Maria Alice Vergueiro e seu Grupo Pândega apresentam “As três velhas” na SP Escola de Teatro

Publicado em: 22/05/2014

Maria Alice Vergueiro e seu Grupo Pândega de Teatro farão uma curtíssima temporada do espetáculo “As três velhas” na Sede Roosevelt da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco. As apresentações, que fazem parte da residência artística de Maria Alice na Escola, serão feitas nos dias 2, 9 e 16 de junho, às 21h.


Com direção de Maria Alice, que também está no elenco, ao lado de Luciano Chirolli e Danilo Grangheia, a montagem da peça do chileno Alejandro Jodorowsky já passou por Rio de Janeiro, Brasília, Londrina (FILO), Florianópolis, Fortaleza, Recife, entre várias outras cidades do Brasil, além de ter participado de festivais em Cuba.


Definida pelo próprio autor como um “melodrama grotesco” que mescla riso e tragédia, a peça mostra duas marquesas decadentes, octogenárias, Melissa (Luciano Chirolli) e Graça (Danilo Grangheia), que vivem em uma mansão em ruínas, devastadas pela fome e pelo abandono, sempre vigiadas pela centenária criada Garga (Maria Alice Vergueiro).


 

Luciano Chirolli em cena

 

 

Como numa fábula, uma única noite de assombrosas revelações familiares transformará para sempre a história dessas estranhas figuras. A trama da peça provoca o encontro entre os históricos de Maria Alice Vergueiro e Jodorowsky, ambos da mesma geração e com atuações no teatro de vanguarda.


A ligação com o artista chileno vai além: uma das principais inspirações para a atual montagem foi o cult “Santa Sangre”, um dos filmes mais recentes e prestigiados de Jodorowsky.


O Grupo Pândega de Teatro foi o primeiro grupo do mundo a encenar “As três velhas”. “Até hoje só a Bélgica fez uma montagem desse texto, utilizando marionetes. O que estamos realizando é inédito mundialmente”, diz Maria Alice Vergueiro.


 

Grupo Pândega de Teatro e “As três velhas”

 

A companhia foi fundada há cinco anos por Maria Alice Vergueiro, Fábio Furtado e Luciano Chirolli, e que hoje conta também com Danilo Grangheia, Carolina Splendore e Elisete Jeremias.


Em 2010, estrearam nos palcos paulistanos, ao lado de Pascoal da Conceição, e montaram “As três velhas”, do chileno Alejandro Jodorowsky. A estreia deu início a uma turnê de sucesso que levou o universo peculiar de Jodorowsky não só a São Paulo, em 2010, como também, nos anos seguintes, ao Rio de Janeiro, Brasília, Londrina, Florianópolis, Fortaleza e Recife, além da participação em festivais de Cuba.


Após essas turnês, o Pândega presenteou o público de SP com o retorno de “As Três Velhas” no Galpão de Folias e no Centro Cultural São Paulo, e participou do Festival Ibero-Americano de Teatro no Memorial da America Latina, incorporando ao elenco o premiado ator Danilo Grangheia (APCA em 2010), contracenando com Luciano Chirolli (Shell de Melhor Ator em 2010), em “As três velhas”. Em 2014, mais cinco cidades paulistas receberam o espetáculo e pediram o retorno das velhas à capital paulista.


 

Maria Alice Vergueiro

 

Maria Alice,  que além de atriz assina a direção de seus espetáculos, também foi  fundadora do Grupo de Teatro do Ornitorrinco, ao lado dos diretores Cacá Rosset e Luiz Roberto Galízia. A artista soma em seu currículo mais de 50 anos de vida artística.


Conhecida no teatro paulistano como a dama do underground, esteve presente em algumas das mais instigantes montagens teatrais dos últimos 40 anos, entre elas: “O rei da vela”, dirigida por José Celso Martinez Corrêa; “Mahagony songspiel”, por Cacá Rosset; “Electra com creta”, por Gerald Thomas; “Mãe Coragem”, por Sérgio Ferrara; e “Katastrophé”, por Rubens Rusche.

 

Ficha Técnica:

 

Realização e Produção: Luciano Chirolli Produções Artísticas

Texto: Alejandro Jodorowsky

Idealização: Grupo Pândega de Teatro

Direção: Maria Alice Vergueiro

Elenco: Maria Alice Vergueiro, Luciano Chirolli, Danilo Grangheia 

Participação Especial: Marco Luz

Assistência de Direção: Carolina Splendore

Produção Executiva e Direção de Cena: Elisete Jeremias 

Tradução: Fábio Furtado

Direção de Arte: Simone Mina e Carol Bertier

Desenho de Luz: Alessandra Domingues

Operação de Luz: Yuri Cumer

Trilha Sonora Original: Otavio Ortega

Operação de Som: Monique Salustiano

Responsável Técnico: Lui Seixas

Camareira: Maria Cícera dos Santos

 

Serviço

“As três velhas”

Quando: Dias 2, 9 e 16 de junho, às 21h

Onde: SP Escola de Teatro – Sede Roosevelt

Praça Roosevelt, 210 – Consolação

Tel.: (11) 3775-8600

Duração: 70 minutos

Faixa etária: 14 anos

Ingresso: R$ 30 (aprendizes da Escola pagam R$ 10)

 

Os ingressos serão vendidos uma hora antes da peça




Relacionadas:

Uncategorised | 10/ 05/ 2019

Instituição conta com dois espetáculos em residência no fim de semana

SAIBA MAIS

Notícias | 08/ 03/ 2019

Cia. Los Puercos estreia “Caecus” na SP Escola de Teatro

SAIBA MAIS

Uncategorised | 22/ 02/ 2019

Funcionamento da SP Escola de Teatro é alterado durante os dias de Carnaval; saiba detalhes

SAIBA MAIS

 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign