Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
EN | ES

Ivam Cabral, diretor executivo da SP, lança novo livro de crônicas e memórias no Festival de Curitiba

Publicado em: 07/01/2022

Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro, vai lançar seu primeiro livro de 2022 . “Entre o nada e o infinito – Crônicas, reflexões e memórias digitais”, é escrito por ele, organizado por Marcio Aquiles, catalogação de Cibele Custódio e José Paulo Canuto, arte de Ciro Fernandes, prefácio de Lauro Cesar Muniz e será publicada pela Editora Giostri.

A SP Escola de Teatro- unidade Roosevelt receberá o segundo lançamento da obra, em 9 de abril, e o primeiro lançamento será no Festival de Curitiba no dia 1º de abril. A obra consiste num diário do autor que registra seus textos escritos nos últimos 12 anos, de 2009 a 2021. Ivam é dramaturgo, diretor, roteirista, curador, gestor cultural, professor e cofundador da Cia. de Teatro Os Satyros, em 1989, ao lado de Rodolfo García Vázquez, atualmente o grupo teatral brasileiro com maior presença e repercussão internacional.

100 da semana de 22: conheça a obra A Estudante, de Anita Malfatti

Confira, a seguir, alguns dos sucessos literários mais recentes do artista:

Mississipi (2019)

 

Lançada pela editora Giostri, a obra é elaborada por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, e marca os 30 anos da Cia. Os Satyros, criada por eles. A narrativa conta a trajetória de Mississipi, homem que sonha em conhecer o homônimo estado americano. No entanto, a Roosevelt é o ponto em que ele alcança em sua viagem, a partir disso são abordadas pautas sobre pessoas em situação de vulnerabilidade social, violência e intolerância. A dramaturga e jornalista Marici Salomão comenta que a partir de Mississipi é possível enxergar a realidade anômala sob um ponto de vista que oferece uma estética coerente, coesa e poética, tal acoplagem oferece um registro dos nossos tempos, o qual na sua centralidade possui seres marginalizados.

Todos os Sonhos do Mundo (2019)

 

Monólogo dramático de Ivam Cabral, a obra parte da experiência que o ator teve com a depressão, buscando inspiração na obra de Andrew Solomon O Demônio do Meio-Dia, são revisitadas as memórias de sua infância, e de momentos importantes em sua vida. Num diálogo direto com o público, é incentivada uma reflexão acerca da esperança. O solo estreou no Festival de Curitiba, e fez uma temporada internacional em Portugal e Cabo Verde, a qual foi interrompida pelo infortúnio da pandemia de COVID-19, foram canceladas as sessões na Suécia, Finlândia e Espanha. No entanto, continuou em apresentações online, sendo umas das pioneiras no terreno das artes digitais, onde atingiu mais de 5 mil espectadores, dentro e fora do Brasil.

Série Grandes Atrizes: Zezé Macedo

1991 ou A Imperfeição do Amor (2021)

 

Segunda parte da Trilogia das Revelações, que teve início com Todos os Sonhos do Mundo, em 2019, a obra foi escrita ao lado de Rodolfo García Vázquez, coordenador do curso de Direção da escola, e é o 15º livro da dupla. Os autores cruzam a história da costureira Eunice, que viveu no interior do Brasil, e é mãe de Ivam Cabral, com a obra da escritora inglesa Virginia Woolf. A narração é em primeira pessoa e combina monólogo interior, solilóquio e diálogo com o público, contemplando, portanto, tanto o contexto presencial quanto o digital. A obra realiza reflexões relacionando o cotidiano de duas mulheres distintas tanto na esfera pública quanto na privada.

 

Aurora (2021)

 

O livro narra a história de seis moradores de um edifício no centro de São Paulo, onde no térreo funciona um bar gay que um dia já foi um famoso ateliê de roupas. Cada um dos personagens sofre com um drama individual, e durante o espetáculo tais histórias se cruzam. Saltério, interpretado pelo próprio Ivam Cabral, é um homem que sofre com a sequela de um acidente que lhe causou impotência. Justyna é uma mulher que deixou o convento e se mudou para São Paulo, onde sofreu diversos abusos. O ‘Mãe’ é assim nomeado por se dedicar a caridade, ele ajuda crianças de rua, mas também, contraditoriamente, abusa delas. Acácio ganha dinheiro no meio digital vendendo likes e curtidas para famosos e políticos. Bola veio de um lar desajustado e é uma criminosa, líder de uma equipe que comete delitos. Diega sonha com o fim do mundo por potentes explosivos lançados de um helicóptero. E, por fim, Ordálio, que no passado trabalhou em uma fábrica de tecidos, um homem misterioso que guarda diversos segredos.




Relacionadas:

Notícias | 18/ 08/ 2022

Cia. Repertório Rodriguiana homenageia Nelson Rodrigues com leitura de suas obras na sede Roosevelt da SP

SAIBA MAIS

Notícias | 18/ 08/ 2022

Concurso SP Drag Acuenda acontece nesta quinta, 18, na sede Roosevelt da SP!

SAIBA MAIS

Notícias | 18/ 08/ 2022

Festival de Curitiba lança rede social para divulgar trabalhos, oportunidades e conectar profissionais do setor cultural

SAIBA MAIS