Prêmios e realizações

Publicado em: 16/12/2020


Nestes 10 anos de atuação, o projeto pedagógico e a gestão da SP Escola de Teatro foram reconhecidos, no Brasil e no exterior, pela sua alta qualidade e perfil inovador. Em 2020, a Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap), que administra o Centro de Formação das Artes do Palco, foi agraciada com o prêmio internacional Top–100 Achievements–2020, na categoria Ciência e Educação. O comitê organizador, sediado em Londres, enviou pelo correio a belíssima placa, confeccionada com madeira e metal, que coroa a láurea.

Entre tantas iniciativas, A SP conquistou novas parcerias e desenvolveu projetos pioneiros nos setores culturais e educacionais. Entre os destaques, está a ponte Brasil-África, com o curso de Cultura Yòrùbá ministrado pelos artistas nigerianos Segun Adefila e Bola Stephen-Atitebi, importantes nomes do teatro contemporâneo.

Há também o Seminário Internacional Arte, Educação e Democracia, em formato de Webinário, que contou com a participação de educadores, artistas e produtores culturais de três continentes, mais de 15 países e de todas as regiões brasileiras, que teve como pauta principal os processos de formação artística mundo afora, no contexto de ascendência das gestões e políticas conservadoras.

VEJA MAIS:

Assista ou reveja os vídeos do Seminário de Iluminação 2020

Kairós divulga contemplados com empréstimo de equipamentos de acesso à internet

Psicóloga Gabriela Altaf é a convidada desta quinta no “Diálogos sobre a Pandemia”

Território Cultural debate o teatro musical na contemporaneidade

No evento, Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro, conversou com o secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Sérgio Sá Leitão, e com o secretário municipal de Cultura de São Paulo, Hugo Possolo, na mesa “Políticas públicas como construção de uma cultura democrática”.

No projeto #TeatroEmCasa, recebemos a professora doutora Luisa Pinto, da Escola Superior Artística do Porto (ESAP), com o seminário “Do corpo para a tela – Da tela para o palco”, e 12 estudantes do curso de Direção participaram do projeto Alexandria Mondays, organizado por universidades e conservatórios de Alemanha, Lituânia, Islândia, Noruega, Suécia e Finlândia.