EN | ES

Rita Miranda e Laércio Motta, artistas egressos da SP, promovem espetáculo infantil digital e gratuito!

Rita Miranda, artista egressa da SP, assina a direção do espetáculo infantil Tá de brincadeira?, que estreia no canal do Youtube OOÁ, no próximo sábado, 22 de janeiro, às 18h30. Na peça e Laércio Motta, ex-estudante de atuação da instituição, estrela como Mister Motta e traz um pouco do universo infantil, refletindo sobre uma das atividades preferidas das crianças: a brincadeira. A temporada ocorre até o dia 22 de fevereiro e será integralmente no formato digital.

A ideia da peça nasceu a partir da leitura do manifesto “Salve a brincadeira” publicado no blog OOÁ; o objeto principal do projeto é articular de maneira divertida e descontraída algumas indagações que surgiram de conversas e trocas sobre a brincadeira. Por que temos a sensação de que as crianças brincam muito pouco hoje? Por que sentimos que elas estão sendo bombardeadas por estímulos e informações o tempo inteiro – e que a brincadeira fica tantas vezes de lado? E se criássemos uma peça sobre uma pessoa que em tudo o que faz a brincadeira está presente? Que aquilo que ela sabe construir melhor são brincadeiras? Como é que uma criança super cansada brinca? Como é que depois de um dia cheio de tarefas ela entra em ação? Como terá energia para fazer algo que não é “lazer” para ela, mas a sua forma de estar no mundo? Por que cultivamos a mesma divisão que fazemos na vida adulta entre trabalho e lazer, na vida das crianças?

O processo de desenvolvimento do espetáculo teve uma duração de 4 meses e a dramaturgia foi sendo escrita durante a criação das cenas que o compõem, foram ensaios semanais, em fusos horários distintos, alguns artistas residindo no Brasil, outros em Portugal. Os artistas procuraram explorar suas relações pessoais com a infância e seus respectivos repertórios com o público infantil para desenvolver a peça, segundo Rita, ‘tudo aconteceu mais por acidente’:

“Olhando para o processo da peça “Tá de brincadeira?”, percebo que quase por acidente comecei a criar junto com o Laércio uma peça para as crianças. Algo que tem me trazido um grande prazer e que conta a história de um adulto, que no fundo, inventa brincadeiras sem saber que o faz. Das lições que saio aprendendo desse processo, acho que a mais importante é perceber que realmente não somos guiados pelo nosso racional o tempo todo. Que nem sempre temos plena consciência de tudo e que muita coisa que nos acontece é por intuição. Como uma coisa que carregamos com a gente e que se deixamos sair pode se transformar em pequenos fragmentos de arte. Algo que muitas vezes acontece só por acidente. ”

A temática central também busca um diálogo com a atualidade, e a pandemia torna tudo mais evidente quando se fala de brincadeira. A proposta é também refletir sobre o advento da tecnologia, e a negligência adulta, a escassez e a incompreensão que giram em torno da necessidade dessa atividade tão importante.

“A história da peça foi criada sobre o contexto em que surgiu a personagem Mister Motta, que criei durante o meu período de isolamento na pandemia. A partir de algumas indicações que a Rita me passava, fui me aproximando desses brinquedos e juntos construímos um ambiente privado do Mister Motta. Nesse trabalho estamos tentando ressignificar a brincadeira, de como ela poderia ser uma protagonista para a criança diante de um isolamento social provocado pela pandemia, de ter que ficar muito tempo em casa. Afinal, construímos a pesquisa online – com todos os desafios que isso traz entre criadores – e finalizamos agora esse processo que foi muito importante, porque nele, aprendemos sobre questões sociais, humanas, ao mesmo tempo em que pudemos pensar na ludicidade, na fantasia e na brincadeira. De um ponto de vista que parte de dois adultos, mas sempre tentando trazer à luz o protagonismo infantil, imaginando como tudo isso seria visto por uma criança. ” Relata Laércio.

Tá de Brincadeira? pauta a dificuldade em lidar e atender às necessidades infantis, assim traz a revelação de um sistema que por vezes não acolhe as crianças, não as ouve, nem se esforça para tratá-las com respeito e de maneira correta. Nesse contexto, a brincadeira se configura como uma forma de expressão e liberdade para os menores.

“Não queríamos passar a sensação de adultos que sabem mais que as crianças, o que leva muitas vezes a dizer frases do tipo: “as crianças não querem mais brincar”. Queríamos mais apostar no adulto que se confunde com a criança, ou que se coloca no lugar dela, como parceiro de um movimento pela brincadeira. Assim, perante a nossa ignorância de como faríamos para homenagear a brincadeira, resolvemos trazer para a peça um adulto que brinca e descobre coisas sobre si mesmo brincando. E gostaríamos de dar a ver às crianças e descobrir o que elas acham dessa empreitada. ” Comenta Laércio.

