Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.
EN | ES

Dramaturgia criada por estudante durante curso de extensão da SP estreia em julho no RJ

Publicado em: 07/07/2022

Paty Lopes. Foto: Divulgação

A Fúria dos Modernistas, peça escrita e idealizada por Paty Lopes, dramaturga e crítica teatral, durante curso de extensão da SP, estreou em julho em dois espaços culturais da cidade do Rio de Janeiro. O texto põe em cena um embate histórico entre Anita Malfatti, artista plástica que foi destaque na Semana de Arte Moderna de 1922, e o escritor Monteiro Lobato, que se posicionou contra o movimento e teceu duras críticas ao trabalho da pintora.

Processo Seletivo 2/2022: Confira os aprovados para turmas do 2º semestre de 2022

A estreia da peça assinala a celebração do centenário do movimento histórico que abalou a elite intelectual dos anos 1920 e traz uma nova perspectiva acerca do período. Segundo a autora, uma das fontes de inspiração e pesquisa para a escrita do projeto foi o curso de extensão da SP Escola de Teatro “Em busca de identidade: a Semana de Arte Moderna, de 1922 a cem anos depois”, ministrado pelo historiador e produtor cultural Leandro Fazolla, no final de 2021. Paty assinala que o tema foi um dos fatores determinantes para que ela se inscrevesse no curso, o qual foi uma experiência essencial para o seu processo criativo:

“Eu já estava pesquisando o tema e o curso foi fundamental para que eu pudesse confirmar alguns fatos, me aprofundar em temas como antropofagia e o contexto histórico da Semana de 22, além de refletir sobre os impactos do evento nos dias atuais. A cada aula eu ia encontrando novos caminhos para a construção desse embate, que inclusive foi um dos temas em uma aula sobre a produção e carreira da Malfatti”, explica a dramaturga.

SP Escola de Teatro recebe a jornalista Rosane Borges para o lançamento de seu novo livro Fragmentos do Tempo Presente; saiba como foi!

Após ter sido selecionada pela ação “Dramaturgias em Leituras”, a peça realizou sua primeira apresentação no Teatro Prudential, no Rio de Janeiro, e contou com a direção de Maria Siman e Gilberto Bartholo. O espetáculo também será montado no dia 5 de agosto, às 19h, na Scuela di Cultura, em Niterói (RJ). As interpretações serão feitas pelos atores Alexandre Lino e Mariana Rodriguez.

SP Escola de Teatro oferece aulas de português gratuitas para imigrantes e refugiados

O diretor da apresentação, Gilberto Bartholo, comenta que o texto dramático possui uma gigantesca potencialidade e que o trabalho de Paty traz um ponto de vista original e marcante sobre as temáticas tratadas:

“A Fúria dos Modernistas é fruto da profunda sensibilidade dessa dramaturga estreante no universo teatral, excepcional revelação no universo da dramaturgia brasileira, que chega, de forma sutil e inteligente para homenagear e valorizar os artistas que corajosamente lutaram por uma arte livre do engessamento estético”.

 




Relacionadas:

Notícias | 17/ 08/ 2022

Tradutor de Silêncios, peça com textos de Mia Couto, estreia na sede Roosevelt da SP nesta sexta (19)

SAIBA MAIS

Notícias | 17/ 08/ 2022

Marici Salomão e Rodolfo García Vázquez participam de evento promovido pelo CPT do Sesc sobre dramaturgias moduladas pela tecnologia

SAIBA MAIS

Notícias | 17/ 08/ 2022

Fundação das Artes de São Caetano abre inscrições para a Mostra de Cenas Curtas de 2022

SAIBA MAIS