Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
EN | ES

Os Condenados, novo espetáculo da Cia. Os Satyros, estreia sábado (6) no espaço do grupo na Praça Roosevelt

Publicado em: 04/08/2022

Foto: André Stefano

Neste sábado, 6, estreia Os Condenados, o mais novo espetáculo da Cia Os Satyros, no espaço da Cia. teatral na praça Roosevelt. Inovando com um realismo fantástico e abusando das metáforas, a companhia coloca em cena pombos que, capazes de se comunicarem tal qual os humanos, se reproduzem e dominam o mundo. A temporada acontece às sextas e sábados, às 21h, e domingos às 19h.

Confira como foi a oficina de Circo oferecida por estudantes da SP Escola de Teatro na Fundação Casa do Brás

Com texto de Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro, e Rodolfo García Vázquez, coordenador de direção da mesma, a trama conta a história de personagens-pássaros que, nascidos na Praça das Condenadas, em São Paulo, se reproduzem e se espalham por diferentes partes do planeta, ocasionando sua dominação. Tais figuras foram capazes de desenvolver a capacidade linguística e, por isso, conquistaram lugares no meio político, artístico, cientifico, esportivo e em outros múltiplos setores da sociedade.

Confira como foi a oficina de Circo oferecida por estudantes da SP Escola de Teatro na Fundação Casa do Brás

Nesse contexto, através da metáfora, é elaborada uma crítica à propagação do movimento conservador e reacionário global, pungente na atualidade. Para isso, a peça alterna entre dois espaços cênicos, um na instância de microcosmo, dentro da cabeça de uma mulher solitária que enfrenta seus fantasmas, e no macrocosmo, num viés político que traz um olhar coletivo e social. A protagonista, chamada Antena, sofre de uma compulsão na qual conta números sem parar, ela é a primeira a ter contato com a pomba falante que vai morar em sua casa, dando início à situação que com o tempo fica fora de controle.

Foto: André Stefano.

Em entrevista à imprensa, Rodolfo García Vázquez, que além de autor também dirige a peça, comentou sobre a temática:

“O texto nos leva para um universo mais metafórico, menos realista, e buscamos muitas referências tanto em cinema, quanto em literatura e teatro, referências mais góticas, mais surrealistas também, para nossa encenação. Acho que é um espetáculo bastante diferente do que temos feito nos últimos tempos, estamos buscando caminhos muito interessantes. ”

Série Teatro de Grupo em São Paulo: conheça o Bando Trapos

Saiba mais sobre Os Satyros:

A Companhia de Teatro Os Satyros foi fundada em São Paulo, em 1989, por Ivam Cabral, diretor executivo da SP Escola de Teatro, e Rodolfo García Vázquez, coordenador do curso de direção. Principais responsáveis pela revitalização da Praça Roosevelt – ao chegarem ali o local era considerado um dos mais perigosos do centro da cidade – Os Satyros têm realizado importante trabalho social. Desde a sua chegada à Praça Roosevelt, o grupo realiza, no início da primavera, a maratona cultural Satyrianas. Em seu curriculum, Os Satyros produziram mais de 140 espetáculos, se apresentaram em 36 países e, das mais de 267 nomeações, receberam 132 prêmios – incluindo os maiores do teatro brasileiro, como APCA, Shell, Mambembe, APETESP e Governador do Estado.




Relacionadas:

Notícias | 17/ 08/ 2022

Tradutor de Silêncios, peça com textos de Mia Couto, estreia na sede Roosevelt da SP nesta sexta (19)

SAIBA MAIS

Notícias | 17/ 08/ 2022

Marici Salomão e Rodolfo García Vázquez participam de evento promovido pelo CPT do Sesc sobre dramaturgias moduladas pela tecnologia

SAIBA MAIS

Notícias | 17/ 08/ 2022

Fundação das Artes de São Caetano abre inscrições para a Mostra de Cenas Curtas de 2022

SAIBA MAIS