Peça Diálogos propõe revisita ao teatro musical durante a pandemia

Por Cláudio Martins*

Espetáculo musicado e autoral de Bruno Narchi é transmitido em adaptação digital durante a Mostra Aldir Blanc, da SP Escola de Teatro

Em sua estreia como dramaturgo e diretor, Bruno Narchi levou ao palco do Instituto Cultural Capobianco, em São Paulo, sua primeira obra autoral: a peça intimista Diálogos, que como o título diz, oferece reflexões sobre o cotidiano a partir da dualidade.

Estreado no agora longínquo 2019 – antes de a pandemia da Covid-19 se espalhar pelo mundo – o espetáculo ganha uma “roupagem” nova durante a primeira exibição da Mostra Aldir Blanc, realizada pela SP Escola de Teatro, e que traz em sua curadoria espetáculos teatrais de todos os gêneros, representando as distintas regiões do Brasil.

De cara, surge um desafio para o grupo formado por Thiago Machado, Zuba Janaína, Vinícius Loyola e Guilherme Leal: como transpor a vivência de um musical para este novo contexto, sem deixar de proporcionar a experiência que o público espera deste tipo de espetáculo? A resposta veio a partir da compreensão da linguagem digital e adaptação da narrativa a esse contexto.

Cena da peça Diálogos/ Foto: Divulgação

Se na trama original o palco para um teatro de 70 pessoas permitia a proximidade com o público, na versão digital apresentada dia 18, durante a Mostra, este mesmo público “invade” o apartamento dos protagonistas por meio da perspectiva da câmera que se move dentro do espaço e acompanha de perto as situações ali apresentadas.

Mais do que apenas seguir os personagens em sua movimentação pela casa, a dinâmica da peça foi repensada para que o próprio apartamento ajude a contar as diferentes histórias e pontos de vistas contrastantes que dão o tom da montagem. Abajures, janelas, espelhos, lâmpadas, entre outros elementos domésticos, se tornam parte deste cenário e ajudam o quarteto a contar as crônicas propostas pelo texto de Narchi.

A música – também de autoria de Narchi com arranjos de Vinícius Loyola – surge naturalmente dos espaços e situações – tal qual nos musicais, mas sem as marcas clássicas que o público consumidor de espetáculos mainstream está habituado. É algo mais orgânico que segue a linha intimista do espetáculo.

Cena da peça musical Diálogos/Foto: Divulgação

Mas é apenas técnica?

Durante a abertura do próprio espetáculo, Thiago Machado,  em um diálogo com o público e também direcionado ao diretor, questiona: “Será apenas técnica o que estamos propondo aqui?”. Sem dúvida, a adaptação soube aproveitar a linguagem e os espaços físicos que se propõe, mas em momento algum diminuem o texto de Narchi, que traz ao público diversas reflexões em blocos onde a dualidade está presente: questões políticas, de gênero, de fé, de escolhas pessoais, modos de encarar a vida, vivências do próprio elenco. Tudo é analisado sob a ótica de dois pontos de vista distintos, cada um apresentando as justificativas para suas crenças.

Essa é uma marca de um espetáculo que dialoga com a juventude de seu tempo – os jovens nascidos neste mundo polarizado por diversas questões e que muitas vezes veem na conversa uma saída para entender o outro lado. Embora, como apresentado na própria narrativa, há momentos em que os gritos e alterações de humor são inevitáveis.

É filme, streaming ou uma nova abordagem?

Podemos dizer que é uma combinação dos três elementos, mas é uma decisão que fica melhor para os próprios teóricos do teatro definirem. O que se pode dizer neste momento é que Diálogos chama atenção para a necessidade de falarmos, tocarmos em determinados temas, não calar. O que lembra uma fala de outro espetáculo de sucesso nos palcos do Brasil, Elza: “Falar estilhaça a máscara do silêncio”. E com música, tudo fica mais leve e interessante.

*Cláudio Martins é jornalista e especialista em Marketing. Criador do portal A Broadway É Aqui!, além de Coordenador de Conteúdo do portal Mundo do Marketing e professor para cursos e pós-graduação.

O jornalista e crítico Cláudio Martins, do site A Broadway É Aqui – Foto: Higor Nery

Siga: @eumesmoclaudio @abroadwayeaqui

Mostra Aldir Blanc na SP reúne 12 peças das 5 regiões do Brasil

Comunicadores convidados dialogam com 12 peças da Mostra Aldir Blanc na SP

Mesa de Discussão: A importância da Lei Aldir Blanc para a Arte na Pandemia

Veja análises das 12 peças da Mostra Aldir Blanc na SP

 




Posts Archives

Peça Diálogos propõe revisita ao teatro musical durante a pandemia

Posted on

Por Cláudio Martins* Espetáculo musicado e autoral de Bruno Narchi é transmitido em adaptação digital durante a Mostra Aldir Blanc, da SP Escola de…

Read more