Fundo Marlene Colé de ajuda a artistas e técnicos precisa de doações

Publicado em: 20/07/2020

São mais de 15 mil artistas das artes cênicas em São Paulo que estão sem qualquer tipo de renda nesta pandemia.

Pensando neles, o Fundo Marlene Colé, administrado pela APTI – Associação de Produtores Teatrais Independentes, busca ajudar quem mais precisa.

Mas, para isso, depende de doações constantes, que são revertidas em cestas básicas e auxílio alimentação para os nossos artistas e técnicos mais necessitados.

“Todo apoio nesse momento tão sensível é bem vindo”, afirmam os organizadores. Se você deseja contribuir ou está precisando de ajuda, pode obter mais informações neste site.

 

CULTURA EM CASA

Assim como outros equipamentos, a SP Escola de Teatro criou uma programação especial na internet para oferecer ao seus seguidores. Assim, está disponível uma série de conteúdos multimídia, como vídeos de espetáculos e de palestras e bate-papos de nomes como as atrizes Fernanda Montenegro, Nathalia Timberg e Denise Fraga, a monja Coen, a escritora Adélia Prado e o pastor Henrique Vieira, além de cursos gratuitos a distância.

O acervo ainda inclui filmes produzidos pela Escola Livre de Audiovisual (ELA) – iniciativa da Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap), gestora da SP Escola de Teatro – em parceria com instituições internacionais, com a Universidade das Artes de Estocolmo (Suécia).

#culturaemcasa #teatroemcasa

 




Relacionadas:

Notícias | 15/ 10/ 2021

Processo seletivo curso técnico: SP Escola de Teatro abre seleção para 80 vagas

SAIBA MAIS

Notícias | 15/ 10/ 2021

Série Grandes Atrizes: Cacilda Becker

SAIBA MAIS

Notícias | 15/ 10/ 2021

O aprendizado que pode modificar nossas condições temporárias ou Um viva aos nossos professores

SAIBA MAIS