1º semana de aulas do curso técnico de Teatro apresenta temáticas do semestre e inspira estudantes e artistas

Publicado em: 09/03/2021

O primeiro semestre letivo de 2021 da SP Escola de Teatro começou oficialmente no último dia 27 (sábado), com um evento de boas-vindas para os ingressantes, em que os coordenadores de cada área se apresentaram e Joaquim Gama, coordenador de Pedagogia, e Ivam Cabral, diretor executivo da SP, celebraram a chegada dos novos estudantes, explicando como funciona a dinâmica da Escola e sua linha de ensino.

De tarde, os novos estudantes se juntaram aos veteranos e todos participaram da conversa com o músico, compositor e instrumentista Tom Zé, de 84 anos, que falou sobre sua carreira, cultura brasileira e a arte e o teatro nos tempos atual. O papo foi mediado por Marici Salomão e Guilherme Bonfanti, coordenadores de dramaturgia e Iluminação da Escola, respectivamente.

Artistas docentes da SP comentam as experiências e fazem balanço da Mostra de Teatro Digital

A primeira semana de aula também foi muito produtiva e enriquecedora tanto para os estudantes como para os professores (artistas convidados, formadores e coordenadores). Mesas de discussão com convidados de fora da Escola, com temáticas atuais e urgentes, como Obsolescência Programada e Comunicação Não Violenta, foram um sucesso e abriram as discussões do semestre, ao oferecerem um rico material pedagógico e social, que explorados pelos estudantes, se transformarão em experimentos cênicos e projetos artísticos.

O dramaturgo Mark Ravenhill e o artista visual e pesquisador Lucas Bambozzi são os artistas pedagogos do módulo verde e azul, respectivamente, e ambos também participaram das mesas de discussão. Nelas, seus trabalhos foram apresentados e explorados e agora são base na produção e pesquisa teatral do semestre.

Esses primeiros dias de aulas mostraram como todas e todos da SP Escola de Teatro estão extremamente dedicados e empolgados com as pautas, propostas e desafios cênicos que vem por aí, ressaltando o fato de, mesmo em um período de distanciamento social, a arte consegue se reinventar e inovar, sempre buscando novas temáticas, linhas de estudo e linguagens, como o Teatro Digital.

Felizmente, o ensino, aprendizado e investigações cênicas do primeiro semestre pedagógico de 2021 só estão começando!




Relacionadas:

Notícias | 20/ 10/ 2021

Série Grandes Atrizes: Fernanda Montenegro

SAIBA MAIS

Notícias | 20/ 10/ 2021

Letícia Coura realiza encontro musical com estudantes da SP sobre Zé Celso e o Oficina neste sábado, 23

SAIBA MAIS

Notícias | 19/ 10/ 2021

Bruna Varga, artista egressa da SP, entrevista pesquisadora Michelle Zaltron em conversa sobre Stanislávski

SAIBA MAIS