabr”. Diretor artístico do projeto “Marcas da Infância” (Menção Honrosa no Prêmio Betinho de Democracia e Cidadania em 2018 e 2020); educador de cenografia e de figurino no projeto Fábricas de Cultura (2014-19); artista-orientador na SP Escola de Teatro (2015-18); tem experiências como palestrante, oficineiro, professor convidado (cursos livres e de ensino superior), curador e membro de comissões (exposições, editais, concursos e festivais de teatro). Responsável pela visualidade cênica de inúmeros espetáculos teatrais (incluindo trabalhos com Cia. São Jorge de Variedades, Cia. dxs Terroristas, Cia. Variante, A Motosserra Perfumada), colaborou com a equipe curatorial brasileira da Quadrienal de Praga em 2011 e 2015, e integra o corpo curatorial brasileiro de 2023.

Público: Interessados no fazer teatral em geral, com foco para estudantes de atuação, musical, produção e cenografia.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 10 de fevereiro de 2023 a 09 de março de 2023
Aprovados: 13 de março de 2023
Matrícula online: 13 e 14 de março de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 15 de março até 26 de maio de 2023
Quartas e sextas – 19h30 as 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Cristiano Meirelles é ator, músico, dançarino e educador. Em 2021 lança a Auspiciosa Arte e Educação, plataforma de encontro, criação artística e transmissão de saberes. Atualmente apresenta, dirige e roteiriza o programa O Fantástico Armário da Vovó- produzido e sediado no canal do Youtube de Eduardo Moreira com co-produção de Juliana Baroni. Trabalhou como ator em diversas montagens, entre elas Escondida e A Princesa Errante e o Príncipe Errado, Buda (2017) montagem da Banda Mirim; A lenda do vale da lua (2015) musical infantil de João das Neves com músicas de Chico César; Macbeth(2016), direção de Greg Hicks; Amado (2012) produção Instituto Brincante; Orfeu mestiço uma hip-hópera brasileira(2011), montagem Núcleo Bartolomeu de Depoimentos; Caleidoscópio (2009) direção de Márcio Ballas. Foi diretor de Criação da performance V.E.N.D.A.V.A.L junto da bailarina Marina Abib (2021). Sua formação multi-artística deu-se principalmente nos cursos de Licenciatura em Música/Faculdade Cantareira (2019); Acordeon Popular – ULM/atual EMESP (2010); Formação em Danças Brasileiras – Instituto Brincante (2006) e Artes Cênicas – Centro de Formação Artística do Palácio das Artes (2004). Com seus espetáculos e formações atuou em diversas cidades no Brasil e em países como Alemanha, Colômbia, Espanha, Estados Unidos e Portugal.

Katia Manfredi é atriz e produtora, participou de dezenas de montagens teatrais atuando ou produzindo. Em 2015 abre a Tomada Cultural Produções, que assessora e produz projetos e artistas nas linguagens de teatro, música, audiovisual, artes visuais, dança, performance, fotografia e literatura, além de desenvolver e realizar projetos próprios como feiras, festivais, exposições e outras iniciativas culturais. Foi produtora executiva de mais de uma dezena de projetos realizados através de leis de incentivo. É produtora do Festival Delas – Mulheres na Arte, que reúne apresentações em diversas linguagens todas protagonizadas por mulheres. Produz o espetáculo “Capô”, atualmente em cartaz.

Thiago Moreira é produtor cultural, graduado em comunicação social pela FACCAMP e pós-graduado em Gestão de Projetos Culturais e Organização de Eventos pelo CELACC/ECA/USP. É um dos integrantes fundadores do Coletivo e ponto de cultura Coisarada. Atua desde 2016 como produtor executivo, artístico e na escrita de projetos. Como trabalhador da cultura, se especializou na área da cultura em instituições como Observatório Itaú Cultural e CPF SESC, e ocupou a cadeira de Cultura popular e Cultura LGBT do Conselho de Políticas Culturais do Município de Jundiaí e, audiovisual do Conselho de Cultura de Várzea Paulista.

Rafael Bicudo é diretor de cena, cenógrafo, figurinista, curador, professor e pesquisador. Mestre em artes pela ECA/USP, investiga direção de cena em teatro – profissão que desempenhou em produções nacionais e internacionais com encenação de André Guerreiro Lopes (Estúdio Lusco-Fusco), Antônio Araújo (Teatro da Vertigem), José Celso Martinez Corrêa (Teatro Oficina), Robert Wilson e Steve Wasson (Theatre de l’Ange Fou). É um dos idealizadores e integrante dos projetos “Diretores de Cena Brasil”, “Papo da Coxia” e “teiabr”. Diretor artístico do projeto “Marcas da Infância” (Menção Honrosa no Prêmio Betinho de Democracia e Cidadania em 2018 e 2020); educador de cenografia e de figurino no projeto Fábricas de Cultura (2014-19); artista-orientador na SP Escola de Teatro (2015-18); tem experiências como palestrante, oficineiro, professor convidado (cursos livres e de ensino superior), curador e membro de comissões (exposições, editais, concursos e festivais de teatro). Responsável pela visualidade cênica de inúmeros espetáculos teatrais (incluindo trabalhos com Cia. São Jorge de Variedades, Cia. dxs Terroristas, Cia. Variante, A Motosserra Perfumada), colaborou com a equipe curatorial brasileira da Quadrienal de Praga em 2011 e 2015, e integra o corpo curatorial brasileiro de 2023.

Público: Interessados no fazer teatral em geral, com foco para estudantes de atuação, musical, produção e cenografia.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 10 de fevereiro de 2023 a 09 de março de 2023
Aprovados: 13 de março de 2023
Matrícula online: 13 e 14 de março de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Práticas para atuação

Partindo da vontade de compartilhar experiências e dividir o conhecimento adquirido na prática do ofício do ator, cada um dos 4 docentes vai a fundo em suas linhas de pesquisa e repertório profissional para trazer às atrizes e atores, mas especialmente aos estudantes de teatro, experiências múltiplas e diversas na prática diária do ofício. O curso irá mergulhar em trabalhos práticos, mas traz também teoria e debates em sala de aula.

Quando: 07 de março até 04 de maio de 2023
Terças e quintas – 19h30 as 22h30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: O curso tem como objetivo exercitar o olhar e o corpo para diferentes práticas de atuação, para atores e estudantes. É dividido em 04 módulos: o primeiro com a atriz e performer Luaa Gabanini pesquisa o “Corpo poético”; depois a atriz Luciana Froes trabalha “Composições cênicas”; no terceiro módulo a atriz Sarah Lessa busca “Aqui, Agora” na cena; e por fim o ator João Vancini conversa sobre “O ator dentro da cena”

Orientadores: Luaa Gabanini, Luciana Froes, Sarah Lessa e João Vancini

Luaa Gabanini é atriz-Performer. Doutoranda na ECA–USP em 2020, Mestra em Artes Cênicas pela ECA-USP, formou-se em Artes Plásticas na Faculdade Belas Artes, fez especialização em Direção Teatral na Escola Superior de Artes Célia Helena. Membro fundadora do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos onde pesquisa a performatividade, a dança, e o corpo cênico. É professora de expressão corporal na Escola Superior de Artes Célia Helena. Como atriz no teatro alguns de seus trabalhos são: “Terror e Miséria no Terceiro Milênio – Improvisando Utopias”, “Efeito Cassandra – Na calada da voz”, “Memórias Impressas”, “BadeRna”, “Antígona Recortada”, “Orfeu Mestiço – Uma Hip-Hópera Brasileira”, “Banda Hamlet”, “Manifesto de Passagem”, “Frátria Amada Brasil”, “Acordei que Sonhava”, “Bartolomeu – Que Será Que Nele Deu?”. No cinema alguns de seus principais trabalhos são: “A Vida Começa…”, “Crónicas Não Ditas”, “Linha Burra”, “Impressões para Clara”, “Cinderela”, “Sabão de Côco”, “A Mãe de Pedra”, “A Mulher Morta”. Como diretora seus últimos trabalhos foram: “Alteridade”, “Anoises”, “Encontros Notáveis”, “3×3 – 3 Dj em busca do vinil perdido”.

 

Luciana Froes é formada no RJ pela Escola de Dança Angel Vianna e em Teatro em SP pela Faculdade Célia Helena. Dirigida por Georgette Fadel atuou na peça e filme “Capô” e em “Guerrilheiras, Para a Terra Não Há Desaparecidos”. Atuou em “Na República da Felicidade” e “Tentativas Contra a Vida Dela”, textos de Martin Crimp dirigidos por Felipe Vidal. Fez assistência de direção de Gerald Thomas na peça “Bate Man” e atuou em “Rainha Mentira” e “Tristão e Isolda”, dirigidas pelo mesmo. Atuou em “A Mulher que Matou os Peixes” e “To Beauty or not To Beauty” dirigidas por Cristina Moura. Integrou o Coletivo Improviso, grupo dirigido por Enrique Diaz e Mariana Lima, montando “Não Olhe Agora”, espetáculo apresentado em festivais brasileiros e europeus. No cinema atuou em “Feio Eu?” De Helena Inês; “Gozo Gozar”, curta de Luis Rozemberg Filho. Trabalhou como assistente de Edição no documentário “Futebol” de João Moreira Salles, no documentário “Tempo Rei” de Andrucha Waddington e assistente de Fotografia de Julia Zakia em “AMA” de Marion Hesser, Barbara Malavoglia e Andreia Yonashiro. Está em processo de montagem da peça “Vontade de uma Coisa com Você”, dando continuidade ao projeto de curta metragem contemplado pelo PROAC 2022.

Sarah Lessa é bacharel em comunicação das artes do corpo pela PUC-SP. Na cidade do Rio de Janeiro foi uma das atrizes integrantes do BrechaLab estudo sobre viewpoints e participou da OCUPAÇÃO VEM movimento pela revitalização do teatro Gonzaguinha. Foi integrante da BÉLICA CIA dirigida por César Augusto, com a cia esteve em cartaz com as “A VIDA DE DR. ANTÔNIO CONTADA POR ELLE MESMO”, “Próxima Parada” e “Inventário ou a Desordem do Dia”. Ainda na cidade fez parte do elenco de “Couve Flor” dirigida por Caio Riscado. Trabalhou com a Companhia “Os Inclusos e os Sisos”. Com o grupo atuou na peça “Ninguém Mais Vai Ser Bonzinho” e faz parte da equipe de direção do espetáculo “Um amigo diferente”. Em São Paulo faz parte do elenco de “Capô” e “A quarta Zaragata Porvindoura” ambas obras teatrais online desenvolvidas na pandemia dirigidas por Georgette Fadel. Fez parte da equipe de direção de “Ensaio para uma voz Humana”, “A árvore encantada da Jurema e a revolta dos Bárbaros” e dos projetos “Grande Cortejo da Memória Paulistana” e do “Café com Histórias” ambos realizados pela secretaria municipal de cultura da cidade de São Paulo. No cinema atou no filme “Partida” de Caco Ciocler.

JOÃO VANCINI começou sua carreira em Jaboticabal no ano de 1998. Formou-se em Cênicas e também em Publicidade e Propaganda. Estudou 3 anos com o preparador de elenco Marcio Mehiel iniciando, assim, sua carreira no cinema. Atuou nos longa-metragens “Quer Saber?”, “Rede de Trocas”, “Que Amor é Esse”, “Nomes Próprios” até se mudar para a cidade do Rio de Janeiro. Em 2009 continuou sua pesquisa com cursos como: Ana Kifuri, Antônio Amâncio, Camila Amado Daniel Herz , Eduardo Milewics, Kathy Hendricksonv , José Belmonte, Sergio Penna entre outros. Fez uma pesquisa de teatro físico em Londres (RADA) e com grupo LUME de Campinas. Em 2012 trabalhou como assistente geral de Joao Falcão durante quase 2 anos destacando, “Bibi Ferreira, historias e Canções”, “Uma noite na Lua” e “Gonzagão, A Lenda”. Participou do longa “Canastra suja” , dirigido por Caio Soh. 2019 participou do seu segunda longa “Hashtag” com direção de Caio Soh com data prevista de estreia junho de 2022. E 2020 participou de uma webserie dirigida por Georgette Fadel que esta disponível no YouTube chamada “ Zaragata” .

Público: Estudantes de artes cênicas, público em geral.  A partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 10 de fevereiro de 2023 a 27 de fevereiro de 2023
Aprovados: 02 de março de 2023
Matrícula online: 03 de março de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 07 de março até 04 de maio de 2023
Terças e quintas – 19h30 as 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Luaa Gabanini é atriz-Performer. Doutoranda na ECA–USP em 2020, Mestra em Artes Cênicas pela ECA-USP, formou-se em Artes Plásticas na Faculdade Belas Artes, fez especialização em Direção Teatral na Escola Superior de Artes Célia Helena. Membro fundadora do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos onde pesquisa a performatividade, a dança, e o corpo cênico. É professora de expressão corporal na Escola Superior de Artes Célia Helena. Como atriz no teatro alguns de seus trabalhos são: “Terror e Miséria no Terceiro Milênio – Improvisando Utopias”, “Efeito Cassandra – Na calada da voz”, “Memórias Impressas”, “BadeRna”, “Antígona Recortada”, “Orfeu Mestiço – Uma Hip-Hópera Brasileira”, “Banda Hamlet”, “Manifesto de Passagem”, “Frátria Amada Brasil”, “Acordei que Sonhava”, “Bartolomeu – Que Será Que Nele Deu?”. No cinema alguns de seus principais trabalhos são: “A Vida Começa…”, “Crónicas Não Ditas”, “Linha Burra”, “Impressões para Clara”, “Cinderela”, “Sabão de Côco”, “A Mãe de Pedra”, “A Mulher Morta”. Como diretora seus últimos trabalhos foram: “Alteridade”, “Anoises”, “Encontros Notáveis”, “3×3 – 3 Dj em busca do vinil perdido”.

Luciana Froes é formada no RJ pela Escola de Dança Angel Vianna e em Teatro em SP pela Faculdade Célia Helena. Dirigida por Georgette Fadel atuou na peça e filme “Capô” e em “Guerrilheiras, Para a Terra Não Há Desaparecidos”. Atuou em “Na República da Felicidade” e “Tentativas Contra a Vida Dela”, textos de Martin Crimp dirigidos por Felipe Vidal. Fez assistência de direção de Gerald Thomas na peça “Bate Man” e atuou em “Rainha Mentira” e “Tristão e Isolda”, dirigidas pelo mesmo. Atuou em “A Mulher que Matou os Peixes” e “To Beauty or not To Beauty” dirigidas por Cristina Moura. Integrou o Coletivo Improviso, grupo dirigido por Enrique Diaz e Mariana Lima, montando “Não Olhe Agora”, espetáculo apresentado em festivais brasileiros e europeus. No cinema atuou em “Feio Eu?” De Helena Inês; “Gozo Gozar”, curta de Luis Rozemberg Filho. Trabalhou como assistente de Edição no documentário “Futebol” de João Moreira Salles, no documentário “Tempo Rei” de Andrucha Waddington e assistente de Fotografia de Julia Zakia em “AMA” de Marion Hesser, Barbara Malavoglia e Andreia Yonashiro. Está em processo de montagem da peça “Vontade de uma Coisa com Você”, dando continuidade ao projeto de curta metragem contemplado pelo PROAC 2022.

Sarah Lessa é bacharel em comunicação das artes do corpo pela PUC-SP. Na cidade do Rio de Janeiro foi uma das atrizes integrantes do BrechaLab estudo sobre viewpoints e participou da OCUPAÇÃO VEM movimento pela revitalização do teatro Gonzaguinha. Foi integrante da BÉLICA CIA dirigida por César Augusto, com a cia esteve em cartaz com as “A VIDA DE DR. ANTÔNIO CONTADA POR ELLE MESMO”, “Próxima Parada” e “Inventário ou a Desordem do Dia”. Ainda na cidade fez parte do elenco de “Couve Flor” dirigida por Caio Riscado. Trabalhou com a Companhia “Os Inclusos e os Sisos”. Com o grupo atuou na peça “Ninguém Mais Vai Ser Bonzinho” e faz parte da equipe de direção do espetáculo “Um amigo diferente”. Em São Paulo faz parte do elenco de “Capô” e “A quarta Zaragata Porvindoura” ambas obras teatrais online desenvolvidas na pandemia dirigidas por Georgette Fadel. Fez parte da equipe de direção de “Ensaio para uma voz Humana”, “A árvore encantada da Jurema e a revolta dos Bárbaros” e dos projetos “Grande Cortejo da Memória Paulistana” e do “Café com Histórias” ambos realizados pela secretaria municipal de cultura da cidade de São Paulo. No cinema atou no filme “Partida” de Caco Ciocler.

JOÃO VANCINI começou sua carreira em Jaboticabal no ano de 1998. Formou-se em Cênicas e também em Publicidade e Propaganda. Estudou 3 anos com o preparador de elenco Marcio Mehiel iniciando, assim, sua carreira no cinema. Atuou nos longa-metragens “Quer Saber?”, “Rede de Trocas”, “Que Amor é Esse”, “Nomes Próprios” até se mudar para a cidade do Rio de Janeiro. Em 2009 continuou sua pesquisa com cursos como: Ana Kifuri, Antônio Amâncio, Camila Amado Daniel Herz , Eduardo Milewics, Kathy Hendricksonv , José Belmonte, Sergio Penna entre outros. Fez uma pesquisa de teatro físico em Londres (RADA) e com grupo LUME de Campinas. Em 2012 trabalhou como assistente geral de Joao Falcão durante quase 2 anos destacando, “Bibi Ferreira, historias e Canções”, “Uma noite na Lua” e “Gonzagão, A Lenda”. Participou do longa “Canastra suja” , dirigido por Caio Soh. 2019 participou do seu segunda longa “Hashtag” com direção de Caio Soh com data prevista de estreia junho de 2022. E 2020 participou de uma webserie dirigida por Georgette Fadel que esta disponível no YouTube chamada “ Zaragata” .

Público: Estudantes de artes cênicas, público em geral.  A partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 10 de fevereiro de 2023 a 27 de fevereiro de 2023
Aprovados: 02 de março de 2023
Matrícula online: 03 de março de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Introdução ao teatro de máscaras

A utilização da máscara teatral requer uma série de códigos que devem estar presentes no jogo do intérprete. Como objeto inanimado que é (em estado de repouso e imobilidade), a máscara precisa de corpo e energia para “existir” no espaço, além de princípios que estabeleçam uma relação de comunicação direta com o espectador. Esta oficina tem como objetivo apresentar esses princípios com a utilização da máscara neutra, das máscaras básicas e das máscaras expressivas inteiras
Por meio de exercícios técnicos, conteúdo expositivo, debates e demonstrações com alguns tipos de máscara (neutras, básicas e expressivas), apresenta os principais códigos da linguagem, compartilha procedimentos e experiências de criação. Na primeira parte será abordado o trabalho com a máscara neutra, Aqui a/o intérprete entra em contato com o corpo em estado de repouso, desenvolvendo a escuta e a prontidão. A segunda parte será dedicada às máscaras básicas e expressivas inteiras, que em seus traços carregam expressões que definem as grandes linhas de um personagem. Em um terceiro momento será proposta a vivência de um pequeno processo criativo: criação de roteiro, ensaio e apresentação de cenas curtas.

Quando: 07 de março de 2023 até 18 de abril de 2023
Terças e Quintas, das 14h30 às 18h30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: Esta oficina aborda a máscara teatral e sua potencialidade como instrumento para a criação cênica. Tem como objetivo despertar o interesse para o uso da máscara como objeto estético, ampliar a percepção para as possibilidades expressivas do corpo e introduzir a uma noção de treinamento para intérpretes a partir da manipulação deste elemento na cena.

Orientador: Gabriel Bodstein

Gabriel Bodstein é ator, diretor, professor e pesquisador. Mestrando em Artes da Cena pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), é formado como ator pela Escola de Arte Dramática (EAD/ECA/USP) e como jornalista pela PUC-Campinas. Dedica-se à pesquisa da máscara teatral por meio do estudo de sua confecção e utilização, da criação e atuação em espetáculos. Mantém, desde 2005, parceria de criação com o Barracão Teatro – referência brasileira na pesquisa com a máscara teatral – onde atuou em montagens como Diário Baldio e Freguesia da Fênix, com direção de Tiche Vianna. Em 2015 estreou seu primeiro trabalho autoral, o solo A Vedete, em que atua e dirige. Sua formação na linguagem da máscara passa ainda por experiências com artistas como Enrico Bonavera, Venício Fonseca, Erika Rettl, Esio Magalhães, Fernando Linares, Fernando Martins, Daniela Carmona, Luís Louis, Cristiane Paoli Quito, Liane Venturelli e Fábio Cuelli. É fundador e integrante do Grupo 59 de Teatro.

Público: Estudantes de artes cênicas, público em geral. Não é necessária experiência prévia. A partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 09 de fevereiro de 2023 a 27 de fevereiro de 2023
Aprovados: 02 de março de 2023
Matrícula online: 03 de março de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 07 de março de 2023 até 18 de abril de 2023
Terças e Quintas, das 14h30 às 18h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Gabriel Bodstein é ator, diretor, professor e pesquisador. Mestrando em Artes da Cena pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), é formado como ator pela Escola de Arte Dramática (EAD/ECA/USP) e como jornalista pela PUC-Campinas. Dedica-se à pesquisa da máscara teatral por meio do estudo de sua confecção e utilização, da criação e atuação em espetáculos. Mantém, desde 2005, parceria de criação com o Barracão Teatro – referência brasileira na pesquisa com a máscara teatral – onde atuou em montagens como Diário Baldio e Freguesia da Fênix, com direção de Tiche Vianna. Em 2015 estreou seu primeiro trabalho autoral, o solo A Vedete, em que atua e dirige. Sua formação na linguagem da máscara passa ainda por experiências com artistas como Enrico Bonavera, Venício Fonseca, Erika Rettl, Esio Magalhães, Fernando Linares, Fernando Martins, Daniela Carmona, Luís Louis, Cristiane Paoli Quito, Liane Venturelli e Fábio Cuelli. É fundador e integrante do Grupo 59 de Teatro.

Público: Estudantes de artes cênicas, público em geral. Não é necessária experiência prévia. A partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 09 de fevereiro de 2023 a 27 de fevereiro de 2023
Aprovados: 02 de março de 2023
Matrícula online: 03 de março de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Teatro Musical: Estudo e Montagem De Um Espetáculo Original

Em 2020 surgiu o coletivo de artistas NOSSO PROJETO, encabeçado por Bruno Narchi, Thiago Machado e Zuba Janaina. Além do desenvolvimento de produções originais, o trio acreditava na ideia de um curso teatral que pudesse estimular, não só́ o lado artístico dos alunos, mas também criativo, empreendedor e administrativo. Um curso que pudesse guiar os alunos através da criação de um projeto teatral original, estimulando a busca por diferentes caminhos dentro do mercado artístico, hoje tão atrelado as audições de grandes produções. Uma chance de tatear uma produção independente, a formação de um grupo de artistas e a escrita autoral brasileira.

Quando: 04 de março a 29 de abril de 2023
Sábados, das 10h00 às 16h00
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: O curso tem por objetivo guiar os alunos inscritos por cada passo de uma montagem teatral: exercícios cênicos, trabalhos de mesa e leituras, trabalho de direção com os atores, direção de movimentos, direção musical, a montagem de cenas, eventuais coreografias e músicas, ensaios gerais e, por fim, apresentações ao vivo do resultado final desse processo.

Orientadores: Bruno Narchi, Gui Leal e Zuba Janaína.

Bruno Narchi é ator, cantor, produtor e escritor, é formado pelo Célia Helena e graduado em Comunicação Social, com Habilitação em Propaganda e Marketing, pela ESPM. Trabalhou por 3 anos com a Walt Disney Company no Brasil. Integrou o elenco dos musicais Mamma Mia!, Fame, Rock In Rio – O Musical, Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, Cinderella de R&H, Rent, Romeu & Julieta, Ao Som De Marisa Monte, tick,tick…BOOM!, e das peças Vanya & Sonia & Masha & Spike e Os Estranhos Que Nos Habitam. Idealizador e um dos produtores por trás do projeto Rent no Brasil, é também um dos fundadores da Companhia Paralela, ao lado de Bel Gomes, Leopoldo Pacheco e Thiago Machado. E do coletivo de artistas NOSSO PROJETO, projeto criado ao lado de Zuba Janaina e Thiago Machado.
Autor e diretor das peças/musicais DIÁLOGOS e AZÁFAMA; substantivo feminino, ambas selecionadas pelo Festival Paulista de Teatro Musical (2021), e ALi iLÁ, LABIRINTO: O CASO MINOTAURO, AQUiiACOLÁ, SORRIA, ESSA PEÇA É UMA COMÉDIA e A MATRIARCA.

Gui Leal  é ator, músico multi-instrumentista e produtor musical, Gui Leal é bacharel em música com habilitação em voz cantada pela Universidade Cruzeiro do Sul, formado em regência coral pela Escola técnica estadual de artes, com especialização em produção musical pela Berklee College of music.
Estudou teatro musical na Casa de artes operÁria, 4ACT Performing Arts e no Pearl Studios em Nova Iorque.
Como ator esteve nos espetáculos O Rei leão da Disney; RENT; Castelo Ra-Tim-Bum o musical; Musical popular brasileiro; Natasha, Pierre e o grande cometa de 1812; Diálogos; Bento Batuca; Escola do Rock; Charlie e a fantástica fábrica de chocolate; Sorria; Sweeney Todd e Evita Open Air. Como arte-educador desenvolveu pesquisa nos campos de voz, coro, música e movimento por doze anos em diversas instituições de ensino destacando as escolas e centros de pesquisa como 4ACT performing arts, Conservatório Souza Lima & Berklee, Casa de artes OperÁria, Thymeli, UNICAMP e atualmente na SP escola de teatro.

Zuba Janaína é atriz e bailarina, formada em ballet clássico e metodologia cubana. Dentre seus trabalhos destacam-se os musicais Rent, Hair, Emoções Baratas, New York New York, Oh! Calcutta!, Tarzan da Disney, Noturno, de Oswaldo Montenegro, as óperas Tannhauser e Turandot, realizadas no Teatro Municipal de São Paulo. Foi convidada por Mauro e Mauricio de Sousa para atuar e contracenar com a Turma da Mônica nos musicais infantis “Era Uma Vez uma História de Príncipes e Princesas” (como Bruxa Má) e “A Árvore de Natal”;
Bailarina do Miss Universo 2011, transmitido ao vivo para 210 países, realizou turnês pelo Japão, Espanha, França, Itália, Argentina e Hungria, é produtora do canal/perfil “Casal na Busca”, foi Coreógrafa residente no Musical Donna Summer, e também é uma das idealizadoras e diretora de movimento/coreógrafa do NOSSO PROJETO, projeto criado ao lado de Bruno Narchi e Thiago Machado.

Público: Amantes das artes, artistas em formação ou profissionais interessados em vivenciar a montagem de um espetáculo musical original brasileiro. Experiência com canto e dança será muito bem-vinda, mas não será obrigatória. Faixa etária: a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.
Opcional: você pode anexar um link relacionado a alguma experiência que você teve na área do teatro musical (cantando, atuando ou dançando).

Cronograma das inscrições
Inscrições:
09  de fevereiro a 26 de fevereiro de 2023
Aprovados:
01 de março de 2023
Matrícula online:
02 e 03 de março de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 04 de março a 29 de abril de 2023
Sábados, das 10h00 às 16h00
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Praça Franklin Roosevelt, 210 - Centro, São Paulo - SP


Bruno Narchi é ator, cantor, produtor e escritor, é formado pelo Célia Helena e graduado em Comunicação Social, com Habilitação em Propaganda e Marketing, pela ESPM. Trabalhou por 3 anos com a Walt Disney Company no Brasil. Integrou o elenco dos musicais Mamma Mia!, Fame, Rock In Rio – O Musical, Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, Cinderella de R&H, Rent, Romeu & Julieta, Ao Som De Marisa Monte, tick,tick…BOOM!, e das peças Vanya & Sonia & Masha & Spike e Os Estranhos Que Nos Habitam. Idealizador e um dos produtores por trás do projeto Rent no Brasil, é também um dos fundadores da Companhia Paralela, ao lado de Bel Gomes, Leopoldo Pacheco e Thiago Machado. E do coletivo de artistas NOSSO PROJETO, projeto criado ao lado de Zuba Janaina e Thiago Machado.
Autor e diretor das peças/musicais DIÁLOGOS e AZÁFAMA; substantivo feminino, ambas selecionadas pelo Festival Paulista de Teatro Musical (2021), e ALi iLÁ, LABIRINTO: O CASO MINOTAURO, AQUiiACOLÁ, SORRIA, ESSA PEÇA É UMA COMÉDIA e A MATRIARCA.

Gui Leal  é ator, músico multi-instrumentista e produtor musical, Gui Leal é bacharel em música com habilitação em voz cantada pela Universidade Cruzeiro do Sul, formado em regência coral pela Escola técnica estadual de artes, com especialização em produção musical pela Berklee College of music.
Estudou teatro musical na Casa de artes operÁria, 4ACT Performing Arts e no Pearl Studios em Nova Iorque.
Como ator esteve nos espetáculos O Rei leão da Disney; RENT; Castelo Ra-Tim-Bum o musical; Musical popular brasileiro; Natasha, Pierre e o grande cometa de 1812; Diálogos; Bento Batuca; Escola do Rock; Charlie e a fantástica fábrica de chocolate; Sorria; Sweeney Todd e Evita Open Air. Como arte-educador desenvolveu pesquisa nos campos de voz, coro, música e movimento por doze anos em diversas instituições de ensino destacando as escolas e centros de pesquisa como 4ACT performing arts, Conservatório Souza Lima & Berklee, Casa de artes OperÁria, Thymeli, UNICAMP e atualmente na SP escola de teatro.

Zuba Janaína é atriz e bailarina, formada em ballet clássico e metodologia cubana. Dentre seus trabalhos destacam-se os musicais Rent, Hair, Emoções Baratas, New York New York, Oh! Calcutta!, Tarzan da Disney, Noturno, de Oswaldo Montenegro, as óperas Tannhauser e Turandot, realizadas no Teatro Municipal de São Paulo. Foi convidada por Mauro e Mauricio de Sousa para atuar e contracenar com a Turma da Mônica nos musicais infantis “Era Uma Vez uma História de Príncipes e Princesas” (como Bruxa Má) e “A Árvore de Natal”;
Bailarina do Miss Universo 2011, transmitido ao vivo para 210 países, realizou turnês pelo Japão, Espanha, França, Itália, Argentina e Hungria, é produtora do canal/perfil “Casal na Busca”, foi Coreógrafa residente no Musical Donna Summer, e também é uma das idealizadoras e diretora de movimento/coreógrafa do NOSSO PROJETO, projeto criado ao lado de Bruno Narchi e Thiago Machado.

Público: Amantes das artes, artistas em formação ou profissionais interessados em vivenciar a montagem de um espetáculo musical original brasileiro. Experiência com canto e dança será muito bem-vinda, mas não será obrigatória. Faixa etária: a partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:
09  de fevereiro a 26 de fevereiro de 2023
Aprovados:
01 de março de 2023
Matrícula online:
02 e 03 de março de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

 


Curso gratuito e presencial | Produção Cultural Contemporânea, Programação e Curadoria

 

O curso objetiva a formação de redes e a mobilização de recursos criativos. Também apresenta módulos sobre as linguagens artísticas específicas. Nessa versão o curso vai debater e abordar o audiovisual em diferentes perspectivas e diante das vertiginosas alterações no setor. Que tem suas aulas no Cine Bijou.

Quando: 27 de fevereiro a 09 de março de 2023
De Segunda à Sexta das 08h às 14h
Local: Cine Bijou – Praça Franklin Roosevelt, 172 – Centro, São Paulo – SP.

Objetivo: Constitui em um programa de formação, cujo papel principal é de atualizar e produzir conhecimentos na área da gestão cultural. É organizado em módulos autônomos acerca do audiovisual.

