Trupe portuguesa Amarelo Silvestre encena ‘Sangue na Guelra’ em BH e Angra dos Reis

Publicado em: 22/07/2016

Cena de “Sangue na Guelra”, da Cia. Amarelo Silvestre. Foto: divulgação
 
A companhia portuguesa Amarelo Silvestre, sediada na cidade de Canas de Senhorim, desembarcou no Brasil para encenar “Sangue na Guelra”, de Fernando Giestas, em Belo Horizonte, em Minas Gerais, e Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, nos dias 26 e 29 de julho, respectivamente. 
 
Com direção de Rogério de Carvalho, o espetáculo foi criado a partir de uma frase inscrita nos muros de uma igreja francesa: “Os muros da separação não chegam ao céu”.
 
O texto reproduz o diálogo entre um homem e uma mulher – como se fossem toda a humanidade – em um espaço que representa muitos lugares ao mesmo tempo, em um tempo indefinido, diante de uma guerra qualquer, com ou sem balas.
 
A ideia é criar uma reflexão sobre essa espécie de muro imaginário, que separa um casal, conhecidos e/ou pessoas em guerra. O elenco conta com a participação de Graeme Pulleyn e Rafaela Santos.
 
Serviço
Sangue na Guelra, da Cia. Amarelo Silvestre
 
Belo Horizonte, MG
Teatro Marília
Avenida Professor Alfredo Balena , 586, Santa Efigênia, Belo Horizonte. (31) 3277-6319
Apresentação: 26 de julho, às 20h.
R$30. 40 minutos. 12 anos
 
Angra dos Reis, RJ
Centro Cultural Theophilo Massad
Praça Guarda Marinha Greenhalgh, São Bento, Angra dos Reis.
Apresentação: 29 de julho, às 20h
R$30. 40 minutos. 12 anos
 

Relacionadas:

Uncategorised | 03/ 11/ 2021

Danilo Dal Lago, artista egresso da SP, estreia peça que contrapõe escritor periférico e mercado editorial

SAIBA MAIS

Uncategorised | 28/ 10/ 2021

Maria Bonomi inaugura obra no Memorial da América Latina que homenageia vítimas da pandemia

SAIBA MAIS

Uncategorised | 01/ 10/ 2021

Festival Satyricine Bijou anuncia vencedores da mostra competitiva e homenageia a atriz e cineasta Helena Ignez

SAIBA MAIS