Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
EN | ES

Estudantes do ensino médio da Escola Estadual Padre Anchieta finalizam oficina de costura e escrita poética na sede Brás da SP; confira!

 

Nesta quinta-feira, 2, estudantes do ensino médio da Escola Estadual Padre Anchieta participaram do último encontro da oficina “Escrevendo Memórias Afetivas: Ressignificar e contar histórias”, orientada pelo artista visual Wander Rodrigues. Os jovens receberam um certificado de conclusão do curso, que durou aproximadamente um mês, e aconteceu às quintas-feiras na sede Brás da SP Escola de Teatro.

TBT: Relembre o curso de direção teatral com base na arte de Ikebana, ministrado por professoras finlandesas

A iniciativa buscou não apenas despertar o lado sensível e poético dos adolescentes, mas também propor um espaço de reflexão e reminiscência, incentivando o registro físico das vivências do período vivido no distanciamento social e dos desafios atuais do terceiro ano da Covid-19. Rodrigues também afirmou que os estudantes trouxeram um pouco de suas memórias e conflitos pessoais para a oficina e tiveram total liberdade para se expressarem através do bordado.

Segundo o artista, a inspiração do projeto é o trabalho do artista plástico Arthur Bispo do Rosário,  que escrevia e trabalhava muito com a narrativa poética. Assim, criou esse paralelo entre a obra dele e as vivências e conflitos pessoais dos jovens, que como todos adultos, viveram períodos conturbados em decorrência da pandemia.

” Quis criar essa narrativa poética sobre a vivência deles na pandemia, usando o bordado como uma ferramenta de escrita através de frases, palavras de impacto e pequenos momentos. Uma aluna, por exemplo, relatou que a avó veio a falecer durante a pandemia e associou isso ao uma árvore de ipê-amarelo existente na janela dela. Isso é uma memória poética muito linda que ela teve a liberdade de trazer para a oficina através do bordado”, comenta Rodrigues.

Série Teatro de Grupo em São Paulo: 28 Patas Furiosas

Dione Leal, analista pedagógica da instituição, acompanhou o último dia da oficina de perto, apresentando o ateliê do curso de cenografia e figurino e entregando os certificados de conclusão aos adolescentes. Muito contente com o sucesso da oficina, ela afirmou que a cultura é uma aliada no processo de ensino-aprendizagem e é este o pensamento que norteia a SP Escola de Teatro.

“Finalizamos hoje esta primeira oficina, fruto da parceria entre a SP Escola de Teatro e a Escola Estadual Padre Anchieta, com muita alegria! Quando a cultura e a educação caminham juntas, são capazes de transformar o seu entorno, a sua comunidade, a forma de pensar e olhar o mundo a sua volta. Juntas tornam-se elementos socializadores. Pretendemos seguir com mais projetos como este a partir de agora,” afirmou a analista.

Confira algumas imagens da oficina:

 




Posts Archives

Estudantes do ensino médio da Escola Estadual Padre Anchieta finalizam oficina de costura e escrita poética na sede Brás da SP; confira!

Posted on

  Nesta quinta-feira, 2, estudantes do ensino médio da Escola Estadual Padre Anchieta participaram do último encontro da oficina “Escrevendo Memórias Afetivas: Ressignificar e…

Read more

Governo seleciona projetos culturais para circular em escolas públicas de SP

Posted on

Um novo programa da Secretaria da Educação do Estado vai levar artistas, grupos e produções culturais para circular por escolas públicas de São Paulo….

Read more