Orientador: Fabio Maleronka Ferron

Fabio Maleronka Ferron Mestre em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo (2017). Foi Diretor Geral de Programação e Eventos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (2013-2016), com destaque para a implantação do Circuito Municipal de Cultura . Foi curador da Virada Cultural em 2014 e 2015. Integrou do Conselho Gestor do Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (2013 2016) e membro do Conselho de Administração da Spcine- Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo (2015-2017)) Em 2010 coordenou série Produção Cultural no Brasil. Foi Consultor do Ministério da Cultura pelo Centro de Gestão e Assuntos Estratégicos em Brasília durante a gestão Gilberto Gil. Fabio Maleronka é um dos organizadores do livro “Depois da Última Sessão de Cinema — Spcine, Audiovisual e Democracia”(2021) A publicação reúne 40 entrevistas inéditas, que roteirizam um panorama do setor com conversas e histórias de produtores, cineastas, empresários, associações e gestores. Seus depoimentos ajudam a explicar como paixão, criatividade e resistência política se unem na atividade audiovisual realizada na cidade de São Paulo.

Público: Estudantes, gestores culturais, pesquisadores, artistas e profissionais das artes, programadores culturais, curadores e demais interessados. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  09 de fevereiro a 22 de fevereiro de 2023
Aprovados: 23 de fevereiro de 2023
Matrícula online:  24 de fevereiro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 27 de fevereiro a 09 de março de 2023
De Segunda à Sexta das 08h às 14h
Local: Cine Bijou - Praça Franklin Roosevelt, 172 - Centro, São Paulo - SP


Fabio Maleronka Ferron Mestre em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo (2017). Foi Diretor Geral de Programação e Eventos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (2013-2016), com destaque para a implantação do Circuito Municipal de Cultura . Foi curador da Virada Cultural em 2014 e 2015. Integrou do Conselho Gestor do Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (2013 2016) e membro do Conselho de Administração da Spcine- Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo (2015-2017)) Em 2010 coordenou série Produção Cultural no Brasil. Foi Consultor do Ministério da Cultura pelo Centro de Gestão e Assuntos Estratégicos em Brasília durante a gestão Gilberto Gil. Fabio Maleronka é um dos organizadores do livro “Depois da Última Sessão de Cinema — Spcine, Audiovisual e Democracia”(2021) A publicação reúne 40 entrevistas inéditas, que roteirizam um panorama do setor com conversas e histórias de produtores, cineastas, empresários, associações e gestores. Seus depoimentos ajudam a explicar como paixão, criatividade e resistência política se unem na atividade audiovisual realizada na cidade de São Paulo.

Público: Estudantes, gestores culturais, pesquisadores, artistas e profissionais das artes, programadores culturais, curadores e demais interessados. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  09 de fevereiro a 22 de fevereiro de 2023
Aprovados: 23 de fevereiro de 2023
Matrícula online:  24 de fevereiro de 2023

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | O Lugar da Fotografia na Cena Teatral Paulistana

A fotografia não se caracteriza apenas em seu resultado ou suporte final, a imagem. O processo também pressupõe o acesso e a inserção do sujeito autor das imagens em um intrincado sistema, no qual consciência e ética, escolhas e percepções – para além da mera foto – precisam ser articulados ao coligir os universos teatral, fotográfico e documental.
Um fotógrafo caracteriza-se em uma espécie de rapsodo da imagem, ao criar uma série de fotos, reunindo-as de diferentes modos e construindo uma narrativa visual. No resultado expandido, de certo modo, pode-se criar uma nova verificabilidade quanto aos intentos e desejos reunidos na imagem. Nesse refuncionamento do olhar, de um (re)perceber-se como criador de narrativas visuais, articulam-se – do ponto de vista epistemológico – conceitos de visualidade, iconicidade, identidade, memória e literatura de imagens.

Quando: 27 de fevereiro de 2023 até 26 de abril de 2023
Segundas e Quartas das 19h30 às 22h30
Local:
SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: O objetivo do curso é criar um espaço de investigação e reflexão sobre o lugar da fotografia e o olhar do fotógrafo sobre os palcos paulistanos. Nessa perspectiva, pretende-se – a partir da tipologia característica -, pensar tal lugar tomando como mote espetáculos apresentados na cidade de São Paulo, a partir de espaços distintos: a caixa preta, a rua e os espaços híbridos.

Orientador: Bob Sousa

Bob Sousa é fotógrafo, publicitário, mestre em Artes pela Unesp e crítico de artes visuais da APCA e do Prêmio Arcanjo de Cultura. É autor do livro “Retratos do Teatro” (Editora Unesp). Colaborou como fotógrafo nos seguintes veículos: UOL, R7, Cult, Blog do Arcanjo, Carta Capital, Veja São Paulo, Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, entre outros.

Público: Artistas, fotógrafos, estudantes de todas as áreas, interessados em fotografia. A partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 08 de fevereiro de 2023 a 20 de fevereiro de 2023
Aprovados: 23 de fevereiro de 2023
Matrícula online: 24 de fevereiro de 2023

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 27 de fevereiro de 2023 até 26 de abril de 2023
Segundas e Quartas das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Bob Sousa é fotógrafo, publicitário, mestre em Artes pela Unesp e crítico de artes visuais da APCA e do Prêmio Arcanjo de Cultura. É autor do livro “Retratos do Teatro” (Editora Unesp). Colaborou como fotógrafo nos seguintes veículos: UOL, R7, Cult, Blog do Arcanjo, Carta Capital, Veja São Paulo, Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, entre outros.

Público: Artistas, fotógrafos, estudantes de todas as áreas, interessados em fotografia. A partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 08 de fevereiro de 2023 a 20 de fevereiro de 2023
Aprovados: 23 de fevereiro de 2023
Matrícula online: 24 de fevereiro de 2023

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e online | Comunicação Visual Através Do Styling De Moda

A linguagem autoral de moda deve ser fundamentada através da pesquisa sobre as mais diversas áreas artísticas, apurando assim o olhar do criador. Em nosso curso, buscaremos um olhar amplo sobre o campo, adentrando as mais diversas formas de viabilizar um trabalho de moda nas plataformas atuais como as do universo online.
Por meio de exercícios práticos e análises, os alunos serão convidados a reflexão sobre como construir e ampliar suas referências sobre moda, figurino, direção de arte. O aluno desenvolverá pesquisas para se aprofundar cada vez mais em sua linguagem autoral criativa, desenvolvendo assim, ao final do curso, um projeto final (fotográfico, vídeo, performance) que poderá ser agregado seu portfólio profissional.

Quando: 08 de fevereiro de 2023 até 15 março de 2023
Quartas e Quintas – Das 09h30 às 12h
Local: Online via Zoom

Objetivo: Através da análise de temas relevantes e atuais tais como as transformações no cenário das artes imagéticas, que buscam caminhos mais democráticos, desenvolveremos trabalhos sobre moda e figurino que dialoguem com o momento de transformação. As aulas têm como objetivo promover diálogos sobre o papel da moda, styling e figurino na construção de narrativas potentes e transformadoras, para as mais diversas áreas tais como teatro, cinema, publicidade, mídias digitais.

Orientadora: Renata Bonvino

Renata Bonvino é especialista em moda e comunicação visual, bacharel em Design de Moda pela Faculdade Santa Marcelina, atua como fashion stylist, diretora de criação e educadora de moda e figurino, desenvolvendo projetos para as principais publicações de moda, mídias digitais, canais televisivos e agências de publicidade do país. É apaixonada por lecionar e promover didáticas de ensino palpável, para a transmissão da realidade sobre as práticas profissionais, busca abordar em seus cursos linhas que dialoguem com a visão atual sobre criação e produção imagética em suas mais diversas plataformas (TV, teatro, cinema, digital, revista, publicidade).

Público: Iniciantes, iniciados e interessados pela área de moda, styling, figurino, cenografia, direção de arte, fotografia e comunicação visual. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 09 de janeiro de 2023 a 30 de janeiro de 2023
Aprovados: 03 fevereiro de 2023
Matrícula online: 06 e 07 de fevereiro de 2023

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 08 de fevereiro de 2023 até 15 março de 2023
Quartas e Quintas – Das 09h30 às 12h
Local: Online


Renata Bonvino é especialista em moda e comunicação visual, bacharel em Design de Moda pela Faculdade Santa Marcelina, atua como fashion stylist, diretora de criação e educadora de moda e figurino, desenvolvendo projetos para as principais publicações de moda, mídias digitais, canais televisivos e agências de publicidade do país. É apaixonada por lecionar e promover didáticas de ensino palpável, para a transmissão da realidade sobre as práticas profissionais, busca abordar em seus cursos linhas que dialoguem com a visão atual sobre criação e produção imagética em suas mais diversas plataformas (TV, teatro, cinema, digital, revista, publicidade).

Público: Iniciantes, iniciados e interessados pela área de moda, styling, figurino, cenografia, direção de arte, fotografia e comunicação visual. A partir de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 09 de janeiro de 2023 a 30 de janeiro de 2023
Aprovados: 03 fevereiro de 2023
Matrícula online: 06 e 07 de fevereiro de 2023

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop gratuito e presencial | Técnicas de Improviso com as Fulanas

As Fulanas nasce com o propósito de pulverizar a técnica em improviso e estimular a prática da comédia feminina em São Paulo. Ao todo seis atrizes com estudo em comédia física, palhaçaria e improviso, jogam em cena na intenção de naturalizar a presença feminina cômica em espaços comumente masculinos como jogatinas e apostas.
Inerente às práticas teatrais, o jogo improvisado, permite como um trampolim na cena cotidiana, ampliar o repertório verbal e não verbal, físico e subjetivo abrindo espaço para experimentar momentos de espontaneidade, descoberta e aprendizados em cena.
O workshop irá proporcionar para todos, de forma a abordar conteúdos, objetivos e papéis, no tempo presente, para jogar com técnicas de improviso, ferramentas para construção de personagem e de dramaturgia e estratégias de livre-associação.

Quando: 14 e 21 de janeiro de 2023
Sábados das 14h30 até as 18h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Estabelecer uma relação de jogo com os participantes;
Apresentar, de forma introdutória, técnicas de improviso como: aquecimentos, jogos corporais, jogos de comunicação verbal e não verbal e jogos dramatúrgicos.
Estimular a solução de problemas por meio de ações improvisadas
Permitir a experiência do jogo relacionada à vida cotidiana.

Orientadoras: Camila Penna, Amanda Rodovalho, Carolina Petrucci, Cathy Blanco, Clarice César e Iara Perri

Camila Penna é atriz, professora e escritora, possui formação artística-pedagógica em espaços como SP Escola de Teatro, Universidade Federal da Bahia e na Universidade de São Paulo. Sua pesquisa atual engloba a intersecção entre os jogos teatrais, da Viola Spolin (2015) e os métodos avaliativos do francês Philippe Perrenoud (1999) dentro do Ensino Fundamental I na Escola de Aplicação pelo projeto FAPESP com orientação da Drª Rita Galego de Cássia.
Ministrou mini-cursos sobre as técnicas do Arduíno (MakeyMakey) atrelados à Educação Infantil. Participou do projeto Companhia do Riso, no Hospital das Clínicas da USP em Ribeirão Preto, onde atuou como palhaça-voluntária por dois anos. Domínio em práticas de canto, orientada pela atriz e musicista Rebecca Jamir. É professora atuante na Educação Infantil, no espaço Casa Ubá.


Amanda Rodovalho é Formada em Humor pela SP Escola de Teatro. É escritora, palhaça, atriz. Participou do Encontro de Palhaços do Instituto de Artes da Unesp(2019). Integrou de 2017 a 2019 o Grupo de Teatro da ECA e cursa Letras – Inglês/Português na FFLCH-USP. Sua pesquisa é em interpretação com a professora Dra. Alice Kiyomi no Departamento de Artes Cênicas da USP.


Carolina Petrucci é atriz pela SP Escola de teatro – Humor, em sua trajetória passou pela bolsa de extensão no IFFluminense no projeto “SIMININO”, colaborou com produção cultural no coletivo “Circo no Beco” e se dedica a pesquisar estética Patafísica.


Cathy Blanco é formada pelo Instituto de Artes da UNESP, estuda a linguagem da improvisação como fim desde 2016 onde passou por diversas experiências de grupo, partidas de núcleos de pesquisa e extensão no ambiente universitário e fora dele.


Clarice César é atriz, produtora e arte educadora. Mestre em Artes Cênicas pela Universidade de Brasília. Atua desde 2012 investigando improviso, comicidade e processos composicionais para a cena. Atualmente é produtora do ODU Festival de Arte Negra e artista educadora do Programa de Iniciação Artística da Primeira Infância (PIAPI) da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.


Iara Perri é integrante do grupo Bando Jaçanã ativo há 7 anos e em 2022 recebeu o prêmio APCA na categoria de valorização da pesquisa. Formada em humor na SP Escola de Teatro e no Doutores da Alegria no projeto FPJ, pesquisou a linguagem circense durante 7 anos no Circo do Capão na Bahia, e vem trabalhando com teatro com teatro há 8 anos.

Público: Pessoas interessadas na linguagem do improviso e do humor, com ou sem experiência na área. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 30 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 20 de dezembro de 2022 a 06 de janeiro de 2023
Aprovados: 11 de janeiro de 2023
Matrícula online: 12 e 13 de janeiro de 2023

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 14 e 21 de janeiro de 2023
Sábados das 14h30 até as 18h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Público: Pessoas interessadas na linguagem do improviso e do humor, com ou sem experiência na área. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 30 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 20 de dezembro de 2022 a 06 de janeiro de 2023
Aprovados: 11 de janeiro de 2023
Matrícula online: 12 e 13 de janeiro de 2023

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Introdução ao Malabarismo

O universo do Circo carrega muitas modalidades, dentro delas está o malabarismo que consiste em manipular objetos. Muitos imaginam que o malabares está relacionado com o fato de não deixar objetos caírem no chão, porém a prática exige quase que o contrário. Malabares é sobre como lançar objetos para o alto. É sobre persistir no que parece quase impossível quando se trata de lançamentos e padrões que formam imagens no ar.
A intenção do curso é trazer a possibilidade para todos os alunos de poder experimentar algo que envolve criatividade e lógica. De ter um momento para ser tanto o artista como o cientista.
Os conteúdos que iremos trabalhar em sala de aula envolvem exercícios e práticas da técnica do malabares individual e coletivo. Oferecendo também trabalhos sobre expressão corporal junto com o jogo da manipulação e trabalhos com musicalidade dentro de cada truque.
As aulas serão conduzidas por dois professores e organizadas entre aquecimento, trabalhos e exercícios em grupo ou individual. Utilizando também materiais didáticos como vídeos, livros, aplicativos e websites.

Quando: 13 de janeiro de 2023 até 06 de fevereiro de 2023
Segundas, quartas e sextas das 9h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: O curso tem como objetivo apresentar os benefícios que a prática de malabares traz para cada pessoa, nas quais podemos citar: Coordenação motora fina, consciência corporal, noção e atenção sobre o espaço, persistência e trabalho em grupo e também manipulação de objetos não convencionais em cena.

Orientadores: Giuliana Soveral e Anton Birkholz

Giuliana Soveral iniciou as práticas dentro do mundo circense junto com sua família em São Paulo, tendo a possibilidade de explorar, aprender e trabalhar dentro do Galpão dos Parlapatões no período de 2013 até 2018.
Se formou artista profissional de circo pelo INAC e pela SALTO, ambas escolas residentes no norte de Portugal. Onde também no mesmo período fez uma formação em auxiliar de educação infantil pela CEAC que acaba complementando muito no seu trabalho atual dentro do âmbito do circo.
Atuando na área de performance e educação circense desde 2015. Com especialização em acrobacias aéreas, malabares e manipulações de objetos. Participou de companhias e festivais de circo no Brasil, produziu eventos, criou e participou de direções coletivas de espetáculos para as companhias nas quais trabalhou.
Atualmente segue na área de criação e pedagogia dentro do Circo.

Anton Birkholz é artista e malabarista autodidata com experiência em dança, teatro físico e pedagogia.
Começou a praticar malabares e outras formas de manipulação de objetos em 2015, aprendendo através de encontros de malabares regionais e convenções de malabares pela Europa. Entre 2017 e 2019 se formou em pedagogia de circo pela JOJO em Freiburg, Alemanha. Durante sua formação, trabalhou ensinando em escolas e dando workshops. Ao final do ano de 2019 fez uma formação intensiva de dança, participou de workshops com profissionais reconhecidos na área e continuou com os estudos de malabares. Essas experiências inspiraram e influenciaram para seu estilo artístico pessoal.
Em 2020 se mudou para Portugal e se formou no Instituto Nacional de Artes do Circo, INAC. Tendo como sua disciplina principal, Malabares.
Atualmente segue criando e desenvolvendo seus projetos pessoais dentro da área de criação, técnica e educação circense.

Público: O curso é voltado para pessoas que têm interesse em conhecer a prática, se divertir e se inspirar. Não é obrigatório ter o domínio dos malabares. A partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 14 de dezembro de 2022 a 05 de janeiro de 2023
Aprovados: 10 de janeiro de 2023
Matrícula online: 11 e 12 de janeiro de 2023

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 13 de janeiro de 2023 até 06 de fevereiro de 2023
Segundas, quartas e sextas das 9h às 13h
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Brás - Endereço: Av. Rangel Pestana, 2401 - Brás, São Paulo - SP


Giuliana Soveral iniciou as práticas dentro do mundo circense junto com sua família em São Paulo, tendo a possibilidade de explorar, aprender e trabalhar dentro do Galpão dos Parlapatões no período de 2013 até 2018.
Se formou artista profissional de circo pelo INAC e pela SALTO, ambas escolas residentes no norte de Portugal. Onde também no mesmo período fez uma formação em auxiliar de educação infantil pela CEAC que acaba complementando muito no seu trabalho atual dentro do âmbito do circo.
Atuando na área de performance e educação circense desde 2015. Com especialização em acrobacias aéreas, malabares e manipulações de objetos. Participou de companhias e festivais de circo no Brasil, produziu eventos, criou e participou de direções coletivas de espetáculos para as companhias nas quais trabalhou.
Atualmente segue na área de criação e pedagogia dentro do Circo.

Anton Birkholz é artista e malabarista autodidata com experiência em dança, teatro físico e pedagogia.
Começou a praticar malabares e outras formas de manipulação de objetos em 2015, aprendendo através de encontros de malabares regionais e convenções de malabares pela Europa. Entre 2017 e 2019 se formou em pedagogia de circo pela JOJO em Freiburg, Alemanha. Durante sua formação, trabalhou ensinando em escolas e dando workshops. Ao final do ano de 2019 fez uma formação intensiva de dança, participou de workshops com profissionais reconhecidos na área e continuou com os estudos de malabares. Essas experiências inspiraram e influenciaram para seu estilo artístico pessoal.
Em 2020 se mudou para Portugal e se formou no Instituto Nacional de Artes do Circo, INAC. Tendo como sua disciplina principal, Malabares.
Atualmente segue criando e desenvolvendo seus projetos pessoais dentro da área de criação, técnica e educação circense.

Público: O curso é voltado para pessoas que têm interesse em conhecer a prática, se divertir e se inspirar. Não é obrigatório ter o domínio dos malabares. A partir de 18 anos de idade.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 14 de dezembro de 2022 a 05 de janeiro de 2023
Aprovados: 10 de janeiro de 2023
Matrícula online: 11 e 12 de janeiro de 2023

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop gratuito e presencial | Olhares: poéticas críticas e escrita criativa sobre teatro

O curso pretende, a partir do compartilhamento de experiências entre ministrante e alunes, refletir sobre a crítica teatral e suas possibilidades contemporâneas sob óticas diversas e convidar todes ao exercício da escrita, refletindo sobre obras apresentadas no Satyrianas. O foco estará no pensamento em torno da atitude crítica frente a espetáculos teatrais e na perspectiva autoral da prática da escrita, em suas múltiplas formas.
Para tanto, a oficina trará reflexões e conceitos de pensadores do teatro e de outras áreas, como Sábato Magaldi, Paulo Freire, Djamila Ribeiro, Jorge Larrosa Bondía, Byung-Chul Han e Ailton Krenak, além da produção de críticas e críticos contemporâneos. Serão dois encontros preparatórios antes do festival. Durante o Satyrianas, as pessoas participantes escreverão críticas sobre as obras assistidas, editadas por amilton de azevedo e publicadas no site da SP Escola de Teatro. Depois, no encontro de finalização do curso, a turma coletivamente refletira a partir da prática da crítica dentro do evento.

Quando: De 07, 10 e 21 de novembro de 2022
Segundas e quinta das 19h às 22h
Dois encontros preparatórios: 07 e 10 de novembro;
Produção crítica: Festival Satyrianas (12 a 15 de novembro);
Encontro de finalização: 21 de novembro.
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Orientador: Amilton de Azevedo

Amilton de Azevedo é professor e crítico teatral. Criador da plataforma ruína acesa, onde publica críticas teatrais desde 2017. Mestre em Artes da Cena pela Escola Superior de Artes Célia Helena, onde lecionou entre 2016 e 2019. Colaborou com a Folha de S. Paulo, e colabora com diversos festivais, como MITsp, Mirada, FENTEPP, Festão e Cena Bárbara. É membro da seção brasileira da IATC/AICT (Associação Internacional de Críticos de Teatro).

Público: Acima de 18 anos, interessados em crítica teatral e em refletir sobre a criação contemporânea.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas

Cronograma das inscrições
Inscrições: 25 de outubro a 01 de novembro de 2022
Aprovados: 03 de novembro de 2022
Matrícula online: 04 de novembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle De 07, 10 e 21 de novembro de 2022
Segundas e quinta das 19h às 22h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Amilton de Azevedo é professor e crítico teatral. Criador da plataforma ruína acesa, onde publica críticas teatrais desde 2017. Mestre em Artes da Cena pela Escola Superior de Artes Célia Helena, onde lecionou entre 2016 e 2019. Colaborou com a Folha de S. Paulo, e colabora com diversos festivais, como MITsp, Mirada, FENTEPP, Festão e Cena Bárbara. É membro da seção brasileira da IATC/AICT (Associação Internacional de Críticos de Teatro).

Público: Acima de 18 anos, interessados em crítica teatral e em refletir sobre a criação contemporânea.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 35 vagas

Cronograma das inscrições
Inscrições: 25 de outubro a 01 de novembro de 2022
Aprovados: 03 de novembro de 2022
Matrícula online: 04 de novembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Oficina internacional presencial e gratuita | O que fazemos com nossas mãos

Nesta oficina, os participantes são convidados a mergulhar na sua condição inerente de ser primata. Isso é feito por meio de pesquisas corporificadas que acontecem na forma de trabalho de campo de antropologia artística, experimentos corporais, discussões coletivas e pequenos exercícios de escrita, em grupo e individualmente.

Quando: 21 a  25 de novembro. Das 19h30 às 22h.
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: O que fazemos com as mãos é uma oficina investigativa na qual os participantes examinam:

1) Como nós, como primatas, nos conectamos e nos relacionamos com nosso ambiente e uns com os outros por meio das mãos e do tato?
2) Como esse exame poderia ser experimentado – transposto ou transformado – no quadro da expressão artística e/ou da performance?
3) Que tipos de significados essas transposições podem trazer e como elas podem ser desenvolvidas no contexto das artes cênicas e suas diversas esferas?

Orientador: Pauliina Hulkko

Pauliina Hulkko é professora doutora, diretora teatral, dramaturga e pesquisadora artística. Trabalha como professora de trabalho teatral na Universidade de Tampere, Finlândia, onde é responsável pela educação do ator (bacharelado, mestrado, doutorado). Antes de descobrir o mundo do teatro, Pauliina tocava música e estudava a língua e a cultura Sámi. Possui mestrado em dramaturgia e doutorado em direção, ambos pela Theatre Academy, Uniarts Helsinki, Finlândia.

Público: Estudantes de artes cênicas de todas as origens e séries são bem-vindos para participar da oficina. O que é necessário é uma atitude curiosa, mente aberta e interesse em compartilhar e expandir suas experiências e ideias.

Seleção:
Análise curricular e carta de interesse.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 25 de outubro a 14 de novembro de 2022
Aprovados: 21 de outubro de 2022
Matrícula online: 21 de novembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

 

circle 21 a  25 de novembro.
Das 19h30 às 22h.
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Pauliina Hulkko é professora doutora, diretora teatral, dramaturga e pesquisadora artística. Trabalha como professora de trabalho teatral na Universidade de Tampere, Finlândia, onde é responsável pela educação do ator (bacharelado, mestrado, doutorado). Antes de descobrir o mundo do teatro, Pauliina tocava música e estudava a língua e a cultura Sámi. Possui mestrado em dramaturgia e doutorado em direção, ambos pela Theatre Academy, Uniarts Helsinki, Finlândia.

Público: Estudantes de artes cênicas de todas as origens e séries são bem-vindos para participar da oficina. O que é necessário é uma atitude curiosa, mente aberta e interesse em compartilhar e expandir suas experiências e ideias.

Seleção:
Análise curricular e carta de interesse.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 24 de outubro a 14 de novembro de 2022
Aprovados: 21 de outubro de 2022
Matrícula online: 21 de novembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

 


Curso online e gratuito | História do Teatro em Breves Noções

Encontros semanais para estudar e debater sobre a história do teatro mundial e brasileira, que vai passar pelas  teatralidades históricas dos continentes da África, Ásia, Europa, Oceania e América. Das suas origens até os dias atuais. Essa é a proposta do curso ‘História do Teatro em Breves Noções`, orientado por Mauricio Paroni, na SP Escola de Teatro.

Quando: 17 de novembro até 22 de dezembro de 2022
Terças e Quintas das 19h30 até as 21h30
Local: Aulas on-line via Zoom

Objetivo: Uma abordagem da história teatral mundial e sua passagem do ditirambo e das festas dionisíacas à formalização da gramática teatral que chegou a nossos dias. Faremos um estudo analítico e prático do texto que não seja visto como um copião absoluto para encenação. Isso quer dizer, enfrentarmos elementos constitutivos da história da escrita cênica e suas influências na linguagem dos fatos históricos. Por exemplo: abordar mais o jovem numa visão analítica da arte poética.

Orientador: Mauricio Paroni

Mauricio Paroni cursou a Faculdade de Direito, a ECA e a Filosofia da USP, diplomou-se na Scuola D’Arte Drammatica Piccolo Teatro di Milano, hoje Paolo Grassi, onde foi professor residente de 1985 a 1999. Desde 1998, está artisticamente associado à companhia escocesa Suspect Culture; foi professor residente na Universidade Statale di Pavia em 1999 (Itália), da Volda Universitat, Noruega (2003) e da Royal Scottish Academy of Music and Drama (Glasgowcriaçao de valores, Escócia, 2002, 2003 e 2004). Teve como professores, entre outros: Tadeusz Kantor, Thierry Salmon, Josef Svoboda, Eckhardt Schall, Martin Esslin, Iva Hutchison Formigoni, Enrico Job, Hubert Westkemper, Luca Ronconi, Massimo Castri, Vannio Vanni, Gigi Saccomandi, Ettore Capriolo, Lorenzo Arruga e Heiner Muller, com quem trabalhou como ator no espetáculo Shakespeare Cocktail, em 1988. Dirigiu mais de 30 espetáculos — por dez anos, foi diretor estável no Centro di Ricerca per il Teatro, de Milão– entre a Itália, Reino Unido e Brasil. Trabalhou em Portugal, Noruega e República Tcheca. Colaborou com o jornal Folha de São Paulo, com artigos sobre teatro, tendo entrevistado personalidades como Dario Fo e Giorgio Strehler, entre outros. Dirige e elabora filmes, roteiros e dramaturgias. É corroterista do filme Crime Delicado, de Beto Brant. Ganhou com o roteiro e os prêmios da Academia Brasileira de Letras, do Cinema Paulista do Sesi, do Festival de Cinema em Língua Portuguesa de Toronto, Canadá, de Cinema Brasileiro de Miami, entre outros. Publicou, ainda, Aqui Ninguém é Inocente, pela Editora Alameda e Prefeitura da Cidade de São Paulo, livro sobre os métodos de dramaturgia empregados na parceria de sua companhia Atelier de Manufactura Suspeita e Ziza Brisola, Companhia Linhas Aéreas. Prêmios mais importantes: Academia brasileira de Letras, do Cinema Paulista do Sesi, do Festival de Cinema em Língua Portuguesa de Toronto, Canadá, de Cinema Brasileiro de Miami, Prêmio Il contemporaneo di miglior regia 1983, Milano.

Público
Acima de 18 anos. Interessados em temas históricos, em cinema e artes cênicas. Atores, dramaturgos, professores e estudantes de artes de cênicas. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições
Inscrições: 03 a 11 de novembro de 2022
Aprovados: 16 de novembro de 2022
Matrícula online: 16 de novembro de 2022

Observações
> Curso online via Zoom;
> As aulas com o orientador são ao vivo por videoconferência;
> Ao efetuar a inscrição, um e-mail automático com o assunto ‘Confirmação de inscrição’ é enviado para o endereço cadastrado;

Dúvidas ou questionamentos
Envie e-mail para a equipe de Extensão Cultural: [email protected]

Importante
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 17 de novembro até 22 de dezembro de 2022
Terças e Quintas das 19h30 até as 21h30
Local: Aulas on-line via Zoom


Mauricio Paroni cursou a Faculdade de Direito, a ECA e a Filosofia da USP, diplomou-se na Scuola D’Arte Drammatica Piccolo Teatro di Milano, hoje Paolo Grassi, onde foi professor residente de 1985 a 1999. Desde 1998, está artisticamente associado à companhia escocesa Suspect Culture; foi professor residente na Universidade Statale di Pavia em 1999 (Itália), da Volda Universitat, Noruega (2003) e da Royal Scottish Academy of Music and Drama (Glasgowcriaçao de valores, Escócia, 2002, 2003 e 2004). Teve como professores, entre outros: Tadeusz Kantor, Thierry Salmon, Josef Svoboda, Eckhardt Schall, Martin Esslin, Iva Hutchison Formigoni, Enrico Job, Hubert Westkemper, Luca Ronconi, Massimo Castri, Vannio Vanni, Gigi Saccomandi, Ettore Capriolo, Lorenzo Arruga e Heiner Muller, com quem trabalhou como ator no espetáculo Shakespeare Cocktail, em 1988. Dirigiu mais de 30 espetáculos — por dez anos, foi diretor estável no Centro di Ricerca per il Teatro, de Milão– entre a Itália, Reino Unido e Brasil. Trabalhou em Portugal, Noruega e República Tcheca. Colaborou com o jornal Folha de São Paulo, com artigos sobre teatro, tendo entrevistado personalidades como Dario Fo e Giorgio Strehler, entre outros. Dirige e elabora filmes, roteiros e dramaturgias. É corroterista do filme Crime Delicado, de Beto Brant. Ganhou com o roteiro e os prêmios da Academia Brasileira de Letras, do Cinema Paulista do Sesi, do Festival de Cinema em Língua Portuguesa de Toronto, Canadá, de Cinema Brasileiro de Miami, entre outros. Publicou, ainda, Aqui Ninguém é Inocente, pela Editora Alameda e Prefeitura da Cidade de São Paulo, livro sobre os métodos de dramaturgia empregados na parceria de sua companhia Atelier de Manufactura Suspeita e Ziza Brisola, Companhia Linhas Aéreas. Prêmios mais importantes: Academia brasileira de Letras, do Cinema Paulista do Sesi, do Festival de Cinema em Língua Portuguesa de Toronto, Canadá, de Cinema Brasileiro de Miami, Prêmio Il contemporaneo di miglior regia 1983, Milano.

