EN | ES

Sede Brás da SP Escola de Teatro diverte crianças do bairro em última edição de 2022 do projeto Tendas da Cidadania; confira!

Publicado em: 13/12/2022 |

Foto: João Rodrigo

Aconteceu no último sábado, 10, das 10h às 13h30, na sede Brás da SP Escola de Teatro, a última edição do ano do projeto Tendas da Cidadania, do Centro de Direitos Humanos e Cidadania do Imigrante (CDHIC), no qual são promovidas atividades lúdicas e recreativas para crianças de 6 a 12 anos. Em consonância com as ações de conscientização que a SP vem realizando nos últimos meses, a temática dessa edição foi sobre o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Estudantes e colaboradores da SP Escola de Teatro marcam presença no lançamento da instalação Carolina Maria de Jesus, na Biblioteca Adelpha Figueiredo

João Rodrigo e Renata Morello, analistas de projetos do Programa Oportunidades, estavam presente no evento e relataram a importância do papel da SP Escola de Teatro ao receber as atividades de arte e cultura em relação com a comunidade:

“A parceria criada com o CDHIC (Centro de Direitos Humanos e Cidadania do Imigrante) foi muito importante para Escola, pois é representativa de uma aproximação mais ampla que estamos fazendo com o território do Brás, especificamente com a população imigrante. O projeto consistiu na ação chamada ‘Tendas da Cidadania’, que tinha o intuito de abordar temas de direitos e cidadania do imigrante com crianças e adolescentes residentes, em sua maioria, aos arredores da Sede da Escola.”

Foto: Renata Morello

Dezenas de crianças se divertiram no pátio da Escola, assim como na Biblioteca, que ficou pela segunda vez aberta aos sábados, exclusivamente para os pequenos. Arte educadores e monitores propuseram muitas brincadeiras que estimularam a conscientização e a reflexão sobre a importância do conhecimento dos direitos humanos na vida em sociedade.

Além desse importantíssimo tema, ao longo do ano o Tendas da Cidadania trouxe diversos assuntos de dimensão social, sempre se preocupando com a abordagem destinada ao público jovem. Relembramos alguns deles: Emoções, que proporcionou a reflexão sobre como lidar com os sentimentos; Primavera, que estimulou a conscientização e a reflexão sobre as questões ambientais e sustentáveis; Folclore no Brasil, que teve brincadeiras e discussões sobre os mitos, danças, festas e demais costumes culturais típicos do Brasil; Vivemos para ser Livres, que fez o público entender um pouco mais sobre trabalhos análogos a escravidão e exploração infantil; Mulheres do Mundo, que homenageou o dia internacional da mulher no mês de março.

François Moretti, estudante egresso de iluminação da SP Escola de Teatro, revela a importância da instituição na sua carreira artística em Valência, na Espanha

O CDHIC foi criado em 2009 e tem o objetivo de organizar, realizar, desenvolver e articular ações que incentivem a construção de uma política migratória que respeite os direitos humanos das pessoas em situação de refúgio e imigrantes em geral. Há na organização quatro principais áreas de atuação: incidência e ‘advocacy’ nos espaços de decisão, promoção do direito das crianças e adolescentes, defesa de direitos do imigrantes e refugiados e mobilização e articulação de redes e parcerias.

“A parceria nos trouxe muito aprendizado e criação de uma rede como uma importante instituição, com grande impacto social, com o CDHIC”, reiteram os analistas de projetos.

Confira a galeria de fotos:




Relacionadas:

Notícias | 24/ 06/ 2024

Estudantes da SP Escola de Teatro apresentam a Mostra de Experimentos do 1º semestre de 2024

SAIBA MAIS

Notícias | 21/ 06/ 2024

SP Escola de Teatro, por meio do Programa Oportunidades, realiza oficinas para jovens da Fundação CASA Rio Tâmisa

SAIBA MAIS

Notícias | 21/ 06/ 2024

Espetáculo “2 Palitos” entra em cartaz em julho na SP Escola de Teatro

SAIBA MAIS