Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
EN | ES

Saiba como foi o lançamento da exposição Heroínas da Independência, de Bob Sousa, que é destaque na SP Escola de Teatro no mês de agosto

Publicado em: 03/08/2022

Letícia Soares e Bob Sousa. Foto: Rafa Marques

Na última segunda-feira, 1º de agosto, aconteceu a abertura da exposição Heroínas da Independência, de Bob Sousa, na sede Roosevelt da SP Escola de Teatro. O primeiro dia da mostra foi marcante e grandes nomes da cultura estiveram presentes para prestigiar o evento. A ação, que é uma realização da ADAAP (Associação dos Artistas Amigos da Praça), instituição gestora da SP, busca trazer um novo olhar sobre a história da luta pela independência no Brasil através das memórias de Maria Quitéria, Joana Angélica e Maria Felipa. A exposição é gratuita e acontece de segunda a sexta, das 9h às 18, até o dia 30 setembro.

José Henrique Fabre Rolim, Bob Sousa, Miguel Arcanjo e Vinicio Angelicci. Fotos: Rafa Marques

A mostra faz parte da Agenda Bonifácio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, projeto organizado pelo Governo do Estado de São Paulo para comemorar o Bicentenário da Independência. A abertura contou com a presença de quatro críticos da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes: José Henrique Fabre Rolim, ex-presidente da instituição, Vinicio Angelicci, além de Bob Sousa e Miguel Arcanjo Prado, este último ex- vice-presidente da APCA, curador da exposição e coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro.

David Godoi, Solange Correia, Miguel Arcanjo e Rodrigo Barros, da equipe de Extensão Cultural e projetos Especiais da SP Foto: Rafa Marques

“É de extrema importância valorizar a participação de mulheres no processo de Independência do Brasil. Poder recriar três importantes delas nestes retratos de Bob Sousa com as grandes atrizes Anette Naiman, Letícia Soares e Patrícia Vilela, é um grande privilégio. E nada disso seria possível sem o apoio de nosso diretor executivo Ivam Cabral e de minha equipe, Rodrigo Barros, David Godoi e Solange Correia, que se dedicaram ao projeto desde sua Idealização até este lindo vernissage”. Relatou Miguel, em entrevista à equipe de comunicação da escola.

Nesse contexto, um dos objetivos da mostra é trazer reflexões acerca da atuação social e política feminina, assim como o apagamento de figuras que tiveram um papel crucial na história. Maria Quitéria (1792-1853), que é vivida por Anette Naiman, foi a primeira mulher na história a lutar nas Forças Armadas Brasileiras durante a Guerra pela Independência do Brasil. Ela vestiu-se de soldado, alistou-se no batalhão Voluntários do Príncipe Dom Pedro e chegou a ser condecorada com a Ordem Imperial do Cruzeiro do Sul.

Leticia Soares Foto: Rafa Marques

Interpretada por Letícia Soares, Maria Felipa foi líder da guerra pela independência, tendo comandado a tropa que resistiu contra o inimigo na Ilha de Itaparica, na Bahia. Segundo estudiosos, Maria se envolveu na luta contra as tropas portuguesas, pois essas prejudicavam as atividades e ocupavam pontos estratégicos da região. Já Joana Angélica (1761-1822) era uma mulher de fé e após tentar defender o Convento da Lapa, em Salvador na Bahia, foi condenada e morta pelo exército português. Então, a abadessa tornou-se um mártir da luta pela independência no Brasil.

Confira abaixo imagens de como foi o evento:




Relacionadas:

Notícias | 17/ 08/ 2022

Tradutor de Silêncios, peça com textos de Mia Couto, estreia na sede Roosevelt da SP nesta sexta (19)

SAIBA MAIS

Notícias | 17/ 08/ 2022

Marici Salomão e Rodolfo García Vázquez participam de evento promovido pelo CPT do Sesc sobre dramaturgias moduladas pela tecnologia

SAIBA MAIS

Notícias | 17/ 08/ 2022

Fundação das Artes de São Caetano abre inscrições para a Mostra de Cenas Curtas de 2022

SAIBA MAIS