Público
Acima de 18 anos. Interessados em temas históricos, em cinema e artes cênicas. Atores, dramaturgos, professores e estudantes de artes de cênicas. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições
Inscrições: 03 a 11 de novembro de 2022
Aprovados: 16 de novembro de 2022
Matrícula online: 16 de novembro de 2022

Observações
> Curso online via Zoom;
> As aulas com o orientador são ao vivo por videoconferência;
> Ao efetuar a inscrição, um e-mail automático com o assunto ‘Confirmação de inscrição’ é enviado para o endereço cadastrado;

Dúvidas ou questionamentos
Envie e-mail para a equipe de Extensão Cultural: [email protected]

Importante
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop internacional presencial e gratuito | Working on what we don’t know yet

 

O workshop terá início com uma conversa sobre a performance an artist is always working, criada pelo artista português Pedro Barreiro, exercícios de criação performativa e reconfiguração conceitual através de ações como “olhar”, “enquadrar” e “nomear”. Nos encontros as conversas serão embasadas na especulação sobre a criação artística, o sistema da arte contemporânea, o papel des artistas nesse sistema, estratégias alternativas e novas possibilidades e, acima de tudo, sobre o que ainda não se sabe.

an artist is always working é uma performance de Pedro Barreiro que será apresentada em São Paulo, de 1º a 13 de novembro, e que durante esse período, acontecerá várias vezes na SP Escola de Teatro. Para mais informações sobre an artist is always working.

Quando: 8 e 9 de novembro de 2022, terça e quarta-feira, das 19h30 às 22h30.

Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP)

Orientador: Pedro Barreiro

Pedro Barreiro é um artista que desde 2009 tem vindo a desenvolver inúmeros trabalhos como encenador, ator, criador cénico, dramaturgista, produtor, programador e curador. Tem-se interessado, nos últimos anos e entre outras coisas, pelo pensamento sobre os atos performativos como geradores poéticos, pela experimentação sobre as convenções constituintes das formas teatrais e por estratégias de desmantelamento de sistemas hegemónicos na arte contemporânea. Estudou na Faculdade de Direito de Lisboa (2005-2007), é graduado em Teatro pela ESTC-IPL (2007-2010) e mestre em Artes Cénicas pela ECA-USP (2013-2016), tendo aí também, em 2010, frequentado os cursos de Artes Plásticas e de Comunicação. Foi diretor artístico do Teatro Sá da Bandeira, em Santarém (2015-2017) e colaborou com o Teatro Praga como gestor e programador da Rua das Gaivotas 6, em Lisboa (2019-2022). É membro fundador dos coletivos Sr. João (2010) e Activo Tóxico – Artistas Associados (2017). É artista associado do Cão Solteiro desde 2020. Em outubro de 2022 assume a direção artística d’O Espaço do Tempo, estrutura artística transdisciplinar sediada em Montemor-o-Novo, Portugal.

Público: Artistas e/ou estudantes de artes interessados em performance com mais de 18 anos.

Seleção: Análise curricular e carta de interesse. 40 vagas

Cronograma das inscrições
Inscrições: 21 de outubro a 31 de outubro de 2022
Aprovados: 03 de novembro de 2022
Matrícula online: 3 e 4 de novembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.
->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).
-> Respeitar o distanciamento social.
-> Disponibilidade de álcool em gel.
-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 8 e 9 de novembro de 2022
Terça e quarta, das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt (Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP)


Pedro Barreiro é um artista que desde 2009 tem vindo a desenvolver inúmeros trabalhos como encenador, ator, criador cénico, dramaturgista, produtor, programador e curador. Tem-se interessado, nos últimos anos e entre outras coisas, pelo pensamento sobre os atos performativos como geradores poéticos, pela experimentação sobre as convenções constituintes das formas teatrais e por estratégias de desmantelamento de sistemas hegemónicos na arte contemporânea. Estudou na Faculdade de Direito de Lisboa (2005-2007), é graduado em Teatro pela ESTC-IPL (2007-2010) e mestre em Artes Cénicas pela ECA-USP (2013-2016), tendo aí também, em 2010, frequentado os cursos de Artes Plásticas e de Comunicação. Foi diretor artístico do Teatro Sá da Bandeira, em Santarém (2015-2017) e colaborou com o Teatro Praga como gestor e programador da Rua das Gaivotas 6, em Lisboa (2019-2022). É membro fundador dos coletivos Sr. João (2010) e Activo Tóxico – Artistas Associados (2017). É artista associado do Cão Solteiro desde 2020. Em Outubro de 2022 assume a direção artística d’O Espaço do Tempo, estrutura artística transdisciplinar sediada em Montemor-o-Novo, Portugal.

Público: Artistas e/ou estudantes de artes.

Seleção: Análise curricular e carta de interesse. 40 vagas

Cronograma das inscrições
Inscrições: 21 de outubro a 31 de outubro de 2022
Aprovados: 03 de novembro de 2022
Matrícula online: 3 e 4 de novembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.
->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).
-> Respeitar o distanciamento social.
-> Disponibilidade de álcool em gel.
-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Eutonia: Consciência Corporal para Artistas

Gerda Alexander (1908-1994) em seu livro ‘Eutonia: um caminho para a percepção corporal’ define a eutonia como sendo “uma busca, adaptada ao mundo ocidental, para ajudar o homem do nosso tempo a alcançar a consciência mais profunda de sua realidade corporal e espiritual, como uma verdadeira unidade” e que “essa descoberta de si mesmo sem se retirar do mundo, mas ampliando sua consciência cotidiana, permitindo-lhe liberar suas forças criadoras” (pg. 9), possibilita um melhor ajustamento a toda situação da vida e permite o enriquecimento da personalidade e poder criativo do indivíduo. O desenvolvimento da capacidade em reconhecer e regular o próprio tônus é imprescindível para o trabalho de todo artista, pois na arte o tônus é a essência da expressão, adapta-se o tônus ao que se quer comunicar.

Quando: 31 de outubro de 2022 até 10 de dezembro de 2022
Aulas presenciais dias 31/10, 04, 07, 10, 18, 21, 25/11, 01, 08/12 (das 19:30 às 22:30)
Sábados presenciais: 03 e 10/12 (das 15h às 19h)
Aulas online: 03, 11, 17, 24/11 (das 19:30 às 22:30) e dias 02, 09/12 (das 19:30 às 21:30).
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: O curso busca instrumentalizar os alunos a entrarem em contato consciente com sua realidade corporal interna e externa em relação ao movimento e integrar esses espaços com o ambiente e as outras pessoas com o objetivo de desenvolver a sua totalidade respeitando a totalidade e a liberdade dos outros. Essa tomada de consciência por parte do aluno/artista vem a contribuir para um processo criativo mais livre e original.

Orientador: Luiz Renato Ferreira

Luiz Renato Ferreira é eutonista formado pelo Instituto Brasileiro de Eutonia em São Paulo em 2018 e Bacharel em Interpretação Teatral pela Universidade Estadual de Londrina em 2005, realizou trabalhos como ator e preparador corporal para grupos de teatro em Londrina/PR e na Bélgica, atualmente dá aulas e ministra workshops de Eutonia como método facilitador do desenvolvimento da presença no corpo.

Público: Alunos de teatro e arte em geral, artistas de circo, bailarinos, atores, músicos, escritores e artistas visuais. A partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 03 de outubro a 24 de outubro de 2022
Aprovados: 26 de outubro de 2022
Matrícula online: 27 e 28 de outubro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 31 de outubro até 10 de dezembro de 2022

Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Luiz Renato Ferreira é eutonista formado pelo Instituto Brasileiro de Eutonia em São Paulo em 2018 e Bacharel em Interpretação Teatral pela Universidade Estadual de Londrina em 2005, realizou trabalhos como ator e preparador corporal para grupos de teatro em Londrina/PR e na Bélgica, atualmente dá aulas e ministra workshops de Eutonia como método facilitador do desenvolvimento da presença no corpo.

Público: Alunos de teatro e arte em geral, artistas de circo, bailarinos, atores, músicos, escritores e artistas visuais. A partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 03 de outubro a 24 de outubro de 2022
Aprovados: 26 de outubro de 2022
Matrícula online: 27 e 28 de outubro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Dança sem Fronteiras – Improviso e Composição no contexto da diversidade

A Cia Dança sem Fronteiras, desde sua criação em 2010, reúne diferentes linguagens artísticas para criar espetáculos, ações performáticas e videodanças pautados na individualidade e que refletem a diversidade de seus intérpretes. A metodologia desenvolvida por Fernanda Amaral durante seus 35 anos de trabalhos com a diversidade em dança e teatro, obteve plena aceitação na Europa e nas Américas em várias universidades, festivais e escolas profissionalizantes. Seu trabalho sempre é pautado na cultura corporal que acolhe o potencial de todos os participantes, a criatividade e a diversidade. Nas ações educacionais, são utilizadas técnicas de consciência corporal, improvisação, DanceAbility e dança-teatro, que oferecem a todos a possibilidade de explorar e incorporar noções básicas e essenciais para o processo de improvisação, tais como tempo, espaço, dinâmica, meio e comunidade.

Quando: 24 de outubro de 2022 até 14 de dezembro
24 e 31 de outubro, segundas, das 19h30 até 22h30
01, de novembro das 19h30 até 22h30
05 de novembro, sábado, 14h até 18h
08 de novembro até 14 de dezembro, terças e quartas, das 19h30 até 22h30.
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Este curso tem como objetivo acolher e trabalhar com a diversidade dos participantes através de técnicas de improvisação para dança e o teatro, incluindo princípios da metodologia de DanceAbility e da Cia Dança sem Fronteiras, com uma abordagem na cultura corporal do movimento acessível a todos para a criação de ações performaticas.

Orientadora: Fernanda Amaral

Fernanda Amaral é bailarina, coreógrafa e educadora com 35 anos de experiência profissional, possui vários títulos internacionais em dança, teatro e educação, incluindo vários certificados em DanceAbility desde 2005. Recebeu vários prêmios: Bonnie Bird pelo Centro Laban em Londres, Arts Council no País de Gales e Lisa Ulman França, entre outros. Em 1993 fundou Patuá Dance Companhia de Dança-Teatro, em 2005 a Patuá DanceAbility, ambas no País de Gales, e em 2010 criou a Dança sem Fronteiras em São Paulo.

Público: Atores, bailarinos, educadores e estudantes de dança e/ou teatro com e sem deficiência, e adultos interessados em participar do processo de pesquisa e treinamento da Cia Dança sem Fronteiras com bailarinos e atores de habilidades mistas. A partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 03 de outubro a 17 de outubro de 2022
Aprovados: 19 de outubro de 2022
Matrícula online: 19 e 20 de outubro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

 

circle 24 e 31 de outubro, segundas, das 19h30 até 22h30
Terças e quartas, das 19h30 até 22h30
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Endereço: Praça Roosevelt, 210, Centro São Paulo, SP


Fernanda Amaral é bailarina, coreógrafa e educadora com 35 anos de experiência profissional, possui vários títulos internacionais em dança, teatro e educação, incluindo vários certificados em DanceAbility desde 2005. Recebeu vários prêmios: Bonnie Bird pelo Centro Laban em Londres, Arts Council no País de Gales e Lisa Ulman França, entre outros. Em 1993 fundou Patuá Dance Companhia de Dança-Teatro, em 2005 a Patuá DanceAbility, ambas no País de Gales, e em 2010 criou a Dança sem Fronteiras em São Paulo.

Público: Atores, bailarinos, educadores e estudantes de dança e/ou teatro com e sem deficiência, e adultos interessados em participar do processo de pesquisa e treinamento da Cia Dança sem Fronteiras com bailarinos e atores de habilidades mistas. A partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 03 de outubro a 17 de outubro de 2022
Aprovados: 19 de outubro de 2022
Matrícula online: 19 e 20 de outubro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

 


Workshop gratuito e presencial | Relações estético-politicas e barbárie na dramaturgia latino-americana contemporânea

O curso busca contribuir na reflexão e prática de um teatro que trabalhe sobre a ideia de latino-americanidade. Vale-se, para isso, da pesquisa do Coletivo Labirinto, que desde 2013, é pautada na dramaturgia latino-americana contemporânea e se preocupa em levar à cena aspectos sociais e políticos que problematizem o sentido de identidade em nosso continente. Neste sentido, as atividades aqui propostas visam trazer à tona facetas estético-políticas presentes nestas dramaturgias pesquisadas pelo grupo e que possam contribuir para uma reflexão acerca do que é ser latino-americano, assim como também pensar em como o teatro pode ajudar no assentamento desta ideia.

Quando: 25, 26 e 27 de outubro de 2022
Terça, quarta e quinta das 19h30 às 22h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: O curso promoverá debates e experiências cênicas acerca da pesquisa do Coletivo Labirinto com a dramaturgia latino-americana contemporânea e seus processos de criação. Com isso, pretende-se abordar aspectos estéticos e políticos centrados na dramaturgia experimentada pelo grupo e seus desdobramentos na cena.

Orientadores: Abel Xavier, Carol Vidotti e Wallyson Mota

Abel Xavier é ator, professor e pesquisador. Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Campinas e com Licenciatura em Artes e em Pedagogia. Especialista em Gestão de Projetos Culturais pela Escola de Comunicação e Artes (ECA-USP). Mestre em Artes da Cena pela Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH – Linha: Processos Pedagógicos). Doutorando em Educação (FE-USP – Área: Formação, Currículo e Práticas Pedagógicas). Trabalha com arte, educação e formação profissional em teatro desde 2008, com mais de dez anos de experiência na Educação Básica em todos os níveis de ensino, em Cursos Livres e na formação profissional de atrizes e atores. Atualmente é professor dos cursos de Bacharelado e Licenciatura em Teatro da Escola Superior de Artes Célia Helena e Artista Docente da SP Escola de Teatro. Também atua como facilitador do curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade Virtual do Estado de São Paulo na área de avaliação de Estágio Supervisionado. Artista-criador do Coletivo Labirinto desde sua fundação, em 2013, onde participou de todos os trabalhos e pesquisas sobre a dramaturgia latino-americana contemporânea.

Carol Vidotti é atriz e produtora. Nascida em Dois Córregos, São Paulo. Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP. Formada também pelo Núcleo Experimental de Atores do Sesi e pelo Núcleo de Artes Cênicas (NAC). É integrante e uma das fundadoras do Coletivo Labirinto. Atuou em todos os trabalhos do grupo e é uma das responsáveis pela produção geral do Coletivo.Em paralelo ao grupo, faz parte no espetáculo “In Cômodos” dirigido por Juliana Sanches. No audiovisual, atuou no longa-metragem iraniano “I am not Salvador” e nas séries “O Negócio” e “Coisa Mais Linda”. Produziu o grupo Academia de Palhaços de 2015 a 2018 e fez parte da equipe de logística em 4 edições da Mostra Internacional de Teatro – MITsp.

Wallyson Mota é ator e diretor. Nascido em São José dos Campos, São Paulo. Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Tem formação complementar através do Núcleo Experimental de Artes Cênicas do SESI. Diretor cinematográfico pela Academia Internacional de Cinema. É integrante e um dos fundadores do Coletivo Labirinto, onde transita entre as funções de atuação, direção e produção. Foi membro da Cia Elevador de Teatro Panorâmico, compondo o elenco dos espetáculos “Sala dos Professores” (2016), “O Jardim das Cerejeiras” (2014) e “Ifigênia” (2012), entre outros. Foi assistente de direção de Marcelo Lazzaratto em diversas montagens, como “Ricardo III” e “Maldito Benefício”, e do argentino Ariel Farace na montagem brasileira de “Luísa Se Choca Contra a Sua Casa”.

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais do teatro, das artes cênicas e das artes em geral. A partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 27 de setembro a 13 de outubro de 2022
Aprovados:  18 de outubro de 2022
Matrícula online: 19 a 21 de outubro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 25, 26 e 27 de outubro de 2022
Terça, quarta e quinta das 19h30 às 22h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Abel Xavier é ator, professor e pesquisador. Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Campinas e com Licenciatura em Artes e em Pedagogia. Especialista em Gestão de Projetos Culturais pela Escola de Comunicação e Artes (ECA-USP). Mestre em Artes da Cena pela Escola Superior de Artes Célia Helena (ESCH – Linha: Processos Pedagógicos). Doutorando em Educação (FE-USP – Área: Formação, Currículo e Práticas Pedagógicas). Trabalha com arte, educação e formação profissional em teatro desde 2008, com mais de dez anos de experiência na Educação Básica em todos os níveis de ensino, em Cursos Livres e na formação profissional de atrizes e atores. Atualmente é professor dos cursos de Bacharelado e Licenciatura em Teatro da Escola Superior de Artes Célia Helena e Artista Docente da SP Escola de Teatro. Também atua como facilitador do curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade Virtual do Estado de São Paulo na área de avaliação de Estágio Supervisionado. Artista-criador do Coletivo Labirinto desde sua fundação, em 2013, onde participou de todos os trabalhos e pesquisas sobre a dramaturgia latino-americana contemporânea.

Carol Vidotti é atriz e produtora. Nascida em Dois Córregos, São Paulo. Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP. Formada também pelo Núcleo Experimental de Atores do Sesi e pelo Núcleo de Artes Cênicas (NAC). É integrante e uma das fundadoras do Coletivo Labirinto. Atuou em todos os trabalhos do grupo e é uma das responsáveis pela produção geral do Coletivo.Em paralelo ao grupo, faz parte no espetáculo “In Cômodos” dirigido por Juliana Sanches. No audiovisual, atuou no longa-metragem iraniano “I am not Salvador” e nas séries “O Negócio” e “Coisa Mais Linda”. Produziu o grupo Academia de Palhaços de 2015 a 2018 e fez parte da equipe de logística em 4 edições da Mostra Internacional de Teatro – MITsp.

Wallyson Mota é ator e diretor. Nascido em São José dos Campos, São Paulo. Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Tem formação complementar através do Núcleo Experimental de Artes Cênicas do SESI. Diretor cinematográfico pela Academia Internacional de Cinema. É integrante e um dos fundadores do Coletivo Labirinto, onde transita entre as funções de atuação, direção e produção. Foi membro da Cia Elevador de Teatro Panorâmico, compondo o elenco dos espetáculos “Sala dos Professores” (2016), “O Jardim das Cerejeiras” (2014) e “Ifigênia” (2012), entre outros. Foi assistente de direção de Marcelo Lazzaratto em diversas montagens, como “Ricardo III” e “Maldito Benefício”, e do argentino Ariel Farace na montagem brasileira de “Luísa Se Choca Contra a Sua Casa”.

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais do teatro, das artes cênicas e das artes em geral. A partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 20 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 27 de setembro a 13 de outubro de 2022
Aprovados:  18 de outubro de 2022
Matrícula online: 19 a 21 de outubro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Dramaturgia visual: a estética da Moda na estética do palco

No ano de 2022, a maison Margiela subverteu a tradicional narrativa de desfile de Moda ao apresentar sua coleção de outono-inverno de 2023 em um palco, utilizando-se dos recursos dramatúrgicos e estéticos pertencentes ao teatro. Como se utilizar da estética de Moda para a estetização da cena teatral? Visando responder a esta inquietação, o curso tem como objetivo explorar a estética da Moda por meio de sua história, campanhas publicitárias, editoriais, desfiles e fashion films, para a construção imagética e dramaturgia visual da cena no teatro.
O intuito é ampliar o repertório teórico, estético e técnico do estudante partindo da linguagem e estética de Moda voltada para os processos criativos e práticos na construção da cena teatral. Deste modo, os conceitos de direção de arte, figurino, iluminação, trilha sonora e interpretação no teatro ampliam-se pela utilização de elementos da estética de Moda, como a vestimenta, a roupa, a gestualidade e as poses presentes nas fotografias, editoriais e campanhas de Moda, como recursos para a composição visual da cena teatral, ressignificando e entrelaçando a Moda com o teatro.

Quando: 07 de outubro a 16 de dezembro de 2022
Quartas e Sextas 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Partir da perspectiva da história da Moda eurocêntrica e decolonial – do século 15 ao 20 – para conceituar e analisar criticamente o fenômeno social e a estética de Moda, suas influências nas diversas linguagens artísticas (teatro, pintura, fotografia, cinema, literatura).
Capacitar no estudante a leitura de imagens visuais da estética de Moda visando transpô-las para a estética da cena teatral no palco.

Orientadores: Brunno Almeida Maia e Wellington Mendes

Brunno Almeida Maia Pesquisador em Filosofia, ciências humanas e Teoria de Moda pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), foi curador e pesquisador da exposição “Ema e a Moda no século XX – as roupas e a caligrafia dos gestos”, na Casa Museu Ema Klabin, e residente do NECMIS (Núcleo de Estudos Contemporâneos do MIS – Museu da Imagem e Som). É professor convidado e coordenador pedagógico em instituições como IED (Istituto Europeo di Design), de São Paulo, da Escola de Comunicação e Arte (ECA) da Universidade de São Paulo (USP), do SENAC Lapa, da FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado) e Centro Universitário Belas Artes. Já ministrou aulas sobre a relação entre a moda, a imagem, a filosofia, a arte e a literatura em espaços e instituições culturais como MAM (Museu de Arte Moderna) de São Paulo, Casa Museu Ema Klabin, Adelina Instituto, Oficinas Culturais Oswald de Andrade, Oficina Cultural Casa Mário de Andrade, Sesc Consolação, Sesc Pompéia, Sesc Ipiranga, CPF – Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, Sesc Jundiaí, Sesc 24 de maio, Sesc Belenzinho, Casa da Palavra Mário Quintana, em Santo André (SP), Oficina Cultural Hilda Hilst, em Campinas (SP), Galera AMDO, em Belo Horizonte (MG), Biblioteca Mário de Andrade, Fábricas de Cultura, Biblioteca Pública Pedro Nava, Escola São Paulo. No ano de 2019, organizou a “Jornada em homenagem ao centenário de Gilda de Mello Souza”, na Casa Museu Ema Klabin (SP), que contou com a participação de Renato Janine Ribeiro, Jorge Coli, Walnice Nogueira Galvão e Celso Lafer. É autor do livro “O Teatro de Brunno Almeida Maia” (Editora Giostri, 2014). Também assina capítulo sobre a relação entre a literatura e a moda no romance Lucíola (1862) de José de Alencar no livro “Moda Vestimenta Corpo” (Editora Estação das Letras e Cores, 2015), e é um dos autores da antologia “São Paulo em Palavras” (Editora Aquarela Brasileira, 2017). Foi facilitador pedagógico do módulo I de formação em Cidadania e Direitos Humanos do Programa “Transcidadania”, uma iniciativa da Prefeitura Municipal de São Paulo, com a CADS (Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual) e Centro de Cidadania LGBT SP. Atualmente trabalha em seu próximo livro “Tempos de exceção: ensaios sobre o contemporâneo” (Editora Cosmos, no prelo).

Wellington Mendes Especialista em Coolhunting e Styling pelo Senac, Fashion Campaigns & Advertising pelo Instituto Marangoni além de bacharel em Design de Moda, pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e Técnico em Vestuário pelo Senai. Com trajetória iniciada no ano de 1999, ingressou aos estudos de expressões artísticas contemporâneas diversas, passando a desenvolver domínio técnico em processos criativos multifacetados. Ao ingressar no mercado fashion, trabalhou como estilista de street wear masculino, além de figurinista e produtor de moda em teatro, TV, assim como stylist em publicidade, editoriais e fashion films, possuindo ampla bagagem na produção executiva e coordenação de backstages em diferentes escalas do varejo: Tanto em fashion shows comerciais, quanto conceituais, incluindo vivências ek algumas das principais semanas de moda do calendário nacional como Casa de Criadores e São Paulo Fashion Week. Influenciado pela cultura pop global, e discussões horizontais contemporâneas, atua como docente em comunicação, cultura, e comportamento desde 2013, em diferentes níveis de aprendizagem com passagens por instituições como Adelina Instituto, IED, Oficina Cultural Oswald de Andrade, Senac e Sesc. Desde 2015 leciona nos cursos livres da Belas Artes tendo recentemente ingressado ao corpo docente dos cursos de pós-graduação em consultoria de imagem e beleza e mercado de moda e consumo. Profissionalmente também conduz projetos de direção criativa e design de produção, direcionados ao campo audiovisual e em suas aulas, propõe conteúdos embasados em metodologias ativas postas em prática a partir do ensino híbrido e customizado.

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais das artes cênicas, artes em geral e da Moda a partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 14 de setembro a 29 de setembro de 2022
Aprovados: 03 de outubro de 2022
Matrícula online:  03 a 04 de outubro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 07 de outubro a 16 de dezembro de 2022
Quartas e Sextas 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Brunno Almeida Maia Pesquisador em Filosofia, ciências humanas e Teoria de Moda pela UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), foi curador e pesquisador da exposição “Ema e a Moda no século XX – as roupas e a caligrafia dos gestos”, na Casa Museu Ema Klabin, e residente do NECMIS (Núcleo de Estudos Contemporâneos do MIS – Museu da Imagem e Som). É professor convidado e coordenador pedagógico em instituições como IED (Istituto Europeo di Design), de São Paulo, da Escola de Comunicação e Arte (ECA) da Universidade de São Paulo (USP), do SENAC Lapa, da FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado) e Centro Universitário Belas Artes. Já ministrou aulas sobre a relação entre a moda, a imagem, a filosofia, a arte e a literatura em espaços e instituições culturais como MAM (Museu de Arte Moderna) de São Paulo, Casa Museu Ema Klabin, Adelina Instituto, Oficinas Culturais Oswald de Andrade, Oficina Cultural Casa Mário de Andrade, Sesc Consolação, Sesc Pompéia, Sesc Ipiranga, CPF – Centro de Pesquisa e Formação do Sesc, Sesc Jundiaí, Sesc 24 de maio, Sesc Belenzinho, Casa da Palavra Mário Quintana, em Santo André (SP), Oficina Cultural Hilda Hilst, em Campinas (SP), Galera AMDO, em Belo Horizonte (MG), Biblioteca Mário de Andrade, Fábricas de Cultura, Biblioteca Pública Pedro Nava, Escola São Paulo. No ano de 2019, organizou a “Jornada em homenagem ao centenário de Gilda de Mello Souza”, na Casa Museu Ema Klabin (SP), que contou com a participação de Renato Janine Ribeiro, Jorge Coli, Walnice Nogueira Galvão e Celso Lafer. É autor do livro “O Teatro de Brunno Almeida Maia” (Editora Giostri, 2014). Também assina capítulo sobre a relação entre a literatura e a moda no romance Lucíola (1862) de José de Alencar no livro “Moda Vestimenta Corpo” (Editora Estação das Letras e Cores, 2015), e é um dos autores da antologia “São Paulo em Palavras” (Editora Aquarela Brasileira, 2017). Foi facilitador pedagógico do módulo I de formação em Cidadania e Direitos Humanos do Programa “Transcidadania”, uma iniciativa da Prefeitura Municipal de São Paulo, com a CADS (Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual) e Centro de Cidadania LGBT SP. Atualmente trabalha em seu próximo livro “Tempos de exceção: ensaios sobre o contemporâneo” (Editora Cosmos, no prelo).

Wellington Mendes Especialista em Coolhunting e Styling pelo Senac, Fashion Campaigns & Advertising pelo Instituto Marangoni além de bacharel em Design de Moda, pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e Técnico em Vestuário pelo Senai. Com trajetória iniciada no ano de 1999, ingressou aos estudos de expressões artísticas contemporâneas diversas, passando a desenvolver domínio técnico em processos criativos multifacetados. Ao ingressar no mercado fashion, trabalhou como estilista de street wear masculino, além de figurinista e produtor de moda em teatro, TV, assim como stylist em publicidade, editoriais e fashion films, possuindo ampla bagagem na produção executiva e coordenação de backstages em diferentes escalas do varejo: Tanto em fashion shows comerciais, quanto conceituais, incluindo vivências ek algumas das principais semanas de moda do calendário nacional como Casa de Criadores e São Paulo Fashion Week. Influenciado pela cultura pop global, e discussões horizontais contemporâneas, atua como docente em comunicação, cultura, e comportamento desde 2013, em diferentes níveis de aprendizagem com passagens por instituições como Adelina Instituto, IED, Oficina Cultural Oswald de Andrade, Senac e Sesc. Desde 2015 leciona nos cursos livres da Belas Artes tendo recentemente ingressado ao corpo docente dos cursos de pós-graduação em consultoria de imagem e beleza e mercado de moda e consumo. Profissionalmente também conduz projetos de direção criativa e design de produção, direcionados ao campo audiovisual e em suas aulas, propõe conteúdos embasados em metodologias ativas postas em prática a partir do ensino híbrido e customizado.

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais das artes cênicas, artes em geral e da Moda a partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 14 de setembro a 29 de setembro de 2022
Aprovados: 03 de outubro de 2022
Matrícula online:  03 a 04 de outubro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Técnicas, truques e aprofundamentos para Manipulação e criação do bambolê.

Além da parte técnica e artística, a prática do bambolê auxilia na diminuição da ansiedade, relaxamento, equilíbrio mental e concentração. Promove ainda o desenvolvimento da criatividade pessoal de cada indivíduo e a consciência corporal, trabalhando a coordenação motora, mobilidade das articulações e do corpo como um todo, equilíbrio, entre outros. O Bambolê é utilizado desde o antigo Egito, e é um brinquedo multifuncional que aprofunda as magias dos círculos em mandalas, figuras, formas, acrescentando cores e tamanhos para potencializar o visual desejado.
Durante os encontros serão desenvolvidas tanto aspectos técnicos específicos como: truques de diferentes níveis de dificuldade, limpeza e estudo de movimento, encadeamento de truques. Quanto a parte artística da criação de número artísticos utilizando a técnica. As pessoas participantes também aprenderão como construir o aparelho.

Quando: De 03 de outubro até 30 de novembro de 2022
segundas e quartas das 14h30 às 17h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: Esta oficina tem como objetivo criar um espaço de desenvolvimento na técnica circense do bambolê. Sendo um aparelho que possibilita múltiplas formas, usos e movimentos. Através do domínio da técnica que inclui o manejo, fluidez dos movimentos, ritmo, improvisação é um exemplo de terapia físico-emocional que de modo lúdico auxilia a harmonizar corpo e mente.

Orientadora: Pipa Luke

Pipa Luke é artista circense, produtora e diretora audiovisual. Formada pelos projetos Circo Laheto e Escola de Circo Basileu Francia. Malabarista profissional especializada em bambolê, atuou em diversos festivais no Brasil e na América Latina. Em sua pesquisa artística destaca-se seus números que abordam as questões da negritude. Desde 2019 realiza atividades no Centro de Memória do Circo São Paulo e integra a rede de elenco da ONG Palhaços Sem Fronteiras Brasil.

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais do circo, das artes cênicas e das artes em geral. A partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 15 de setembro a 23 de setembro de 2022
Aprovados: 27 de setembro de 2022
Matrícula online: 28 a 30 de setembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle De 03 de outubro até 30 de novembro de 2022
Segundas e Quartas das 14h30 às 17h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Pipa Luke é artista circense, produtora e diretora audiovisual. Formada pelos projetos Circo Laheto e Escola de Circo Basileu Francia. Malabarista profissional especializada em bambolê, atuou em diversos festivais no Brasil e na América Latina. Em sua pesquisa artística destaca-se seus números que abordam as questões da negritude. Desde 2019 realiza atividades no Centro de Memória do Circo São Paulo e integra a rede de elenco da ONG Palhaços Sem Fronteiras Brasil.

Público: Jovens estudantes, pesquisadores e profissionais do circo, das artes cênicas e das artes em geral. A partir de 18 anos de idade.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 15 de setembro a 23 de setembro de 2022
Aprovados: 27 de setembro de 2022
Matrícula online: 28 a 30 de setembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Voz – O corpo que canta

Cantar está presente nas vidas de todos nós desde muito cedo, seja o cantar na escola, numa brincadeira, no chuveiro ou acompanhando a trilha de um filme. Temos corpos cantantes desde que nascemos e embalados pela rica cultura do Brasil a música é uma constante. Em determinado momento, cantores profissionais, estudantes ou aspirantes ao canto se veem perdidos em relação à sua identidade vocal ou à sua arte exposta ao público. Um curso como esse que se propõe a desmistificar e pesquisar os processos do canto busca não resolver todos os problemas relacionados à construção da voz, mas mostrar que existem ferramentas palpáveis na empreitada em direção à identidade vocal, pautadas nas vivências pessoais que servem de motor e base pra expressão da voz cantada.
Aulas teórico-práticas baseadas em conceitos físicos de emissão vocal que levam ao canto. Prática de exercícios que desenvolvam consciência de três pilares fundamentais sendo eles: Técnicas de respiração e gerenciamento de ar; entendimento e execução de todas as etapas de articulação de consoantes e vogais nos principais idiomas cantados no ocidente; dinâmicas práticas ligadas ao entendimento do conceito de ressonância do som durante o canto. Exercícios práticos de canto em grupo (coro), duetos, quartetos e também apontamentos individuais sobre técnica e estética aplicando os pilares acima citados. Alguns dos temas a serem discutidos: Estéticas e estilos vocais, escolha de repertório, classificação vocal e sua aplicação mercadológica, tonalidade musical, identidade vocal e a personalidade artística, voz e instrumento.

