Fábio Porchat conduz aula inaugural da SP Escola de Teatro

Publicado em: 21/07/2014

As aulas do segundo semestre da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco terão início neste sábado (26), às 10h, na Sede Brás. O convidado para conduzir a aula inaugural será o ator, humorista e comediante Fábio Porchat, um dos idealizadores do Porta dos Fundos, que abrirá o período letivo com sua característica irreverência.

 

(Foto: Divulgação)

 

O convidado

Nascido no Rio de Janeiro, Porchat viveu até os 19 anos em São Paulo. Em 2002, foi ao programa do Jô Soares, e apresentou uma esquete de sua autoria, baseado no seriado “Os normais”. Foi quando decidiu seguir a carreira de ator. Mudou-se para o Rio de Janeiro e formou-se na CAL – Casa de Artes das Laranjeiras.

 

Seu primeiro trabalho foi “Infraturas” (2005/2006), peça composta por suas próprias esquetes. Na televisão, seu trabalho como roteirista inclui “Zorra total”, “Junto & misturado”, “Os caras de pau” e “Esquenta”. Atuando na televisão, foi apresentador do programa “De perto ninguém é normal”, na GNT, em 2008.

 

Na TV Globo, integrou o elenco de “Junto & misturado”, em 2010; interpretou o personagem Junior em “A grande família”; e foi protagonista, juntamente com Miá Mello, na série “Meu passado me condena”, no Multishow, com duas temporadas completas.

 

É autor de diversas peças teatrais: “Faz sentido”, “Olho de boneca”, “Elas morrem no fim”, “Calabouço” e “Velha é a mãe” (encenada em diversas cidades do Brasil, 2º lugar no concurso promovido pelo CCBB/RJ, em 2006). No mesmo ano, seu esquete “O crítico” ganhou o Prêmio do Júri Popular, no Salão Carioca de Humor.

 

Em 2006 passou a integrar o primeiro grupo de comédia stand up do Brasil, o “Comédia em pé”, no qual permaneceu até 2011. Em 2008, produziu e dirigiu a montagem de “Pic nic no front”, de Fernando Arrabal, e se apresentou no maior festival de humor do Japão, na cidade de Chiryu. 

 

Em 2009, escreveu, produziu e dirigiu a peça “Palavras na brisa noturna”, texto livremente inspirado no livro “As boas mulheres da china”, da jornalista chinesa Xinran Xue. A peça foi encenada em São Paulo e no Rio. Em 2010 entrou em cartaz com seu solo de stand up “Fora do normal”, apresentando-se em diversas cidades do País.

 

Em 2012, juntamente com Ian SBF, Gregório Duvivier, João Vicente de Castro e Antônio Tabet, fundou a produtora de vídeos Porta dos Fundos, cujo canal no Youtube tornou-se um fenômeno de audiência e de inscrições em menos de um ano de existência – são 9.500.000 inscritos e 1.100.000.000 de visualizações. A produtora também criou o canal Fundos da Porta, para exibição dos “making of” dos vídeos e, recentemente, lançou o Backdoor, com os vídeos legendados, exclusivamente para o mercado internacional.

 

Sua participação em produções cinematográficas incluem “Teste de elenco – O filme”, primeiro longa brasileiro a ser lançado exclusivamente na Internet, dirigido por Ian SBF e Osíris Larkin. Também atuou no curta-metragem “O lobinho nunca mente”, que recebeu, entre outros, o 2º lugar no Festival de Curtas do canal AXN. Em 2012, participou do longa-metragem “Totalmente Inocentes”.

 

Em 2013 estreia a comédia “Vai que dá certo”, dirigida por Maurício Farias. Foram quase 3 milhões de espectadores,uma das maiores bilheterias do cinema nacional. Também em 2013 participa dos longas “O concurso” e “Meu passado me condena”. Os três longas estão entre os 10 filmes com maior público no ano.

Relacionadas:

Notícias | 03/ 11/ 2021

Danilo Dal Lago, artista egresso da SP, estreia peça que contrapõe escritor periférico e mercado editorial

SAIBA MAIS

Notícias | 28/ 10/ 2021

Maria Bonomi inaugura obra no Memorial da América Latina que homenageia vítimas da pandemia

SAIBA MAIS

Uncategorised | 01/ 10/ 2021

Festival Satyricine Bijou anuncia vencedores da mostra competitiva e homenageia a atriz e cineasta Helena Ignez

SAIBA MAIS