Série Grande Cenógrafos: Gianni Ratto

Publicado em: 08/04/2021

A SP Escola de Teatro  segue em sua série de minibiografias de grandes cenógrafos da história do teatro mundial.

Na lista, há importantes nomes, como Edward Gordon Craig, Daniela Thomas e Darcy Penteado.

Nesta quinta-feira, 08, o homenageado é o grande diretor e cenógrafo Gianni Ratto; confira!

Gianni Ratto:

Diretor, cenógrafo, figurinista e iluminador, Gianni Ratto nasceu na Itália, em 1916, onde estudou arquitetura em Milão, sua cidade natal, cinema no Centro Experimental de Cinematografia em Roma e artes plásticas em Gênova.

Sua estreia como cenógrafo foi em 1946 no espetáculo de Eugene O’Neill, Electra e os Fantasmas, para a companhia Benassi-Torrieri. Ao lado de Paolo Grassi e Giorgio Strehler, fundou o Piccolo Teatro de Milão, considerado de grande importância nacional, desempenhando durante 7 anos, trabalhos de cenografia e indumentária.

Série Grande Cenógrafos: Darcy Penteado

Em 1954, transfere-se para o Brasil a convite de Sandro Polloni e Maria Della Costa para dirigir o espetáculo O Canto da Cotovia, de Jean Anouilh, espetáculo que inaugurou a sede do (TMDC), Teatro Maria Della Costa em São Paulo.

Em 1956 é contratado pelo Teatro Brasileiro de Comédia (TBC) junto de outros encenadores italianos, como Adolfo Celi, Ruggero Jacobbi, Flaminio Bolini Cerri, entre outros.

Série Grandes Cenógrafos: Edward Gordon Craig

No final da década de 1950, passa a integrar o famoso Teatro dos Sete, companhia de teatro formada por Fernanda Montenegro, Fernando Torres, Sérgio Britto, Cleide Yáconis e Paulo Autran, dirigindo grande parte do repertório da companhia até 1965, encerrando suas atividades com o espetáculo Mirandolina, de Goldoni.

A partir daí, Gianni passa a ser responsável pelas maiores e mais importantes encenações que aconteciam no Brasil na época. Além de um grande diretor, também é muito respeitado por seus trabalhos como cenógrafo, estes lhe rendendo uma série de prêmios na categoria.

Série Grande Cenógrafos: Daniela Thomas

Considerado um artista completo de teatro, que renovou ao lado de Ziembinski, Tomás Santa Rosa, Ruggero Jacobbi e Adolfo Cela, a encenação brasileira, Gianni Ratto, é sem dúvida, um dos grandes nomes que contribuíram imensamente para a história do teatro nacional , sobretudo, da cenografia.




Relacionadas:

Notícias | 16/ 04/ 2021

Artistas egressos da SP participam de filme-teatro A história de Cy, que aborda o amor próprio

SAIBA MAIS

Notícias | 16/ 04/ 2021

Processo Seletivo 2/2021: Confira o resultado da análise dos recursos dos pedidos de isenção da taxa de inscrição

SAIBA MAIS

Notícias | 16/ 04/ 2021

Ana Clara Soares, estudante de sonoplastia da SP, assina trilha sonora de espetáculo de dança

SAIBA MAIS

 

O site da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco está sob licença Creative Commons. A cópia e a reprodução de seu conteúdo são autorizadas para uso não-comercial, desde que citado o devido crédito ao site, aos autores e fotógrafos. Não estão incluídas nessa licença obras de terceiros.

Para reprodução com outros fins, entre em contato com a Escola.

Assisdesign