Quando: De 3 de Outubro até 23 de Novembro de 2022
Segundas e Quartas 9h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: Como objetivo temos a construção de consciência da voz como uma ferramenta de comunicação e expressão artística aplicada à diversos ambientes e âmbitos dentro das artes. Através do estudo de técnica e estética vocal ligados ao canto e à consciência de expressão emocional, tornar o ato de cantar algo natural, consciente, potente e fluente ao intérprete.

Orientador: Gui Leal

Gui Leal é ator, músico, multi-instrumentista e produtor musical. Bacharel em música com habilitação em voz cantada pela Universidade Cruzeiro do sul, formado em regência coral pela Escola Técnica Estadual de artes e especializado em produção musical pela Berklee College of music (Valência). Estudou teatro musical no Pearl Studios (NY-EUA). Como ator esteve em grandes espetáculos musicais como O rei leão; RENT; Castelo Rá-tim-bum o musical; Musical popular brasileiro, Natasha, Pierre e o grande cometa de 1812; Escola do Rock; Charlie e a fantástica fábrica de chocolate; Sweeney Todd e Evita Open air. Diretor musical associado do coletivo “nosso projeto” foi responsável pela direção musical associada e arranjos dos espetáculos “Diálogos”; “Sorria” e “Azáfama” todos de autoria e direção de Bruno Narchi. Como arte-educador foi docente nas instituições Conservatório musical Souza Lima & Berklee, Casa de Artes OperÁria, 4ACT Performing Arts (também coordenador da área de música) e Thymeli Dança Teatro e música. Sócio-fundador do extinto Studio InCanto onde desenvolveu pesquisa na área de construção de identidade vocal e estudo de técnica e estética vocal junto á seus alunos particulares ao longo de sete anos.

Público: Artistas e cantores em formação em todos os níveis e que desejem usar sua voz como ferramenta autêntica de comunicação e expressão artística ao cantar. Acima de 18 anos.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  13 de setembro a 23 de setembro de 2022
Aprovados: 27 de setembro de 2022
Matrícula online:  28 a 30 de setembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle De 3 de Outubro até 23 de Novembro de 2022
Segundas e Quartas 9h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Gui Leal é ator, músico, multi-instrumentista e produtor musical. Bacharel em música com habilitação em voz cantada pela Universidade Cruzeiro do sul, formado em regência coral pela Escola Técnica Estadual de artes e especializado em produção musical pela Berklee College of music (Valência). Estudou teatro musical no Pearl Studios (NY-EUA). Como ator esteve em grandes espetáculos musicais como O rei leão; RENT; Castelo Rá-tim-bum o musical; Musical popular brasileiro, Natasha, Pierre e o grande cometa de 1812; Escola do Rock; Charlie e a fantástica fábrica de chocolate; Sweeney Todd e Evita Open air. Diretor musical associado do coletivo “nosso projeto” foi responsável pela direção musical associada e arranjos dos espetáculos “Diálogos”; “Sorria” e “Azáfama” todos de autoria e direção de Bruno Narchi. Como arte-educador foi docente nas instituições Conservatório musical Souza Lima & Berklee, Casa de Artes OperÁria, 4ACT Performing Arts (também coordenador da área de música) e Thymeli Dança Teatro e música. Sócio-fundador do extinto Studio InCanto onde desenvolveu pesquisa na área de construção de identidade vocal e estudo de técnica e estética vocal junto á seus alunos particulares ao longo de sete anos.

Público: Artistas e cantores em formação em todos os níveis e que desejem usar sua voz como ferramenta autêntica de comunicação e expressão artística ao cantar. Acima de 18 anos.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  13 de setembro a 23 de setembro de 2022
Aprovados: 27 de setembro de 2022
Matrícula online:  28 a 30 de setembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Dança – Fragmentos e Conexões

A dança, em sua pesquisa do instrumento corpo/movimento pode contribuir para um maior campo de atuação nas multidisciplinaridades artísticas. A proposta é exatamente oferecer a vivência das práticas de estudos do mover, gerar consciência e domínio do instrumento para ampliar as possibilidades de criação e o estado de presença do intérprete. O conteúdo pesquisado em cada encontro será acumulativo. O objetivo principal é dominar, mapear e explorar o instrumento de trabalho (o corpo) e todas as suas particularidades.
Iniciaremos com uma pesquisa minuciosa e detalhada das possibilidades de movimentos das articulações e das partes do corpo, em seguida criaremos conexões de transições entre esses movimentos, para então adicionarmos variações de tempo, dinâmica, energias, dimensão, deslocamento, conexão com os sons. Ao final de cada etapa concluída iremos realizar o exercício da improvisação e da construção de células coreográficas para aplicação prática do conteúdo estudado.

Quando: De 27 de setembro até 1 de dezembro de 2022
terças e quintas das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Oferecer aos alunes ferramentas técnicas da dança, provocar e estimular a prática da improvisação conectada com as várias possibilidades de sonoridades, criar e desenvolver a consciência e o domínio do corpo/movimento respeitando cada indivíduo e suas vivências.

Orientadora: Leilane Teles

Leilane Teles é bailarina, coreógrafa, atriz e cantora, nascida em Salvador, formada em ballet clássico pela Royal Academy of dance e Nível Técnico em dança pela escola de Dança da Funceb – BA. Iniciou sua carreira artística na cia de dança contemporânea Balé Jovem de Salvador. Logo em seguida participou da residência artística no “Arsenale della danza” na Itália, dirigida e idealizada por Ismael Ivo. No ano seguinte integrou por um período a cia “Brazzdance” em Miami (EUA). Construiu uma sólida carreira no mercado de teatro musical no Brasil, integrando o elenco de grandes montagens, dentre elas “Chacrinha, o Musical”, “Escola do Rock”, “Donna Summer Musical”, e no exterior “Voices of the Amazon”, com montagem em Londres e tour pela Europa e Ásia. Em 2021 criou a obra coreográfica “UMBÓ” para a SPCD, que foi indicada ao prêmio APCA na categoria “criação”. Recentemente esteve no elenco da peça teatral “Azáfama” em São Paulo e atualmente está em cartaz em “Marrom, o musical”.

Público: Artistas com vivências do corpo, da dança, do teatro, do circo. Acima de 18 anos.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  08 de setembro a 20 de setembro de 2022
Aprovados: 22 de setembro de 2022
Matrícula online:  23 e 26 de setembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle De 27 de setembro até 1 de dezembro de 2022
Terças e Quintas das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP


Leilane Teles é bailarina, coreógrafa, atriz e cantora, nascida em Salvador, formada em ballet clássico pela Royal Academy of dance e Nível Técnico em dança pela escola de Dança da Funceb – BA. Iniciou sua carreira artística na cia de dança contemporânea Balé Jovem de Salvador. Logo em seguida participou da residência artística no “Arsenale della danza” na Itália, dirigida e idealizada por Ismael Ivo. No ano seguinte integrou por um período a cia “Brazzdance” em Miami (EUA). Construiu uma sólida carreira no mercado de teatro musical no Brasil, integrando o elenco de grandes montagens, dentre elas “Chacrinha, o Musical”, “Escola do Rock”, “Donna Summer Musical”, e no exterior “Voices of the Amazon”, com montagem em Londres e tour pela Europa e Ásia. Em 2021 criou a obra coreográfica “UMBÓ” para a SPCD, que foi indicada ao prêmio APCA na categoria “criação”. Recentemente esteve no elenco da peça teatral “Azáfama” em São Paulo e atualmente está em cartaz em “Marrom, o musical”.

Público: Artistas com vivências do corpo, da dança, do teatro, do circo. Acima de 18 anos.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  08 de setembro a 20 de setembro de 2022
Aprovados: 22 de setembro de 2022
Matrícula online:  23 e 26 de setembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Iniciação às Artes Circenses

As artes circenses, como uma das artes da cena, são espaços de criação lúdica que tem o corpo como ferramenta. Este curso de extensão visa possibilitar que pessoas que nunca tiveram acesso, possam se aproximar deste universo. Dessa forma, além de cumprir um papel social de transmissão da arte circense, o curso permite com que novas pessoas se desenvolvam e tenham contato com o Circo, gerando oportunidades de conhecimento cultural, de desenvolvimento pessoal e de criatividade. O curso é dividido em três blocos: Malabares e Manipulação de objetos; Acrobacias Aéreas; e Flexibilidade e Fundamentos de Contorção. As atividades são práticas e incluem preparação física, condicionamento, técnica, desenvoltura e pesquisa de movimentos. Serão utilizados principalmente tecido acrobático e lira. A dinâmica é focada no desenvolvimento saudável dos estudantes, de maneira que os exercícios são adaptados de acordo com as habilidades e limitações de cada pessoa.

Quando: De 20 de setembro até 17 de novembro de 2022
terças e quintas das 15h às 18h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: Introduzir as pessoas ao universo circense através de aulas práticas de iniciação a diversas modalidades circenses, especialmente: malabares, manipulação de objetos, acrobacias aéreas e fundamentos de contorção e acrobacia de solo. Incentivar a criatividade e o desenvolvimento de expressão artística vinculada à prática circense.

Orientadores: Lui Castanho, Helen Maria e Noam Scapin.

Lui Castanho é formado na Escola de Palhaços do Circo da Dona Bilica (Florianópolis), através do prêmio Carequinha de Estímulo ao Circo, FUNARTE/2015; no Profissionalizante de Atuação na Escola Aktoro (Florianópolis, 2019); e em Técnica Meisner/Mammet na EICTV (Cuba, 2017). Foi professor de acrobacias aéreas de 2016 a 2019 na Casa do Palhaço (Florianópolis), é membro co-fundador da Cia Fundo Mundo e integra o núcleo gestor do Encuentro Latinoamericano de Circo LGBTIA+ desde a 1ª edição, em 2019.

Helen Maria é circense, atuando principalmente como apresentadora, cômica e malabarista. Estudou circo na Casa do Palhaço e tem formações em palhaçaria com importantes nomes da área, como a Karla Conca e Antônia Vilarinho. Além de ser apresentadora no Sui Generis, espetáculo da Cia Fundo Mundo, já foi mestre de cerimônia de diversos espetáculos e varietês como a edição de dois anos do Drag Night Show, a Noite feminina da 7ª Convenção Paulista de SP, e a variete do Pré Encuentro Latinoamericano LGBT de circo. É estudante de teatro e dramaturgia pela casa da cultura em Joinville, mesma cidade aonde começou sua pesquisa com a performance e a escrita.

Noam Scapin é artista circense nas areas de acrobacia aérea, palhaçaria e pirofagia. Trabalha e estuda os movimentos do corpo, postura e flexibilidade desde 2016. Com seus trabalhos com a Cia Fundo Mundo e solo, apresentou em diversos palcos e festivais no Brasil e América Latina.

Público: Pessoas a partir de 18 anos que tenham pouca ou nenhuma experiência com circo e tenham vontade de experimentar esse universo.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  31 de agosto a 13 de setembro de 2022
Aprovados: 15 de setembro de 2022
Matrícula online:  16 e 19 de setembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle De 20 de setembro até 17 de novembro de 2022
Terças e Quintas das 15h às 18h
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Brás - Endereço: Av. Rangel Pestana, 2401 - Brás, São Paulo - SP


Lui Castanho é formado na Escola de Palhaços do Circo da Dona Bilica (Florianópolis), através do prêmio Carequinha de Estímulo ao Circo, FUNARTE/2015; no Profissionalizante de Atuação na Escola Aktoro (Florianópolis, 2019); e em Técnica Meisner/Mammet na EICTV (Cuba, 2017). Foi professor de acrobacias aéreas de 2016 a 2019 na Casa do Palhaço (Florianópolis), é membro co-fundador da Cia Fundo Mundo e integra o núcleo gestor do Encuentro Latinoamericano de Circo LGBTIA+ desde a 1ª edição, em 2019.

Helen Maria é circense, atuando principalmente como apresentadora, cômica e malabarista. Estudou circo na Casa do Palhaço e tem formações em palhaçaria com importantes nomes da área, como a Karla Conca e Antônia Vilarinho. Além de ser apresentadora no Sui Generis, espetáculo da Cia Fundo Mundo, já foi mestre de cerimônia de diversos espetáculos e varietês como a edição de dois anos do Drag Night Show, a Noite feminina da 7ª Convenção Paulista de SP, e a variete do Pré Encuentro Latinoamericano LGBT de circo. É estudante de teatro e dramaturgia pela casa da cultura em Joinville, mesma cidade aonde começou sua pesquisa com a performance e a escrita.

Noam Scapin é artista circense nas areas de acrobacia aérea, palhaçaria e pirofagia. Trabalha e estuda os movimentos do corpo, postura e flexibilidade desde 2016. Com seus trabalhos com a Cia Fundo Mundo e solo, apresentou em diversos palcos e festivais no Brasil e América Latina.

Público:Pessoas a partir de 18 anos que tenham pouca ou nenhuma experiência com circo e tenham vontade de experimentar esse universo.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  31 de agosto a 13 de setembro de 2022
Aprovados: 15 de setembro de 2022
Matrícula online:  16 e 19 de setembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop gratuito e presencial | Corpo, vídeo e espaço

O workshop trabalha com o conceito de paisagem, que é um conceito apresentado em diversas áreas do saber como nas artes (visuais e música) e nas ciências, principalmente na geografia, na ecologia e na arquitetura urbanística. Portanto, a oficina apresenta uma perspectiva interdisciplinar que busca articular a diversidade de olhares técnicos e criativos, propondo a conexão entre as subjetividades, as áreas do conhecimento, a arte e os fenômenos da vida cotidiana. A proposta entre dança, vídeo, arquitetura e geografia do projeto “Paisagem” propõe um fluxo de contextualização e recontextualização dos nossos pressupostos de interação entre corpo e espaço, bem como arte e outros saberes.
Sob condução dos artistas de dança, cinema e arquitetura que integram o projeto, os participantes do corpo passarão por um estímulo provocativo acerca do tema “Arquitetura e dança: cruzamentos e potências” e em seguida irão experienciar dispositivos de experimentações corporais com base no espaço. A composição partirá de reorganizações corporais, bem como a criação de partituras e técnicas de improviso a partir dos contextos do espaço. Do ponto de vista audiovisual, serão partilhados exercícios de composição de narrativas por meio de imagens que contextualizam e re-contextualizam o corpo no espaço por meio de câmeras ou celulares a fim de produzir novos significados e apreensões visuais.

Quando: 03 de setembro de 2022
Sábado das 14h às 17h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP.

Objetivo: A oficina é direcionada para artistas da dança/corpo, artistas audiovisuais e demais interessados nas relações arquitetônicas da cidade e as artes do corpo. Os participantes, serão colocados em diálogo e, utilizando-se de suas respectivas linguagens, irão realizar estudos sobre corpo, vídeo e espaço a partir de provocações e recursos desenvolvidos no processo de criação da obra “Paisagem”. A oficina conta ainda com provocação e acompanhamento do arquiteto Paulo Viel para abordar potências dos cruzamentos entre arquitetura e a dança. O laboratório propõe três modalidades de participação: uma para criação em movimento, outra para criação em vídeo e ainda, cinco vagas para ouvintes que desejam aprofundar e intercambiar saberes acerca das relações arquitetônicas da cidade e as artes do corpo.

Orientadores: Carolina Romano e Gustavo Braunstein

Carolina Romano é artista da dança, pesquisadora, escritora e educadora. Formada e credenciada pela Royal Academy of Dance (RAD), Bacharel (2003) e licenciada (2006) em Dança-UNICAMP, com Iniciação Científica financiada pela FAPESP. Mestre em Artes (IA-UNICAMP/2006), com financiamento FAPESP. Doutora em Artes (IA-UNESP/2016),. É professora colaboradora do Mestrado Profissional (Stricto sensu) em Artes, PROF-ARTES, no Instituto de Artes-Unesp/SP, onde orienta projetos de mestrado na área de arte/educação. Como artista participou do Grupo Matula Teatro (2003-2007), contemplado pelos editais Copa da Cultura em Berlim, do Ministério da Cultura-Parceria Matula Teatro e Boa Companhia. Foi contemplada com a ocupação dos espaços da Caixa Cultural, com espetáculo o Verbo se Fez Carne. Fez parte do Grupo Sigma de Dança (2009-2012) e obteve as premiações do New York City Dance Alliance. Diretora do vídeo dança, Geo: Ver o dia deitar-se nas formas, contemplado pelo edital Respirarte, FUNARTE/2020. Diretora do espetáculo, Paisagem, contemplado pelo PROAC Nº 03 /2020.

Gustavo Braunstein é ator, artista do corpo, dramaturgo e educador. Sua formação transita entre as artes cênicas, escrita, dança, educação e comunicação social dentro e fora de instituições, utilizando-se destas linguagens de modo complementar para constituir seu trabalho com forte intenção interdisciplinar e autoral. Trabalhou como performer e diretor junto a coletivos e artistas como Taanteatro Companhia, Janaína Leite, Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, Cia Mar, dentre outros. De modo solo, vem desenvolvendo pesquisa artística em dança e performance com trabalhos realizados em Cabo Verde, Israel e Argentina. É co-fundador do grupo teatral paulistano “Núcleo Tumulto! de investigação cênica” e atualmente trabalha junto ao Núcleo Barro 3.

Público: Artistas e estudantes das artes do corpo e do vídeo, bem como, interessados em proposições de arquitetura e poéticas do espaço. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  19 de agosto a 29 de agosto de 2022
Aprovados: 1 de agosto de 2022
Matrícula online:  1 e 2 de setembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 3 de setembro de 2022
Sábado, das 14h até às 17h
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Praça Franklin Roosevelt, 210 - Centro, São Paulo - SP


Carolina Romano é artista da dança, pesquisadora, escritora e educadora. Formada e credenciada pela Royal Academy of Dance (RAD), Bacharel (2003) e licenciada (2006) em Dança-UNICAMP, com Iniciação Científica financiada pela FAPESP. Mestre em Artes (IA-UNICAMP/2006), com financiamento FAPESP. Doutora em Artes (IA-UNESP/2016),. É professora colaboradora do Mestrado Profissional (Stricto sensu) em Artes, PROF-ARTES, no Instituto de Artes-Unesp/SP, onde orienta projetos de mestrado na área de arte/educação. Como artista participou do Grupo Matula Teatro (2003-2007), contemplado pelos editais Copa da Cultura em Berlim, do Ministério da Cultura-Parceria Matula Teatro e Boa Companhia. Foi contemplada com a ocupação dos espaços da Caixa Cultural, com espetáculo o Verbo se Fez Carne. Fez parte do Grupo Sigma de Dança (2009-2012) e obteve as premiações do New York City Dance Alliance. Diretora do vídeo dança, Geo: Ver o dia deitar-se nas formas, contemplado pelo edital Respirarte, FUNARTE/2020. Diretora do espetáculo, Paisagem, contemplado pelo PROAC Nº 03 /2020.

Gustavo Braunstein é ator, artista do corpo, dramaturgo e educador. Sua formação transita entre as artes cênicas, escrita, dança, educação e comunicação social dentro e fora de instituições, utilizando-se destas linguagens de modo complementar para constituir seu trabalho com forte intenção interdisciplinar e autoral. Trabalhou como performer e diretor junto a coletivos e artistas como Taanteatro Companhia, Janaína Leite, Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, Cia Mar, dentre outros. De modo solo, vem desenvolvendo pesquisa artística em dança e performance com trabalhos realizados em Cabo Verde, Israel e Argentina. É co-fundador do grupo teatral paulistano “Núcleo Tumulto! de investigação cênica” e atualmente trabalha junto ao Núcleo Barro 3.

Público: Artistas e estudantes das artes do corpo e do vídeo, bem como, interessados em proposições de arquitetura e poéticas do espaço. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  19 de agosto a 29 de agosto de 2022
Aprovados: 1 de agosto de 2022
Matrícula online:  1 e 2 de setembro de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Pernas de Saracura – estudo sobre perna de pau

Difundir os saberes com as pernas de pau para aumentar e potencializar a técnica e criações nessa modalidade circense, como ”Mafalda Pequenino” diz: a perna de pau é o nosso palco andante. E diante da pluralidade de movimentos e o “reaprender a andar” temos a chance de revisitar e re-entender o significado do erro, gerando novas possibilidades psico sócio afetivas em um olhar psicomotor.

Será abordado em aula:
Aquecimento e reorganização corporal
Exercícios preparatórios sem perna de pau
Exercícios nas pernas de pau
Serão abordados os temas: tipos de pernas de pau, segurança(joelheiras e manutenção das pernas de pau), formas de descer da perna de pau, forma de subir na perna de pau, caminhar, correr, pular e saltar com as pernas de pau.

Quando: De 31 de agosto a 31 de outubro de 2022
Segundas e Quartas das 10h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás

Objetivo: Difundir os saberes com as pernas de pau para aumentar e potencializar a técnica e criações nessa modalidade circense. Serão abordados os temas segurança no equipamento, técnicas contra quedas, caminhada, corrida, saltos giros e técnicas de subidas.

Orientador: Guilherme Awazu

Guilherme Awazu é cofundador e integrante da Trupe Baião de 2, pesquisa perna de pau para além do andar, buscando desenvolvimento da técnica da perna de pau equivalente para os demais aparelhos circenses. Junto com Rachel Monteiro está desenvolvendo o Método Saracura de perna de pau. Cursou direção de circo, dramaturgia do circo, mão a mão e percha na SP Escola de Teatro.

Público: Esse curso é livre para a participação do público em geral, com ou sem experiência na linguagem das artes, acima de 18 anos.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  10 de agosto a 25 de agosto de 2022
Aprovados: 29 de agosto de 2022
Matrícula online:  29 e 30 de agosto de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle De 31 de agosto a 31 de outubro de 2022
Segundas e Quartas das 10h às 13h
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Brás - Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Guilherme Awazu é cofundador e integrante da Trupe Baião de 2, pesquisa perna de pau para além do andar, buscando desenvolvimento da técnica da perna de pau equivalente para os demais aparelhos circenses. Junto com Rachel Monteiro está desenvolvendo o Método Saracura de perna de pau. Cursou direção de circo, dramaturgia do circo, mão a mão e percha na SP Escola de Teatro.

Público: Esse curso é livre para a participação do público em geral, com ou sem experiência na linguagem das artes, acima de 18 anos.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 25 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  10 de agosto a 25 de agosto de 2022
Aprovados: 29 de agosto de 2022
Matrícula online:  29 e 30 de agosto de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Corpo, Palavra e Espaço

As artes cênicas exigem habilidades diversas e dedicação constante. No Brasil existem pouquíssimas escolas públicas que oferecem formação, ou ao menos atividades formativas de maneira democrática e com qualidade. Essa é uma oportunidade de aprofundamento que vai contribuir com a qualidade na formação de estudantes.
Esse curso vai trabalhar no sentido de ampliar a percepção através de estudos e práticas nos eixos corpo, palavra e espaço, assuntos imprescindíveis para quem quer estar no palco, ou exercendo funções neste campo
Nesse curso aprofundaremos pontos fundamentais para um artista criador estar em cena. No eixo do Corpo, trabalharemos consciência corporal através da percepção dos ossos, músculos e espaços articulares. Gravidade, peso e verticalidade. Cada aluno será trabalhado dentro das suas potencialidades, respeitando-se as diferenças físicas e valorizando-se qualidades criativas e gestuais autênticas. No eixo Espaço exercitaremos a preparação cênica por meio de jogos do olhar e da atenção, conexão, improvisos, ocupação do corpo no espaço. No eixo da Palavra criaremos, verificaremos e praticaremos a qualidade e intensidade de emissão em relação a textos autobiográficos, com suporte do corpo, do espaço e do coletivo. O curso possibilita não só o conhecimento individual, mas também a interação e criação com o outro.

Quando: 26 de agosto até 27 de outubro de 2022
Quintas e Sextas das 10h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Endereço: Av. Rangel Pestana, 2401 – Brás, São Paulo – SP

Objetivo: Desenvolver e aplicar ações formativas que contribuam para o desenvolvimento individual e coletivo de artistas que almejam realizar travessias nas artes cênicas. Potencializar talentos. Contribuir para o desenvolvimento da arte no Brasil.

Orientadora: Carmen Jorge

Carmen Jorge é diretora artística, diretora de vídeo, performer, figurinista, produtora e curadora. É coreógrafa de dança contemporânea desde a década de 90. Licenciada em dança pela PUC-Guaíra e pós-graduada em Estudos Contemporâneos em Dança pela UFBA e Angel Vianna (RJ). É pós-graduanda em Corpo e Palavra nas Artes da Cena e da Imagem (PUC-RJ). Em 2002 funda e dirige sua própria companhia – PIP Pesquisa em Dança, realizando vários espetáculos autorais, sendo contemplada com diversos prêmios e editais nacionais. Com a PIP iniciou seus trabalhos em vídeo e desenvolveu pesquisas com dança e mediação tecnológica. Trabalhou como preparadora corporal em mais de 150 peças de teatro, inclusive musicais, recebendo quatro troféus Gralha Azul Governador do Estado do Paraná, sendo seu mais recente trabalho teatral/musical “O grande sucesso” do ator Alexandre Nero. Em 2017 foi professora substituta da UFPR no Curso Superior de Produção Cênica. De 2018 a 2021 foi Consultora de Dança da Fundação Cultural de Curitiba, integrando também a Comissão do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura. Durante o período de gestão coordenou e curou o espaço Casa Hoffmann – Centro de Estudos do Movimento onde desenvolveu o Projeto Curatorial Circuito Mover, envolvendo a criação de vários programas e ações públicas para a Dança. Em 2020 desenvolveu roteiros e coreografias para vídeo aulas e vídeos artísticos durante sua gestão na FCC. Em 2021 iniciou parceria criativa com o projeto Just in time dos artistas alemães deufert&plischke como Diretora de vídeo, realizando quinze curtas com artistas curitibanos. Em 2022 dirigiu a atriz Nena Inoue a convite da Biblioteca Pública do Paraná. Atualmente vive e trabalha em Marília, Curitiba e São Paulo. (www.criacorpo.art)

Público: Alunos e profissionais das artes, dança, teatro, pessoas interessadas em artes, artes do corpo e artes cênicas. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  05 de agosto a 19 de agosto de 2022
Aprovados: 23 de agosto de 2022
Matrícula online:  24 e 25 de agosto de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

Fotos: Paula Moraes

circle 26 de agosto até 27 de outubro de 2022
Quintas e Sextas das 10h às 13h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Endereço: Av. Rangel Pestana, 2401 – Brás, São Paulo – SP


Carmen Jorge é diretora artística, diretora de vídeo, performer, figurinista, produtora e curadora. É coreógrafa de dança contemporânea desde a década de 90. Licenciada em dança pela PUC-Guaíra e pós-graduada em Estudos Contemporâneos em Dança pela UFBA e Angel Vianna (RJ). É pós-graduanda em Corpo e Palavra nas Artes da Cena e da Imagem (PUC-RJ). Em 2002 funda e dirige sua própria companhia – PIP Pesquisa em Dança, realizando vários espetáculos autorais, sendo contemplada com diversos prêmios e editais nacionais. Com a PIP iniciou seus trabalhos em vídeo e desenvolveu pesquisas com dança e mediação tecnológica. Trabalhou como preparadora corporal em mais de 150 peças de teatro, inclusive musicais, recebendo quatro troféus Gralha Azul Governador do Estado do Paraná, sendo seu mais recente trabalho teatral/musical “O grande sucesso” do ator Alexandre Nero. Em 2017 foi professora substituta da UFPR no Curso Superior de Produção Cênica. De 2018 a 2021 foi Consultora de Dança da Fundação Cultural de Curitiba, integrando também a Comissão do Fundo Municipal de Incentivo à Cultura. Durante o período de gestão coordenou e curou o espaço Casa Hoffmann – Centro de Estudos do Movimento onde desenvolveu o Projeto Curatorial Circuito Mover, envolvendo a criação de vários programas e ações públicas para a Dança. Em 2020 desenvolveu roteiros e coreografias para vídeo aulas e vídeos artísticos durante sua gestão na FCC. Em 2021 iniciou parceria criativa com o projeto Just in time dos artistas alemães deufert&plischke como Diretora de vídeo, realizando quinze curtas com artistas curitibanos. Em 2022 dirigiu a atriz Nena Inoue a convite da Biblioteca Pública do Paraná. Atualmente vive e trabalha em Marília, Curitiba e São Paulo. (www.criacorpo.art)

Público: Alunos e profissionais das artes, dança, teatro, pessoas interessadas em artes, artes do corpo e artes cênicas. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  05 de agosto a 19 de agosto de 2022
Aprovados: 23 de agosto de 2022
Matrícula online:  24 e 25 de agosto de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Produção Cultural Contemporânea, Programação e Curadoria

O curso objetiva a formação de redes e a mobilização de recursos criativos. Também apresenta módulos sobre as linguagens artísticas específicas. Nessa versão o curso vai debater e abordar o audiovisual em diferentes perspectivas e diante das vertiginosas alterações no setor. Que tem sua primeira aula na SP Escola de Teatro, unidade Roosevelt e o restante do curso no Cine Bijou.

Quando: 17 de agosto a 26 de agosto de 2022
Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Segunda, Terças, Quarta, Quinta e Sexta das 13h às 19h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 e Cine Bijou – Praça Franklin Roosevelt, 172 – Centro, São Paulo – SP.

Objetivo: Constitui em um programa de formação, cujo papel principal é de atualizar e produzir conhecimentos na área da gestão cultural. É organizado em módulos autônomos acerca do audiovisual.

Orientador: Fabio Maleronka Ferron

Fabio Maleronka Ferron Mestre em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo (2017). Foi Diretor Geral de Programação e Eventos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (2013-2016), com destaque para a implantação do Circuito Municipal de Cultura . Foi curador da Virada Cultural em 2014 e 2015. Integrou do Conselho Gestor do Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (2013 2016) e membro do Conselho de Administração da Spcine- Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo (2015-2017)) Em 2010 coordenou série Produção Cultural no Brasil. Foi Consultor do Ministério da Cultura pelo Centro de Gestão e Assuntos Estratégicos em Brasília durante a gestão Gilberto Gil. Fabio Maleronka é um dos organizadores do livro “Depois da Última Sessão de Cinema — Spcine, Audiovisual e Democracia”(2021) A publicação reúne 40 entrevistas inéditas, que roteirizam um panorama do setor com conversas e histórias de produtores, cineastas, empresários, associações e gestores. Seus depoimentos ajudam a explicar como paixão, criatividade e resistência política se unem na atividade audiovisual realizada na cidade de São Paulo.

Público: Estudantes, gestores culturais, pesquisadores, artistas e profissionais das artes, programadores culturais, curadores e demais interessados. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  22 de julho a 12 de agosto de 2022
Aprovados: 15 de agosto de 2022
Matrícula online:  15 e 16 de agosto de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 17 de agosto a 26 de agosto de 2022
Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Segunda, Terças, Quarta, Quinta e Sexta das 13h às 19h
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Praça Franklin Roosevelt, 210 - Centro, São Paulo - SP e Cine Bijou - Praça Franklin Roosevelt, 172.


