Série Grandes Iluminadores: Jean Rosenthal

Publicado em: 03/08/2021

A SP Escola de Teatro segue em sua série de minibiografias de grandes iluminadores da história.

Na lista, há importantes nomes do design de iluminação, como Roberto Gill Camargo, Stanley McCandless e Jorginho Carvalho.

Nesta terça-feira, 03, nossa homenageada é a pioneira no campo da iluminação teatral, Jean Rosenthal; confira!

Jean Rosenthal:

Uma das pioneiras no campo da iluminação teatral, Jean Rosenthal nasceu em Nova Iorque em 1912.

Começou seus estudos no interior do estado, transferindo-se posteriormente para o Friends Seminary, em Manhattan.
Foi assistente técnica da bailarina e coreógrafa Martha Graham em 1929, no Neighborhood Playhouse, se tornando colaboradora de todos os projetos seguintes da coreógrafa.

Série Grande Iluminadores: Stanley McCandless

De 1931 a 1934 estudou design de iluminação na Yale School of Drama, com Stanley McCandless, até retornar a Nova Iorque em 1935 para trabalhar no Federal Theatre Project, o que a levou a colaborar com Orson Welles e John Houseman.

Se associou ao Mercury Theatre de Welles em 1937, até fundar em 1940 o Theatre Production Service, um serviço centralizado de compra e aluguel de equipamentos e suprimentos para teatro, passando também a atuar como consultora de iluminação para o Tyrone Guthrie Theatre, American Shakespeare Festival em Stratford e Juilliard School of Music.

Série Grandes Iluminadores: Roberto Gill Camargo

Rosenthal foi responsável pela criação de luz de centenas de produções, entre elas os musicais da Broadway West Side Story, The Sound of Music, Take Me Along, Olá, Dolly!, Cabaret e The Happy Time. Em 1967, se tornou a primeira designer de iluminação da Metropolitan Opera House, responsável pela criação de iluminação de grandes produções, como Romeu e Julieta, João e Maria; entre outros.

A eliminação das sombras do palco, recorrendo a iluminação nos bastidores, técnica inédita até então, além do uso abundante de iluminação lançada de todas as direções e controlada por variações de intensidade e cor, são algumas das muitas contribuições de Jean para o campo da iluminação.

Confira as 10 minibiografias da série Grandes Figurinistas da SP Escola de Teatro

Seu livro, publicado postumamente em 1972, The Magic of Light: The Craft and Career of Jean Rosenthal, Pioneer in Lighting for the Modern Stage, contém uma minuciosa e detalhada biografia da história da iluminação, métodos para iluminar peças, musicais e óperas, além de detalhar equipamentos de iluminação teatral em uso na época.

Importante lembrar que Jean Rosenthal foi responsável por formalizar a categoria de iluminador no teatro, até então executada por cenógrafos e eletricistas.




Relacionadas:

Notícias | 19/ 01/ 2022

Rita Miranda e Laércio Motta, artistas egressos da SP, promovem espetáculo infantil digital e gratuito!

SAIBA MAIS

Notícias | 19/ 01/ 2022

Ator alemão comemora sucesso de sua oficina na SP e promove espetáculo exclusivo na sede Roosevelt da instituição

SAIBA MAIS

Notícias | 19/ 01/ 2022

100 anos da semana de 1922: Conheça ‘Samba’, considerada a obra mais importante de Di Cavalcanti

SAIBA MAIS