Série Grandes Atrizes: Dulcina de Moraes

Publicado em: 25/11/2021

Foto: Arquivo Nacional

A SP Escola de Teatro segue em sua série de minibiografias de grandes atrizes da história.

Na lista, há importantes nomes, como Ruth de Souza, Fernanda Montenegro e Cacilda Becker.

Nesta quinta-feira, 25, nossa homenageada é a atriz Dulcina de Moraes; confira!

Dulcina de Moraes:

Considerada uma das grandes damas do teatro nacional, a atriz Dulcina de Moraes nasceu em Valença, no Rio de Janeiro, em 1908.

Filha dos atores Conchita e Átila de Moraes, desde criança já participava de espetáculos de teatro na companhia Mambembe dirigida pelos pais.

Série Grandes Atrizes: Bibi Ferreira

Na década de 1920 assinou seu primeiro contrato com a Companhia Brasileira de Comédia, e aos dezessete anos começou a trabalhar com Leopoldo Fróes, importante nome da cena teatral no início do século XX.

Ao lado de seu parceiro, o também ator, Odilon Azevedo, fundou a companhia Dulcina-Odilon em 1934, mesmo ano em que protagonizou o espetáculo Amor, de Oduvaldo Vianna, contracenando com Alberto Dumont, Aristóteles Pena, Augusto Baroni e seu marido.

A companhia Dulcina-Odilon foi responsável pelas primeiras montagens de autores famosos como Bodas de Sangue, de Federico García Lorca, César e Cleópatra, Santa Joana e Pigmaleão, de Bernard Shaw e Anfitrião 38, de Jean Giraudoux.

Série Grandes Atrizes: Ruth de Souza

Dulcina desde o início da carreira já se destacava como atriz, chamando a atenção do público e críticos da época, além de ser responsável por influenciar o mundo da moda com seu jeito de se vestir.

Em 1955, a artista criou a Fundação Brasileira de Teatro.

Na década de 1980, inaugurou o Teatro Dulcina de Moraes e a Faculdade de Artes Dulcina de Moraes em Brasília, na qual passou a se dedicar exclusivamente a dar aulas de teatro.

Com mais de uma centena de trabalhos como atriz, Dulcina também foi diretora e produtora, além de trabalhar em produções cinematográficas e integrar o Grande Teatro Tupi na década de 1950.

Série Grandes Atrizes: Ruth de Souza

O inspetor Geral, de Nikolai Gogol, dirigido por Benedito Corsi; A Ópera dos Três Vinténs, de Bertolt Brecht e Kurt Weill; O Noviço, de Martins Pena e O Auto da Compadecida, de Ariano Suassuna, ambos dirigidos por ela, são alguns dos muitos trabalhos de sucesso realizados por Dulcina de Moraes, um dos maiores nomes do teatro brasileiro.




Relacionadas:

Notícias | 26/ 11/ 2021

Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez lançam o livro Aurora, neste sábado (27), na SP Escola de Teatro

SAIBA MAIS

Notícias | 26/ 11/ 2021

Processo Seletivo 1/2022 – Confira os dias e horários das avaliações do primeiro momento

SAIBA MAIS

Notícias | 26/ 11/ 2021

Leituras Modernistas: Estudantes da SP revisitam trechos da autobiografia de Pagu, na próxima segunda, 29

SAIBA MAIS