Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
EN | ES

TBT: Relembre a palestra de Amir Haddad na SP em 2019

 

No TBT desta quinta-feira, 4, relembramos a oficina de uma das mais importantes figuras do teatro nacional, o ator, diretor e teatrólogo Amir Haddad. O evento ocorreu há 3 anos na sede Brás da Instituição e teve como tema Corpo e Alma – A Fisicalidade.

Amir Haddad foi um dos fundadores do icônico Teatro Oficina, e um dos criadores do coletivo teatral Tá na Rua, grupo que nasceu em 1980 e resiste até os dias atuais trazendo espetáculos que carregam a ideia de improviso e simplicidade, nos quais a interação com a plateia é fundamental. Muitos experimentos cênicos da cia sequer possuem um tablado, cenário, aparelhos de ampliação vocal ou equipamentos técnicos, por serem realizados na rua ou em lugares públicos, assim o foco da performance se direciona para o contato direto entre a cena e o espectador.

Confira como foi a oficina de Circo oferecida por estudantes da SP Escola de Teatro na Fundação Casa do Brás

Nesse contexto, alguns dos principais temas de pesquisa das produções que Amir Haddad realizou durante a década de 1970 foram: a disposição não convencional da cena, a desconstrução da dramaturgia e a utilização aberta dos espaços cênicos.

Na conversa com os estudantes, Amir contou um pouco de suas motivações e do início de sua carreira. O diretor explicou que primeiro estudou durante três anos na Faculdade de Direito do Largo São Francisco antes de desistir da área e se voltar completamente para a arte teatral. Nos anos que passou dentro da universidade conheceu pessoas que seriam seus parceiros fundamentais no universo teatral, como José Celso Martinez Corrêa e Renato Borghi, foram eles que convidaram Amir para dirigir o espetáculo Cândida, de Bernard Shaw, em 1957.

Saiba como foi o lançamento da exposição Heroínas da Independência, de Bob Sousa, que é destaque na SP Escola de Teatro no mês de agosto

Na palestra, o artista compartilhou também suas experiências no meio teatral, relembrando espetáculos icônicos dos quais participou e as características que sempre buscou ressaltar em seus experimentos:

“A minha vida inteira eu persegui um teatro eufórico, alegre e festivo. Nele busquei falar das coisas, dificuldades, facilidades humanas, mas sempre a partir de uma perspectiva que mostrasse que apesar das coisas serem assim elas podem ser de outra maneira”.

Nota de pesar: morre a atriz Maria Fernanda, aos 96 anos.

Além disso, o diretor motivou os estudantes a seguirem o seu sonho, fazendo aquilo que gostam, ele ressaltou que ter coragem para seguir na área em meio às intempéries do tempo atual é muito especial.  Trazendo a si próprio como exemplo, Amir ainda pontuou que, por ter amor ao que fazia, trabalhar com teatro era um deleite mesmo com as dificuldades impostas pela ditadura militar.




Posts Archives

TBT: Relembre a palestra de Amir Haddad na SP em 2019

Posted on

  No TBT desta quinta-feira, 4, relembramos a oficina de uma das mais importantes figuras do teatro nacional, o ator, diretor e teatrólogo Amir…

Read more

Amir Haddad ministra oficina gratuita sobre corpo na SP Escola de Teatro

Posted on

Neste semana, a SP Escola de Teatro recebe o premiado diretor Amir Haddad para a oficina “Corpo e Alma – A Fisicalidade”. Gratuita, ela…

Read more