Selo Lucias: “A presença de Lucia Camargo na SP Escola de Teatro revela-se permanente no tempo”, Mauricio Paroni

Como parte da comemoração de seus 10 anos, a SP Escola de Teatro lançou em janeiro, o livro “Teatro em Grupo na Cidade de São Paulo e na Grande São Paulo”. A obra também marca a estreia do selo “Lucias”, que homenageia Lucia Camargo, uma das maiores personalidades da cultura no país.

Lucia Camargo era gestora cultural, professora, jornalista, crítica e coordenou o setor de Extensão Cultural e Projetos Especiais na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco. Ela também foi diretora de importantes instituições culturais brasileiras, como Teatro Guaíra, em Curitiba, onde foi ainda secretária municipal e estadual de Cultura do Paraná; e o Palácio das Artes, em Belo Horizonte. Além disso, foi ainda secretária-adjunta de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e a primeira e única mulher na história a dirigir o Theatro Municipal de São Paulo.

Selo Lucias: “A vida de Lucia foi dedicada a fomentar a cultura e educação”, afirma Joaquim Gama

O lançamento do selo Lucias é celebrado por companheiros de trabalho, amigos e personalidades do mundo artístico. Mauricio Paroni, formador e coordenador da biblioteca da SP Escola de Teatro, é uma destas personalidades. Ele reflete sobre o legado cultural e pedagógico que ela deixou na instituição e celebra a homenagem que a mantém presente em um universo que sempre lhe foi íntimo.

“Os cursos e demais intercâmbios institucionais, por ela supervisionados em alto nível, alimentaram a excelência quotidiana de nossa Escola. Criaram uma linda parábola, duplamente nominal: Theatron, em grego, ‘o lugar de onde se vê’, associado ao nominativo latino Lux, ‘o que ilumina’. Ilumina-se de onde se vê.”

Lucia Camargo foi uma pessoa inteligentíssima, atenta e dedicada a sua grande paixao: a arte”, diz Ivam Cabral

Paroni salienta como o trabalho de Lucia sempre foi fundamental para que vozes plurais fossem ouvidas e os debates alimentaram diversos grupos teatrais por ela passou, em especial na SP.

“A presença de Lucia Camargo na SP Escola de Teatro revela-se permanente no tempo porque, sendo a escola um centro que produz cultura, a sua atividade na Extensão Cultural amplificou a voz necessária dos saberes dos grupos de teatro. Sem estes, o teatro de uma nação ou não existe ou mingua em direção à barbárie. “

Ele comemora o selo Lucias e considera uma homenagem merecida e que manterá o seu legado vivo na história.

“Não há melhor definição disso senão num selo chamado Lucias. É presente, é história, é futuro. É a função da boa prática cultural e pedagógica. Não é pouco em meio à natureza impermanente de nossa arte e de nosso tempo. ”

Conhece Lucia e gostaria de enviar seu depoimento e ter sua homenagem pública aqui? Envie para o e-mail rodrigobarros@spescoladeteatro.org.br

Por Rodrigo Barros




Posts Archives

Selo Lucias: “A presença de Lucia Camargo na SP Escola de Teatro revela-se permanente no tempo”, Mauricio Paroni

Posted on

Como parte da comemoração de seus 10 anos, a SP Escola de Teatro lançou em janeiro, o livro “Teatro em Grupo na Cidade de…

Read more