Projeto SP com Arte desenvolve ações nas ruas do centro da cidade

Publicado em: 30/05/2014

Os aprendizes que fazem parte do projeto SP com Arte, atividade de contrapartida do Programa Kairós da SP Escola de Teatro, levarão para a rua, na semana que vem (dias 4 e 6), as ações que vem sendo desenvolvidas ao longo deste semestre, sob orientação de Cibele Lucena.

 

A primeira intervenção é dos aprendizes do módulo Azul, que partem da Sede Roosevelt da Escola na quarta-feira (4), às 11h, para mostrar ao público da rua sua pesquisa sobre o direito da mulher à cidade. Em “Contra-ataque”, um coro de “femininjas” realiza um trajeto pelo centro da cidade, colando cartazes em pontos estratégicos, onde mulheres passaram por situações de constrangimento ou violência, de acordo com um mapeamento feito pela campanha “Chega de fiu fiu”.

 

Em sua missão, as “femininjas” atuam como coro, cantando um poema criado e musicado pelo grupo. Segundo a orientadora Cibele, o processo criativo da ação passou por ouvir as experiências e depoimentos dos integrantes do grupo, pesquisar metodologias e ferramentas desenvolvidas por outros grupos, entrevistar a atriz Daniele Ricieri, da Cia Atuadoras (que pesquisa a questão de gênero), e analisar dados e mapas.

 

Antes dessa, a turma do módulo Azul criou “Diante de seus olhos”, uma performance fotográfica que gerou uma coleção de cartões postais que serão distribuídos pela cidade.

 

Ação dos aprendizes do módulo Azul

 

Já os aprendizes do Verde investigam o tempo na cidade, a fragmentação das relações, a desconexão do corpo (individual e coletivo) com o espaço urbano. As questões propulsoras do trabalho são: Como mover o espaço? Como suspender o tempo? Como tirar a cidade do ritmo frenético, inscrevendo uma outra possibilidade?. A principal estratégia do grupo, de acordo com Cibele, tem sido “pensar situações poéticas capazes de deslocar olhares e fluxos no cotidiano”. 

 

Os aprendizes foram desafiados a pensar em “gatilhos”, “disparadores” que representassem suas urgências, seus incômodos, fatos que os atravessassem no cotidiano. Agora, para a ação que acontecerá na quarta-feira (4), às 14h30, na frente da Sede Roosevelt da Escola, eles lançarão mão de um simples jogo de cena, farão a pergunta “o que é o seu país das maravilhas?” para transeuntes no centro da cidade e, a partir das respostas, produzirão uma coleção de imagens corporais.

 

Finalizando, no dia 6, às 19h, os dois grupos sairão juntos, levando suas intervenções pelo centro da cidade.

 

Para chegar aos trabalhos criados, Cibele orientou os grupos a partirem de uma pesquisa artística-reflexiva desenvolvida por ela com grupos de São Paulo, como a Frente 3 de Fevereiro e o Política do Impossível, e que ela realiza desde 2000 com o grupo Contrafilé. “A partir dessa pesquisa, tornou-se perceptível que o direito a uma cidade plena, como construção social permanente, só se realiza quando diferentes grupos dialogam e constroem juntos devires – ao imaginá-los e executá-los”, afirma.

 

Trabalhar a “relação do corpo com a cidade por meio de performances e ações poéticas urbanas” foi uma das ideias que nortearam as ações. “Levei referências teóricas e de artistas e coletivos que trabalham com o espaço urbano, nas fronteiras entre arte, política e educação. Ao longo dos encontros fomos estabelecendo conversas e reconhecendo em cada grupo suas características e interesses”, observa a orientadora.

 

Serviço

Ações do projeto SP com Arte

Quando: Dia 4/6, às 11h (módulo Azul) e às 14h30 (módulo Verde); dia 6, às 19h (módulos Azul e Verde)

Onde: Saída da Sede Roosevelt da Escola

Praça Roosevelt, 210 – Centro

Tel.: (11) 3775-8600

Grátis

 

Texto: Felipe Del

Relacionadas:

Uncategorised | 03/ 11/ 2021

Danilo Dal Lago, artista egresso da SP, estreia peça que contrapõe escritor periférico e mercado editorial

SAIBA MAIS

Uncategorised | 28/ 10/ 2021

Maria Bonomi inaugura obra no Memorial da América Latina que homenageia vítimas da pandemia

SAIBA MAIS

Uncategorised | 01/ 10/ 2021

Festival Satyricine Bijou anuncia vencedores da mostra competitiva e homenageia a atriz e cineasta Helena Ignez

SAIBA MAIS