Dramaturgia Própria

Publicado em: 22/11/2011

(Arte: Rodrigo Meneghello)

 

Diferente da maioria, o segundo núcleo do Módulo Vermelho a se apresentar na semana do Experimento não se baseia em um texto já existente; eles possuem um de própria autoria, escrito pelo aprendiz de Dramaturgia Paulo Pereira.

 

Após a primeira apresentação do dia, aprendizes, formadores e coordenadores dos cursos da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco partem, às 12h, em direção ao Espaço dos Satyros 2, no centro de São Paulo, para assistir à apresentação do grupo “Saruêgo”.

 

O projeto é “resultado do processo de trabalho dos artistas residentes Roberto Alvim e Lucienne Guedes (de Dramaturgia e Atuação, respectivamente)”, revela o aprendiz de Dramaturgia Paulo Pereira. O objetivo é fazer monólogos irregulares, ou seja, trazer à cena uma narrativa fragmentada, porém, sem deixar de estar inteiramente interligada.

 

O ponto central da história é uma jovem viciada em drogas e a proposta é fazer uma transmutação do sujeito. No começo, não havia quem fizesse o texto, por isso estava sem dramaturgia. Até a chegada de Pereira.

 

Os artista convidados, segundo o diretor do projeto, ficaram responsáveis por intermediar essa adaptação de roteiro. A cenografia e figurino fazem menção à imagem tida pelos aprendizes em uma visita a um dos locais mais perigosos de São Paulo. “Quando visitamos a Cracolândia, observamos as pessoas andarem com muita atenção e medo, toda hora se entreolhando, por isso, arrumamos as cadeiras, sem muita ordem, para que o público ficasse com a mesma sensação”, explica a aprendiz de Cenografia e Figurino Gabriela Barreiros.

 

A iluminação e a sonoplastia trabalharam em conjunto, na intenção de realizar um jogo de sons e luzes que atingisse todo o espaço cênico. “A luz, em conjunto com o som que extraímos do aquário, cria uma ambientação bacana. Além disso, cada um de nós tem uma nota para se basear, no entanto, no final das contas, haverá muita improvisação”, comenta o aprendiz de Sonoplastia Leo Saldanha.

 

 

Para saber os horários e os locais de apresentação de “Saruêgo” e de outros projetos, clique aqui.

 

 

Ficha Técnica

Humor: Marisa Pereira e Sergio Andrade

Cenografia e Figurino: Gab Barreiros

Direção: Eduardo Brito, Renato Neves, Leonardo França e Leonardo Mussi

Dramaturgia: Paulo Ferreira

Iluminação: Arnaldo Santini

Sonoplastia: Carlos Eduardo, Léo Saldanha, Alex Fradico e Márcio Mendes

Técnicas de Palco: Francine Moreira

 
 
Texto: Jéssika Lopes

Relacionadas:

Uncategorised | 16/ 12/ 2021

16 de dezembro é dia do Teatro Amador: Conheça mais sobre essa importante prática cultural brasileira!

SAIBA MAIS

Notícias | 03/ 11/ 2021

Danilo Dal Lago, artista egresso da SP, estreia peça que contrapõe escritor periférico e mercado editorial

SAIBA MAIS

Notícias | 28/ 10/ 2021

Maria Bonomi inaugura obra no Memorial da América Latina que homenageia vítimas da pandemia

SAIBA MAIS