EN | ES

Participantes da oficina Olhares escrevem críticas sobre peças das Satyrianas

Publicado em: 16/11/2019

Como parte da oficina Olhares — Uma Poética da Crítica, um grupo de nove pessoas acompanha a programação da 20ª edição do festival Satyrianas, que acontece na região central de São Paulo, entre os dias 14 e 17 de novembro.

O coletivo é coordenado pelo crítico e professor amilton de azevedo, que ministra a oficina e acompanha a escrita dos textos. Os participantes escrevem acerca das peças que compõe as mostras Ouvir Contar e Autopeças, que têm curadoria da coordenadora de Dramaturgia da SP Escola de Teatro, Marici Salomão.

Confira as críticas:

>> O mundo do não visto pela janela
>> ‘Estado de Emergência’ ou as emergências do Estado?
>> Como dialogar entre os extremos?
>> Crítica de ‘Calibre 762 – Da pólvora ao peito’
>> O Estado nosso de cada dia
>> Rebobinar para não reproduzir
>> Quem salvará?
>> ex periência em e s tilha ç o s

 

Relacionadas:

Notícias | 14/ 12/ 2021

Satyrianas 2021: deixa ela falar

SAIBA MAIS

Notícias | 06/ 12/ 2021

Oficina Olhares: “É possível falar de masculinidade e feminilidade sem sermos binários?”, por Manfrin Manfrin

SAIBA MAIS

Notícias | 06/ 12/ 2021

Oficina Olhares: “Se algo de fato existe, ele é feito de carne e sangra”, por Clara Prado

SAIBA MAIS