Residência SP Modernistas: Cláudia Nwabasili e Roges Doglas, da Cia Pé no Mundo, dançam na SP Escola de Teatro

Cia Pé do Mundo/ Foto: Edson Lopes Jr.

Os bailarinos e coreógrafos Cláudia Nwabasili e Roges Doglas, da Cia Pé no Mundo, são os convidados do segundo vídeo do projeto Residências SP Modernistas da SP Escola de Teatro, em comemoração ao centenário da Semana de Arte Moderna de 1922, em parceria com a Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Desenvolvida pelo setor de Extensão Cultural e Projetos Especiais da instituição, a ação busca destacar artistas representantes do novo modernismo brasileiro e projetos que representem versões contemporâneas desse movimento artístico, sob curadoria de Miguel Arcanjo Prado, coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro, e com idealização assinada por ele e por Ivam Cabral, diretor executivo da instituição.

Veja o vídeo, que contou com produção de Rodrigo Barros, direção de fotografia de Edson Lopes Jr. e direção e edição de Henrique Mello, além de assistência de Margarete de Lara:

Residência SP Modernistas: Cantora Anná mostra sua criatividade contemporânea em clipe na sede Brás da escola

“Todo mês, iremos ter um clipe especial nas redes da escola, com artistas ou coletivos  que possuem em seu DNA traços que os tornam herdeiros de aspectos do movimento modernista, sobretudo no campo da brasilidade e da antropofagia como discurso artístico, apresentando ao público contemporâneo estes novos modernistas”, afirma Arcanjo. “Estes artista são convidados a apresentar suas performances na sede histórica da SP Escola de Teatro no bairro do Brás, prédio onde estudou a modernista Pagu”, acrescenta.

“Conheço a Cia Pé no Mundo e o trabalho desenvolvido por Cláudia Nwabasili e Roges Doglas desde o primeiro espetáculo do grupo, Arquivo Negro, no qual fiquei impressionado com a primazia técnica e estética apresentada pelos bailarinos e coreógrafos. Desde o começo do projeto Residências SP Modernistas, eles se tornaram nomes fundamentais”, complementa.

Cia Pé no Mundo no Residências SP Modernistas

Cia. Pé no Mundo dança na sede histórica da SP Escola de Teatro, ressignificando a Semana de Arte Moderna de 1922 – Foto: Edson Lopes Jr.

Cia Pé no Mundo

A paulista filha de nigeriano Cláudia Nwabasili e o baiano Roges Doglas,  estrelas dessa segunda edição da série Residências SP Modernistas, reconstroem no vídeo o imaginário acerca dos corpos negros na dança.

Os idealizadores e diretores da Cia Pé no Mundo, fundada em 2011, representam uma nova geração de artistas multidisciplinares. Seus trabalhos se baseiam em pesquisas práticas e teóricas sobre o diálogo entre manifestações populares brasileiras e afro-brasileiras com a dança contemporânea.

Trabalharam com Antonio Nóbrega, Ismael Ivo, Ivaldo Bertazzo, Fernando Lee, Né Barros, Sidi Larbi Cherkaoui, Tati Sanchis, Tino Sehgal, e percorreram diversos países, como Argentina, Áustria, Espanha, Portugal e Rússia.

“Nossa intenção é contribuir para a desmistificação de manifestações culturais brasileiras e afro-brasileiras, valorizando-as como elementos possíveis para a concepção da arte contemporânea, e despertar no público o interesse e a necessidade de reconhecer narrativas históricas das diferentes vivências e corpos negros. Por meio da linguagem da dança, queremos materializar contemporaneidades e tornar possíveis novos imaginários sobre passados, presentes e futuros negros na dança e no mundo. Em nossos trabalhos, desenvolvemos pesquisas em dança e também em outros campos, como as teorias da linguagem, a literatura, a história, a sociologia e comunicação. Para a realização de nossos projetos, convidamos diferentes artistas e estabelecemos diversas parcerias com profissionais da dança e outras áreas dos estudos culturais e sociais”, Cláudia Nwabasili e Roges Doglas.

O vídeo foi gravado no prédio da unidade Brás da SP Escola de Teatro e os bailarinos preencheram o histórico prédio, fundado em 1913, com a elegância e o talento dos grandes artistas que são.

Siga @ciapenomundo

Novos Modernistas: Cláudia Nwabasili e Roges Doglas, Cia. Pé no Mundo, dançam na SP Escola de Teatro, na sede histórica do Brás onde estudou a modernista Pagu – Foto: Edson Lopes Jr.

 




Posts Archives

Residência SP Modernistas: Cláudia Nwabasili e Roges Doglas, da Cia Pé no Mundo, dançam na SP Escola de Teatro

Posted on

Os bailarinos e coreógrafos Cláudia Nwabasili e Roges Doglas, da Cia Pé no Mundo, são os convidados do segundo vídeo do projeto Residências SP Modernistas da…

Read more