Ponto | O Amor do Anjo Pornográfico

Publicado em: 26/06/2012

E muito tem se falado em Nelson Rodrigues, especialmente neste ano, que celebra o centenário de nascimento de um dos maiores dramaturgos brasileiros. Uma curiosidade, dentre tantas, da vida desse gênio na arte de transpor para o papel os costumes e hipocrisias da sociedade, é como nasceu uma de suas principais peças, “Doroteia”.

O enredo trata de uma linda mulher que, após perder o filho, decide abandonar a vida de prostituição e alcançar a redenção na casa de três primas solteironas e recalcadas. Para aceitar Doroteia, as mulheres impõem uma condição: a de a prima ficar feia. Pois essa peça de história, em princípio, fantasiosa, mas que escancara e mistura as múltiplas faces do ser humano, foi dedicada à atriz e cantora lírica Maria Eleonora Xavier de Paiva, a Eleonor Bruno (1913-2004). Não sabe de quem se trata? É a mãe da atriz Nicette Bruno.

Eleonor, ou Nonoca, como era chamada pelos amigos mais íntimos, conheceu Nelson Rodrigues em 1948, quando levava a filha, então com 13 anos, para o Teatro Phoenix, no Rio. A menina estreava como atriz e a zelosa mamãe queria ficar de olho nela. Mal sabia Nonoca que ela é quem seria alvo dos olhares e galanteios do escritor. Resultado: tiveram um caso (Nelson Rodrigues era casado), que durou dois anos.

“Dorotéia” foi escrita em 1949 e encenada em 1950, no mesmo Teatro Phoenix, onde o romance teve início. Sobre Nonoca, Nelson Rodrigues costumava dizer, segundo o jornalista Ruy Castro, na biografia do autor, “O Anjo Pornográfico”: “Um bijou, um biscuit: pequenina, cabelos castanhos claros, cheinha de corpo, tímida e – o que deve ter tocado uma nota plangente nos músculos cardíacos de Nelson – soprano lírico”. É… pelo visto, o anjo, além de pornográfico, era um romântico.

Em tempo: em 2002, Beth Goulart, neta de Nonoca, encenou a peça “Doroteia Minha”, baseada nas cartas trocadas entre a avó e o dramaturgo. Uma homenagem comovente.

 

 

Texto: Majô Levenstein

Relacionadas:

Uncategorised | 14/ 07/ 2015

Ponto | Regras para montar um currículo de ator

SAIBA MAIS

Uncategorised | 30/ 06/ 2015

Ponto | O nu coletivo no teatro brasileiro

SAIBA MAIS

Uncategorised | 23/ 06/ 2015

Ponto | Pequena biblioteca para atores

SAIBA MAIS