Ponto | Cacilda, nossa estrela de primeira grandeza

Publicado em: 01/10/2013

O comediante americano W.C. Fields (1880-1946) costumava aconselhar quem estivesse começando a trilhar o caminho nos palcos: “Never work with children or animals” (em português, nunca trabalhe com crianças ou animais). Não que o ator tivesse algo contra ambos, mas é que atuar com qualquer um desses, para ele, seria a certeza de perder seu lugar na cena, tamanho o carisma que carregam.

Sem dúvida, o conselho é válido, mas como resistir ao encanto desse seres? Aqui na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, a mascote atende pelo nome de Cacilda, em homenagem à grande dama do teatro brasileiro, Cacilda Becker.

Cadela do tipo “sem raça definida”, Cacilda apareceu na Escola há três anos, em uma situação “interessante” e faminta. Acolhida imediatamente, depois de alguns meses deu à luz seis lindos filhotinhos, todos devidamente adotados. Depois disso, foi castrada e passou a viver na Sede Brás da Escola.

Hoje, ela mora na Sede Roosevelt e, aos fins de semana, costuma viajar com Ivam Cabral para casa dele, em Parelheiros.

E por que estamos relembrando tudo isso justamente nesta semana? Porque nesta sexta-feira, 4 de outubro (anote aí na agenda), é celebrado o Dia do Cachorro. A data foi escolhida por coincidir com a época da morte de São Francisco de Assis, padroeiro dos animais. Assim, parabéns à Cacilda e a todos os seus “irmãos” de quatro patas…





Texto: Esther Chaya Levenstein

 

Relacionadas:

Uncategorised | 14/ 07/ 2015

Ponto | Regras para montar um currículo de ator

SAIBA MAIS

Uncategorised | 30/ 06/ 2015

Ponto | O nu coletivo no teatro brasileiro

SAIBA MAIS

Uncategorised | 23/ 06/ 2015

Ponto | Pequena biblioteca para atores

SAIBA MAIS