Prêmio Femsa Divulga Indicados do Segundo Semestre

Publicado em: 11/01/2013

Criado há 20 anos como forma de reconhecer as produções teatrais voltadas para crianças e adolescentes, o Prêmio Femsa de Teatro Infantil e Jovem, um dos mais conceituados da área, anunciou, no final de dezembro, os indicados do segundo semestre de 2012 (que estrearam entre 1º de julho e 1º de dezembro), em 18 categorias.

 

Entre elas, aparecem os nomes de dois artistas que integram o quadro pedagógico da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco. São eles: Guilherme Bonfanti, coordenador do curso de Iluminação, e Telumi Hellen, formadora de Cenografia e Figurino. 

 

Bonfanti é indicado pela iluminação da montagem “A História do Incrível Peixe Orelha”, enquanto Telumi foi lembrada no quesito Figurino, por seu trabalho na peça “Três Fios”. O corpo de jurados que cuidou das indicações foi composto por Bia Rosenberg, Dib Carneiro Neto, Gabriela Romeu e Marcelo Ventura. 

 

Cena de “A História do Incrível Peixe Orelha”

 

Os principais objetivos do evento são resgatar a cultura nacional e também valorizar o teatro infantil e jovem, incentivando as montagens teatrais e, consequentemente, descobrindo talentos. Esta edição conta, ainda, com uma nova categoria especial, direcionada ao tema sustentabilidade, o Prêmio Crystal Eco de Sustentabilidade.

 

A festa de premiação dos vencedores está prevista para abril. 

 

A seguir, na íntegra, a lista dos indicados do segundo semestre do 20º Prêmio FEMSA de Teatro Infantil 2012:

 

1 – Autor de texto original:

– Hernrique Sitchin – “Sonhatório”

– Sean Taylor – “A Linha Mágica”

– Ilo Krugli – “Ladeira da Memória ou Labirinto da Cidade”

– Marcelo Romagnoli – “Terremota”

 

2 – Autor de texto adaptado:

– Cristiane Paoli Quito e Cia. Simples – “Meu Pai É um Homem Pássaro”

– Milton Morales Filho – “O Empinador de Estrelas”

– Amauri Falseti – “Três Fios”

– Tito Sianini – “Rapunzel”

 

3 – Diretor:

– Henrique Sitchin – “Sonhatório”

– Eric Nowinski – “A Linha Mágica”

– Cristiane Paoli Quito – “Meu Pai É um Homem Pássaro”

– Marcelo Romagnoli – “Terremota”

 

4 – Cenógrafo:

– Kleber Montanheiro – “A História do Incrível Peixe Orelha”

– Marisa Bentivegna – “O Menino que Mordeu Picasso”

– Cecília Meyer, André Grinberg e Filipe Bregantim – “Circo de Borracha”

– Renato Bolelli – “A Pulga do Arquiteto”

 

5 – Figurino:

– Claudia Schapira – “Meu Pai É um Homem Pássaro”

– Kleber Montanheiro – “A História do Incrível Peixe Orelha”

– Telumi Hellen – “Três Fios”

– Claudia Schapira – “Terremota”

 

6 – Iluminação:

– Marisa Bentivegna – “Meu Pai É um Homem Pássaro”

– Mirella Brandi – “A Pulga do Arquiteto”

– Guilherme Bonfanti – “A História do Incrível Peixe Orelha”

– Marisa Bentivegna – “O Menino que Mordeu Picasso”

 

7 – Música originalmente composta:

– André Vac e Thomas Huszar – “A Linha Mágica”

– Natalia Mallo e Ramiro Murillo – “Meu Pai É um Homem Pássaro”

– Pedrão do Maranhão e Marquinhos Mendonça – “Ladeira da Memória ou Labirinto da Cidade”

– Dr. Morris e Tata Fernandes – “Terremota”

 

8 – Trilha sonora:

– Henrique Sitchin – “Sonhatório”

– Milton Morales Filho – “O Empinador de Estrelas”

 

9 – Melhor ator:

– Thomas Huszar – “A Linha Mágica”

– Otávio Dantas – “Meu Pai É um Homem Pássaro”

– Fábio Espósito – “O Menino que Mordeu Picasso”

– Guto Togniazzolo – “Terremota”

 

10 – Melhor ator coadjuvante:

– Armando Junior – “Totalmente Pastelão”

– Alexandre Cruz – “O Empinador de Estrelas”

– Edgar Bustamante – “A História do Incrível Peixe Orelha”

– Felipe Barros – “Rapunzel”

 

11 – Melhor atriz:

– Beatriz Mentone – “A Linha Mágica”

– Flávia Melman – “Meu Pai É um Homem Pássaro”

– Jacqueline Obrigon – “Terremota”

– Ziza Brisola – “A Pulga do Arquiteto”

 

12 – Melhor atriz coadjuvante:

– Luciana Paes – “Meu Pai É um Homem Pássaro”

– Bebel Ribeiro – “Por um Fio”

– Carmo Murano – “Totalmente Pastelão”

– Luciana Ramanzini – “A História do Incrível Peixe Orelha”

 

13 – Revelação:

– Gabriel Sitchin – “Sonhatório”

– Hugo Reis – “Sonhatório”

– Rafael Senatore – “Sonhatório”

 

14 – Categoria especial:

– Adriana Meirelles pelo vídeo cenário, ilustração e animação – “A Linha Mágica”

– Cia. Truks pelo pleno domínio da técnica de manipulação – “Por uma Estrela”

– Cia. Arthur-Arnaldo pelo trabalho contínuo dedicado ao público jovem

 

15 – Melhor produção:

– Cia. Truks – “Sonhatório”

– Platô Produções – “Meu Pai É um Homem Pássaro”

– A Fabulosa Companhia – “A Linha Mágica”

– Signorini Marketing e Eventos Ltda – “A História do Incrível Peixe Orelha”

 

16 – Melhor espetáculo infantil:

– “Sonhatório”

– “Meu Pai É um Homem Pássaro”

– “Linha Mágica”

– “Terremota”

 

17 – Melhor espetáculo jovem:

– “Ladeira da Memória”

– “Labirinto da Cidade”

 

 

Texto: Felipe Del