Fabio Maleronka Ferron Mestre em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo (2017). Foi Diretor Geral de Programação e Eventos da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (2013-2016), com destaque para a implantação do Circuito Municipal de Cultura . Foi curador da Virada Cultural em 2014 e 2015. Integrou do Conselho Gestor do Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer (2013 2016) e membro do Conselho de Administração da Spcine- Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo (2015-2017)) Em 2010 coordenou série Produção Cultural no Brasil. Foi Consultor do Ministério da Cultura pelo Centro de Gestão e Assuntos Estratégicos em Brasília durante a gestão Gilberto Gil. Fabio Maleronka é um dos organizadores do livro “Depois da Última Sessão de Cinema — Spcine, Audiovisual e Democracia”(2021) A publicação reúne 40 entrevistas inéditas, que roteirizam um panorama do setor com conversas e histórias de produtores, cineastas, empresários, associações e gestores. Seus depoimentos ajudam a explicar como paixão, criatividade e resistência política se unem na atividade audiovisual realizada na cidade de São Paulo.

Público: Estudantes, gestores culturais, pesquisadores, artistas e profissionais das artes, programadores culturais, curadores e demais interessados. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  22 de julho a 12 de agosto de 2022
Aprovados: 15 de agosto de 2022
Matrícula online:  15 e 16 de agosto de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Comunicação Cultural – Os Caminhos de Como Divulgar sua Produção


O curso se concentra em capacitar profissionais do mercado da cultura das artes a desenvolverem um olhar prático e crítico acerca dos projetos de divulgação de seus projetos, sejam eles nos campos do teatro, da música, da literatura, do cinema e de outros campos do mercado. A partir deste curso, explicar-se-ão os trâmites de divulgação de um espetáculo com a criação de campanhas nas mídias digitais (Facebook, Instagram e TikTok), abordagem aos profissionais de veículos de imprensa, produção de campanhas de imprensa e anúncios de estreias, sessões especiais e a montagem de uma lista de RSVP para uma estreia/ lançamento/ audição, além de montar um panorama da comunicação cultural e estabelecer as diferenças entre uma assessoria de imprensa, uma assessoria digital, marketing digital, entre outros campos da comunicação.

Quando: 16 de agosto a 13 de outubro de 2022
Terças e Quintas das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: Promover o conceito e a base de desenvolvimento para atores, produtores, assessores e outros profissionais do ramo da cultura das artes divulgarem seus espetáculos em mídias digitais, físicas e inseri-los nas agendas da imprensa alternativa e de grandes veículos de imprensa.

Orientador: Bruno Cavalcanti

Bruno Cavalcanti Formado em Comunicação Social pela FIAM FAAM/ FMU e com especialização em Jornalismo Cultural e Negócios da Cultura, Bruno Cavalcanti tem 10 anos de experiência como jornalista, tendo colaborado com alguns dos principais veículos de comunicação do Brasil, entre eles a Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo e o Jornal do Brasil. Editou por três anos o portal Observatório do Teatro (Uol), reconhecido como referência na cobertura do teatro paulistano. Trabalhou como produtor cultural de nomes como Kiara Sasso e Mafalda Minozzi, e como assessor de imprensa em escritórios como o da Sociedade Esportiva Palmeiras e do Grupo Abril. É autor de 11 peças de teatro, entre elas as biografias cênicas do estilista Clodovil Hernandes e da jornalista Danuza Leão.

Público: Profissionais do campo da comunicação, cultura e das artes: atores, diretores, produtores, escritores, músicos, cantores. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  21 de julho a 09 de agosto de 2022
Aprovados: 10 de agosto de 2022
Matrícula online:  11 e 12 de agosto de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

 

circle 16 de agosto a 13 de outubro de 2022
Terças e Quintas das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Endereço: Praça Roosevelt, 210, Centro São Paulo, SP


Bruno Cavalcanti Formado em jornalismo, atuo como repórter e crítico de teatro. Tenho experiência nas áreas de assessoria de imprensa, revisão de textos, produção cultural e executiva, e produção de matérias e grandes reportagens para impresso, web e rádio. Já trabalhei em áreas como cultura, trade marketing, economia, esporte, gastronomia, comportamento e cotidiano. Inglês fluente.

Público: Profissionais do campo da comunicação, cultura e das artes: atores, diretores, produtores, escritores, músicos, cantores. Acima de 18 anos.

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  21 de julho a 09 de agosto de 2022
Aprovados: 10 de agosto de 2022
Matrícula online:  11 e 12 de agosto de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

 


Curso gratuito e presencial | Palhaçaria – Comicidades Negras: Alegria é Fundamento-Ético


O curso, nasce como resistência estética criativa em busca de uma comicidade ancestral, acionando a memória e a força do imaginário cultural afro diaspórico, em dialogo com a luta antirracista negra, o aprendizado e fortalecimento de saberes tradicionais afro orientados, sendo o riso e a alegria saberes de luta, resistência, denúncia e celebração. Essa oficina é parte das pesquisas realizadas pela artista Vanessa Rosa, que atua no campo das comicidades desde 2006, passando por diferentes escolas de humor eurocentradas, sentiu a necessidade e importância de pesquisar a partir de matrizes e motrizes de tradições afro-brasileiras em diálogo aos saberes indígenas, construindo um pensamento que visa o riso em ritualística e rebeldia numa ética do não esquecimento. O riso como dispositivo desses encontros, favorece a compreensão e possibilidades de rompimentos diante da reprodução e busca por um ideal inatingível e universal. Assim, é válido ressaltar que ao buscarmos uma comicidade e palhaçaria afro-referenciada, navegamos pela ancestralidade e corpOralidade, elementos importantes no contexto de continuidade cultural e ensino presente em diversas tradições. Dessa maneira, identificar a alegria como fundamento-ético e a força do riso como forma de intervir no mundo.

Quando: 01 de agosto a 21 de setembro de 2022
Segundas e Quartas das 19h30 às 22h30
Com vivência externa dia 20 de agosto, sábado, das 9h até às 17h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: O curso, proporciona estudos práticos e teóricos a cerca da linguagem da palhaçaria negra e a comédia pensadas a partir das matrizes e motrizes de manifestações populares afro-brasileiras, como exemplo o jongo, o coco, o samba de roda e o cavalo marinho. Jogos, brincadeiras, corporalidade em narrativas cômicas, são alguns dos elementos que compõe essa oficina, tendo em vista compreender o riso como tecnologia de sobrevivência e a alegria um fundamento-ético presente em diversas culturas negras afro-indígenas.
Esse encontro tem como objetivo geral potencializar uma produção artística na área das comicidades e palhaçaria negra, assim os seguintes objetivos específicos são:
Oferecer ferramentas para que os participantes possam realizar a construção de um corpo cômico, sabendo o riso como formas de denúncia, celebração e resistência;
Proporcionar estudos e saberes referentes as culturas negras e afro-indígenas;
Trabalhar o jogo, a brincadeira, a expressão corporal e vocal como elementos potencializadores e disparadores de olhares generosos para sí e para o coletivo.

Orientadora: Vanessa Rosa

Vanessa Rosa há 18 anos, entre escolas, cursos e pesquisas de campo, vivência as artes com foco na linguagem da comédia. Desde 2009 orienta grupos, coordena oficinas e facilita encontros artísticos, propondo práticas pedagógicas teatrais por intermédio de saberes ancestrais. Como atriz, produtora e diretora, durante 13 anos, junto a outres artistas do bairro do Grajaú/SP, desenvolveu pesquisas, projetos e a gestão de um Galpão Cultural, sendo contemplada por diversas leis de incentivo na área teatral, atuando e dirigindo diversos espetáculo entre o palco e a rua. Em 2016 cria o “Terreiros do Riso”, seu encanto, cuja prática contempla estudos, criações e vivências artísticas em artes integradas referente às comicidades negras afro-brasileiras em confluência aos saberes indígenas. Une suas vivências artísticas com práticas corporais biointerativas, olhando de modo circular e não fragmentado a preparação cênica de artistas do riso. Formada em Licenciatura em Arte Teatro pela UNESP-IA, pesquisa sobre Alegria como fundamento-ético e estuda pedagogia.

Público:
Esse curso é livre para a participação do público em geral, com ou sem experiência na linguagem das artes, acima de 18 anos, será utilizado como critério políticas afirmativas para pessoas negras, indígenas, e lgbtqia+

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 30 vagas.
Importante manifestar na carta qual seu interesse no estudo em palhaçaria e comicidades negras, contando sua atuação e ou vivências fora e dentro das artes.

Cronograma das inscrições
Inscrições:
 12 de julho a 25 de julho de 2022 até às 16h
Aprovados:
28 de julho de 2022
Matrícula online:
 28 e 29 de julho de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 01 de agosto a 21 de setembro de 2022 - Com vivência externa dia 20 de agosto, sábado, das 9h até às 17h
Segundas e Quartas das 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Endereço: Praça Roosevelt, 210, Centro São Paulo, SP


Vanessa Rosa há 18 anos, entre escolas, cursos e pesquisas de campo, vivência as artes com foco na linguagem da comédia. Desde 2009 orienta grupos, coordena oficinas e facilita encontros artísticos, propondo práticas pedagógicas teatrais por intermédio de saberes ancestrais. Como atriz, produtora e diretora, durante 13 anos, junto a outres artistas do bairro do Grajaú/SP, desenvolveu pesquisas, projetos e a gestão de um Galpão Cultural, sendo contemplada por diversas leis de incentivo na área teatral, atuando e dirigindo diversos espetáculo entre o palco e a rua. Em 2016 cria o “Terreiros do Riso”, seu encanto, cuja prática contempla estudos, criações e vivências artísticas em artes integradas referente às comicidades negras afro-brasileiras em confluência aos saberes indígenas. Une suas vivências artísticas com práticas corporais biointerativas, olhando de modo circular e não fragmentado a preparação cênica de artistas do riso. Formada em Licenciatura em Arte Teatro pela UNESP-IA, pesquisa sobre Alegria como fundamento-ético e estuda pedagogia.

Público:
Esse curso é livre para a participação do público em geral, com ou sem experiência na linguagem das artes, acima de 18 anos, será utilizado como critério políticas afirmativas para pessoas negras, indígenas, e lgbtqia+

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 30 vagas.
Importante manifestar na carta qual seu interesse no estudo em palhaçaria e comicidades negras, contando sua atuação e ou vivências fora e dentro das artes.

Cronograma das inscrições
Inscrições:
 12 de julho a 25 de julho de 2022 até às 16h
Aprovados:
28 de julho de 2022
Matrícula online:
 28 e 29 de julho de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop gratuito e presencial | Da Interpretação à Performação: Estudos Sobre a Contemporaneidade Cênica


Vivemos em tempos de uma sociedade do espetáculo, em que tudo virou representação. As redes socias apresentam ficções, quase sempre num formato fake de vida real, curtimos, comentamos e nos relacionamos a todo momento com essas representações, criando nós mesmos (nessa interação), outras ficções. Mas se tudo é representação, o que restou ao campo teatral? Qual o papel do intérprete nessa sociedade do espetáculo? Percebendo que estamos vivendo uma exaustão do drama e uma agonia do teatro pós-dramático (preso sobretudo aos clichês do anti-teatro). Tenho o desejo, como pesquisadora da cena, de experimentar exercícios junto a atores que queiram testar os limites do teatro contemporâneo e seu flerte com as artes performáticas.
A improvisação, a performatividade do aqui e agora, o gesto performático, um corpo que pensa em voz alta e a contextualização do trabalho de criação com a história, no sentido de HerStorie.

Quando: 28 a 29 de Julho de 2022
Quinta e Sexta das 14:30 às 18:30
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Brás – Endereço: Av. Rangel Pestana, 2401 – Brás, São Paulo – SP

Objetivo:  Refletir de forma teórica e prática sobre a ideia de interpretação cênica na contemporaneidade.
Compartilhar metodologias e práticas que misturam a ideia de interpretação com performação e vice-versa.
Promover um ambiente de experimentação aos alunos que se lançarão a uma experimentação no formato de um Laboratório.

Orientadora: Mariana Senne

Mariana Senne reside em Berlim há alguns anos, tem trabalhado em colaboração com diferentes artistas da cena livre na Europa, acumulando diversas experiências, conhecimentos, frustrações e inquietações em como criar na contemporaneidade. Em 2021 ela concluiu o prestigiado mestrado Das Arts em Amsterdam, onde teve a possibilidade de organizar, formatar e definir metodologias e modos de abordagem na interpretação teatral. São precisamente essas práticas que Mariana pretende compartilhar junto a interessados em questões do teatro contemporâneo. Pilares centrais desse encontro serão: IMPROVISAÇÃO (como motor inicial e final da criação), o trabalho com a HISTÓRIA (no sentido de HERSTORIE), PERFORMATIVIDADE DO AQUI E AGORA (entre a interpretação e a performação), a noção de GESTO PERFORMATIVO (como meio de seleção e criação de materiais cênicos) e finalmente UM CORPO QUE PENSA EM VOZ ALTA (como o centro pulsante da criação).

Público:
Estudantes de teatro, criadores, diretores e atores. Apenas para maiores de 18 anos.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 11 a 25 de julho de 2022 até às 16h
Aprovados: 26 de julho de 2022
Matrícula online: 26 e 27 de julho de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 28 a 29 de Julho de 2022
Quinta e Sexta das 14:30 às 18:30
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Brás - Endereço: Av. Rangel Pestana, 2401 - Brás, São Paulo - SP


Mariana Senne reside em Berlim há alguns anos, tem trabalhado em colaboração com diferentes artistas da cena livre na Europa, acumulando diversas experiências, conhecimentos, frustrações e inquietações em como criar na contemporaneidade. Em 2021 ela concluiu o prestigiado mestrado Das Arts em Amsterdam, onde teve a possibilidade de organizar, formatar e definir metodologias e modos de abordagem na interpretação teatral. São precisamente essas práticas que Mariana pretende compartilhar junto a interessados em questões do teatro contemporâneo. Pilares centrais desse encontro serão: IMPROVISAÇÃO (como motor inicial e final da criação), o trabalho com a HISTÓRIA (no sentido de HERSTORIE), PERFORMATIVIDADE DO AQUI E AGORA (entre a interpretação e a performação), a noção de GESTO PERFORMATIVO (como meio de seleção e criação de materiais cênicos) e finalmente UM CORPO QUE PENSA EM VOZ ALTA (como o centro pulsante da criação).

Público: Estudantes de teatro, criadores, diretores e atores. Acima de 18 anos.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 11 a 25 de julho de 2022 até às 16h
Aprovados: 26 de julho de 2022
Matrícula online: 26 e 27 de julho de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso gratuito e presencial | Teatro Musical: Estudo e Montagem De Um Espetáculo Original

Em 2020 surgiu o coletivo de artistas Nosso Projeto, encabeçado por Bruno Narchi, Thiago Machado e Zuba Janaina. Além do desenvolvimento de produções originais, o trio acreditava na ideia de um curso teatral que pudesse estimular, não só́ o lado artístico dos alunos, mas também criativo, empreendedor e administrativo. Um curso que pudesse guiar os alunos através da criação de um projeto teatral original, estimulando a busca por diferentes caminhos dentro do mercado artístico, hoje tão atrelado as audições de grandes produções. Uma chance de tatear uma produção independente, a formação de um grupo de artistas e a escrita autoral brasileira.

Quando: 16 de julho a 22 de outubro de 2022
Sábados, das 10h às 14h
Local: SP Escola de Teatro – Unidade Roosevelt – Praça Franklin Roosevelt, 210 – Centro, São Paulo – SP

Objetivo: O curso tem por objetivo guiar os alunos inscritos por cada passo de uma montagem teatral: exercícios cênicos, trabalhos de mesa e leituras, trabalho de direção com os atores, direção de movimentos, direção musical, a montagem de cenas, eventuais coreografias e músicas, ensaios gerais e, por fim, apresentações ao vivo do resultado final desse processo.

Orientadores: Bruno Narchi, Thiago Machado e Zuba Janaína.

Bruno Narchi ator, cantor, produtor e escritor, é formado pelo Célia Helena e graduado em Comunicação Social, com Habilitação em Propaganda e Marketing, pela ESPM. Trabalhou por 3 anos com a Walt Disney Company no Brasil. Integrou o elenco dos musicais Mamma Mia!, Fame, Rock In Rio – O Musical, Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, Cinderella de R&H, Rent, Romeu & Julieta, Ao Som De Marisa Monte, tick,tick…BOOM!, e das peças Vanya & Sonia & Masha & Spike e Os Estranhos Que Nos Habitam. Idealizador e um dos produtores por trás do projeto Rent no Brasil, é também um dos fundadores da Companhia Paralela, ao lado de Bel Gomes, Leopoldo Pacheco e Thiago Machado. E do coletivo de artistas NOSSO PROJETO, projeto criado ao lado de Zuba Janaina e Thiago Machado.
Autor e diretor das peças DIÁLOGOS e AZÁFAMA; substantivo feminino, ambas selecionadas pelo Festival Paulista de Teatro Musical (2021), e ALi iLÁ, LABIRINTO: O CASO MINOTAURO Minotauro, AQUiiACOLÁ, e SORRIA, ESSA PEÇA É UMA COMÉDIA.

Thiago Machado ator, músico e cantor, Thiago Machado é formado em licenciatura em teatro pela Faculdade Paulista de Artes e pós graduado em Formação Integrada em Voz pelo Centro de Estudos da Voz. Tem uma extensa carreira no teatro e no teatro musical. Dividiu o palco com grandes nomes como Cláudia Raia, Marcelo Médici, Totia Meireles, Miguel Falabella e a saudosa Marília Pêra. Foi Romeu em “Romeu & Julieta, Ao Som de Marisa Monte”, além de protagonizar outras grandes produções como: Cantando na Chuva, Rent (indicado ao prêmio Bibi Ferreira como Melhor Ator), Mamma Mia!, Mudança de Hábito (indicado ao prêmio Bibi Ferreira como Melhor Ator Coadjuvante), Pippin, Rocky Horror Show, Barnum – O Rei do Show e tick, tick…BOOM! (também indicado como melhor ator coadjuvante no prêmio Bibi Ferreira). Na dublagem, dentre outros trabalhos, deu voz ao personagem Jack no filme “O Retorno de Mary Poppins”, que ficou em cartaz nos cinemas de todo o país. Um dos idealizadores e diretor musical/arranjador do NOSSO PROJETO, projeto criado ao lado de Bruno Narchi e Zuba Janaina.

ZUBA JANAINA atriz e bailarina, formada em ballet clássico e metodologia cubana. Dentre seus trabalhos destacam-se os musicais Rent, Hair, Emoções Baratas, New York New York, Oh! Calcutta!, Tarzan da Disney, Noturno, de Oswaldo Montenegro, e as óperas Tannhauser e Turandot, realizadas no Teatro Municipal de São Paulo. Foi bailarina do Miss Universo 2011, transmitido ao vivo para 210 países e realizou turnês pelo Japão, Espanha, França, Itália, Argentina e Hungria. Produtora do canal/perfil “Casal na Busca”, também está atualmente em cartaz com o espetáculo Era Uma Vez… Turma da Mônica. Coreógrafa residente no Musical Donna Summer, Zuba também é uma das idealizadoras e diretora de movimento/coreógrafa do NOSSO PROJETO, projeto criado ao lado de Bruno Narchi e Thiago Machado.

Público:
Amantes das artes, artistas em formação ou profissionais interessados em vivenciar a montagem de um espetáculo musical original brasileiro. Experiência com canto e dança será muito bem-vinda, mas não será obrigatória. Apenas para maiores de 18 anos.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:
15  de junho a 11 de julho de 2022
Aprovados:
13 de julho de 2022
Matrícula online:
14 e 15 de julho de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 16 de julho a 22 de outubro de 2022
Sábados, das 10h00 às 14h00
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Praça Franklin Roosevelt, 210 - Centro, São Paulo - SP


Bruno Narchi ator, cantor, produtor e escritor, é formado pelo Célia Helena e graduado em Comunicação Social, com Habilitação em Propaganda e Marketing, pela ESPM. Trabalhou por 3 anos com a Walt Disney Company no Brasil. Integrou o elenco dos musicais Mamma Mia!, Fame, Rock In Rio – O Musical, Cazuza – Pro Dia Nascer Feliz, Cinderella de R&H, Rent, Romeu & Julieta, Ao Som De Marisa Monte, tick,tick…BOOM!, e das peças Vanya & Sonia & Masha & Spike e Os Estranhos Que Nos Habitam. Idealizador e um dos produtores por trás do projeto Rent no Brasil, é também um dos fundadores da Companhia Paralela, ao lado de Bel Gomes, Leopoldo Pacheco e Thiago Machado. E do coletivo de artistas NOSSO PROJETO, projeto criado ao lado de Zuba Janaina e Thiago Machado.
Autor e diretor das peças DIÁLOGOS e AZÁFAMA; substantivo feminino, ambas selecionadas pelo Festival Paulista de Teatro Musical (2021), e ALi iLÁ, LABIRINTO: O CASO MINOTAURO Minotauro, AQUiiACOLÁ, e SORRIA, ESSA PEÇA É UMA COMÉDIA.

Thiago Machado ator, músico e cantor, Thiago Machado é formado em licenciatura em teatro pela Faculdade Paulista de Artes e pós graduado em Formação Integrada em Voz pelo Centro de Estudos da Voz. Tem uma extensa carreira no teatro e no teatro musical. Dividiu o palco com grandes nomes como Cláudia Raia, Marcelo Médici, Totia Meireles, Miguel Falabella e a saudosa Marília Pêra. Foi Romeu em “Romeu & Julieta, Ao Som de Marisa Monte”, além de protagonizar outras grandes produções como: Cantando na Chuva, Rent (indicado ao prêmio Bibi Ferreira como Melhor Ator), Mamma Mia!, Mudança de Hábito (indicado ao prêmio Bibi Ferreira como Melhor Ator Coadjuvante), Pippin, Rocky Horror Show, Barnum – O Rei do Show e tick, tick…BOOM! (também indicado como melhor ator coadjuvante no prêmio Bibi Ferreira). Na dublagem, dentre outros trabalhos, deu voz ao personagem Jack no filme “O Retorno de Mary Poppins”, que ficou em cartaz nos cinemas de todo o país. Um dos idealizadores e diretor musical/arranjador do NOSSO PROJETO, projeto criado ao lado de Bruno Narchi e Zuba Janaiina.

ZUBA JANAINA atriz e bailarina, formada em ballet clássico e metodologia cubana. Dentre seus trabalhos destacam-se os musicais Rent, Hair, Emoções Baratas, New York New York, Oh! Calcutta!, Tarzan da Disney, Noturno, de Oswaldo Montenegro, e as óperas Tannhauser e Turandot, realizadas no Teatro Municipal de São Paulo. Foi bailarina do Miss Universo 2011
transmitido ao vivo para 210 países e realizou turnês pelo Japão, Espanha, França, Itália, Argentina e Hungria. Produtora do canal/perfil “Casal na Busca”, também está atualmente em cartaz com o espetáculo Era Uma Vez… Turma da Mônica. Coreógrafa residente no Musical Donna Summer, Zuba também é uma das idealizadoras e diretora de movimento/coreógrafa do NOSSO PROJETO, projeto criado ao lado de Bruno Narchi e Thiago Machado.

Público:
Amantes das artes, artistas em formação ou profissionais interessados em vivenciar a montagem de um espetáculo musical original brasileiro. Experiência com canto e dança será muito bem-vinda, mas não será obrigatória.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições:
15  de junho a 11 de julho de 2022
Aprovados:
13 de julho de 2022
Matrícula online:
14 e 15 de julho de 2022

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso presencial e gratuito | Teatro decolonial – reflexão e investigação cênica

Fundada por pensadores latino-americanos como Anibal Quijano e Walter Mignolo, a decolonialidade se manifesta tanto no campo teórico quanto em práticas sociais e culturais, incluindo o teatro. O teatro brasileiro foi, historicamente, marcado pela referência eurocêntrica. Os métodos, as técnicas e os conceitos do que seria o fenômeno teatral foram colonialmente assimilados pelos artistas brasileiros.

Nas últimas décadas, temos visto na cena teatral brasileira formas novas de abordar e criar teatro. Este processo, de origem autóctone, deve-se a um processo decolonial que estamos vivendo. Através do estudo e da prática do teatro decolonial, o curso ‘Teatro decolonial – reflexão e investigação cênica’, sob orientação de Rodolfo García Vázquez, coordenador de Direção da SP Escola de Teatro, pretende investigar este novo olhar sobre o fazer teatral e sua potência para o teatro brasileiro, como expressão artística plena.

Objetivo: O curso pretende refletir sobre o conceito de decolonialidade e como pode ser abordado no campo teatral. Através da discussão de temas que tratam da realidade política e social brasileira, o curso pretende criar jogos de improviso e estudos cênicos que tragam um olhar decolonial para o fazer teatral.

Orientador: Rodolfo García Vázquez

Rodolfo García Vázquez é fundador da companhia Os Satyros, diretor teatral, autor, diretor de cinema e pedagogo. Já dirigiu mais de 100 espetáculos, apresentados em 25 países, recebendo prêmios nacionais e internacionais pelo seu trabalho, como Shell, APCA, entre outros. Entre os espetáculos que dirigiu, destacam-se: ‘A Trilogia Libertina’ (a partir da obra do Marquês de Sade), ‘A Vida na Praça Roosevelt’ e ‘Inocência’ (de Dea Loher) e a ‘Trilogia das Pessoas’. Também realiza investigação na área de teatro ciborgue, desde 2009, com mais de dez produções, entre as quais se destaca ‘Cabaret Stravaganza’. Em cinema, dirigiu ‘Hipóteses para o Amor e a Verdade’ e ‘Filosofia na Alcova’ (em codireção com Ivam Cabral). É um dos fundadores da SP Escola de Teatro, onde atua como coordenador do curso de Direção. É professor convidado nas Universidades das Artes de Estocolmo e Helsinki. Atualmente, cursa seu doutorado sobre a questão do teatro decolonial na ECA-USP.

Público
Maiores de 18 anos. Artistas com formação teatral –atuação, cenografia, figurinos, iluminação, direção, dramaturgia, sonoplastia– ou outras formas de expressão artística e cultural, como dançarinos, capoeiristas, cantores, instrumentistas, etc. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. Caso seja necessário, o inscrito poderá ser convocado para uma Seletiva com entrevista por Zoom.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 18 de abril a 2 de junho
Seletivas: 6, 7 e 8 de junho
Aprovados: 9 de junho
Matrícula online: 9 e 10 de junho

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 13 de junho a 29 de julho
Segundas, quartas e sextas - 19h30 às 22h30
Local: Unidade Roosevelt - Sala R8 - Praça Roosevelt, 210, Centro, São Paulo/SP


Rodolfo García Vázquez é fundador da companhia Os Satyros, diretor teatral, autor, diretor de cinema e pedagogo. Já dirigiu mais de 100 espetáculos, apresentados em 25 países, recebendo prêmios nacionais e internacionais pelo seu trabalho, como Shell, APCA, entre outros. Entre os espetáculos que dirigiu, destacam-se: ‘A Trilogia Libertina’ (a partir da obra do Marquês de Sade), ‘A Vida na Praça Roosevelt’ e ‘Inocência’ (de Dea Loher) e a ‘Trilogia das Pessoas’. Também realiza investigação na área de teatro ciborgue, desde 2009, com mais de dez produções, entre as quais se destaca ‘Cabaret Stravaganza’. Em cinema, dirigiu ‘Hipóteses para o Amor e a Verdade’ e ‘Filosofia na Alcova’ (em codireção com Ivam Cabral). É um dos fundadores da SP Escola de Teatro, onde atua como coordenador do curso de Direção. É professor convidado nas Universidades das Artes de Estocolmo e Helsinki. Neste momento, cursa seu doutorado sobre a questão do teatro decolonial na ECA-USP.

Público
Maiores de 18 anos. Artistas com formação teatral –atuação, cenografia, figurinos, iluminação, direção, dramaturgia, sonoplastia– ou outras formas de expressão artística e cultural, como dançarinos, capoeiristas, cantores, instrumentistas, etc. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. Caso seja necessário, o inscrito poderá ser convocado para uma Seletiva com entrevista por Zoom.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 18 de abril a 2 de junho
Seletivas: 6, 7 e 8 de junho
Aprovados: 9 de junho
Matrícula online: 9 e 10 de junho

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop presencial e gratuito | Dramaturgia Comunitária

A palavra comunidade direciona o nosso olhar para coisas que nos atravessam o tempo todo em nossos cotidianos.  Relações tramadas por elementos ficcionais que, por muitas vezes, como escritores, acabam por nos escapar. A nossa dinâmica de encontros nos colocará atentos aos personagens, tramas e relações que se estabelecem ao nosso redor e como, por meio da singularidade de nossas escritas, podemos transpor esses elementos para os universos ficcionais. Ouvir, sentir, tramar, narrar e ficcionar são verbos que se farão presentes nessa experiência de busca por uma “Dramaturgia Comunitária”.

Objetivo: Nessa oficina, com duração de 12 horas, divididas 4 encontros de 3 horas, o público de dramaturgos e não dramaturgos poderá refletir sobre experiências comunitárias de seus cotidianos e práticas da escrita para o teatro e outras ficções. Ao término da oficina, alcançaremos uma dramaturgia coletiva construída pelos participantes e com supervisão do próprio orientador.

Orientador: William Costa Lima


William Costa Lima
cursou dramaturgia e direção na Escola Livre de Teatro de Santo André e é formado em Pedagogia pela USP. Cursou a Roteiraria e atualmente cursa a pós-graduação em Roteiro Audiovisual no SENAC. Foi premiado no concurso Filma Brasil com o média-metragem “O silêncio não está morto, querida vó Helena” e com esse mesmo filme foi premiado em importantes festivais de cinema como o Nóia (Ceará) e Festin (Portugal). Em 2021, roteirizou e dirigiu os curtas-metragens “Engenho de Dentro” e “Centro Alto”. Em abril de 2021, participou da edição do BR LAB SP.

Desde 2007, é dramaturgo e diretor da Trupe Teatro de Torneado, onde conquistou importantes críticas e indicações como a do Prêmio Shell 2015 na categoria Inovação. É criador e diretor da Escola Atemporal de Artes. Atualmente, se prepara para lançar a dramaturgia “Merkwiller” em livro pela editora Patuá e dirige seu primeiro longa-metragem, “Fugindo de Fusca”.

Público:
Dramaturgos, roteiristas ou estudantes interessados na escrita de ficções para o teatro e o audiovisual.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 18 a 26 de maio de 2022
Aprovados: 30 de maio
Matrícula online: 30 e 31 de maio

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 1 a 9 de Junho de 2022
Quartas e quintas das 19:30 até as 22:30
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Endereço: Praça Roosevelt, 210, Centro São Paulo, SP


William Costa Lima cursou dramaturgia e direção na Escola Livre de Teatro de Santo André e é formado em Pedagogia pela USP. Cursou a Roteiraria e atualmente cursa a pós-graduação em Roteiro Audiovisual no SENAC. Foi premiado no concurso Filma Brasil com o média-metragem “O silêncio não está morto, querida vó Helena” e com esse mesmo filme foi premiado em importantes festivais de cinema como o Nóia (Ceará) e Festin (Portugal). Em 2021 roteirizou e dirigiu os curtas metragens “Engenho de Dentro” e “Centro Alto”. Em abril de 2021 participou da edição do BR LAB SP.

Desde 2007 é dramaturgo e diretor da Trupe Teatro de Torneado, onde conquistou importantes críticas e indicações como a do Prêmio Shell 2015 na categoria Inovação. É criador e diretor da Escola Atemporal de Artes. Atualmente se prepara para lançar a dramaturgia “Merkwiller” pela editora Patuá e dirige seu primeiro longa-metragem, “Fugindo de Fusca”.

Público:
Dramaturgos, roteiristas ou estudantes interessados na escrita de ficções para o teatro e o audiovisual.

Seleção:
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 18 a 26 de maio
Aprovados: 30 de maio
Matrícula online: 30 e 31 de maio

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop presencial e gratuito | A Plástica Cênica

Consideramos a criação multidisciplinar e multicultural de enorme valor para a riqueza de uma obra e propomos a partir da nossa experiência vivenciar uma criação onde todas as áreas tenham a força que a palavra tem no teatro.

O PLÁSTICO CÊNICO como o conjunto de elementos espaciais, plásticos e visuais que estão presentes na performance teatral: cenário, iluminação, imagens e projeções, figurinos, maquiagem e até design gráfico, já que o espetáculo começa para o espectador a partir da visão do cartaz e a leitura do programa de mão.

