Selo Lucias: “Lucia foi uma mulher das artes que viveu pelas artes”, diz Elen Londero

Publicado em: 24/02/2021

Como parte das comemorações de 10 anos de história, a SP Escola de Teatro lançou o livro “Teatro em Grupo na cidade de São Paulo e na Grande São Paulo” e também o selo “Lucias”. O selo homenageia Lucia Camargo, uma das maiores mulheres da cultura brasileira.

Selo Lucias: Homenagem a Lucia Camargo é celebrada por personalidades

Lucia Camargo era gestora cultural, professora, jornalista, crítica e coordenou o setor de Extensão Cultural e Projetos Especiais na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco. Ela também foi diretora de importantes instituições culturais brasileiras, como Teatro Guaíra, em Curitiba, onde foi ainda secretária municipal e estadual de Cultura do Paraná; e o Palácio das Artes, em Belo Horizonte. Além disso, foi secretária-adjunta de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e a primeira e única mulher na história a dirigir o Theatro Municipal de São Paulo. Infelizmente, Lucia  faleceu em julho de 2020, aos 76 anos, devido a complicações de um AVC.

Nesta quarta-feira, 24, o depoimento é de Elen Londero, atriz e analista pedagógica de Projetos Especiais na SP Escola de Teatro. Ela destaca a personalidade de Lucia, uma mulher objetiva, irreverente e generosa com todos.

“Lucia era dessas pessoas presentes, irreverente, extremamente objetiva e generosa. Mulher das artes e pelas artes, fundamental para tantos e tantas”!

Elen relembra com muito carinho os momentos de troca e ensinamento com ela, além de ressaltar que o selo mantém viva a importância e memória de todo tipo de produção cultural.

“Homenageá-la com o selo Lucias é evocar sua essência e preocupação constante de contar a história da produção cultural do país. Ela foi uma mulher que fomentou grandes produções, a cultura popular e principalmente jovens artistas. ‘Esperança que não se organiza, morre’, essa é uma frase do Paulo Freire, mas bem que poderia ser sua. Evoé, Lucia”! , finaliza a artista,  destacando o legado deixado pela gestora cultural, que trabalhou, respeitou e lutou pela arte em toda a sua vida.




Relacionadas:

Notícias | 25/ 10/ 2021

Conheça o ID Jovem: projeto que permite a jovens de baixa renda viagens gratuitas pelo Brasil

SAIBA MAIS

Notícias | 25/ 10/ 2021

O que é adaptação?

SAIBA MAIS

Notícias | 23/ 10/ 2021

Cinemateca Brasileira 75 anos: Importância histórica é tema de vídeo da SP Escola de Teatro, Adaap e Apaci com narração de Nicole Puzzi

SAIBA MAIS