Os Satyros estreia 12º espetáculo exclusivo para meios digitais, Uma Canção de Amor

Publicado em: 07/05/2021

Uma Canção de Amor/ Crédito da foto: Laysa Alencar

A Cia Os Satyros estreia neste sábado, 8, o seu 12º espetáculo desenvolvido exclusivamente para os meios digitais, inspirado no único filme do escritor e dramaturgo francês Jean Genet, Um Chant D’amour (Uma Canção de Amor). A história fala sobre o romance apaixonado entre dois presidiários e quando estreou, em 1950, causou polêmica e censura na sociedade francesa da época, por seu conteúdo homoerótico.

Artista egressa da SP assina dramaturgia de peça sobre a luta de 4 mulheres na pandemia

O enredo é baseado em recortes da obra e vida do escritor, conhecido como “Poeta dos Marginais. A adaptação para o teatro digital fica sob a direção de Gustavo Ferreira e Rodolfo García Vázquez e a dramaturgia de Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez. No elenco estão Henrique Mello e Roberto Francisco, que também assinam o dramaturgismo do espetáculo.

Coletivo Coisa, de artistas egressos da SP, se apresenta no XV Festival de Teatro de Cabo Frio

Para Henrique Mello, contracenar com Roberto Francisco “é um grande privilégio”. Ele conheceu o amigo no Palacete dos Artistas, moradia pública paulistana para artistas na terceira idade, onde Roberto vive.

“Fiz assistência para o Rodolfo García Vázquez em um projeto no Palacete da Av. São João e foi quando nos conhecemos. Ele me contou das peças históricas que havia feito, muitas das quais eu havia estudado em livros ainda quando morava em Sorocaba. Gostei dele de cara e logo imaginei que um dia trabalharíamos juntos. Fizemos em 2017 a peça ‘O Incrível Mundo dos Baldios’, do Satyros. Apesar de estarmos no mesmo elenco, não contracenávamos. Agora, chegou avez de realizar esse sonho”, comenta o artista.

Uma Canção de Amor Crédito da foto: Laysa Alencar

Uma Canção de Amor
Sinopse: Uma ode poético-erótica através do olhar de Jean Genet, em que dois prisioneiros, um
homem de meia idade e um senhor de oitenta anos, cada um em sua cela, divagam em
sonhos lascivos criando a imagem do outro, alimentando seus gozos e mais íntimos
fantasmas.

Temporada: de 08 a 30 de maio | apresentações online e ao vivo
Horários: sábados às 21h e domingos às 18h / Ingressos: gratuitos e R$10,00
Onde assistir: sympla/espacodigitaldossatyros
Duração: 45 min / Classificação etária: 16 anos / Gênero: drama




Relacionadas:

Notícias | 27/ 10/ 2021

Miguel Arcanjo Prado e Ellen de Paula debatem sobre a 3ª edição do Festival Dona Ruth em live transmitida pela SP

SAIBA MAIS

Notícias | 27/ 10/ 2021

“Acervo da biblioteca da SP é fundamental para pesquisadores de dramaturgia brasileira”, afirma Luiz Campos, doutorando da Unesp

SAIBA MAIS

Notícias | 27/ 10/ 2021

O que é complicação?

SAIBA MAIS