Lançamento do Livro “#mdrama” no SP Dramaturgias

Publicado em: 28/11/2012

“Muito bom!!! Nem acredito que estou com o livro nas mãos. Fiquei muito feliz de ter um trabalho meu entre as peças selecionadas”, dizia, sem esconder o entusiasmo, Gustavo Guimarães, aprendiz de Direção, que já concluiu os quatro módulos do curso de Humor na SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco. Tanta empolgação era pelo lançamento do livro “#mdrama”, da Editora Amigos da Praça, ontem (27), na Sede Roosevelt da Instituição.

A obra reúne os tweets vencedores do Concurso Cultural Minidrama, criado pela Escola em 2010. Nele, os participantes deveriam escrever uma peça de teatro no Twitter, ou seja, usando menos de 140 caracteres, com a hashtag #mdrama. “Quando vimos que recebemos mais de 2 mil trabalhos, entendemos que o projeto tinha dado muito certo”, conta Marici Salomão, coordenadora do curso de Dramaturgia da SP Escola de Teatro, que ao lado do ator Otávio Martins,  da diretora Noemi Marinho e do jornalista e dramaturgo Sérgio Roveri, fez parte do corpo de jurados, responsável pela seleção das melhores obras. “Gosto de dizer que os minidramas são flechas de poesia”, diz Marici.

 





Cena da leitura dramática de alguns dos textos do livro “#mdrama”, no SP Dramaturgias, ontem à noite (Foto: SP Escola de Teatro)

 

A noite de lançamento foi especial. Aprendizes de Humor e Atuação, dirigidos pelo ator e diretor convidado Gilberto Gawronski, leram alguns desses minidramas dentro do projeto SP Dramaturgias. Os trabalhos escolhidos para a leitura foram os dos seguintes autores: @Andrius, @EberRodrigues, @Toledoanna, @Gasparneto, @MarioGarrone, @Rkobashi, @AlexAraújo, @Guga Tobi, @Rafael João, @Caioborel, @Eversonbertucci e @Danielgrazianed.

No elenco, estavam Fernando Lopes, Herácliton Caleb, Juan Tellategui, Lauanda Portela, Natália Baviera, Nayara Rocha, Priscila Gomes, Renata Konsso, Stella Menz e Valter Bastos, do curso de Atuação, e Marcelo Oriani e Marcus Mazieri, de Humor.

“O que a gente viu aqui, nesta noite, foi algo muito especial… Foi desafiador dirigir esses aprendizes, em tão pouco tempo, com um material tão rico e diferenciado. Gostei muito. A Escola está de parabéns pela iniciativa”, disse Gawronski, depois da apresentação.

“Esse projeto nasceu de conversas pela Escola, mostrando o caráter horizontal da Instituição. Foi uma experiência desafiadora, contemporânea, provocadora, como o teatro deve ser”, afirmou, satisfeito com o resultado, o diretor executivo da SP Escola de Teatro, Ivam Cabral.

Para encerrar a festa, um vídeo, produzido por aprendizes de Sonoplastia, sob a supervisão do coordenador do curso, Raul Teixeira, trazia a sonorização de alguns dos minidramas do livro. Enquanto o filme era exibido, atores, leitores, aprendizes, coordenadores e o público em geral brindavam à noite literária.
 

 

Texto: Majô Levenstein

 

Relacionadas:

Uncategorised | 16/ 12/ 2021

16 de dezembro é dia do Teatro Amador: Conheça mais sobre essa importante prática cultural brasileira!

SAIBA MAIS

Notícias | 03/ 11/ 2021

Danilo Dal Lago, artista egresso da SP, estreia peça que contrapõe escritor periférico e mercado editorial

SAIBA MAIS

Notícias | 28/ 10/ 2021

Maria Bonomi inaugura obra no Memorial da América Latina que homenageia vítimas da pandemia

SAIBA MAIS