A riqueza que encontramos em nossa diversidade cultural, bem como em nossas diversas formações. Ao lidarmos com a questão que nos atravessa enquanto companhia “as migrações”, verificamos que a nossa série de referências pertence a diferentes campos artísticos. E nosso propósito é criar a partir da fusão para que a obra absorva todas as manifestações que nossos criadores costuram. Entendendo a obra como uma constelação de disciplinas.

Objetivo: O objetivo do workshop será o cruzamento de disciplinas. Pensar uma obra como uma maquinaria de diferentes engrenagens que interagem entre si. Propomos um trabalho de exploração para fundir todos os campos artísticos numa encenação que será costurada pelos participantes do curso, numa proposta de instalação performática que será registrada e terá como fim um vídeo arte.

Orientadores: Abel Garcia (Venezuela), Alicia Arteaga (Cuba), Maria Brighenti (Argentina) e Marian del Castillo (Panamá)

Abel Garcia (Venezuela) é um ator Licenciado em Cinema pela Universidad Central de Venezuela. Curso técnico de Encenação. Ditado pelo Orlando Arocha. La Caja de Fósforos.Caracas, Venezuela e Diretor Teatral formado na SP Escola de Teatro. São Paulo, Brasil.

Alicia Arteaga (Cuba) é uma Artista visual, cenógrafa, diretora de arte e design de figurino para audiovisual, teatro e dança. Licenciada em Estudos Socioculturais, pela Universidade de Havana com pós-graduação em História da Imagem e Modelagem e Padrão no Instituto Superior de Diseño Industrial de Havana.

Maria Brighenti (Argentina) é intérprete, arte educadora e diretora teatral. Diretora Teatral formada na SP Escola de Teatro, São Paulo, Brasil. Formada no Circo em NECCA no curso de Pedagogia Circense. New English Center for Circus Arts, USA. Com trabalhos destacados como intérprete em Kelly Bros Circus New Zealand. Labyrintho Sensorial “Telepherique” Bélgica, além de trabalhos como performer em Portugal e trabalhos pedagógicos no Uruguai, Argentina, Brasil e Nova Zelândia.

Marian del Castillo (Panamá) é cenógrafa, figurinista, artista aérea circense e performer. Formada em Cenografia pela Academia de Belas Artes de Bolonha, Itália. Com trabalhos destacados em Cirque du Soleil como assistente de direção na criação do espetáculo “Zarkana” e integrante da equipe de assistentes na Direção de Arte do filme “Cidade de Deus” para o Diretor de Arte Tulé Peake, Rio de janeiro Brasil.

Público:
A oficina é destinada a estudantes de artes cênicas. Que estejam interessades no teatro desde as artes plásticas, ou desde diferentes campos artísticos. O curso tem duração de 8 horas. Dois dias.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 06 a 10 de maio
Aprovados: 11 de maio
Matrícula online: 11 e 12 de maio

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante

circle 13 a 14 de maio de 2022
Sexta e sábado -14h às 18h
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Sala R6 - Endereço: Praça Roosevelt, 210, Centro São Paulo, SP


Abel Garcia (Venezuela) é um ator Licenciado em Cinema pela Universidad Central de Venezuela. Curso técnico de Encenação. Ditado pelo Orlando Arocha. La Caja de Fósforos.Caracas, Venezuela e Diretor Teatral formado na SP Escola de Teatro. São Paulo, Brasil.

Alicia Arteaga (Cuba) é uma Artista visual, cenógrafa, diretora de arte e design de figurino para audiovisual, teatro e dança. Licenciada em Estudos Socioculturais, pela Universidade de Havana com pós-graduação em História da Imagem e Modelagem e Padrão no Instituto Superior de Diseño Industrial de Havana.

Maria Brighenti (Argentina) é intérprete, arte educadora e diretora teatral. Diretora Teatral formada na SP Escola de Teatro, São Paulo, Brasil. Formada no Circo em NECCA no curso de Pedagogia Circense. New English Center for Circus Arts, USA. Com trabalhos destacados como intérprete em Kelly Bros Circus New Zealand. Labyrintho Sensorial “Telepherique” Bélgica, além de trabalhos como performer em Portugal e trabalhos pedagógicos no Uruguai, Argentina, Brasil e Nova Zelândia.

Marian del Castillo (Panamá) é cenógrafa, figurinista, artista aérea circense e performer. Formada em Cenografia pela Academia de Belas Artes de Bolonha, Itália. Com trabalhos destacados em Cirque du Soleil como assistente de direção na criação do espetáculo “Zarkana” e integrante da equipe de assistentes na Direção de Arte do filme “Cidade de Deus” para o Diretor de Arte Tulé Peake, Rio de janeiro Brasil.

Público:

A oficina é destinada a estudantes de artes cênicas. Que estejam interessades no teatro desde as artes plásticas, ou desde diferentes campos artísticos.

O curso tem duração de 8 horas. Dois dias.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo. 40 vagas.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 05 a 10 de maio
Aprovados: 11 de maio
Matrícula online: 11 e 12 de maio

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Workshop presencial e gratuito | A arte do protesto

Como nos conhecemos? Como dispomos de nossos imaginários no coletivo? A Arte do Protesto pretende reformular a forma como nos manifestamos e os discursos que giram ao redor de pedidos e reivindicações como indivíduos e grupos. A Arte do Protesto propõe o encontro dos corpos com o espaço público e dos corpos uns com os outros para criar imagens — entendendo elas como unidades mínimas de sentido, que fujam da lógica da normalidade.

Essa é a proposta do workshop A Arte do Protesto, orientado pelo argentino Patrício Ruiz na SP Escola de Teatro. A partir da criação do trabalho performativo sobre o próprio corpo, usando também a escrita (como manifestos poéticos do que se pretende dizer) e as artes cênicas (compreendendo o ser e seu movimento como instrumentos), a ação A Arte do Protesto gerará um espaço de pesquisa e prática em uma simulação artística de protesto.

Objetivo: Criar um espaço de prática para artistas de diferentes disciplinas que corrompa o significado através do corpo, da instalação e das palavras. Fornecer ferramentas das artes cênicas, visuais/drags/performativas e de escrita para que os artistas as possam utilizar para as suas próprias práticas e apresentações. A Arte do Protesto pensa em atacar o sentido a partir de sua unidade mínima: a imagem, tanto individual quanto coletivamente. O workshop será encerrado com uma performance ao ar livre.

Orientador: Patrício Ruiz

Patrício Ruiz é um escritor e intérprete, cantor da banda Putite de Mamá, membro do grupo de artistas visuais, bailarinos e atores Comparsa Drag. É vencedor de múltiplos prêmios de dramaturgia, como o prêmio principal del Fondo Nacional de las Artes, Premio Germán Rochenmager, Premio Estímulo de PROA, Bunge y Born y Diario La Nación, prêmio principal do Potencia y Política del Congreso de la Nación Argentina, entre outros. Militante e bicha ativista –como ele se define–, comanda o programa El Banquete para a população LGBTTIQNBP+ em  Buenos Aires, na Argentina. É colaborador e artista de cabaré convidado na Casa Selvática em Curitiba, Paraná.

@patricixruiz

circle 30 de abril
Sábado - 14h às 18h
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Sala R8 - Endereço: Praça Roosevelt, 210, Centro São Paulo, SP


Patrício Ruiz é um escritor e intérprete, cantor da banda Putite de Mamá, membro do grupo de artistas visuais, bailarinos e atores Comparsa Drag. É vencedor de múltiplos prêmios de dramaturgia, como o prêmio principal del Fondo Nacional de las Artes, Premio Germán Rochenmager, Premio Estímulo de PROA, Bunge y Born y Diario La Nación, prêmio principal do Potencia y Política del Congreso de la Nación Argentina, entre outros. Militante e bicha ativista –como ele se define–, comanda o programa El Banquete para a população LGBTTIQNBP+ em  Buenos Aires, na Argentina. É colaborador e artista de cabaré convidado na Casa Selvática em Curitiba, Paraná.

Público
Maiores de 18 anos. Artistas de todas as disciplinas, pessoas que querem ativar o corpo e a rua. Artistas, dançarinos, intérpretes, músicos, artistas visuais, drag queens, drag kings, drag things e amantes de novas experiências. 25 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma das inscrições
Inscrições: 25 a 28 de junho
Aprovados: 28 de junho
Matrícula online: 28 e 29 de junho

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso online e gratuito | Construtividade Narrativa: Uma Abordagem Prática

Encontros semanais para estimular a criação de roteiros literários, fílmicos, quadrinhos, televisivos, luminosos, teatrais e muito mais. Essa é a proposta do curso ‘Construtividade Narrativa: Uma Abordagem Prática’, orientado por Mauricio Paroni, na SP Escola de Teatro.

Paroni, dramaturgo e coordenador da Biblioteca da SP Escola de Teatro, propõe técnicas e didáticas construídas ao longo de sua carreira para exercitar o lado teórico e histórico de uma narrativa. No decorrer das aulas, o estudante terá algo além da metodologia. “O curso parte dos cinco ‘w: o quê, quem, quando, onde e como?'”, acrescenta o profissional.

Objetivo 

O foco principal é fornecer ao estudante eficazes estímulos para desenvolver um roteiro. Serão estímulos ora individuais ora gerais, e com a presença de todos os participantes no procedimento de trabalho para a atividade de criação de um roteiro, seja ele visual, literário, musical, fílmico, quadrinhos, televisivo, luminoso, teatral ou… tudo junto.

Orientador: Mauricio Paroni 

Mauricio Paroni cursou a Faculdade de Direito, a ECA e a Filosofia da USP, diplomou-se na Scuola D’Arte Drammatica Piccolo Teatro di Milano, hoje Paolo Grassi, onde foi professor residente de 1985 a 1999. Desde 1998, está artisticamente associado à companhia escocesa Suspect Culture; foi professor residente na Universidade Statale di Pavia em 1999 (Itália), da Volda Universitat, Noruega (2003) e da Royal Scottish Academy of Music and Drama (Glasgowcriaçao de valores, Escócia, 2002, 2003 e 2004). Teve como professores, entre outros: Tadeusz Kantor, Thierry Salmon, Josef Svoboda, Eckhardt Schall, Martin Esslin, Iva Hutchison Formigoni, Enrico Job, Hubert Westkemper, Luca Ronconi, Massimo Castri, Vannio Vanni, Gigi Saccomandi, Ettore Capriolo, Lorenzo Arruga e Heiner Muller, com quem trabalhou como ator no espetáculo Shakespeare Cocktail, em 1988. Dirigiu mais de 30 espetáculos — por dez anos, foi diretor estável no Centro di Ricerca per il Teatro, de Milão– entre a Itália, Reino Unido e Brasil. Trabalhou em Portugal, Noruega e República Tcheca. Colaborou com o jornal Folha de São Paulo, com artigos sobre teatro, tendo entrevistado personalidades como Dario Fo e Giorgio Strehler, entre outros. Dirige e elabora filmes, roteiros e dramaturgias. É corroterista do filme Crime Delicado, de Beto Brant. Ganhou com o roteiro e os prêmios da Academia Brasileira de Letras, do Cinema Paulista do Sesi, do Festival de Cinema em Língua Portuguesa de Toronto, Canadá, de Cinema Brasileiro de Miami, entre outros. Publicou, ainda, Aqui Ninguém é Inocente, pela Editora Alameda e Prefeitura da Cidade de São Paulo, livro sobre os métodos de dramaturgia empregados na parceria de sua companhia Atelier de Manufactura Suspeita e Ziza Brisola, Companhia Linhas Aéreas. Prêmios mais importantes: Academia brasileira de Letras, do Cinema Paulista do Sesi, do Festival de Cinema em Língua Portuguesa de Toronto, Canadá, de Cinema Brasileiro de Miami, Prêmio Il contemporaneo di miglior regia 1983, Milano.

circle 4 de abril a 12 de maio
Segundas e quintas - 15h às 18h
Local: Curso online via Zoom


Mauricio Paroni cursou a Faculdade de Direito, a ECA e a Filosofia da USP, diplomou-se na Scuola D’Arte Drammatica Piccolo Teatro di Milano, hoje Paolo Grassi, onde foi professor residente de 1985 a 1999. Desde 1998, está artisticamente associado à companhia escocesa Suspect Culture; foi professor residente na Universidade Statale di Pavia em 1999 (Itália), da Volda Universitat, Noruega (2003) e da Royal Scottish Academy of Music and Drama (Glasgowcriaçao de valores, Escócia, 2002, 2003 e 2004). Teve como professores, entre outros: Tadeusz Kantor, Thierry Salmon, Josef Svoboda, Eckhardt Schall, Martin Esslin, Iva Hutchison Formigoni, Enrico Job, Hubert Westkemper, Luca Ronconi, Massimo Castri, Vannio Vanni, Gigi Saccomandi, Ettore Capriolo, Lorenzo Arruga e Heiner Muller, com quem trabalhou como ator no espetáculo Shakespeare Cocktail, em 1988. Dirigiu mais de 30 espetáculos — por dez anos, foi diretor estável no Centro di Ricerca per il Teatro, de Milão– entre a Itália, Reino Unido e Brasil. Trabalhou em Portugal, Noruega e República Tcheca. Colaborou com o jornal Folha de São Paulo, com artigos sobre teatro, tendo entrevistado personalidades como Dario Fo e Giorgio Strehler, entre outros. Dirige e elabora filmes, roteiros e dramaturgias. É corroterista do filme Crime Delicado, de Beto Brant. Ganhou com o roteiro e os prêmios da Academia Brasileira de Letras, do Cinema Paulista do Sesi, do Festival de Cinema em Língua Portuguesa de Toronto, Canadá, de Cinema Brasileiro de Miami, entre outros. Publicou, ainda, Aqui Ninguém é Inocente, pela Editora Alameda e Prefeitura da Cidade de São Paulo, livro sobre os métodos de dramaturgia empregados na parceria de sua companhia Atelier de Manufactura Suspeita e Ziza Brisola, Companhia Linhas Aéreas. Prêmios mais importantes: Academia brasileira de Letras, do Cinema Paulista do Sesi, do Festival de Cinema em Língua Portuguesa de Toronto, Canadá, de Cinema Brasileiro de Miami, Prêmio Il contemporaneo di miglior regia 1983, Milano.

Público
Acima de 18 anos. Interessados em temas históricos, em cinema e artes cênicas. Atores, dramaturgos, professores e estudantes de artes de cênicas. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições
Inscrições: 8 a 27 de março
Aprovados: 29 de março
Matrícula online: 30/03, 31/03 e 1/04

Observações
> Curso online via Zoom;
> As aulas com o orientador são ao vivo por videoconferência;
> Ao efetuar a inscrição, um e-mail automático com o assunto ‘Confirmação de inscrição’ é enviado para o endereço cadastrado;

Dúvidas ou questionamentos
Envie e-mail para a equipe de Extensão Cultural: [email protected]

Importante
Ao se inscrever, o aluno deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download doRegimento do estudante


Curso presencial e gratuito | Produção cultural – O beabá da produção

Nos últimos anos, a Produção Cultural passou por grandes movimentações e ampliações de suas atividades. Com a chegada da Covid-19, enfrentamos diversas dificuldades para a continuidade da classe artística e dos eventos. Desta maneira, se faz necessária a preparação de profissionais neste momento de retomada das atividades culturais no período pós-pandemia. Esta é a real proposta deste curso preparatório e introdutório sobre eventos culturais e produção artística da SP Escola de Teatro.

O curso, orientado por Marco Prado, abordará o senso de responsabilidade, organização, preparação e execução de eventos culturais.

Objetivo
A Produção Cultural exige uma ampla e extrema capacidade de organização, previsibilidade, empenho e rede de conexão. Este curso pretende capacitar os participantes a produzir e organizar eventos artísticos, como espetáculos de dança, teatro, música, circo, atrações infantis, exposições, festivais e mostras de diferentes vertentes. Passaremos desde o início da ideia proposta até a concretização da ação, sem esquecer da divulgação. Teremos a noção básica de um orçamento do escopo proposto, da definição e realização do cronograma, supervisionamento da organização da ação, bem como, o acompanhamento das montagens e desmontagens de cenários, palcos e/ou iluminação e demais quesitos técnicos necessários para a construção de um evento ou ação cultural.

Orientador: Marco Prado

Marco Prado é natural de São Paulo, cursou Ciências Econômicas na Universidade Mackenzie e é formado em Marketing pelo Universidade Mackenzie. Atualmente cursa MBA de Gestão Cultural pela Universidade Anhembi Morumbi. Tem mais de 30.000 eventos realizados ao longo da sua jornada profissional. Foi coordenador operacional da Oficina Cultural Oswald de Andrade, coordenador artístico da APAA, coordenador artístico da Secretaria de Estado da Cultura e coordenador de eventos e cerimonial da Fundação Padre Anchieta. Atualmente, é produtor do Centro de Mídias da Educação de São Paulo, programa da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, transmitindo aulas da rede de ensino do Estado de São Paulo através da TV Cultura. Participou de diversas palestras sobre Cultura, tais como, SIM São Paulo, Festival de Teatro de Curitiba, Festival de Música do Sul (Paraná), Festival de Música Móveis Coloniais (Brasília), Festival Abril Pro Rock (Recife), entre outros festivais de relevância na cena cultural brasileira. Trabalha há mais de 20 anos no setor público e sua experiência é comprovada através do sucesso dos Programas Culturais (Circuito Cultural Paulista, Virada Cultural Paulista, SP Cultura no Metrô, Viagem Literária etc.), Projetos Culturais específicos (Festival Paulista de Circo, Festival da Mantiqueira, Festival de Dança de São José do Rio Preto, Parada Gay de São Paulo, etc.) e Equipamentos Culturais (Teatro Estadual de Araras, Auditório de Campos do Jordão, Teatro Sérgio Cardoso, entre outros) que administrou. Possui também uma vasta experiência em cursos de extensão cultural, em diversos municípios, tais como Jundiaí, Votuporanga, São Simão e demais localidades. Atuou em instituições de renome cultural, como Poiesis, Catavento e FATEC. Também é consultor artístico de diversos festivais do interior do Estado de São Paulo, tais como: FLIV (Festival Literário de Votuporanga), Semana Marcelo Grassmann de São Simão, Litoral EmCena de Caraguatatuba, entre outros. Fez ao longo de sua jornada profissional, uma carreira sólida e ampla, sempre respeitando o principal objetivo da Cultura, ou seja, o seu público e os artistas.

@marcoprado1975

circle 15 de março a 12 de maio de 2022
Terças e quintas - 19h30 às 22h30
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Sala R4 - Endereço: Praça Roosevelt, 210, Centro São Paulo, SP


Marco Prado é natural de São Paulo, cursou Ciências Econômicas na Universidade Mackenzie e é formado em Marketing pelo Universidade Mackenzie. Atualmente cursa MBA de Gestão Cultural pela Universidade Anhembi Morumbi. Tem mais de 30.000 eventos realizados ao longo da sua jornada profissional. Foi coordenador operacional da Oficina Cultural Oswald de Andrade, coordenador artístico da APAA, coordenador artístico da Secretaria de Estado da Cultura e coordenador de eventos e cerimonial da Fundação Padre Anchieta. Atualmente, é produtor do Centro de Mídias da Educação de São Paulo, programa da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, transmitindo aulas da rede de ensino do Estado de São Paulo através da TV Cultura. Participou de diversas palestras sobre Cultura, tais como, SIM São Paulo, Festival de Teatro de Curitiba, Festival de Música do Sul (Paraná), Festival de Música Móveis Coloniais (Brasília), Festival Abril Pro Rock (Recife) entre outros festivais de relevância na cena cultural brasileira. Trabalha há mais de 20 anos no setor público e sua experiência é comprovada através do sucesso dos Programas Culturais (Circuito Cultural Paulista, Virada Cultural Paulista, SP Cultura no Metrô, Viagem Literária etc.), Projetos Culturais específicos (Festival Paulista de Circo, Festival da Mantiqueira, Festival de Dança de São José do Rio Preto, Parada Gay de São Paulo, etc.) e Equipamentos Culturais (Teatro Estadual de Araras, Auditório de Campos do Jordão, Teatro Sérgio Cardoso, entre outros) que administrou. Possui também uma vasta experiência em cursos de extensão cultural, em diversos municípios, tais como Jundiaí, Votuporanga, São Simão, etc, assim como em instituições de renome cultural, tais como, Poiesis, Catavento e FATEC. Também atua como consultor artístico de diversos festivais do interior do Estado de São Paulo, tais como: FLIV (Festival Literário de Votuporanga), Semana Marcelo Grassmann de São Simão, Litoral EmCena de Caraguatatuba, entre outros. Fez ao longo de sua jornada profissional, uma carreira sólida e ampla, sempre respeitando o principal objetivo da Cultura, ou seja, o seu público e os artistas.

Público
Maiores de 18 anos. O curso será destinado a profissionais já estruturados no mercado de trabalho existente, assim como novos profissionais que desejem adentrar no mundo dos eventos. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma das inscrições
Inscrições:  17 de fevereiro a 6 de março
Aprovados: 8 de março
Matrícula online: 9, 10 e 11 de março

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso presencial e gratuito | Dança e Corpo Vertical

A dança desafia constantemente a ação das forças impostas pela natureza, como é o caso da força gravitacional agindo no corpo. Na dança vertical o bailarino busca vencer a gravidade para alcançar maior liberdade de movimento e de leveza, quer seja um movimento rasteiro ou a qualquer distância do chão.

No curso ‘Dança e corpo vertical’, orientado por Cristiano Cimino, o estudante ampliará seu conhecimento em artes do palco e, especificamente, sobre dança vertical e suas possibilidades artísticas.

Objetivo
O artista/estudante aprende a superar seus próprios limites e a desafiar a si mesmo usando diversas técnicas de dança, teatro, alpinismo e circo para flutuar e experimentar dançar nas alturas. Desafiar o corpo numa outra possibilidade. Flutuar e mudar o eixo. Neste curso dançamos suspensos com cordas e elásticos. Flutuamos na ponte e voamos na cidade.

Orientador
Cristiano Cimino

Cristiano Cimino é especialista em criação coreográfica de dança vertical. Como profissional, pesquisa a integração da dança vertical com diversas outras linguagens, construindo um corpo performático nos limites da gravidade, investigando um vocabulário comum entre movimento, imagem e corpo. Seu trabalho se tornou conhecido por sua longa trajetória de ocupação, prêmios e apresentações sensoriais que são criadas a partir da união da dança com a arquitetura de estruturas urbanas, num diálogo entre o corpo e a cidade. Cimino dirige a Cia Base, onde desenvolve um método de trabalho que pesquisa sobre a busca interna dos artistas aplicados ao desenvolvimento corporal, baseado na obra de Gurdjieff. Em 2013, recebeu um prêmio em Nova York, dado por sua obra arrojada de “reinventar a dança em estruturas não convencionais”. Seus espetáculos já ganharam prêmios e participaram de diversos festivais no Brasil, como o Festival Mundial de Circo, Festival Internacional de Circo, Festival de Dança de Londrina, Festival de Curitiba e Satyrianas. O profissional também é o curador da Mostra Feminina de Dança.

Instagram: @ciminocristiano

circle 14 de fevereiro a 23 de março
Segundas e quartas - 10h às 13h
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Brás Endereço: Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás São Paulo, SP


Cristiano Cimino é especialista em criação coreográfica de dança vertical. Como profissional, pesquisa a integração da dança vertical com diversas outras linguagens, construindo um corpo performático nos limites da gravidade, investigando um vocabulário comum entre movimento, imagem e corpo. Seu trabalho se tornou conhecido por sua longa trajetória de ocupação, prêmios e apresentações sensoriais que são criadas a partir da união da dança com a arquitetura de estruturas urbanas, num diálogo entre o corpo e a cidade. Cimino dirige a Cia Base, onde desenvolve um método de trabalho que pesquisa sobre a busca interna dos artistas aplicados ao desenvolvimento corporal, baseado na obra de Gurdjieff. Em 2013, recebeu um prêmio em Nova York, dado por sua obra arrojada de “reinventar a dança em estruturas não convencionais”. Seus espetáculos já ganharam prêmios e participaram de diversos festivais no Brasil, como o Festival Mundial de Circo, Festival Internacional de Circo, Festival de Dança de Londrina, Festival de Curitiba e Satyrianas. O profissional também é o curador da Mostra Feminina de Dança.

Público
Acima de 18 anos. Artistas iniciantes e avançados em geral. 25 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições
Inscrições: 26 de janeiro a 7 de fevereiro
Aprovados: 9 de fevereiro
Matrícula online: 10 e 11 de fevereiro

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural: [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download doRegimento do Estudante


Curso presencial e gratuito | Dança além dos muros

Todo corpo é capaz de dançar e de se expressar no seu próprio tempo/espaço e na sua especificidade singular. Este é o pensamento de Rodrigo Alcântara, orientador do curso Dança Além dos Muros.

Neste curso da SP Escola de Teatro, o profissional mostrará que os espaços apresentam suas próprias barreiras presenteando os estudantes com o desafio de transformá-las em elementos de coatuação. Na nossa vida cotidiana, outro grande desafio é administrar o tempo e, por isso, tão valiosa é a experiência de colocar seus corpos para dançar em meio a rotina diária.

Objetivo

O curso livre Dança para Além dos Muros nasce com o objetivo de transformar as barreiras da nossa expressão em objeto de estudo. As correlações entre tempo, espaço e corpo guiam os participantes numa jornada de autoconhecimento e libertação, trazendo à tona movimentos e expressões muitas vezes desconhecidos ou nunca antes acessados.

Orientador: Rodrigo Alcântara

Rodrigo Alcântara é bailarino formado em Ballet Clássico e Dança Contemporânea pelo Projeto Núcleo Luz do Programa Fábricas de Cultura – sob coordenação geral de Susana Yamauchi – e pela Fundação Theatro Municipal de São Paulo, Escola de Dança de São Paulo, no curso de “Dança para Rapazes” e “Projeto Dançar”.  É bacharel em Design de Interiores pelas Faculdades Metropolitanas Unidas FMU e estudante egresso da SP Escola de Teatro do curso de Cenografia e Figurino com J.C Serroni e Tellumi Helen. Traz consigo práticas pedagógicas comprometidas com a ancestralidade inclusiva e que partem do lugar da “escuta”.

@rodrigo_alcantara_art

circle 15 de fevereiro a 17 de março
Terças e quintas - 19h às 22h
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Endereço: Praça Roosevelt, 210, Centro São Paulo, SP


Rodrigo Alcântara é bailarino formado em Ballet Clássico e Dança Contemporânea pelo Projeto Núcleo Luz do Programa Fábricas de Cultura – sob coordenação geral de Susana Yamauchi – e pela Fundação Theatro Municipal de São Paulo, Escola de Dança de São Paulo, no curso de “Dança para Rapazes” e “Projeto Dançar”.  É bacharel em Design de Interiores pelas Faculdades Metropolitanas Unidas FMU e estudante egresso da SP Escola de Teatro do curso de Cenografia e Figurino com J.C Serroni e Tellumi Helen. Traz consigo práticas pedagógicas comprometidas com a ancestralidade inclusiva e que partem do lugar da “escuta”.

Público
Acima de 18 anos. Qualquer pessoa que queira explorar a movimentação corporal fora de qualquer eixo cartesiano da dança. Este curso foi pensado para um público amplo, sem restrições. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições
Inscrições:  17 de janeiro a 7 de fevereiro
Aprovados: 9 de fevereiro
Matrícula online: 10 e 11 de fevereiro

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19
Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o estudante deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download do Regimento do estudante


Curso online e gratuito | Comunicação visual: do figurino à direção de arte

“Uma imagem vale mais que mil palavras”, como diria o filósofo chinês Confúcio, e que traduz cirurgicamente o poder da comunicação visual. Atualmente, com a pluralidade proposta pelo mundo digital, por vezes traduzir-se em imagens se faz fundamental e desafiador.

O curso de Comunicação visual: do figurino à direção de arte, orientado por Renata Bonvino, promoverá um laboratório de estudos para ampliar seus conhecimentos em criação imagética.

Você deseja potencializar seus conhecimentos em comunicação visual? Neste curso de extensão da SP Escola de Teatro você ganhará noções de styling de moda e figurino, direção de arte e direção fotográfica. Também ampliará o olhar para se tornar um profissional completo na construção de narrativas imagéticas.

Objetivo

As aulas têm como objetivo promover diálogos sobre o papel da moda, styling e figurino na construção de narrativas imagéticas coesas, o quanto estes elementos influenciam e possibilitam uma direção artística marcante. Analisaremos também temas relevantes e atuais tais como as transformações no cenário das artes imagéticas, como suas narrativas tem se consolidado, e, como o universo fashion tem galgado caminhos mais democráticos.

Orientador: Renata Bonvino

Renata Bonvino é bacharel em Design de Moda pela Faculdade Santa Marcelina, atua como fashion stylist, diretora de criação e educadora de moda e figurino, desenvolvendo projetos para as principais publicações de moda, mídias digitais, canais televisivos e agências de publicidade do País.

É apaixonada por lecionar e promover didáticas de ensino palpável, para a transmissão da realidade sobre as práticas profissionais, busca abordar em seus cursos linhas que dialoguem com a visão atual sobre criação e produção imagética em suas mais diversas plataformas (TV, teatro, cinema, digital, revista e publicidade).

@renatabonvino

circle De 9 de fevereiro a 16 de março de 2022
Quartas e quintas, das 9h às 12h
Local: Curso online via Zoom


Renata Bonvino é bacharel em Design de Moda pela Faculdade Santa Marcelina, atua como fashion stylist, diretora de criação e educadora de moda e figurino, desenvolvendo projetos para as principais publicações de moda, mídias digitais, canais televisivos e agências de publicidade do País.

É apaixonada por lecionar e promover didáticas de ensino palpável, para a transmissão da realidade sobre as práticas profissionais, busca abordar em seus cursos linhas que dialoguem com a visão atual sobre criação e produção imagética em suas mais diversas plataformas (TV, teatro, cinema, digital, revista e publicidade).

Público
Acima de 18 anos. Iniciantes, iniciados e interessados pelas áreas de fotografia, comunicação, moda, figurino e styling. 40 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 10 a 31 de janeiro
Aprovados: 3 de fevereiro
Matrícula online: 4 e 7 de fevereiro

Observações:
Curso online via Zoom. As aulas com o orientador são ao vivo por videoconferência.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Importante
Ao se inscrever, o aluno deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download doRegimento do estudante


Oficina presencial e gratuita | Ferramentas para estar em cena

A imaginação e a linguagem são a chave para a habilidade de um ator de estar no palco ou na frente de uma câmera. Devemos encontrar maneiras de nos programar com ferramentas que nos ajudem a ser e estar como ato de presença. Este é o propósito da oficina Ferramentas para estar em cena, orientada por Christoph Morais Fortmann, ator natural de Berlim, Alemanha.

Objetivo

A oficina busca trabalhar as diferentes habilidades do ator/atriz para encontrar sua própria linguagem para suas ações em cena. Faremos exercícios práticos onde iremos expandir os sentidos do corpo no espaço e na cena. Para assim, conseguir nomear essas sensações do que sentimos, vemos e vivemos. Poderemos, então, aprofundar e localizar o material de cada intérprete. Criando autonomia e consciência da sua criação em cena. Seja para o palco, cinema, TV ou internet.

Orientador: Christoph Morais Fortmann (Berlin / Alemanha)

Christoph Morais Fortmann é um ator formado em Berlim, Alemanha, em 2008. No currículo, além de peças de teatro, traz participações em TV, séries e cinema. Trabalhou para produções em diferentes países como Alemanha, Áustria, Hungria, Itália, Brasil, Uruguai e outros. Com a ajuda do Centro Cultura da UFMG de Belo Horizonte deu aulas de interpretação e escreveu sua primeira dramaturgia estreando o seu primeiro solo “Marlene Dietrich redentor”, traduzido por Mércia Costa. Atualmente está em trabalho com o diretor de cinema André Lage (Belo Horizonte), e com o ganhador do Oscar Armando Bó, na Série El Presidente (Montevidéu). É um membro regular do “Freies Theatre Bozen” – Cia de teatro da Itália e trabalha com inúmeras produções em Berlim, na Alemanha.

