EN | ES

SP Escola de Teatro oferece aulas de português gratuitas para imigrantes e refugiados

Publicado em: 12/04/2022 |

Nesta terça-feira, 12, o Programa Oportunidades da SP Escola de Teatro abriu inscrições para imigrantes e refugiados com mais de 18 anos, que tenham interesse em aprender e desenvolver suas habilidades na Língua Portuguesa. A oficina será orientada por João Martins, que é mestre em Antropologia Social pela UFSC e colaborador da Instituição como analista de projetos. Além disso, os estudantes inscritos nas atividades obrigatórias de contrapartida do programa também ministrarão aulas em conjunto com o professor. A ação acontece de 5 de maio até 30 de julho, sempre às quintas, das 19h30 às 22h, e uma vez por mês no último sábado do mês, das 10h às 14h, na sede Brás. Para participar basta preencher a ficha de inscrição (neste link).

O SP Oficinas de Língua Portuguesa é uma atividade que consiste na promoção de um curso de conversação do português exclusivamente e especialmente desenvolvido para imigrantes e refugiados que não têm o idioma como a língua materna. Conhecer a língua majoritária de um país não é apenas fundamental no processo de inclusão, mas também configura um direito dos imigrantes.

Edital Jovem Monitor Cultural oferece R$ 1.000 para atuação em espaços artísticos de São Paulo

Segundo estudiosos, uma das maiores dificuldades encontradas no período de adaptação a nova cultura é o processo de aprendizado do idioma, portanto justifica-se a necessidade da criação de programas específicos de ensino do português para esse público. Nesse contexto, a SP articula a relação entre teatro e aprendizagem/ensino para desenvolver o curso, para promover atividades lúdicas, como jogos teatrais. Num depoimento à equipe de comunicação da escola, o professor João Martins explicou mais sobre a pedagogia e as pretensões do projeto:

“A ideia é juntar a arte educação, os jogos teatrais e o método do educador, filósofo e pensador Paulo Freire. Trabalhar as oficinas por meio da corporalidade e do lúdico, com aproximação da cultura brasileira, expressa em gírias, expressões idiomáticas, ditados populares.”

Espetáculo o Chão de Dentro é Minha Terra, em cartaz na sede Roosevelt, emociona público ao mostrar a difícil vida do pequeno agricultor brasileiro

Os estudantes da Instituição que colaboram nas oficinas serão avaliados ao final do semestre perante a entrega de relatórios e de um trabalho final que consiste na Memória adquirida no decorrer da atividade conforme o modelo fornecido pelo programa.

Extensão Cultural finaliza curso de ‘Comunicação visual: do figurino à direção de arte’ com exibição de projetos finais dos estudantes concluintes

A ação também será realizada em conjunto com o CDHIC (Centro de Direitos Humanos e Cidadania do Imigrante), organização que vem realizando múltiplas parcerias com a escola nos últimos tempos. Uma delas são as Tendas da Cidadania, projeto que fez sucesso com o público infantil localizado na região do Brás, onde fica uma das sedes da instituição. O CDHIC foi criado em 2009 e tem o objetivo de organizar, realizar, desenvolver e articular ações que incentivem a construção de uma política migratória que respeite os direitos humanos das pessoas em situação de refúgio e imigrantes em geral. Há na organização quatro principais áreas de atuação: incidência e ‘advocacy’ nos espaços de decisão, promoção do direito das crianças e adolescentes, defesa de direitos do imigrantes e refugiados e mobilização e articulação de redes e parcerias.




Relacionadas:

Notícias | 24/ 06/ 2024

Estudantes da SP Escola de Teatro apresentam a Mostra de Experimentos do 1º semestre de 2024

SAIBA MAIS

Notícias | 21/ 06/ 2024

SP Escola de Teatro, por meio do Programa Oportunidades, realiza oficinas para jovens da Fundação CASA Rio Tâmisa

SAIBA MAIS

Notícias | 21/ 06/ 2024

Espetáculo “2 Palitos” entra em cartaz em julho na SP Escola de Teatro

SAIBA MAIS