SP Escola de Teatro recebe Dorberto Carvalho, presidente do Sated-SP, para comentar o funcionamento da entidade e sua importância

Nesta terça-feira, 22, às 19h, a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro promove um debate com Dorberto Carvalho, presidente do Sated-SP. No encontro, ele comentará sobre a funcionalidade da entidade, quais são as suas principais atribuições e limitações. A transmissão, ao vivo, acontecerá no Youtube da instituição.

O bate-papo será mediado por Miguel Arcanjo, jornalista e coordenador de Extensão Cultural da SP Escola de Teatro, que destaca a importância do encontro.

7ª edição do Festival Se Joga convoca performers e drag queens para evento competitivo

“O Sated-SP é uma importante instituição que faz parte da luta histórica por maior valorização dos profissionais das artes cênicas. Conhecer seu funcionamento e atribuições é importante para qualquer um que exerça o ofício desta tão importante linguagem artística”.

Dorberto assumiu a entidade em 2018, substituído uma gestão que permaneceu 32 anos na direção do sindicato. Sua posse, no Sindicato dos Bancários, contou com mais de 1500 pessoas ligadas ao setor cultural, mostrando o tamanho da expectativa em cima da nova gestão.

Cia. Banquete Cultural recebe inscrições para 2º Festival de Teatro Online em Tempo Real

Ele afirma que o sindicato atua para modernizar a administração interna e buscar meios para que os caches dos trabalhadores do setor cultural não fiquem defasados. Além da atuação na implementação da Lei Aldir Blanc, distribuição de cestas básicas e outras formas que assegurem a proteção dos atores do setor cultural que tiveram suas atividades paralisadas em decorrência da pandemia de Covid-19.

Serviço

Evento: Sated-SP: o que é e como funciona
Data: dia 22 de junho, terça-feira
Horário: das 19h às 20h
Mediação: Miguel Arcanjo
Transmissão: Rodrigo Barros

DORBERTO CARVALHO é Licenciado em Letras pela Universidade de São Paulo, concluiu cursos de pós-graduação em teoria do teatro; foi coordenador do “Projeto Formação de Público” da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo (2001/2004); Representante de Artes Cênicas da CAAPC – Comissão de Averiguação e Avaliação de Projetos Culturais da SMC (2007). É autor do Romance Vertigem, co-autor do livro “A luta dos grupos teatrais de São Paulo por políticas públicas para cultura” (2008) com Iná Camargo Costa e autor de diversos textos teatrais, dentre eles, “Bumba meu Fusca”, “Cidade submersa” e “Makunaíma na rua”; foi professor no Curso de Artes Cênicas no SENAC-SP e em 2012 ministrou o Curso “Modos de Criação e Produção no Teatro de Grupos da Cidade de São Paulo” na FFLCH – USP; de 2012 a 2017 foi Diretor da Cooperativa Paulista de Teatro, foi responsável pela redação e articulação da Lei que instituiu o PRÊMIO ZÉ RENATO DE TEATRO na cidade de São Paulo e em 2014 organizou o MOVIMENTO DE OCUPAÇÃO DOS ESPAÇOS PÚBLICOS OCIOSOS que ocupou a CASA AMARELA e teve como desdobramento inúmeras ocupações por coletivos artísticos na cidade e no Estado de São Paulo. Em 2018 assumiu a Presidência do SATED-SP – Sindicato dos Artistas e Técnicos do Estado de São Paulo.




Posts Archives

SP Escola de Teatro recebe Dorberto Carvalho, presidente do Sated-SP, para comentar o funcionamento da entidade e sua importância

Posted on

Nesta terça-feira, 22, às 19h, a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro promove um debate com Dorberto Carvalho, presidente do Sated-SP. No encontro,…

Read more

Erika Hilton, 1 ª vereadora trans e negra da cidade, se emociona ao ganhar prêmio da SP Escola de Teatro

Posted on

A vereadora Erika Hilton ficou muito emocionada ao receber o prêmio Claudia Wonder, oferecido pela SP Escola de Teatro no encerramento da 9ª edição…

Read more