Organizado pela USP, simpósio comemora os 58 anos do Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona

Publicado em: 18/08/2016

Zé Celso em “Pra Dar um Fim no Juízo de Deus”. Foto: Gabriela Cerqueira.


O programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da USP comemora os 58 anos de trajetória do Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona, considerado uma das mais importantes companhias teatrais do país, no simpósio “Teatro Oficina: Seis Décadas de Cena Radical Brasileira”

 
Com curadoria e coordenação de Cibele Forjaz e Marcos Bulhões, o seminário tem a proposta de ampliar a discussão sobre a contribuição do grupo para a cultura brasileira, incrementar os estudos sobre ele, resgatar pontos fundamentais de sua história e criar uma reflexão sobre a sua linguagem atual.
 
Os pesquisadores destacam tanto os aspectos estéticos do trabalho da trupe como sua atuação política e de resistência cultural. Os bate-papos originarão uma publicação impressa e digital ao final das atividades do simpósio.
 
Alguns convidados são os acadêmicos Edélcio Mostaço, Armando Sérgio da Silva, Luís Fernando Ramos, Biaggio Pecorelli, Lúcia Gayotto e Joahna Albuquerque; os artistas que se envolveram com o grupo Márcio Aurélio, Renato Borghi, Celso Sim, Pascoal da Conceição e os atuais membros Marcelo Drumond, Camila Mota, Silvia Prado, Roderick Himeros.
 
Como todas as atividades e espetáculos que ocorrem no Teat(r)o Oficina, o simpósio será transmitido ao vivo pela internet. O link do streaming ficará disponível pela página da companhia no Facebook.
 
Confira abaixo a programação completa do simpósio “Teatro Oficina: Seis Décadas de Cena Radical Brasileira”:
 
-18/8 – “Origem e a fase amadora. O Teatro Oficina e o período de pesquisa Stanislavskiana: estudo de caso de Os Pequenos Burgueses”. Abertura: Cibele Forjaz e Marcos Bulhões. Convidado: Renato Borghi 
 
-25/8 – “Teatro Oficina e o período de pesquisa brechtiana: estudo de caso de Galileu Galilei e Na Selva das Cidades”. Abertura: Cibele Forjaz. Convidado: Armando Sérgio da Silva.
 
-1/9 – “Teatro Oficina e a invenção do Teatro Tropicalista: estudo de caso de O Rei da Vela”. Abertura: Marcos Bulhões. Convidados: Edélcio Mostaço e Ferdinando Martins.
 
-15/9 – “TE-ATO: Teatro Oficina e a Virada Performativa. O encontro com o Living Theatre e Los Lobos e a pesquisa com Grotowski e Artaud: estudo de caso de Gracias Señor e As Três Irmãs”. Abertura: Marcos Bulhões. Convidados: Biaggio Pecorelli e Joahna Albuquerque.
 
-22/9 – “Atuação no Teatro Oficina: O corpo liberto e o ator brincante. O corpo e ação vocal no Teatro Oficina”. O público atuador. Abertura: Cibele Forjaz- Convidados: Marcelo Drummond, Camila Mota, Sylvia Prado, Roderick, Pascoal da Conceição e Lucia Gayotto.
 
-29/9 – “Música e musicalidade no Teatro Oficina”. Abertura: Gabriel Máximo, Cibele Forjaz e Marcos Bulhões. Convidados: Leticia Coura, Celso Sim e José Miguel Wisnik (à confirmar).
 
-6/10- “Dramaturgia de José Celso Martinez Correa. Estudo de caso de Cacildas !!!” Abertura: M. Bulhões. Convidado: Luis Fernando Ramos.
 
-13/10 – “A encenação do desejo, corporeidades e a potência de vida no Teatro Oficina. A participação do espectador no rito cênico”. Abertura: M. Bulhões. Convidados: Mauro Meiches e Peter Pal Pélbart.
 
-20/10 – “Direção de Arte e arquitetura cênica no Teatro Oficina Uzyna Uzona”. Abertura: Guilherme Wisnik. Convidados: Oswaldo Gabrieli, Cris Cortillo, Carila Matzembacher e Marília Gallmeister.
 
-27/10 – “Cena e Tecnologia: A iluminação e o video no Teatro Oficina Uzyna Uzona”. Convidados: Cibele Forjaz, Igor Marotti e Marcelo Denny.
 
-3/11 – “A encenação no Teatro Oficina Uzyna Uzona. Abertura: Cibele Forjaz e Marcos Bulhões”. Convidado: Márcio Aurélio.
 
-10/11 – “Cenografia e figurinos de Hélio Eichbauer no Teatro Oficina: Rei da Vela e Ham-let”. Abertura: M. Bulhões e Cibele Forjaz. Convidado: Hélio Eichbauer, com participação de José Celso Martinez Correa.
 
-17/11 – “Processos de criação e aprendizagem no Teatro Oficina”. Abertura: M. Bulhões. Convidados: Sylvia Prado (Bixigão), Camila Mota e Cafira (Universidade Antropófaga) e Carila, Marília e Clarissa Morgenroth (Terreiro Coreográfico).
 
-24/11 – “Conferência performativa de Zé Celso Martinez Correa”. Abertura: Marcos Bulhões e Cibele Forjaz.
 
Serviço
Simpósio Teatro Oficina: Seis Décadas de Cena Radical Brasileira
Rua Jaceguai, 520, Bela Vista. (11) 3104-0678.
De 18/8 a 24/11. Qui., 14h.
Grátis



Relacionadas:

Notícias | 21/ 01/ 2022

Agenda Cultural : As melhores dicas para o seu fim de semana

SAIBA MAIS

Notícias | 21/ 01/ 2022

Estudantes de humor da SP mergulham em curiosa e divertida experiência cênica audiovisual; confira!

SAIBA MAIS

Notícias | 21/ 01/ 2022

No mês da visibilidade trans, Coletiva Profanas, com o apoio do Satyros, promove espetáculo de transdramaturgia na casa de cultura do Butantã

SAIBA MAIS