Na Argentina, governo lança campanha de apoio ao teatro independente

Publicado em: 29/04/2020

O Ministério da Cultura da Argentina lançou a campanha Podestá (Preservação Operativa de Elencos, Salas e Teatristas Argentinos), que está sendo conduzida pelo Instituto Nacional do Teatro. O objetivo é assistir os profissionais das artes cênicas que atuam de forma independente e que foram afetados pelos impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus.

LEIA TAMBÉM:
>> Economia: Microcrédito e editais vão ajudar a cultura na crise do coronavírus
>> Veja três editais de teatro que estão com inscrições abertas
>> Artistas do Amazonas contam como estão enfrentado a pandemia de covid-19

A ação busca ajudar os artistas e técnicos não só de Buenos Aires, onde está concentrada a maior parte do teatro argentino, como também os que atuam no interior do país. Já foram disponibilizados 100 milhões de pesos argentinos para o setor com esta ação. Comunicado do programa diz que os profissionais do teatro independente estão “em situação de extrema fragilidade” e que precisam ser ajudados.

Na primeira etapa do programa, foram assistidos 5.200 trabalhadores teatrais e 240 salas de espetáculos. Em entrevista ao jornal argentino Página 12, Liliana Weimer, presidenta da Associação Argentina do Teatro Independente (ARTEI), celebrou a rapidez com que o governo argentino criou ações para o setor teatral.

“Não se sabe quanto tempo vamos ter de ficar sem funcionar salas, espetáculos e aulas. O plano está sendo implementado com rapidez e seriedade, tendo em conta o caótico que é esta realidade. É uma medida para aplacar urgências”, afirmou Liliana Weimer.

CULTURA EM CASA

Assim como outros equipamentos, a SP Escola de Teatro criou uma programação especial na internet para oferecer ao seus seguidores. Assim, está disponível uma série de conteúdos multimídia, como vídeos de espetáculos e de palestras e bate-papos de nomes como as atrizes Fernanda Montenegro, Nathalia Timberg e Denise Fraga, a monja Coen, a escritora Adélia Prado e o pastor Henrique Vieira, além de cursos gratuitos a distância.

O acervo ainda inclui filmes produzidos pela Escola Livre de Audiovisual (ELA) – iniciativa da Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap), gestora da SP Escola de Teatro – em parceria com instituições internacionais, com a Universidade das Artes de Estocolmo (Suécia).

#culturaemcasa #teatroemcasa



Relacionadas:

Notícias | 01/ 12/ 2021

Secretaria de Cultura abre inscrições de Edital para artistas interessados em promover formação artística!

SAIBA MAIS

Notícias | 30/ 11/ 2021

Dança é destaque no Festival Satyrianas 2021 que acontece nos palcos da unidade Roosevelt da SP

SAIBA MAIS

Notícias | 30/ 11/ 2021

SP Dramaturgias: leitura dramática de texto de Ewerton Frederico acontece na próxima quarta-feira, 8

SAIBA MAIS