Série Grandes Figurinistas: Aldo Calvo

A SP Escola de Teatro segue em sua série de minibiografias de grandes figurinistas da história mundial.

Na lista, há importantes nomes, como Kalma Murtinho e Ruth E. Carter.

Nesta terça-feira, 29, nosso homenageado é o cenógrafo e figurinista Aldo Calvo; confira!

Aldo Calvo:

O figurinista e cenógrafo Aldo Calvo nasceu em em 1906 em Sanremo, na Itália.

Em 1935 começou a trabalhar como cenógrafo e figurinista para teatro, óperas e cinema, até ter a carreira interrompida pela Segunda Guerra Mundial, motivo de sua vinda para o Brasil.

Série Grandes Figurinistas: Eiko Ishioka

Ao chegar aqui, trabalha com decoração, mas não demora muito para ser descoberto pelo empresário e produtor teatral Franco Zampari, fundador do TBC (Teatro Brasileiro de Comédia) e da Companhia Cinematográfica Vera Cruz.

Sua estreia no TBC foi como cenógrafo em 1948, em A Mulher do Próximo, texto e direção de Abílio Pereira de Almeida. Foi também responsável por todas as demais cenografias dos anos seguintes, entre elas, Nick Bar…Álcool, Brinquedos, Ambições, de William Saroyan, com direção de Adolfo Celi e O Mentiroso, de Carlo Goldoni, dirigido por Ruggero Jacobbi.

Série Grandes Figurinistas: Tereza Nabuco

No início da década de 1950, Aldo Calvo assina os figurinos dos espetáculos Entre Quatro Paredes, de Jean-Paul Sartre, Um Pedido de Casamento, de Anton Tchekhov, A Importância de Ser Prudente, de Oscar Wilde, Seis Personagens à Procura de Um Autor, de Luigi Pirandello, e os cenários e figurinos para a grandiosa produção de A Dama das Camélias, de Alexandre Dumas Filho, além de assumir a chefia de cenografia da Companhia Cinematográfica Vera Cruz.

“A Dama das Camélias”, do TBC

Em 1956, Aldo ganha os prêmios Saci, Governador do Estado e Associação Paulista de Críticos Teatrais (APCT), como melhor figurinista, por seu trabalho em Otelo, de William Shakespeare, para a CTCA – Companhia Tônia-Celi-Autran.

Série Grandes Figurinistas: Ruth E. Carter

No ano seguinte é homenageado com uma exposição na Bienal Internacional de São Paulo.

Além de um grande figurinista e cenógrafo, Aldo participou também da reforma e construção de algumas das mais importantes salas do país, entre elas: TBC – Teatro Brasileiro de Comédia, Teatro Guaíra de Curitiba, Teatro Castro Alves de Salvador, Teatro Sérgio Cardoso de São Paulo, entre outros.




Posts Archives

Série Grandes Figurinistas: Aldo Calvo

Posted on

A SP Escola de Teatro segue em sua série de minibiografias de grandes figurinistas da história mundial. Na lista, há importantes nomes, como Kalma…

Read more