@christophmoraisfortmann

circle 18 de janeiro
Terça-feira - 19h às 21h
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Sala R1 - Endereço: Praça Roosevelt, 210, Centro São Paulo, SP


Christoph Morais Fortmann é um ator formado em Berlim, Alemanha, em 2008. No currículo, além de peças de teatro, traz participações em TV, séries e cinema. Trabalhou para produções em diferentes países como Alemanha, Áustria, Hungria, Itália, Brasil, Uruguai e outros. Com a ajuda do Centro Cultura da UFMG de Belo Horizonte deu aulas de interpretação e escreveu sua primeira dramaturgia estreando o seu primeiro solo “Marlene Dietrich redentor”, traduzido por Mércia Costa. Atualmente está em trabalho com o diretor de cinema André Lage (Belo Horizonte), e com o ganhador do Oscar Armando Bó, na Série El Presidente (Montevidéu). É um membro regular do “Freies Theatre Bozen” – Cia de teatro da Itália e trabalha com inúmeras produções em Berlim, na Alemanha.

Público
Acima de 16 anos.  Atores e estudantes de teatro interessados em arte. 15 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições
Inscrições: 12 a 16 de janeiro
Aprovados: 17 de janeiro
Matrícula online: 17 de janeiro

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19: Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o aluno deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download doRegimento do estudante


Oficina presencial e gratuita | A arte da HQ: como criar histórias em quadrinhos

Dar os primeiros passos na produção de narrativas em quadrinhos. Esse é o propósito da oficina A arte da HQ: como criar histórias em quadrinhos, orientada por Raphael Fernandes.

Autor da HQ Apagão – Fruto Proibido, lançada pela Editora Draco, Raphael guiará os participantes a entenderem como uma narrativa para a linguagem dos quadrinhos é criada e desenvolvida.

Ao final da oficina, todos serão convidados para uma mesa de autógrafos de Apagão – Fruto Proibido, com Raphael Fernandes, o autor, e Fabi Marques, colorista da obra. Haverá distribuição gratuita de exemplares da HQ.

Objetivo
A oficina tem como objetivo apresentar as possibilidades narrativas oferecidas pelas histórias em quadrinhos, que vão muito além das tiras de humor, do gibi infantil e dos super-heróis. Apresentaremos o processo criativo para criar uma história em quadrinhos do começo ao fim. Também oferecemos uma atividade prática para que o aluno descubra em si o caminho para contar histórias.

Orientador: Raphael Fernandes

Raphael Fernandes é formado em História pela USP. Atua como editor e roteirista de quadrinhos de crime, humor, fantasia, ficção científica e horror há 15 anos. Entre suas mais de 180 obras publicadas como editor e roteirista, destacam-se: Ditadura No Ar, Apagão, Marighella #LIVRE, Delirium Tremens de Edgar Allan Poe, O Despertar de Cthulhu e Olho de Vidro e A Teia Escarlate, algumas delas vencedoras do Troféu HQMix. Foi editor da revista de humor MAD por 10 anos. Também escreveu roteiros para áudio-dramas como “Apagão – Entre o Lobo e o Cão” e “Olho de Vidro”, além de produções para blogs, podcasts, audiovisual e literatura.

@raphaelfernandess

circle 14 de janeiro de 2022
Sexta-feira - das 18h às 20h - Encontro único e presencial - Mesa de autógrafos ao final da oficina
Local: SP Escola de Teatro - Unidade Roosevelt - Sala R1 - Endereço: Praça Roosevelt, 210, Centro São Paulo, SP


Raphael Fernandes é formado em História pela USP. Atua como editor e roteirista de quadrinhos de crime, humor, fantasia, ficção científica e horror há 15 anos. Entre suas mais de 180 obras publicadas como editor e roteirista, destacam-se: Ditadura No Ar, Apagão, Marighella #LIVRE, Delirium Tremens de Edgar Allan Poe, O Despertar de Cthulhu e Olho de Vidro e A Teia Escarlate, algumas delas vencedoras do Troféu HQMix. Foi editor da revista de humor MAD por 10 anos. Também escreveu roteiros para áudio-dramas como “Apagão – Entre o Lobo e o Cão” e “Olho de Vidro”, além de produções para blogs, podcasts, audiovisual e literatura.

Público
Acima de 18 anos, interessados e iniciantes na linguagem das histórias em quadrinhos, roteiristas, redatores, desenhistas, designers, escritores, dramaturgos, atores e outras pessoas interessadas em compreender as possibilidades narrativas das HQs. 25 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições
Inscrições: 10 a 12 de janeiro
Aprovados: 13 de janeiro
Matrícula online: 13 de novembro

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19: Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

-> Apresentar o Certificado de Vacinação contra Covid-19.

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para a equipe de Extensão Cultural – [email protected]

Observação
Ao se inscrever, o aluno deve estar ciente a respeito do Regimento Escolar da SP Escola de Teatro.
Faça download doRegimento do estudante

* Esta oficina e evento são parte da contrapartida do projeto “Apagão – Fruto Proibido”, contemplado pelo EDITAL PROAC Nº 21/2019 – PRODUÇÃO E PUBLICAÇÃO DE OBRAS DE HISTÓRIA EM QUADRINHOS. Iniciativa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.


Projeto Agulhas: Oficina Caminhos de ser mais

Objetivo
A oficina Caminhos de Ser Mais partirá das linguagens do Teatro do Oprimido (Teatro Imagem e Arco-íris do Desejo) para a criação de performances solos, em interface com as ficções de gênero naturalizadas e as feridas patriarcais que a modernidade/colonialidade instauram.
No processo, haverá atividades síncronas e assíncronas, descritas no material Zarabatana Poética, que será disponibilizado previamente para cada participante, preparando para o encontro online, onde serão realizadas as práticas poéticas políticas.
Orientadora:

Katiuska Azambuja

Inscrições: 7 a 18 de julho

circle De 26 a 30 de julho de 2021
Segunda a sexta, das 20 às 23h
Local: Curso online via Zoom


Katiuska Azambuja
Artista-pesquisadora, articula Teatro e Sociologia pesquisando poéticas decoloniais. Criou a Abiyay Solo Multiarte em 2020, plataforma síntese de suas criações multiartísticas. Tem experiência como atriz, diretora, iluminadora, produtora e videomaker. Possui Especialização em Gestão Cultural pelo Senac-SP (2019), é filiada à Associação Brasileira de Artes Cênicas (ABRACE) e à Sociedade Brasileira de Sociologia (SBS).

Atualmente, é formadora de Atuação na MT Escola de Teatro/UNEMAT, atua no Instituto Caracol (ICA) ONG socioambiental, e está no mestrado com o Grupo de Pesquisa Artes Híbridas, Intersecções, Contaminações e Transversalidades, na Faculdade de Comunicação e Artes, Programa de Pós-Graduação de Estudos de Cultura Contemporânea (ECCO), na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), pesquisando Decolonialidade de Gênero e Teatro do Oprimido.

Graduada em Ciências Sociais, pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS, 2012), também cursou 4 semestres em Direção Teatral, na Universidade Federal da Bahia (UFBA, 2015).

Público
Acima de 18 anos. Com ou sem experiência teatral, com interesse no Teatro do Oprimido e Debates de Gênero. 40 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 7 a 18 de julho
Aprovados: 22 de julho
Matrícula online: 23 de julho

*material didático quando solicitado pelo orientador é de responsabilidade do aluno


Oficina presencial e gratuita | Autoconhecimento pelo cantar

 

Objetivo

Como você põe sua voz no mundo? Nossa voz é uma extensão do nosso corpo, uma vibração que criamos, que se propaga pelo ar. A maneira como colocamos nossa voz no mundo diz muito sobre nós

Orientadora: Anná

Anná é cantora, compositora e percussionista. Nascida em Mococa, veio para São Paulo em 2013. Desde os dois anos de idade teve aulas de música dentro e fora da escola, em oficinas de arte, e por isso suas memórias de infância são banhadas em musicalidade. Aos 13 anos ingressou em um coral de igreja, onde se destacou e se tornou solista. Depois, aos 16, em Londres, participou de uma montagem de Carmina Burana em coral, e lá também aprendeu a tocar ukulele. De volta a Mococa, participou de festivais e apresentações escolares diversas. Já em São Paulo estudou canto com a professora Manuela Freua, de técnicas eruditas, por um ano. Participou de diversos cursos e corais do Sesc, com destaque para o curso de 2014, “Cantos de Trabalho”. Em 2015 entrou no Coral USP Oxumaré e nesse mesmo ano passou a se apresentar em bares de Samba. Também ingressou no bloco afro Ilú Obá de Min primeiramente no naipe da alfaia e atualmente no naipe das cantoras.
Em 2016 iniciou as gravações de seu primeiro EP com músicas autorais, e fez participações em discos de alguns artistas, como Guilherme Lacerda, Lucas Carioca, Paulo Pires e Paulo Lacerda. Lançou seu primeiro clipe, da música autoral “Janaína” (Anná e Samuca) e participou da final do Exposamba 2016.
Além da música, Anná dirigiu e produziu o documentário ‘Bambas’, sobre a importância feminina na história do Samba, e se prepara para lançar as próximas músicas de seu EP.

Inscrições: de 17 a 24 de novembro

 

.

 

 

 

circle Dia 27 de novembro de 2021(sábado) das 9h às 14h.
Encontro único e presencial.
Local: SP Escola de Teatro – unidade Brás – Avenida Rangel Pestana, 2.401 – Brás – São Paulo – SP.


Anná é cantora, compositora e percussionista. Nascida em Mococa, veio para São Paulo em 2013. Desde os dois anos de idade teve aulas de música dentro e fora da escola, em oficinas de arte, e por isso suas memórias de infância são banhadas em musicalidade. Aos 13 anos ingressou em um coral de igreja, onde se destacou e se tornou solista. Depois, aos 16, em Londres, participou de uma montagem de Carmina Burana em coral, e lá também aprendeu a tocar ukulele. De volta a Mococa, participou de festivais e apresentações escolares diversas. Já em São Paulo estudou canto com a professora Manuela Freua, de técnicas eruditas, por um ano. Participou de diversos cursos e corais do Sesc, com destaque para o curso de 2014, “Cantos de Trabalho”. Em 2015 entrou no Coral USP Oxumaré e nesse mesmo ano passou a se apresentar em bares de Samba. Também ingressou no bloco afro Ilú Obá de Min primeiramente no naipe da alfaia e atualmente no naipe das cantoras.
Em 2016 iniciou as gravações de seu primeiro EP com músicas autorais, e fez participações em discos de alguns artistas, como Guilherme Lacerda, Lucas Carioca, Paulo Pires e Paulo Lacerda. Lançou seu primeiro clipe, da música autoral “Janaína” (Anná e Samuca) e participou da final do Exposamba 2016.
Além da música, Anná dirigiu e produziu o documentário ‘Bambas’, sobre a importância feminina na história do Samba, e se prepara para lançar as próximas músicas de seu EP.

Público
Acima de 18 anos, interessados em canto e música. 25 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições
Inscrições: de 17 a 24 de novembro
Aprovados: 25 de novembro
Matrícula online: 26 de novembro


Curso online e gratuito | Olhares: poéticas críticas e escrita criativa sobre teatro

Objetivo
O curso pretende, a partir do compartilhamento de experiências entre ministrante e alunes, refletir sobre a crítica teatral e suas possibilidades contemporâneas sob óticas diversas e convidar todes ao exercício da escrita, refletindo sobre obras apresentadas (presencial ou virtualmente) no Satyrianas. O foco estará no pensamento em torno da atitude crítica frente a espetáculos teatrais, incluindo experimentos digitais, e na perspectiva autoral da prática da escrita, em suas múltiplas formas.

Para tanto, a oficina trará reflexões e conceitos de pensadores do teatro e de outras áreas, como Sábato Magaldi, Paulo Freire, Djamila Ribeiro, Jorge Larrosa Bondía, Byung-Chul Han e Ailton Krenak, além da produção de críticas e críticos contemporâneos. Serão três encontros preparatórios antes do festival. Durante o Satyrianas, as pessoas participantes escreverão críticas sobre as obras assistidas, editadas por Amilton de Azevedo e publicadas no site da SP Escola. Depois, no encontro final do curso, a turma coletivamente estruturará um panorama crítico do evento.

Orientador: Amilton de Azevedo

Amilton de Azevedo é professor e crítico teatral. Criador da plataforma ruína acesa, onde publica críticas teatrais desde 2017. Mestre em Artes da Cena pela Escola Superior de Artes Célia Helena, onde lecionou entre 2016 e 2019. Colaborou com a Folha de S. Paulo, com a MITsp e com o Sesc em festivais como o MIRADA (Santos) e o Especial Cidade em Cena (São José dos Campos). É membro da seção brasileira da IACT/AICT (Associação Internacional de Críticos de Teatro).

Inscrições: 03 a 08 de novembro

circle De 11 de novembro a 06 de dezembro de 2021
Três encontros preparatórios: 11, 18 e 25 de novembro (quintas-feiras, das 19h às 21h); Produção crítica: Festival Satyrianas (2 a 5 de dezembro, das 19h às 21h); Encontro de finalização: segunda-feira, 06 de dezembro, das 19h às 21h.
Local: Curso online via Zoom


Amilton de Azevedo é professor e crítico teatral. Criador da plataforma ruína acesa, onde publica críticas teatrais desde 2017. Mestre em Artes da Cena pela Escola Superior de Artes Célia Helena, onde lecionou entre 2016 e 2019. Colaborou com a Folha de S. Paulo, com a MITsp e com o Sesc em festivais como o MIRADA (Santos) e o Especial Cidade em Cena (São José dos Campos). É membro da seção brasileira da IACT/AICT (Associação Internacional de Críticos de Teatro).

Público
Acima de 18 anos, interessados em crítica teatral e em refletir sobre a criação contemporânea. 15 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições

Inscrições: 03 a 08 de novembro
Aprovados: 09 de novembro
Matrícula online: 10 e 11 de novembro

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para Margarete Lara – [email protected]

 

 


Curso presencial e gratuito | Laboratório de criação circense para artistas LGBTQIA+

Objetivo
O objetivo do laboratório é contribuir, orientar e fornecer ferramentas para a criação, desenvolvimento e finalização de números circenses proposto por pessoas LGBTQIA+. A meta é que cada participante termine a experiência com ao menos um número circense finalizado e possível de ser apresentado em espetáculos, eventos e festivais. Ao final do Laboratório, será realizada uma Mostra aberta ao público.

Orientadores: Lui Castanho, Juno Nedel e Noam Scapin

Inscrições: 8 a 28 de outubro

Lui Castanho é formado na Escola de Palhaços do Circo da Dona Bilica (Florianópolis), através do prêmio Carequinha de Estímulo ao Circo, FUNARTE/2015; no Profissionalizante de Atuação na Escola Aktoro (Florianópolis, 2019); e em Técnica Meisner/Mammet na EICTV (Cuba, 2017). Foi professor de acrobacias aéreas de 2016 a 2019 na Casa do Palhaço (Florianópolis) e integra o núcleo gestor do Encuentro Latinoamericano de Circo LGBTIA+ desde a 1ª edição, em 2019.

 

Juno Nedel é um artista circense, jornalista e pesquisador transmasculino. Dedica-se aos aparelhos aéreos, à pirotecnia e à palhaçaria. Teve formação em palhaçaria com Pepe Nuñez (Florianópolis, 2019) e integrou o Grupo de Estudos Dramaturgia – Mulheres na Palhaçaria, organizado por Karla Concá e Ana Borges (2020). Mestre em História pela UFSC, é autor de “Desvairadas: Histórias de pessoas LGBT em Florianópolis, capital de Santa Catarina” (UFSC, 2014).

 

Noam Scapin é artista cênico e circense na área de acrobacia aérea e palhaçaria. Sua formação conta com oficinas com Pepe Nuñez, Silvia Leblon, Karla Concá, Vanderléia Will e Antônia Vilarinho. Além do trabalho com a Cia Fundo Mundo, desenvolve seu trabalho solo, com o qual tem circulado por festivais como: 19ª e 20ª Convenções Brasileiras de Malabarismo e Circo e 3ª Convenção de Circo de Florianópolis.

 

circle 8 de novembro a 1º de dezembro de 2021
Segundas, quartas e sextas-feiras, das 15h às 17h
Local: Unidade Brás - Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás-presencial


Público: Pessoas LGBTQIA+ interessadas em criar e desenvolver números circenses autorais. Acima de 18 anos. 25 vagas

Seleção: Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 8 a 28 de outubro
Aprovados: 4 de novembro
Matrícula online: 5 de novembro

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19: Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro  (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para Marie Ikonomidis – [email protected]


Curso online e gratuito | Corpos Diversos – Procedimentos e jogos para a criação de uma poética diversa e modernista

Objetivo
O curso tem como proposta e dispositivo, jogos e procedimentos (ferramentas) de criação, integrando várias linguagens artísticas como: performance, dança, literatura, poesia, artes visuais, jogos sensórios- corporais, vivências, comicidade, humor, entre outros suportes de criação.

Orientadores: Caco Mattos (coordenador e idealizador da oficina), Mona Rikumbi, Ariadne Ântico, Estela Lapponi e Cris Muñoz.
Inscrições: 4 a 18 de outubro

Caco Mattos é ator, palhaço, diretor, performer, artista formador e pesquisador da linguagem cômica e suas dramaturgias. Tem se dedicado a investigar a intersecção entre as linguagens de dança, teatro, intervenções, performance e comicidades, aliadas a ações artístico-pedagógicas e formativas. Tradutor e pesquisador, em parceria com Carolina Gonzales do livro “Entradas clownescas: uma dramaturgia do clown”, de Tristan Rémy, lançado pela Edições Sesc São Paulo em 2016. Arte e Pessoa com Deficiência: vem atuando como artista formador, diretor, curador, consultor e mediador de ações relacionadas com a integração das pessoas com e sem deficiência nas artes, desde o ano 2000. Idealizou e mediou, em 2021, conversas virtuais, pelo Circo de Québra, com artistas com deficiência sobre: Acessibilidade e Circo com a temática: Acessibilidade Comunicacional, Arquitetônica e Atitudinal em parceria com a Secretaria da Pessoa com Deficiência. Atualmente, faz parte da equipe pedagógica do Palhaços Sem Fronteiras Brasil em parceria com Palhaços Sem Fronteiras Suécia no projeto pedagógico Diversidade e Interculturalidade e na elaboração da Apostila do Coração, com jogos e procedimentos com o objetivo de integrar a diversidade humana, crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social e emocional.

Caco Mattos, além de conduzir alguns encontros, convida para essa oficina quatro mulheres artistas – Mona Rikumbi (Ativista das questões raciais, gênero e artistas com deficiências, poeta, performer, modelo, 1° mulher negra e cadeirante a atuar no Teatro Municipal de São Paulo), Ariadne Ântico (Palhaça, atriz, produtora, palestrante, artesã e dona dos melhores movimentos involuntários já experimentados e de um jeito de andar único, charmoso, não retilíneo e fora do eixo. Pessoa com deficiência, há pouco se define ativista da causa), Estela Lapponi (Performer e videoartista paulistana. Tem como objetivo de investigação artística: o discurso do corpo com deficiência, a prática performativa e relacional (público) e o trânsito entre as linguagens visuais e cênicas) e Cris Muñoz (Atriz, palhaça e pesquisadora, e representante brasileira da IIAN – Internacional Inclusive Arts Network – onde realiza pesquisa sobre a inclusão dentro do cenário nacional das Artes Cênicas), para falarem de seus processos de criação, e a relação com a deficiência na elaboração de seus discursos cênicos, além de conduzirem alguns procedimentos artísticos (jogos e vivências).

circle 25 de outubro a 1º de dezembro de 2021
Segundas e quartas-feiras, das 19h às 22h
Local: Curso online via Zoom


Público
Acima de 18 anos. Artistas com corpos diversos e dissidentes, e artistas criadores das artes da cena e interessados no tema. O intuito é que todas as pessoas participantes experimentem múltiplas possibilidades de elaboração e criação de uma poética cênica diversa. 25 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 4 a 18 de outubro
Aprovados: 21 de outubro
Matrícula online: 22 de outubro

 


Curso online e gratuito | Espiral da Memória pós 22 uma introdução a processos criativos musicais, numa perspectiva afrodiaspórica

Objetivo
Partindo de uma perspectiva que enxerga a memória como um elemento estruturante do discurso musical, o curso pretende apresentar alguns referenciais para que possamos investigar e refletir, de maneira crítica, sobre as diversas possibilidades do criar em música. Haverá atividades práticas, para que as reflexões alimentem a vivência e vice-versa.
Além disso, o curso pretende trazer, para o centro, perspectivas e epistemologias musicais afrodiaspóricas, colocando-as ora em diálogo ora em debate com as visões euro-centradas de música.

Orientador: Maurício Pazz

Maurício Pazz 
Mestrando em Processos de Criação Musical pela ECA-USP, é graduado em música pelo Instituto de Artes da UNESP (2018) e em Design de Multimídia pelo Centro Universitário Senac (2007). Atua profissionalmente na música desde 2008, como compositor, arranjador, instrumentista e educador musical. Com um olhar e uma pesquisa atentos às musicalidades negras brasileiras e da diáspora, Pazz já desenvolveu trabalhos com diversos artistas importantes da cena musical paulista e nacional.

Inscrições: 28 de setembro a 12 de outubro

circle De 18 de outubro a 24 de novembro de 2021
Segundas e quartas-feiras, das 19h às 22h
Local: Curso online via Zoom


Público
Acima de 18 anos. Pessoas interessadas em práticas criativas musicais (composição, improvisação) já com algum contato com as práticas musicais [seja como instrumentistas, cantoras(es), letristas de canções]. Pessoas interessadas em produções artísticas  que envolvam música. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 28 de setembro a 12 de outubro
Aprovados: 15 de outubro
Matrícula online: 15 de outubro


Curso online e gratuito | Oficina de Iluminação: Composição de Imagem para Lives Cênicas

Objetivo
No formato palestra/aula em que serão abordados tópicos importantes para elaboração e o pensamento da luz na dança, teatro e performance na cena contemporânea, sobretudo agora mediado pelo vídeo. Esses encontros tem a proposta de auxiliar os artistas a pensarem e resolverem de maneira criativa e com os recursos que já possuímos em casa a luz de seus vídeos e lives, meio tão comuns de comunicação nesse momento de isolamento social.

Trataremos da eloquência da luz na composição, que atua como um dos elementos fundamentais da construção dramatúrgica nos dias de hoje, assim como, a importância da luz na composição do espaço cênico.
Entendemos a iluminação como meio e mídia e também como elemento visual de composição para a cena e para a performance tanto técnica como poeticamente.

Orientadora: Aline Santini


Inscrições: 27 de setembro a 7 de outubro

circle 18, 19, 20 e 21 de outubro de 2021
Segunda a quinta-feira, das 10 às 12h
Local: Curso online via Zoom


Aline Santini
É graduada em Artes Visuais e pós graduada em Lighting Design pela Faculdade Belas Artes em 2016. Estudou com o fotógrafo Carlos Moreira e foi assistente do iluminador Wagner Pinto e Gerald Thomas. Trabalha com iluminação há 21 anos e realizou trabalhos com grandes diretores, companhias, artistas de teatro, dança, performance e artes visuais em São Paulo. Também executa projetos de iluminação para exposições. Atua como performer, cria instalações visuais e tem feito direção cênica. Indicada quatro vezes ao prêmio Shell e vencedora do prêmio Denilto Gomes no ano 2017 com o espetáculo de dança SHINE.

Trabalha em parceria com importantes nomes da dança contemporânea brasileira como, Morena Nascimento, Marta Soares, Ricardo Gali, Patricia Bergantin, Josefa Pereira, Gabriela Carrafa, Lua Tatit, Martina Sarantopoulos entre outros e do teatro como, Denise Stoklos, Johana Albuquerque, Eric Lenate, Marcello Airoldi, Kiko Rieser, Geogette Fadel, Victor Nóvoa, Domingos Nunes, Bruno Perillo entre outros.
Indicada duas vezes ao prêmio APCA de dança.

Em 2019 foi uma das artistas selecionadas a representar o Brasil na Quadrienal de Praga.
Ministra oficinas, cursos e palestras em Oficinas Culturais, Sesc, SP Escola de Teatro e no Célia Helena Centro de Artes e Educação.Participou de festivais nacionais e internacionais de teatro e dança na Alemanha, Croácia, Argentina, Bolívia, Portugal e Irlanda.

Público
Acima de 18 anos. Iluminadores, técnicos de iluminação, cenógrafos, diretores de teatro, artistas visuais, fotógrafos, atores e estudantes de teatro. 40 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 27 de setembro a 7 de outubro
Aprovados: 14 de outubro
Matrícula online: 15 de outubro


Curso online e gratuito | Em busca de identidade a Semana de Arte Moderna, de 1922 a cem anos depois

Objetivo
O curso propõe um mergulho na Semana de Arte Moderna de 22, apresentando seus antecedentes, a produção artística do período e as mudanças que vieram a partir deste importante acontecimento no cenário cultural brasileiro.
As aulas relacionarão os debates de então a questões atuais e farão uma investigação sobre a busca por uma identidade artística brasileira, de 1922 aos dias atuais.
Orientador: Leandro Fazolla
Inscrições: 17 a 30 de setembro

Leandro Fazolla é ator, produtor cultural e crítico de arte. Doutorando em Artes Cênicas (Unirio). Especialista em História do Teatro Moderno e Ocidental (CAL). Mestre em Arte e Cultura Contemporânea (UERJ). Bacharel em História da Arte (UERJ). Diretor do Instituto Cultural Cerne, produtor da Cia. Cerne e do Festival Cenáculo de Teatro.
Colunista do Blog do Arcanjo e Idealizador do canal Cadernos Cênicos no YouTube.

Público
Acima de 18 anos. Todos interessados em história da arte, teatro e cultura como um todo. 40 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

circle 7 de outubro a 16 de novembro de 2021
Terças e Quintas-feiras, das 19h às 22h
Local: Curso online via Zoom


Cronograma das inscrições:
Inscrições: 17 a 30 de setembro
Aprovados: 5 de outubro
Matrícula online: 6 de outubro

 


Curso online e gratuito | Seja seu próprio mecenas

Objetivo
A Oficina de Provocação da Cultura Financeira propõe compartilhar conhecimentos sobre organização e planejamento das finanças pessoais, decisão sobre investimentos conscientes e geração de renda passiva. Estas ferramentas permitem enxergar novas possibilidades de geração de recursos econômicos para os nossos projetos, sem nos someter unicamente aos financiamentos privados ou públicos.
Orientador: Diego Pallardó
Inscrições: 13 a 23 de setembro

Diego Pallardó
Argentino, formado em Comunicação Social e Publicidade pela Universidade de Altos Estudos em Ciências Comerciais e Master em Administração pela Universidade Austral ambas em Buenos Aires. Dedicou 35 anos de sua vida ao mundo corporativo em cargos de direção comercial e marketing. Paralelamente se formou como ator no curso profissionalizante do Instituto Nacional de Artes Cênicas INDAC em SP e como Cenógrafo e Figurinista pela SP Escola de Teatro. É criador e gestor do Espaço de Provocação Cultural, um pequeno teatro para 50 pessoas na Vila Romana em SP. É criador e formador das oficinas de “Teatro em Espanhol” e das Jornadas “Seja seu Próprio Mecenas” de finanças pessoais e iniciação a investimentos conscientes.

Público
Acima de 18 anos. Pessoas interessadas no conhecimento financeiro como uma ferramenta de libertação a médio e longo prazo. 40 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

circle 30 de setembro a 16 de dezembro de 2021
Quintas-feiras, das 19h às 21h
Local: Curso online via Zoom


Cronograma das inscrições:
Inscrições: 13 a 23 de setembro
Aprovados: 27 de setembro
Matrícula online: 28 de setembro


Curso online e gratuito| Família Bruno Goulart em cena: A História do Teatro Brasileiro na vida de uma familia

Objetivo
A história em nosso país não tem o respeito necessário.
Sobretudo a história cultural brasileira. Quando falamos em teatro a situação é ainda mais crítica. O principal objetivo do curso “Família Em Cena” é resgatar essa memória através do trabalho da Família Bruno Goulart.
Orientadora: Vanessa Goulartt
Inscrições: 13 a 21 de setembro

Vanessa Goulartt
É filha da atriz e diretora teatral Bárbara Bruno, neta de Nicette Bruno e Paulo Goulart e bisneta de Eleonor Bruno.
Estreou como atriz no teatro ainda criança em A Cegonha Boa de Bico, de Marilu Alvarez, em 1985, peça pela qual ganhou o prêmio APETESP como atriz revelação. Atuou nas peças Cais Oeste (1989), de Bernard-Marie Koltès, Namoro – No escurinho do teatro… (1991), de Ilder Miranda Costa,[5] e Sábado, Domingo e Segunda (2003), de Eduardo De Filippo, entre outras.

Público
Acima de 18 anos. Atores, diretores, estudantes de teatro e interessados em geral. 40 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

circle 27 de setembro a 25 de outubro de 2021
Segundas e quartas, das 19 às 22h
Local: Curso online via Zoom


Cronograma das inscrições:
Inscrições: 10 a 21 de setembro
Aprovados: 24 de setembro
Matrícula online: 24 de setembro


Curso online e gratuito | Invenção de mundos

Objetivo
O objetivo do curso é oferecer aos participantes alguns dispositivos de criação de performance e de produção de lugares desejantes: criação de personas; variações de tempo, espaço e densidade; enquadramento e desenquadramento; potencialidades e recursos do ambiente virtual, experimentação de outros tipos de virtualidade e criação de micro performances autorais e coletivas.

Inscrições:  2 a 13 de setembro

Orientadora: Elisa Band

Elisa Band é performer, escritora, encenadora e pesquisadora. Formada em Artes Cênicas-Unicamp. Foi uma das fundadoras do grupo KA, dirigido por Renato Cohen. Professora do curso de performance do Programa Igual Diferente, do Museu de Arte Moderna -SP, diretora de teatro da ONG Ser em Cena e mestra pela Escola de Comunicações e Artes –USP. Suas áreas são teatro, performance, literatura, coletivos heterogêneos.

 

circle 21 de setembro a 26 de outubro de 2021
Terças e sextas, das 15h às 17h
Local: Curso online via Zoom


Elisa Band é performer, escritora, encenadora e pesquisadora. Formada em Artes Cênicas-Unicamp. Foi uma das fundadoras do grupo KA, dirigido por Renato Cohen. Professora do curso de performance do Programa Igual Diferente, do Museu de Arte Moderna -SP, diretora de teatro da ONG Ser em Cena e mestra pela Escola de Comunicações e Artes –USP. Suas áreas são teatro, performance, literatura, coletivos heterogêneos.

Público
Acima de 18 anos. Pessoas interessadas de todas as áreas e formações, corpos e experiências de vida, como por exemplo, das áreas da performance, teatro, direção, dramaturgia, artes visuais, matemática, bordado, filosofia, astronomia, botânica, doutores e diletantes, especialistas em assuntos específicos e insignificâncias.
Aberto a pessoas usuárias da Rede de Saúde Mental (Centros de Atenção Psicossocial – CAPS), pessoas que tem ou tiveram experiências com a loucura, profissionais ligadxs aos campos da saúde mental, profissionais das áreas psi (psiquiatria, psicologia, psicanálise, terapia ocupacional), etc 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo(opcional)

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 2 a 13 de setembro
Aprovados: 16 de setembro
Matrícula online: 17 de setembro

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para Marie Ikonomidis – [email protected]


Corpos diversos: Criação de uma poética modernista- o encontro da diversidade na arte digital

Este curso tem como objetivo proporcionar a todos os participantes a oportunidade de vivenciar técnicas de improvisação para dança, princípios da metodologia do DanceAbility e da Cia Dança sem Fronteiras, para assim criar relações com a casa, o corpo e as telas, realizando pequenos vídeos danças explorando a dança-teatro para criações que acolhem a diversidade dos intérpretes.

