EN | ES

Espetáculo “Salvador, Anoiteceu e é Carnaval” estreia no CCBB São Paulo em 26 de maio

Publicado em: 26/05/2023 |

Imagem colorida de atores em cena, no palco, para a peça "Salvador, Anoiteceu e é Carnaval"

Cena da peça “Salvador, Anoiteceu e é Carnaval”, com texto de Marcéli Torquato e direção de Vilma Melo, no CCBB São Paulo, em apresentação de 2023. | Foto: Paula Kossatz

Depois de passar por Brasília e Rio de Janeiro, o espetáculo “Salvador, Anoiteceu e é Carnaval” chega ao Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo para uma temporada de 26 de maio a 25 de junho.

Com dramaturgia de Marcéli Torquato e direção de Vilma Melo, a peça foi concebida em uma versão para maiores de 14 anos, apresentada às sextas (19h), sábados e domingos (17h), e outra para toda a família, com sessões aos sábados e domingos, às 11h.

O trabalho foi idealizado pelo ator Paulo Verlings, que recentemente dirigiu a bem-sucedida peça “Pá de Cal” (Ray-Lux) e agora interpreta o protagonista da montagem. No elenco, ainda estão Aline Carrocino, Carolina Pismel, Ester Dias, Jefferson Melo, Nando Brandão, Patricia Elizardo e Udylê Procópio.

A trama acompanha o jovem músico e compositor Salvador, que foi abandonado pela noiva Constância no dia de seu casamento. Depois de receber uma carta anônima dizendo que sua amada está em Ermo, um lugar desencantado, ele parte à procura dela. Nessa cidade, ninguém tem tempo para nada, nem mesmo para dormir, comer, ou até falar as palavras completas. Tudo por lá é ditado pela TimeTime, uma fábrica de relógios que passou a controlar o tempo.

Para contar essa história, a peça tem em sua trilha sonora sucessos da música brasileira como “Nobre vagabundo” e “Canto da Cidade”, de Daniela Mercury; “Haja Amor”, de Luiz Caldas; “Várias Queixas” e “Vem meu Amor”, do Olodum; “Cara Caramba”, do Chiclete com Banana; “Levada Louca” de Ivete Sangalo; “Dandalunda”, de Margareth Menezes; e “Chuva, Suor e Cerveja” e “Não Enche”, de Caetano Veloso.

Todas essas canções são interpretadas ao vivo em cena pelos músicos Marcelo Rezende (guitarrista e violonista), João Marcos Freitas (baterista), Leandro Vasques (baixista), Tássio Ramos (baixista), Raoní da Silva (percussionista).

+ SP Escola de Teatro divulga nova pesquisa de impacto profissional dos estudantes egressos

Ficha técnica

Idealização: Paulo Verlings
Dramaturgia: Marcéli Torquato
Supervisão dramatúrgica: Jô Bilac
Direção: Vilma Melo
Direção musical: Marcelo Rezende
Direção de movimento: Valéria Monã
Elenco/personagens: Paulo Verlings, Aline Carrocino, Carolina Pismel, Ester Dias, Jefferson Melo, Nando Brandão, Patricia Elizardo e Udylê Procópio
Músicos: Marcelo Rezende (guitarrista e violonista), João Marcos Freitas (baterista), Leandro Vasques (baixista), Tássio Ramos (baixista), Raoní da Silva (percussionista)
Sound design: Rossini Maltoni
Iluminação: Anderson Ratto
Cenografia: Mina Quental
Cenotecnia: André Salles
Figurino: Karen Brusttolin
Visagismo: Rafael Fernandez
Preparação vocal: Germana Guilhermme
Assessoria de imprensa: Pombo Correio
Programação visual: André Senna
Fotos de divulgação: Paula Kossatz
Redes sociais: Mariã Braga
Filmmakers: Jony Luz e Marcelo Ribeiro
Edição: Jony Luz
Assistência de direção: Fernanda Dias
Assistência de direção musical: Guilherme de Menezes
Assistência de cenografia: Marieta Mendonça e Mariana Castro
Assistência de Visagismo: Loeni Mazzei
Adereços: Claudia Taylor e Franz Pinto
Adereço de cabeça: Flávio Souza
Costura: Vera Costa
Design de sapatos: Gomes
Operação de luz: Poliana Pinheiro
Operação de som: Branco Ferreira
Microfonista: Adriano Almeida
Contrarregragem: Bruno Oliveira
Camareira: Monica Arruda
Marketing cultural: Bruno Paiva e Carolina Taulois
Coordenação administrativo-financeira: Patrícia Basílio
Contabilidade: Darly Alves – Alac Contabilidade
Produção local: Bárbara Dib e Yuri Raphael
Produção executiva: Dalila Tardelli
Direção de produção: Ártemis e Paulo Verlings
Produção: Outrar Produções Artísticas EIRELI
Patrocínio: Banco do Brasil
Realização: Centro Cultural Banco do Brasil

Serviço

Espetáculo Teatral – “Salvador, Anoiteceu e é Carnaval”
Local: Centro Cultural Banco do Brasil São Paulo
Temporada: 26 de maio a 25 de junho
Horários: Versão +14 – Sextas, às 19h; sábados e domingos, às 17h / Versão Livre – Sábados e domingos, às 11h
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada), disponíveis na internet e bilheteria do CCBB
Duração: 90 minutos (14 anos) e 70 minutos (Livre)
Capacidade: 120 lugares
Endereço: Rua Álvares Penteado, 112 – Centro Histórico, São Paulo – SP
Funcionamento: Aberto todos os dias, das 9h às 20h, exceto às terças
Entrada acessível: Pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida e outras pessoas que necessitem da rampa de acesso podem utilizar a porta lateral localizada à esquerda da entrada principal.
Informações: (11) 4297-0600
Estacionamento: O CCBB possui estacionamento conveniado na Rua da Consolação, 228 (R$ 14 pelo período de 6 horas – necessário validar o ticket na bilheteria do CCBB). O traslado é gratuito para o trajeto de ida e volta ao estacionamento e funciona das 12h às 21h.
Transporte público: O Centro Cultural Banco do Brasil fica a 5 minutos da estação São Bento do Metrô. Pesquise linhas de ônibus com embarque e desembarque nas Ruas Líbero Badaró e Boa Vista.
Táxi ou Aplicativo: Desembarque na Praça do Patriarca e siga a pé pela Rua da Quitanda até o CCBB (200 m).
Van: Ida e volta gratuita, saindo da Rua da Consolação, 228. No trajeto de volta, há também uma parada no metrô República. Das 12h às 21h.




Relacionadas:

Notícias | 23/ 04/ 2024

Cia Asfalto de Poesia estreia espetáculo de teatro adulto “Pequeno Circo das Atrapalhadas”

SAIBA MAIS

Notícias | 23/ 04/ 2024

Inscreva-se na oficina gratuita de atuação “Corpo e Identidade na Cena”

SAIBA MAIS

Notícias | 22/ 04/ 2024

Clã do Jabuti apresenta “Noite de Brinquedo no Terreiro de Yayá”

SAIBA MAIS