Palestra Lei Aldir Blanc: Proclamando Futuros, com Pedro Leão, acontece nesta segunda-feira (24)

Publicado em: 24/05/2021

Acontece nesta segunda-feira, 24, a palestra Lei Aldir Blanc: Proclamando Futuros, ministrada pelo empreendedor criativo, ator e gestor cultural Pedro Leão. Rodrigo Barros, colaborador da SP Escola de Teatro, vai mediar a conversa.

Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro reúne 12 peças das 5 regiões do Brasil

O encontro visa apresentar o histórico do processo de implementação da Lei Aldir Blanc desde a Gestão de Sergio Sá Leitão, secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, até a execução dos projetos, como debate para entender a Lei como a principal política pública da história do Brasil e assim compreender seus desdobramentos e seu futuro próximo.

“Entre movimentações que trouxeram esperança ao setor cultural e criativo, caminhando para pequenos movimentos desde já em prol da sua renovação, vemos na LAB uma possibilidade de um futuro próspero para a Cultura Brasileira e uma resistência imediata à crise política e econômica do país”, comenta o palestrante.

Comunicadores convidados dialogam com 12 peças da Mostra Aldir Blanc na SP

O evento faz parte da 1ª Mostra Aldir Blanc na SP Escola de Teatro, evento que conta com 12 peças das 5 regiões do Brasil que foram contempladas pela lei.

É hoje e imperdível!

Quando: Hoje, segunda-feira (24/05) das 19h às 20h.

Youtube da SP Escola de Teatro– aberto ao público

Classificação livre

Palestrante Pedro Leão

Empreendedor Criativo e Ator, pós-graduado em Gestão Cultural pelo SENAC São Paulo e Bacharel e Licenciado em Teatro pela Universidade Anhembi Morumbi. É sócio-diretor da WeDo! Entretenimento, em São Paulo, em que atua na gestão de projetos culturais, principalmente com espetáculos e eventos no formato online. Em 2020, atuou na consultoria de projetos artísticos com aprovação de 64 dos 110 projetos inscritos. Foi produtor executivo de três edições da Mostra de Cenas Curtas, realizada pelo Instituto N de Arte e Cultura (INAC), e da 9a Mostra de Referências Teatrais de Suzano, com patrocínio da Petrobras, em 2013. Produziu ainda os espetáculos: “Gota D’Água” de Chico Buarque e Paulo Pontes, do Grupo Ato Falho (2017); “Rituais do Sofrimento”, do Teatro dos Ébrios (2018); e “Toda Nudez Será Castigada” de Nelson Rodrigues, do Teatro Condensado (2019), que realizou temporada do Teatro Sérgio Cardoso e SP Escola de Teatro, a convite da instituição e com recursos captados via Lei Rouanet. Além da produção local do espetáculo “E.L.A” de Jéssica Teixeira (2019), em apresentações em São Paulo, no SESC Pompeia.




Relacionadas:

Notícias | 15/ 10/ 2021

Processo seletivo curso técnico: SP Escola de Teatro abre seleção para 80 vagas

SAIBA MAIS

Notícias | 15/ 10/ 2021

Série Grandes Atrizes: Cacilda Becker

SAIBA MAIS

Notícias | 15/ 10/ 2021

O aprendizado que pode modificar nossas condições temporárias ou Um viva aos nossos professores

SAIBA MAIS