 

Ficha técnica

Criação e concepção: Laércio Motta e Rita Miranda

Direção: Rita Miranda

Atuação: Laércio Motta

Contrarregras: Ayron Motta e Alicia Motta

Design gráfico: Karina Melo

Fotos: Rafael BisBis

Produção: MKTV




Posts Archives

Rita Miranda e Laércio Motta, artistas egressos da SP, promovem espetáculo infantil digital e gratuito!

Posted on

Rita Miranda, artista egressa da SP, assina a direção do espetáculo infantil Tá de brincadeira?, que estreia no canal do Youtube OOÁ, no próximo…

Read more

Benedito Ferreira, artista egresso da SP Escola de Teatro, dirige longa-metragem no 29º Festival Mix Brasil

Posted on

O artista egresso do curso de cenografia e figurino da SP Escola de Teatro, Benedito Ferreira, assina a direção, o roteiro e a direção…

Read more

Livreto ilustrado por artista egresso da SP narra viagem de trem distópica na pandemia

Posted on

  O livreto Morato à Luz, lançado durante uma live no último domingo, 27, reúne dois contos escritos por Amara Hartmann, artista egressa de…

Read more

Coletivo de artistas egressos da SP estreia peça infanto-juvenil inspirada em obra de Saramago

Posted on

O grupo à Deriva de Teatro, formado majoritariamente por artistas egressos da SP Escola de Teatro, apresenta o espetáculo Dá-me um Barco, baseado em…

Read more

Edézio Aragão, artista docente de sonoplastia, fala sobre ensinar e fazer música na pandemia

Posted on

Edézio Aragão, artista docente de sonoplastia do módulo verde, é técnico e produtor audiovisual graduado em Rádio TV na Universidade Federal de Sergipe (UFS)….

Read more

Festival de Dramaturgia de artistas egressos da SP traz novo olhar sobre a jornada do Herói

Posted on

Começa nesta terça-feira, 13, o Festival De Dramaturgia: Jornadas Heroicas Possíveis, idealizado pelo Núcleo de Pesquisa Drama Seis, formado por 6 artistas egressos da…

Read more

Chumbo, nova cine-performance da SP Teatro Digital, aborda a violência e destruição no Brasil

Posted on

A partir desta quarta-feira, 03, entra em cartaz na SP Escola de Teatro Digital o espetáculo Chumbo, que promete conquistar o público e fazê-lo…

Read more

SP Escola de Teatro celebra formação de 56 artistas no curso Técnico em Teatro

Posted on

  Um ciclo se inicia e outro se encerra em todo começo de ano na SP Escola de Teatro. Como em qualquer instituição educacional,…

Read more

Luciana Ramin, artista egressa da SP, é curadora do Festival de Performance e Novas Mídias

Posted on

Luciana Ramin, artista egressa de direção da SP Escola de Teatro, é a idealizadora e curadora do Perfídia Online 2021 – Festival de Performance…

Read more

Grupo de estudantes da SP encena peça sobre a importância das memórias na sociedade digital

Posted on

Juliana Carolina, estudante de atuação da SP Escola de Teatro, em parceria com outros alunos, artistas e técnicos desenvolveram uma peça digital que foi…

Read more

Daniel Dalmoro, artista egresso da SP, aborda a exploração no mercado de trabalho em novo livro

Posted on

Daniel Dalmoro, filósofo, cientista social e artista egresso de iluminação da SP Escola de Teatro, acaba de lançar seu novo livro, o primeiro de…

Read more

Anderson Claudir, artista egresso da SP, ganha prêmio APCA e relembra história na Escola

Posted on

O diretor e dramaturgo Anderson Claudir, estudante egresso da SP Escola de Teatro, conquistou o renomado prêmio APCA de melhor espetáculo de 2020 pelo…

Read more

Artista egresso da SP ministra oficinas especiais de teatro em Petrópolis, no Rio

Posted on

O estudante egresso da SP Escola de Teatro, Laércio Motta, foi contemplado pela Lei Aldir Blanc em sua cidade natal, Petrópolis, no Rio de…

Read more

Artista egresso da SP Escola de Teatro lança dramaturgia sobre a violência no Brasil

Posted on

O artista formado na SP Escola de Teatro Herácliton Caleb vai lançar sua nova dramaturgia na noite da próxima quinta-feira, 7, em uma live…

Read more