EN | ES

Cibele Custódio da Silva

Publicado em: 13/06/2013

Dia 1º de novembro de 2012, uma quinta-feira de calor na capital paulista, marcou a estreia da peça “Prometheus – A Tragédia do Fogo”, da Cia. Balagan, na Sede Roosevelt da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco.

 

Enquanto isso, a alguns quilômetros dali, na Maternidade Pro Matre, e longe da agitação da cena, a secretária da diretoria executiva, Cibele Custódio da Silva, trazia ao palco da vida Felipe Custódio da Silva, seu primeiro filho, fruto de sua união com Marcos Rogerio Silva – que já dura 16 anos, se somados o tempo de namoro e o de casamento.

 

Hoje, passados sete meses, a secretária de 35 anos desempenha, ao longo do dia, as funções que exerce desde setembro de 2011. E, pela noite, é hora de dar atenção ao seu pequeno, com quem assiste a programas infantis, como “Cocoricó” e “Backyardigans”. “Minha vida mudou completamente, até com relação ao sono…”. Cibele faz uma pausa, com os olhos começando a marejar. “Ele é a razão da minha vida”, termina, já sem conter as lágrimas.

 

Mesmo com a concretização desse sonho, ela diz nunca ter sequer pensado em deixar de trabalhar. “Toda correria vale a pena para dar a ele as melhores condições possíveis. Eu e meu marido sempre lutamos muito para conseguir alcançar nossos objetivos e planejamos tudo muito bem. Agora, vamos procurar ensinar o Felipe o que é certo e o que é errado e fazer com que ele seja uma pessoa batalhadora e humilde, independentemente do que queira fazer”, afirma.

 

Formada em Secretariado Executivo Trilíngue pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (Fecap), Cibele destaca o constante aprimoramento pelo qual vem passando sua profissão. “A secretária moderna quebrou todos os paradigmas da secretária das décadas de 1970 e 1980. Por isso, hoje, ela contribui de uma forma mais participativa na companhia, atua como filtro na comunicação e agente facilitadora dos resultados e das mudanças.”

 

A paixão pela profissão se manifesta em Cibele desde cedo: “Sempre falava para minha mãe que queria ser secretária quando crescesse. Era o típico sonho de criança, pois achava chique, elegante… Mas, até então, não fazia ideia da profissão em si. Mais tarde, me formei em Desenho de Comunicação. Meus empregos foram mais voltados para a área administrativa. Mas, quando conquistei o primeiro cargo de secretária, tive certeza de que era aquilo que eu queria”.

 

Boa parte de sua trajetória nessa área aconteceu na SP Escola de Teatro. Formada em 2010, chegou a estagiar durante a faculdade, mas foi na Instituição que colocou em prática tudo aquilo que aprendeu. “A ‘SP’ foi uma loucura. Descobri que estava grávida quando tinha apenas seis meses de emprego. Fique superapreensiva com isso, mas fui muito bem tratada pelo Ivam Cabral e por todos”, comenta.

 

Ao traçar planos profissionais para o futuro, Cibele revela o desejo de fazer pós-graduação em alguma área relacionada a línguas. Enquanto isso, curte ao máximo o tempo com sua família, sustentando no rosto o sorriso que só uma mãe pode exibir.

 

 

Texto: Felipe Del

Relacionadas:

Grande Elenco | 22/ 05/ 2013

Andrea Luize Zanelato

SAIBA MAIS

Grande Elenco | 09/ 05/ 2013

Raphael Ayala Medeiros

SAIBA MAIS

Grande Elenco | 24/ 04/ 2013

Daniel Guth

SAIBA MAIS