Natália Martins, estudante da SP, e Cia. La Desdeñosa destacam textos femininos em projeto cênico

Tatiana Ribeiro, Natália Martins e Gabi Costa/Divulgação

Natália Martins, estudante de dramaturgia da SP Escola de Teatro, ao lado das amigas Gabi Costa e Tatiana Ribeiro, todas da Cia La Desdeñosa, idealizaram o projeto Desmarginação: Fragmentos ou o Que Sobrou, contemplado pelo Edital PROAC Expresso Lei Aldir Blanc 36/2020, pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do governo do Estado de São Paulo.

Em quatro episódios cênicos distintos, mulheres protagonizam dramaturgias entrelaçadas com relatos reais, dominando a cena ao trazer a palavra para si.

Espetáculo de Rondi Lima, estudante da SP, retrata as alegrias e desafios do dia a dia dos palhaços

“A ideia do experimento surgiu no meio de 2020, durante o isolamento, por uma vontade de continuar em movimento, de pensar outros imaginários possíveis e se manter em estado de criação dentro de casa. A escolha por textos de autoras mulheres foi orgânica, mas quando percebemos que nossas sugestões caminhavam todas para isso, resolvemos que seria a linha da pesquisa: adaptar a escrita de mulheres para o digital. Cada episódio traz a escrita de uma autora diferente e também há um apenas com os nossos escritos. Em todo também contamos com uma diretora e uma atriz convidadas”, relata o grupo feminino.

Entre as escritoras que têm seus textos interpretados estão nomes como Cristina Peri Rossi, Lina Meruane, Samanta Schweblin e Yolanda Arroyo Pizarro, Elena Ferrante e Conceição Evaristo.

Dupla de artistas egressos da SP Escola de Teatro lança livro com 100 textos escritos em 100 dias

Além da escolha de uma equipe totalmente formada por mulheres, a pesquisa e a seleção dos temas abordados em cena contam com a premissa a qual dá nome ao experimento, Desmarginação.

“ O projeto quer tirar das margens e trazer ao foco a escrita de mulheres, mulheres pretas, lgbtqia+, dentre outras tantas fronteiras que serão ultrapassadas por meio da divulgação da literatura transportada para a cena desse escopo comumente marginalizado da sociedade. A troca tem sido muito rica, o exercício de se colocar em jogo com diferentes pessoas a cada criação, as convidadas trazem olhares muito diferentes entre si, que fazem com que cada experimento tenha uma linguagem única”, revela Natália, que está no último semestre letivo da escola. Carol Gierwiatowski, egressa do curso de direção da Instituição, é uma das produtoras do espetáculo.

Sinopse:

Em quatro episódios cênicos distintos, mulheres protagonistas trazem para si a palavra em relatos expostos na virtualidade. Em cena está a apropriação legítima e sensível do texto de mulheres diversas em corpos que buscam expandir dramaturgias nas realidades possíveis agora.

Serviço:
Desmarginação: Fragmentos ou o que Sobrou
Apresentações:
Dias, 11 e 18 de março, quintas-feiras, às 21 hrs
Dias 21 e 28 de fevereiro, e, 14 e 21 de março, domingos, às 18 hrs
Ingressos: www.sympla.com.br/desmarginacao
Valores: ingressos gratuitos, e também valores colaborativos de R$10,00 a R$30,00
Contato: cialadesdenosa@gmail.com
Instagram: @cialadesdenosa
Facebook: www.facebook.com/cialadesdenosaoficial

Ficha Técnica

Elenco: Carol Vidotti, Ericka Leal, Gabi Costa, Letícia Rodrigues, Natália Martins, Tatiana
Ribeiro e Thais Peixoto
Direção: Angelina Trevisan, Érica Montanheiro, Mariá Guedes e Mariela Lamberti
Concepção: Gabi Costa, Natália Martins e Tatiana Ribeiro
Identidade visual: Tatiana Ribeiro
Redes Sociais: Natália Martins
Produção: Carol Gierwiatowski e Gabi Costa
Realização: Cia La Desdeñosa

Por Luiza Camargo




Posts Archives

Natália Martins, estudante da SP, e Cia. La Desdeñosa destacam textos femininos em projeto cênico

Posted on

Natália Martins, estudante de dramaturgia da SP Escola de Teatro, ao lado das amigas Gabi Costa e Tatiana Ribeiro, todas da Cia La Desdeñosa,…

Read more