Ponto | A Maldição do Segundo Dia

Publicado em: 02/11/2010

Você sabia que no teatro existe um mito chamado “A Maldição do Segundo Dia”? Reza a lenda que após uma estreia  bem sucedida, sem falhas técnicas ou dos atores, a apresentação do dia seguinte será um fracasso.

 
Muitos especialistas do teatro e artistas de longa data acreditam que essa “maldição” é verdadeira e até encontraram uma desculpa para justificar essa crença.
 
É sabido que no dia da estreia os atores ficam nervosos e, com isso, o corpo de todos no elenco fica repleto de adrenalina e é com esse estado de espírito que os artistas sobem ao palco.
 
A explicação para a “A Maldição do Segundo Dia” sugere que após liberar tanta energia, o corpo dos atores não consegue produzir o suficiente para o dia seguinte. Assim, seria normal uma queda no ritmo e na atenção.
 
O mesmo ocorre com todos do backstage, afinal, a tensão da estreia afeta também camareiras, eletricistas, iluminadores, cenógrafos, sonoplastas e outros envolvidos com a montagem.
 
Ciência ou crendice, o fato que quase todo artista já sentiu na pele os efeitos da “A Maldição do Segundo Dia”. E há até quem sugira uma receita caseira para combatê-la: colocar um abacaxi na coxia.
 
Funciona? Não há como garantir, mas, por via das dúvidas, se você está com sua estréia marcada, pode experimentar. Mal não fará. E, se não amenizar os efeitos da maldição, ao menos pode ajudar na sua digestão.

Relacionadas:

Uncategorised | 14/ 07/ 2015

Ponto | Regras para montar um currículo de ator

SAIBA MAIS

Uncategorised | 30/ 06/ 2015

Ponto | O nu coletivo no teatro brasileiro

SAIBA MAIS

Uncategorised | 23/ 06/ 2015

Ponto | Pequena biblioteca para atores

SAIBA MAIS