Orientadora: Fernanda Amaral


Inscrições: 16 a 27 de julho

circle 2 de agosto a 1 de setembro de 2021
Segundas e quartas, das 13h às 16h
Local: Curso online via Zoom


Fernanda Amaral é bailarina, coreógrafa e educadora com 30 anos de experiência profissional. Possui vários títulos internacionais em dança e teatro, incluindo vários certificados em DanceAbility. Recebeu vários prêmios: Bonnie Bird 2009 pelo Centro Laban em Londres, Arts Council no País de Gales e Lisa Ulman, entre outros. Em 1993 fundou Patuá Dance Companhia de Dança-Teatro, em 2005 a Patuá DanceAbility, ambas no País de Gales, e em 2010 criou a Dança sem Fronteiras no Brasil.

Público
Acima de 18 anos. Atores, educadores, bailarinos, artistas com e sem deficiência. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 16 a 27 de julho
Aprovados: 30 de julho
Matrícula online: 30 de julho

 


Oficina de Humor Antropofágico: “Conexão palhace, uma introdução à profunda bobagem”

Objetivo
Trabalhar a sociabilidade, autoconhecimento, autoestima, atenção, relaxamento, escuta, diversão, a troca de experiências, a motivação, a reflexão e a cumplicidade de todos(as) envolvidos(as). Pretende-se ao longo das aulas, lançar mão de jogos cênicos, exercícios de consciência corporal e técnicas do teatro de rua, bem como refletir e experimentar sobre as novas perspectivas das artes cênicas diante da plataforma virtual.
Orientador:

Miguel Safe, Palhaço Bambulino

 Miguel é palhaço, ator, comunicólogo, brincante e pai. Bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais e ator formado no Teatro Universitário (T.U.) pela mesma Universidade. Desde de 2009 participa da Cia Circunstância e realiza trabalhos autônomos nas áreas de vivências lúdicas, mentorias, motivação, sensibilização e mobilização social, através da arte da Palhaçaria.
Inscrições: 26 de julho a 1º de agosto

circle 6 e 7 de agosto de 2021
Sexta e sábado, das 19 às 22h
Local: Curso online via Zoom


Miguel Safe, Palhaço Bambulino
Palhaço, ator, comunicólogo, brincante e pai.
Bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais e ator formado no Teatro Universitário (T.U.) pela mesma Universidade. Desde de 2009 participa da Cia Circunstância e realiza trabalhos autônomos nas áreas de vivências lúdicas, mentorias cênicas, facilitações de grupos, sensibilização e mobilização social, através da arte da Palhaçaria.

Público
Acima de 18 anos. Educadores e Artistas cênicos. 40 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 26 de julho a 1º de agosto
Aprovados: 4 de agosto
Matrícula online: 5 de agosto


Curso online | Laboratório de Escrita Reflexiva

Objetivo
Fomentar o debate acerca da crítica teatral contemporânea (sua técnica, estética e ética) e de que modo ela se articula com os outros elementos da cena teatral (artistas e público); exercitar a escrita reflexiva a partir da fruição de espetáculos de teatro observando seus componentes técnicos e objetivos.
A crítica é um importante componente da cena teatral. Ela oferece reflexões e desdobramentos a partir de determinado espetáculo, e reúne pessoas num debate ao redor de dado evento cênico.
Análise de casos: Monteiro Lobato e Oswald de Andrade a respeito de Anita Malfatti, o texto da Variety sobre Promissing Young Woman, entre outros.

Orientador: Fernando Pivotto

Fernando Pivotto é artista da cena, educador e crítico. Foi publicado na revista Antro Positivo (2015 e 2016) e no site Aplauso Brasil (2015 – 2017), e nos livros Teatro do Incêndio: Da Terra ao Território (2018) e Mungunzá Obá! Produção Teatral Em Zona de Fronteira (2018). É membro do júri do Prêmio Aplauso Brasil e do Prêmio WeDo de Teatro (2021). Foi um dos coordenadores do projeto Crítica Isolada (2021) no Sesc Pinheiros. Desde 2017 pesquisa a escrita reflexiva no perfil Tudo, Menos Uma Crítica.

Inscrições: 23 de agosto a 7 de setembro

circle De 13 a 27 de setembro de 2021
Segunda e quarta, das 19h às 21h
Local: Curso online via Zoom


Fernando Pivotto
É artista da cena, educador e crítico. Foi publicado na revista Antro Positivo (2015 e 2016) e no site Aplauso Brasil (2015 – 2017), e nos livros Teatro do Incêndio: Da Terra ao Território (2018) e Mungunzá Obá! Produção Teatral Em Zona de Fronteira (2018). É membro do júri do Prêmio Aplauso Brasil e do Prêmio WeDo de Teatro (2021). Foi um dos coordenadores do projeto Crítica Isolada (2021) no Sesc Pinheiros. Desde 2017 pesquisa a escrita reflexiva no perfil Tudo, Menos Uma Crítica.

Público
Acima de 18 anos. Artistas das artes cênicas (nas áreas de atuação, dramaturgia, direção e outras), profissionais do campo da educação, jornalistas e pessoas interessadas em geral, com ou sem experiência prévia. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 23 de agosto a 7 de setembro
Aprovados: 9 de setembro
Matrícula online: 10 de setembro


Curso online | Folha Branca x Caixa Preta – A transposição das histórias em quadrinhos para o teatro.

Objetivo
O objetivo da oficina e estudar a transposição das histórias em quadrinhos para o palco, buscando em cada uma delas seu potencial dramatúrgico e a profundidade dos cartunistas na composição das personagens. Com isso pesquisaremos as diversas possibilidades de construção de um espetáculo que tenha como origem os quadrinhos.

Orientadora: Fernanda D’Umbra

Fernanda D’Umbra é atriz e diretora teatral e já participou como atriz e produtora de várias adaptações de histórias em quadrinhos para o teatro. Entre elas: “Piratas do Tietê”, da Laerte e “Chapa Quente”, de André Kitagawa, além de dirigir a peça “Meninas da Loja”, texto teatral do cartunista Caco Galhardo e “As Jóias”, texto teatral da cartunista Laerte e de Rafael Coutinho.

Inscrições: 17 a 30 de agosto

circle De 8 de setembro a 4 de outubro de 2021
Segunda e quarta, das 19h às 22h
Local: Curso online via Zoom


Fernanda D’Umbra é atriz e diretora teatral e já participou como atriz e produtora de várias adaptações de histórias em quadrinhos para o teatro. Entre elas: “Piratas do Tietê”, da Laerte e “Chapa Quente”, de André Kitagawa, além de dirigir a peça “Meninas da Loja”, texto teatral do cartunista Caco Galhardo e “As Jóias”, texto teatral da cartunista Laerte e de Rafael Coutinho.

Público
Acima de 18 anos. Interessadas por histórias em quadrinhos e sua possível interpretação cênica. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 17 a 30 de agosto
Aprovados: 3 de setembro
Matrícula online: 6 de setembro

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para Marie Ikonomidis – [email protected]


Curso gratuito | Pernas de Saracura – Oficina de perna de pau- 100 anos da Semana de Arte Moderna de 22

Objetivo
Difundir os saberes com as pernas de pau para aumentar e potencializar a técnica e criações nessa modalidade circense. Serão abordados os temas segurança no equipamento, técnicas contra quedas, caminhada, corrida, saltos giros e técnicas de subidas.

O curso proporcionará vivências físicas e possibilidades de perspectivas que poderão ser aplicadas a diversas linguagens artística, como Mafalda Pequenino diz a perna de pau é o nosso palco andante. E diante da pluralidade de movimentos e o “reaprender a andar” temos a chance de revisitar e “re-entender” o significado do erro, gerando novas possibilidades psico sócio afetivas em um olhar psicomotor.

*Material solicitado pela orientador será por conta do(a) aluno(a)

Orientador: Guilherme Ribeiro Awazu

Guilherme Ribeiro Awazu é cofundador e integrante da Trupe Baião de 2, pesquisa perna de pau para além do andar, buscando desenvolvimento da técnica da perna de pau equivalente para os demais aparelhos circenses. Junto com Rachel Monteiro está desenvolvendo o Método Saracura de perna de pau. Cursou direção de circo, dramaturgia do circo, mão a mão e percha na SP Escola de Teatro.

Inscrições: 11 a 23 de agosto

circle De 30 de agosto a 29 de outubro de 2021
Abertura online via plataforma Zoom: 30 de agosto (segunda-feira), das 9h às 11h. Demais encontros sempre às sextas, das 10h às 12h e das 13h às 15h na Unidade Brás
Local: Unidade Brás - Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Guilherme Ribeiro Awazu é cofundador e integrante da Trupe Baião de 2, pesquisa perna de pau para além do andar, buscando desenvolvimento da técnica da perna de pau equivalente para os demais aparelhos circenses. Junto com Rachel Monteiro está desenvolvendo o Método Saracura de perna de pau. Cursou direção de circo, dramaturgia do circo, mão a mão e percha na SP Escola de Teatro.

Público
Interessados acima de 18 anos. 25 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo.

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 11 a 23 de agosto
Aprovados: 26 de agosto
Matrícula online: 27 de agosto

Dúvidas ou questionamentos devem ser enviados por e-mail para Marie Ikonomidis – [email protected]


Curso online | Corpos Dançantes Modernistas: Dança como Consciência do Outro

Objetivo
Numa perspectiva antropofágica, onde continuamente devoramos tudo e todos sem muito saber os porquês, as necessidades e as consequências, o curso  Corpos Dançantes Modernistas: Dança com Consciência do Outro propõe um trabalho de corpo que traz uma tentativa de apreensão da alteridade, um enxergar- se como o outro, ver-se o outro em si. Traz como proposta trabalhar práticas de consciência corporal, exploração do movimento, respiração e concentração, entre outras questões da técnica da dança contemporânea, sempre considerando o público a que se dirige. O curso visa trabalhar com a ideia de que toda e qualquer atividade a ser proposta seja acessível a todos que realizam aquela vivência. Possibilitar a compreensão do movimento como um todo organizado, buscando preparar e fortalecer o corpo para o cotidiano. Visa estimular a coordenação motora, o senso rítmico e, principalmente, a criação artística da dança, proporcionar apropriação anatômica do seu próprio corpo através de imagens táteis e de sensações que surgem através do toque em cada região, trabalhar a consciência do peso de seu próprio corpo, através do contato físico com objetos e com os outros corpos.

Orientador: Marcos Abranches

Marcos Abranches atuou na Cia. FAR 15, nos espetáculos Senhor dos Anjos, Jardim de Tântalo e Metamorfose, de Franz Kafka, dirigidos e coreografados por Sandro Borelli. Principais obras de seu repertório: Formas de Ver, Via de Regra, Corpo sobre Tela, Canto dos Malditos, O Grito e O Idiota. Em Junho, teve seu filme de longa metragem estreado, “O Artista e a Força do Pensamento”, sob direção de Elder Fraga. Ganhou como melhor filme de longa metragem do Festival Internacional de Cinema de Santos – 6ª Edição.

Inscrições: 4 a 17 de agosto

circle 25 de agosto a 6 de outubro de 2021
Quartas e sextas-feiras, das 17h às 19h
Local: Curso online via Zoom


Marcos Abranches atuou na Cia. FAR 15, nos espetáculos Senhor dos Anjos, Jardim de Tântalo e Metamorfose, de Franz Kafka, dirigidos e coreografados por Sandro Borelli. Principais obras de seu repertório: Formas de Ver, Via de Regra, Corpo sobre Tela, Canto dos Malditos, O Grito e O Idiota. Em Junho, teve seu filme de longa metragem estreado, “O Artista e a Força do Pensamento”, sob direção de Elder Fraga. Ganhou como melhor filme de longa metragem do Festival Internacional de Cinema de Santos – 6ª Edição.

Público
Acima de 16 anos. Pessoas com todos os tipos de habilidades e inabilidades, interessados em dança, corpo e movimento. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 4 a 17 de agosto
Aprovados: 20 de agosto
Matrícula online: 23 de agosto

 


Curso gratuito | Manipulação e criação do bambolê- 100 anos da Semana de Arte Moderna de 22

Objetivo
O curso destinado a criar um espaço de desenvolvimento na técnica circense do bambolê será composto por 3 etapas:

Etapa 1: Confecção artesanal e técnicas básicas do bambolê, tendo em consideração, níveis, pratica, agilidade, informação do material apropriado para a prática do Bambolê profissional: tipo de tubo, medidas, tamanho (diâmetro do aro).

Etapa 2: Aprofundamento da técnica e pesquisa de movimento. Aquecimento: exercícios simples que proporcione a flexibilidade e manutenção da dinâmica muscular. Exercícios que motivam a mobilidade muscular e articular gradativa reduzindo os riscos de lesões. Manipulação do bambolê: técnicas básicas, posicionamentos, dinâmica, tipos de manipulação, lançamentos, contacto.

Etapa 3: Processo de criação autoral, desenvolvimento de número grupal; sequência de movimentos, exercícios de exploração de diversas dinâmicas e mudanças, exploração do universo pessoal unindo a criação artística a técnica. *material solicitado pela orientadora será por conta do(a) aluno(a).

Orientadora: Pipa Luke

Pipa Luke é artista circense, produtora e diretora audiovisual. Formada pelos projetos Circo Laheto e Escola de Circo Basileu Francia. Malabarista profissional especializada em bambolê, atuou em diversos festivais no Brasil e na América Latina. Em sua pesquisa artística destaca-se seus números que abordam as questões da negritude. Desde 2019 realiza atividades no Centro de Memória do Circo São Paulo e integra a rede de elenco da ONG Palhaços Sem Fronteiras Brasil.

Inscrições:
3 a 17 de agosto

Protocolo presencial para evitar transmissão da Covid-19: Para a proteção de todas, todes e todos, é de suma importância o respeito aos protocolos de saúde e segurança contra a transmissão da Covid-19:

->Obrigação do uso de máscaras durante todo o tempo na SP Escola de Teatro  (nas aulas, entrada, saída e períodos de intervalo).

-> Respeitar o distanciamento social.

-> Disponibilidade de álcool em gel.

-> Preferência de aulas ao ar livre ou em lugares ventilados.

circle De 24 de agosto a 28 de outubro de 2021
Terças e quintas, das 15h às 17h
Local: Unidade Brás - Avenida Rangel Pestana, 2401, Brás


Pipa Luke
Artista circense, produtora e diretora audiovisual. Formada pelos projetos Circo Laheto e Escola de Circo Basileu Francia. Malabarista profissional especializada em bambolê, atuou em diversos festivais no Brasil e na América Latina. Em sua pesquisa artística destaca-se seus números que abordam as questões da negritude. Desde 2019 realiza atividades no Centro de Memória do Circo São Paulo e integra a rede de elenco da ONG Palhaços Sem Fronteiras Brasil.

Público
Interessados acima de 18 anos. 25 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 9 a 17 de agosto
Aprovados: 20 de agosto
Matrícula online: 23 de agosto

Proteja-se contra a Covid-19: Use máscaras/Respeite o distanciamento social/Utilize sempre álcool em gel nas mãos

 


Curso online e gratuito | A Escrita de si

Objetivo
Estimular a criação literária através da provocação e desconstrução do que se define como escrita. Partir do corpo-experiência de cada aluno, fazendo-os acessar seus próprios buracos, anseios, crises, alegrias, medos, paixões, memórias e desmemórias a fim de construir um tipo de escrita em estado constante de maravilhamento e estranhamento perante à vida. Um tipo de escrita que se faz de dentro para fora e para além dos limites que acreditamos ter.

Orientadora: Letícia Bassit

Letícia Bassit é atriz-performer, escritora-dramaturga, diretora e arte-educadora. É formada pela Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo e graduada em Comunicação Social pela Fundação Cásper Líbero. Cursou também SP Escola de Teatro (curso de Direção 2011), Teatro Escola Macunaíma (2010 – 2011) e Escola de Atores Wolf Maya, primeira turma (2002 – 2005). Como escritora foi contemplada no PROAC Dramaturgia com o projeto “Mãe ou Eu também não gozei” publicado no ano de 2019 pela Editora Patuá. Como atriz e diretora, criou peça homônima com apresentações na SP Escola de Teatro, Teatro de Conteiner e SESC Pompéia. Fez parte do processo de pesquisa e criação da peça “Feminino Abjeto”, dirigido por Janaína Leite.
Também é criadora do experimento digital “Cabra que lambe sal” (direção de Nelson Baskerville).

Inscrições: 27 de julho a 8 de agosto

circle 17 de agosto a 21 de setembro 2021
Terças e quintas-feiras, das 19h às 22h
Local: Curso online via Zoom


Letícia Bassit é atriz-performer, escritora-dramaturga, diretora e arte-educadora. É formada pela Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo e graduada em Comunicação Social pela Fundação Cásper Líbero. Cursou também SP Escola de Teatro (curso de Direção 2011), Teatro Escola Macunaíma (2010 – 2011) e Escola de Atores Wolf Maya, primeira turma (2002 – 2005). Como escritora foi contemplada no PROAC Dramaturgia com o projeto “Mãe ou Eu também não gozei” publicado no ano de 2019 pela Editora Patuá. Como atriz e diretora, criou peça homônima com apresentações na SP Escola de Teatro, Teatro de Conteiner e SESC Pompéia. Fez parte do processo de pesquisa e criação da peça “Feminino Abjeto”, dirigido por Janaína Leite.
Também é criadora do experimento digital “Cabra que lambe sal” (direção de Nelson Baskerville).

Público
Acima de 18 anos. Interessados em escrita, poesia, literatura, filosofia, teatro, música, performance, arte e vida. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 27 de julho a 8 de agosto
Aprovados: 12 de agosto
Matrícula online: 13 de agosto


Curso Online | Periferia como Centro da Cultura: Novos Modernistas do Século 21

Iniciando as celebrações do centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro abre inscrições para o curso Periferia como Centro da Cultura: Novos Modernistas do Século XXI. A professora, Daiana Ferreira, tem ampla experiência e é fomentadora de ações socioculturais e de empoderamento feminino na periferia de São Paulo.

Objetivo
A periferia é produtor central da cultura brasileira contemporânea. Cada vez mais, são das periferias os Novos Modernistas agentes da cultura em ebulição, ressignificando o espírito de vanguarda artística da Semana de 22.
O curso tem como objetivo analisar as motivações histórico-sociais que muitas vezes distanciam os conceitos de cultura e arte da periferia e as consequências disso aos que moram nesses territórios, além de apresentar o que os movimentos artístico-sociais têm feito no decorrer dos anos para diminuir esse abismo, gerando uma nova onda cultural periférica que torna-se o novo centro artístico nacional.
Inscrições: 21 a 29 de junho

circle De 6 de julho a 5 de agosto de 2021
Terças e quintas-feiras, das 19h às 22h
Local: Curso online via Zoom


Daiana Ferreira
Possui formação em Serviço Social e possui experiência como fomentadora de ações socioculturais e de empoderamento feminino na periferia de São Paulo.
Trabalhou como educadora ambiental no projeto Varre Vila, coordenou grupo de estudo racial e político para mulheres, coordenou grupo de inglês para mulheres negras e o projeto de valorização de catadores na comunidade.
Integra o Coletivo Frente Democrática Ermelino Matarazzo e idealizou o projeto Nasce Mulher, para fortalecer as mulheres do bairro. Ainda atua como articuladora do Sarau da Tripa, na comunidade Santa Inês e Fundação Casa do Belém, além de ter integrar a comunidade que fortaleceu o começo da Aparelha Luzia, centro cultural negro na região central paulistana.

Público
Acima de 18 anos. Todos que se interessam pelo assunto. 40 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 21 a 29 de junho
Aprovados: 2 de julho
Matrícula online: 5 de julho

 


Oficina de escrita prática: Por uma Dramaturgia Monstra!

Objetivo
Por uma dramaturgia mais ao monstro que ao belo-animal. Cheias de remendo, recortadas,
coladas, costuradas e com a cicatriz aparente. A oficina tem como mote principal a escrita enquanto prática performativa, e os desdobramentos da dramaturgia para além do campo das artes. Questões acerca do
dramaturgismo, do dramaturgo em cena, da escrita colaborativa e autobiográfica serão abordadas ao longo das práticas. A oficina propõe também o compartilhamento da pesquisa “Compêndio de Decomposições Dramatúrgicas: Por uma Dramaturgia Monstra” que integra o programa de pós-graduação em Artes da Cena da UNICAMP. A pesquisa se dá a partir do campo da dramaturgia performativa e seus dispositivos e pretende a criação de um “caderno de exercícios dramatúrgicos”, buscando maneiras de exercitar a dramaturgia enquanto prática.

Inscrições: 17 a 27 de junho

Orientadora:

Lara Duarte


É Mestranda em Artes da Cena pela UNICAMP com a pesquisa “Compêndio de Decomposições Dramatúrgicas: Por uma Dramaturgia Monstra!”. Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia. Formada em dramaturgia pela SP Escola de Teatro. Participou do programa de iniciação cientifica da UFBA com o projeto “A escritafalada: dramaturgias da contação de história”; Integrou o Teatro Base – Grupo de Pesquisa Sobre o Método da Atriz, como performer e dramaturga. Integrou o Núcleo Experimental de Artes Cênicas do SESI.Dramaturgista e assistente de direção da peça “Stabat Mater”, com direção de Janaína Leite, peça vencedora do prêmio Shell na categoria dramaturgia e indicada ao APCA de melhor espetáculo. Dramaturgista da peça Capô, com direção de Georgette Fadel, estreia prevista para 2021. Diretora, dramaturga e performer da peça-vídeo Pânico Vaginal, com estreia prevista para 2021. Atuou como atriz e assistente de dramaturgia na peça “Acúmulos”, com direção de Kênia Dias e Ricardo Garcia, dramaturgia de Márcio Abreu. Dramaturgista da peça “Resposta Ao Capataz”, espetáculo de formatura da turma 67 da escola de arte dramática da universidade de São Paulo, com direção de Kênia Dias. Como performer e dramaturga trabalhou no espetáculo A Bunda De Simone, com direção de Diego Pinheiro, recebendo a indicação de melhor texto pelo prêmio BRASKEM de teatro. Participou do projeto História Sob Rocha, com direção de Daniel Guerra. Integrando a programação do Festival Internacional de Artes Cênicas Criadora da performance cênica Como Medeia Para Minha Mãe e da peça Remedeia. Integrando a programação do festival VilaVerão e do festival Tristes, Loucas e Más. Trabalhou no Centro da Juventude de Ciência e Cultura, na cidade de Salvador, como formadora em contação de história. Foi professora substituta de teatro na escola Lua Nova. Ministrou oficinas na Universidade Livre de Teatro do Vila Velha e no CETUR, Colégio Técnico da UFRJ. Professora da Laço de Abraço, e ministra aulas de teatro para crianças, adolescentes e adultos em diversas escolas de São Paulo. Professora de teatro na Symphoy Escola de Artes.

 

circle Dias 5, 8, 12 e 15 de julho de 2021
Segundas e quintas-feiras, das 19 às 21h
Local: Curso online via Zoom


Público
Acima de 18 anos. Interessades em dramaturgia, escrita criativa e relações com
a palavra. 35 vagas.

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 17 a 27 de junho
Aprovados: 30 de junho
Matrícula online: 1º de julho


Curso Online | Produção, Gestão e Comunicação para artistas e coletivos

Trabalhar com cultura no Brasil é muito complexo e minucioso e dominar todas as etapas desse processo pode ser desafiador. Além do fazer artístico, há mecanismos necessários para um espetáculo, exposição, show, álbum ou desfile sair dos papeis e ganhar vida.

Para desenvolver, captar recursos, produzir e promover um projeto artístico é necessário conhecer as leis e propostas de incentivo cultural vigentes no país, estratégias de comunicação/divulgação e gestão financeira para administrar os custos e rendimentos.

Ensinar todas as escalas operacionais da produção cultural é o propósito do novo curso de Extensão Cultural da SP Escola de Teatro: Produção, Gestão e Comunicação para artistas e coletivos.  As aulas são indicadas para artistas, estudantes e produtores com o interesse em saber a fundo como funciona a burocracia de captação de recursos, a gestão financeira e quais são as técnicas de marketing digital para divulgar o projeto artístico.

Objetivo
Este curso, dividido em 3 módulos, tem como objetivo capacitar artistas, coletivos, produtores e agentes culturais na produção, gestão e elaboração de projetos.
Serão apresentados mecanismos de capacitação, como leis de incentivo, editais e outros.
Organização de agenda e processos. Busca de compreensão do pensar projeto e sua execução. Ferramentas de acompanhamento da produção.
Cumprindo prazos. Noções administrativas. Comunicação, divulgação e comercialização do produto cultural.

Orientadores:

Mari Feil (Módulo Produção) e colaboradores da SP Escola de Teatro (Módulos Gestão e Comunicação)
Inscrições: 7 a 15 de junho

circle De 21 de junho a 19 de agosto de 2021
Segundas e quintas, das 19h às 22h
Local: Curso online via Zoom


Mari Feil é atriz, diretora, produtora, parecerista e gestora cultural. Graduada em Ciências Contábeis pela UNIVALI/SC e Artes Cênicas SENAC/SC, com Especialização em Elaboração em Projetos Cultural, Produção Cultural e Gestão Cultural pela FGV. Fundou em 2006 a empresa Esfera Produções Artísticas, radicada em São Paulo/SP desde 2017, fundou o Núcleo de Teatro Mari Feil & Cia, e M&F Produções e Comunicação, contribuindo em produções teatrais, audiovisuais, dança música e ópera e formação com companhias de renome nacional e internacional, produzindo entre 2006 a 2021 cerca de 55 projetos. Como parecerista, participou em diversos editais desde 2011 como: Prêmio Myriam Muniz, Fundo de cultura em Goiás, Distrito Federal, Pernambuco, Ceará, Ministério da Cultura, Ministério do Turismo, entre outros. Ministra oficinas de produção cultural, elaboração em projetos, ator que se produz, o ator criador, dentre outras palestras em várias cidades do país. Seus trabalhos mais recentes no teatro como atriz e produtora são: “SUITE N.2” texto de Afonso Nilson, com direção de Alexandre Contini, “E se eu não quiser dançar? Um solo desritmado”, texto de Ed Anderson, “A Rainha do Rádio”, texto José Saffiotti Filho e direção de Gil Guzzo, “As Criadas”, texto de Jean Genet e direção de Celso Nunes, direção e produção UKARAUKE e A Poderosa sou Eu. Endereço para acessar este CV:http://lattes.cnpq.br/2466493993798010

-> Colaboradores SP Escola de Teatro

Público
Acima de 16 anos. O programa é voltado a artistas, coletivos, gestores culturais, profissionais das artes. 40 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 7 a 15 de junho
Aprovados: 18 de junho
Matrícula online: 19 de junho

 


Curso Online | O teatro e novos imaginários

Trabalhar o imaginário, refletir os sonhos e desenvolver a criatividade nunca foi tão necessário como na atualidade. Partindo dessa premissa, Aysha Nascimento visa apresentar suas vivências como formadora usando os jogos teatrais, esboços ou improvisações para criar novos imaginários cênicos com os participantes. Formada pela Escola Livre de Teatro de Santo André, a atriz e bailarina também é fundadora do grupo de teatro negro Coletivo Negro e da companhia de teatro de rua Cia. dos Invertidos.

Objetivo

A aula visa apresentar alguns procedimentos de criação teatral partindo das experiências da formadora no Teatro Negro e no Teatro de rua. A partir de jogos teatrais, experimentações na oralidade e nos conceitos sobre construção da imagem e seus desdobramentos no fazer teatral, suscitar reflexões cênicas sobre as representações, seus pontos de vistas e trazer alguns apontamentos acerca do fazer teatral em diversas camadas e no levantamento de alguns questionamentos sobre a construção de imaginários e metodologias.

Orientadora:

Aysha Nascimento

É atriz, dançarina e diretora de Teatro, professora de teatro e dança, formada pela Escola Livre de Teatro de Santo André (2007) e licenciada e bacharelada em
Dança pela Universidade Anhembi Morumbi (2018). Integrante fundadora da companhia de Teatro de Rua da Cidade de São Paulo Cia. Dos Inventivos (2005). Integrante fundadora do grupo de Teatro Negro Coletivo Negro (2008). Integra como intérprete criadora as companhias de Dança Negra contemporânea, Cia Sansacroma e Núcleo Ajeum.

Inscrições: 6 a 24 de maio

circle De 2 de junho a 9 de julho de 2021
Quartas das 18h às 21h, quintas e sextas-feiras das 14h às 17h
Local: Curso online via Zoom


Público
Acima de 16 anos. Atores e atrizes e/ou estudantes de Teatro, interessadas(os) no estudo teatral. 40 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 6 a 24 de maio
Aprovados: 28 de maio
Matrícula online: 31 de maio

 


Curso Online| Poder da Bobagem: Uma introdução à arte da palhaçaria

 

A graça, o riso e o humor são vitais em nossa jornada, mas em tempos difíceis como o que vivemos na atualidade, tornou-se ainda mais fundamental. Essa habilidade, de fazer rir, pode ser aperfeiçoada, e esse é o objetivo do novo curso de extensão cultural da SP Escola de Teatro.

Poder da bobagem, introdução à Arte da Palhaçaria ( (metodologias, ofício e sustentabilidade) visa ensinar os primeiros fundamentos e técnicas para estudantes, atores e entusiastas da arte do clown, assim como ferramentas para desenvolver a autoestima, empatia uma melhora da saúde mental. É para se divertir!

Objetivo
Trabalhar a sociabilidade, autoconhecimento, autoestima, atenção, relaxamento, escuta, diversão, a troca de experiências, a motivação, a reflexão e a cumplicidade de todos(as) envolvidos(as). Pretende-se ao longo das aulas, lançar mão de jogos cênicos, exercícios de consciência corporal e técnicas do teatro de rua, bem como refletir e experimentar sobre as novas perspectivas das artes cênicas diante da plataforma virtual.
Orientador:

Miguel Safe, Palhaço Bambulino

Palhaço, ator, comunicólogo, brincante e pai.
Bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais e ator formado no Teatro Universitário (T.U.) pela mesma Universidade. Desde de 2009 participa da Cia Circunstância e realiza trabalhos autônomos nas áreas de vivências lúdicas, mentorias cênicas, facilitações de grupos, sensibilização e mobilização social, através da arte da Palhaçaria.

Inscrições: 7 a 24 de maio

circle De 1 de junho a 29 de julho de 2021
Terças e quintas, das 19 às 22h
Local: Curso online via Zoom


Público
Acima de 18 anos. Artistas, educadores, terapeutas, facilitadores de grupos e curiosos pela arte da palhaçaria. 40 vagas

Seleção
Preencher ficha de inscrição com dados, carta de interesse e breve currículo

Cronograma das inscrições:
Inscrições: 6 a 24 de maio
Aprovados: 28 de maio
Matrícula online: 31 de maio


Curso online | Cenas brasileiras: um olhar sobre os teatros negros

O curso traça um panorama histórico sobre o teatro brasileiro sob a perspectiva negra. Entre os temas abordados estão estéticas, manifestações populares, grupos de teatro e a relação da arte com processos históricos.

Objetivo

Um estudo sobre o Teatro Negro e algumas de suas estéticas, com ênfase nas manifestações populares; no Teatro Experimental do Negro e suas dissidências; e grupos de teatro contemporâneos. Além de uma investigação sobre as possibilidades de criação da personagem negra, a partir de experiências e práticas do artista docente do curso.

Orientador: Raphael Garcia

Raphael Garcia é ator formado pela Escola de Arte Dramática da USP, é co-fundador do Coletivo Negro de Teatro. Por alguns anos desenvolveu parcerias com o Núcleo Bartolomeu de Depoimentos, Cia. Pessoal do Faroeste, Cia. os Crespos e Grupo Trança de Teatro. Integrou o elenco do espetáculo “Navalha na carne negra”, dirigido por José Fernando Peixoto de Azevedo, pelo qual ganhou o prêmio Aplauso Brasil de melhor ator coadjuvante. Pesquisador do Teatro Negro, participou de festivais teatrais em Angola e Costa do Marfim. Bacharel e licenciado em Le