EN | ES

Sesc 24 de Maio discute saúde mental de jovens artistas

Publicado em: 15/07/2020

A saúde mental de jovens artistas é um tema que merece muita atenção. Pensando nisso, o Sesc 24 de Maio apresenta o Circuito Arte e Juventude, com quatro bate-papos semanais ao vivo veiculados pelo YouTube e abordando esta necessária temática. Os encontros são mediados pela idealizadora do projeto, Paula da Paz – cantora, dançarina, arte educadora e produtora cultural.

As transmissões ocorrem às quartas-feiras – de 15 de julho a 05 de agosto – a partir das 19h30 no canal da unidade, neste link 

Entre os temas que serão debatidos está o crescimento do suicídio e dos transtornos emocionais entre adolescentes e jovens no Brasil, que serão observados por meio da ótica e da experiência dos artistas independentes do país.

Profissionais com mais tempo de carreira e iniciantes nas artes compartilham estratégias de sobrevivência em torno do fazer artístico. Além disso, também refletem sobre como podem contribuir para uma sociedade mentalmente mais saudável, diante de uma vida inteira de enfrentamento e de direitos sociais negados pelo sistema.

O primeiro encontro virtual ocorre na quarta-feira, 15 de julho, às 19h30, e conta com a participação de Juliana da Paz – escritora, pedagoga e doutora em Educação pela Universidade Federal de Alagoas; Jesuana Sampaio –poetisa, pedagoga e estudante de psicanálise e Sofia Serafim – dançarina, atriz e escritora.

Na segunda edição do projeto que acontece dia 22 de julho, às 19h30, os convidados são Bruno Brasil – músico, professor e psicólogo clínico especialista em terapia cognitivo-comportamental; Du Kiddy Artivista – guitarrista, violonista e compositor e Pedro Lucas – poeta, tamborzeiro e dançarino.

O terceiro bate-papo do circuito que o YouTube transmite a partir das 19h30 no dia 29 de julho, recebe Shirlei do Carmo – pedagoga, diretora da rede pública de ensino e integrante da escola feminista Abya Yala; Carla Lopes – atriz, arte educadora pós-graduada em artes do corpo e produtora cultural e Ton Moura – artista periférico formado na escola de palhaços Doutores da Alegria, pesquisador e dançarino de dança africana.

O quarto e último debate acontece em 5 de agosto, às 19h30 com Andrea Arruda – psicóloga, pedagoga e professora universitária; Rubens Oliveira – bailarino, coreógrafo, diretor e fundador do Gumboot Dance Brasil e do espaço Com.Uns e Beatriz Cristina – dançarina afro contemporânea, pesquisadora de dança mandingue e atuante em coletivos de cultura tradicional brasileira de São Paulo.

CULTURA EM CASA

Assim como outros equipamentos, a SP Escola de Teatro criou uma programação especial na internet para oferecer ao seus seguidores. Assim, está disponível uma série de conteúdos multimídia, como vídeos de espetáculos e de palestras e bate-papos de nomes como as atrizes Fernanda Montenegro, Nathalia Timberg e Denise Fraga, a monja Coen, a escritora Adélia Prado e o pastor Henrique Vieira, além de cursos gratuitos a distância.

O acervo ainda inclui filmes produzidos pela Escola Livre de Audiovisual (ELA) – iniciativa da Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap), gestora da SP Escola de Teatro – em parceria com instituições internacionais, com a Universidade das Artes de Estocolmo (Suécia).

#culturaemcasa #teatroemcasa




Relacionadas:

Notícias | 19/ 05/ 2022

Processo Seletivo 2/2022 – Confira os dias e horários das avaliações do primeiro momento

SAIBA MAIS

Notícias | 19/ 05/ 2022

TBT : Relembre a palestra de Ellen Oléria para os estudantes do curso técnico da SP Escola de Teatro, em 2018

SAIBA MAIS

Notícias | 19/ 05/ 2022

Inscrições abertas para o workshop presencial e gratuito Dramaturgia Comunitária

SAIBA MAIS