Palco e Memória

Publicado em: 16/12/2020


2020 foi o ano de criar e apostar em novos formatos. A SP Escola de Teatro investiu nas plataformas virtuais e nossos artistas criaram, estrearam e cumpriram temporadas com peças exclusivamente digitais, no projeto SP Escola Digital, que foi um sucesso de público.

Lançamos o Quarentena Festival, um evento online com música, dança, literatura, cinema, performance e, é claro, teatro, que reuniu mais de 50 artistas do Brasil e de outros nove países.

Em consonância com o engajamento e o respeito que a Adaap, organização social que gere a SP Escola de Teatro, tem com a comunidade LGBTI, organizamos a 8ª SP Transvisão, evento que marca a semana da visibilidade de travestis, mulheres transexuais e homens trans. A programação, gratuita, incluiu apresentações artísticas, debates, exibição de filmes, palestras e ações sociais. Em agosto, em quarentena, realizamos a Live SP Transvisão, apresentada pela colaboradora Millena Wanzeller.

VEJA MAIS:

SP Escola de Teatro Digital: veja solo de Maitê Proença e peça dirigida por Lázaro Ramos

Programação de estreia da SP Escola de Teatro Digital, na Sympla

‘Mostra Teatral SP 10 anos’ reúne artistas egressos da SP Escola de Teatro

Live: Dirce Thomaz e Paulo Betti abrem o 2º semestre de aulas da SP Escola de Teatro

Foi em 2020 que a SP comemorou os 10 anos de existência, marco histórico que foi celebrado através da Mostra Teatral SP 10 Anos. Em novembro, 12 coletivos formados por estudantes e artistas egressos da SP Escola de Teatro apresentaram espetáculos para espectadores de todo o país, através das plataformas digitais.

Porém, o ano foi também de grandes perdas. Em julho, a jornalista, produtora e Coordenadora de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro desde 2011, Lucia Camargo, morreu vítima de um AVC, aos 76 anos.

Lucia teve passagens por importantes instituições públicas do Brasil e ocupou cargos em pastas de poderes executivos, estruturando relevantes ações de políticas públicas de cultura. Todos os membros da SP Escola de Teatro lamentaram, consternados, a perda desta mulher cuja vida foi dedicada absolutamente à cultura e à formação artística.