Cursos de Cinema e TV em Cuba

Publicado em: 27/02/2012

Estudantes brasileiros que estão procurando por especialização na área de cinema e TV terão a oportunidade de estudar fora do País. Até o dia 10 de março, a Escola Internacional de Cinema e TV de Cuba (EICTV) está com as inscrições abertas para o processo seletivo 2012/2015. No Brasil, as provas serão aplicadas nos dias 16 e 17 de março, nas seguintes cidades: Belo Horizonte/MG; Recife/PE; Florianópolis/SC; Goiânia/GO e Belém/PA.

 

Escola Internacional de Cinema e TV de Cuba (Imagem: Reprodução)

 

A instituição oferece oito cursos de especialização, todos com três anos de duração. São eles: Direção, Produção, Roteiro, Fotografia, Som, Documentário, Edição e TV e Novas Mídias (especialidade nova). Cada candidato pode optar por apenas uma destas especializações.

 

Do Brasil, serão selecionados de quatro a seis candidatos, que integrarão um grupo composto por 40 estudantes de todo o mundo, principalmente da América Latina. Os cursos têm previsão de início para setembro de 2012 e término em julho de 2015. 

 

Para efetuar as inscrições, os candidatos devem ter entre 22 e 29 anos e seguir os seguintes passos: 

 

1) Preencher e enviar por e-mail a ficha de inscrição, indicando o local onde fará os exames. O candidato deve levar uma cópia impressa da ficha de inscrição, no dia da prova;

2) Apresentar certificados de estudos que demonstrem que concluiu dois anos de estudos sistemáticos, técnicos ou universitários em qualquer carreira; 

3) Apresentar seu currículo impresso;

4) Apresentar carta de motivação, com não menos que 3 laudas, que justifique seu interesse em estudar cinema. No caso de este texto estar em português, o candidato deve apresentar uma cópia em espanhol;

5) Apresentar um autorretrato do candidato, em qualquer suporte, técnica ou formato;

6) Apresentar um arquivo pessoal (portfólio), com materiais em cine, vídeo, foto fixa, música, artes gráficas, literatura, teatro, imprensa, e outros, em cuja elaboração haja participado ou desempenhado um papel significativo e criativo;

7) Pagar a taxa de inscrição de 50 reais (o valor deve ser pago em dinheiro, no dia da prova);

8) Entregar seis fotos, tamanho 10×10. Uma das fotos deverá ser afixada na ficha de inscrição;

9) Certificado médico de aptidão física e mental;

 

Vale lembrar que os documentos e materiais serão entregues no dia 16 de março, antes da realização dos exames escritos.

 

A primeira etapa do processo de seleção consiste em duas provas escritas, sendo uma de conhecimentos gerais e a outra correspondente à especialização que escolheu. Os aprovados nestes testes passarão por entrevista oral no dia seguinte (17). Então, a comissão julgadora realiza uma pré-seleção, indicando os melhores candidatos em cada especialização. Se houver a necessidade, algumas entrevistas serão realizadas no domingo (18). 

 

Candidatos vindos de outras cidades terão prioridade na ordem das entrevistas e todo o processo é realizado em português. Ao término das provas, o material e a documentação dos selecionados serão enviados para a EICTV, em Cuba, onde o conselho docente da própria instituição faz a seleção final. A lista com os nomes dos candidatos aprovados deve ser anunciada na segunda quinzena de junho. 

 

As fichas de inscrição são disponibilizadas pela internet nos sites da Associação Curta Minas; Fundação Clóvis Salgado; Fundação Joaquim Nabuco; Agepel; Sintracine; Instituto de Artes do Pará  e pelo blog www.eictvpara.blogspot.com

 

Após o preenchimento, a ficha de inscrição deve ser enviada para o e-mail eictvbrasil@gmail.com. O site oficial da EICTV é  www.eictv.org.

 

 

Texto: Felipe Del

Relacionadas:

Uncategorised | 16/ 12/ 2021

16 de dezembro é dia do Teatro Amador: Conheça mais sobre essa importante prática cultural brasileira!

SAIBA MAIS

Uncategorised | 03/ 11/ 2021

Danilo Dal Lago, artista egresso da SP, estreia peça que contrapõe escritor periférico e mercado editorial

SAIBA MAIS

Uncategorised | 28/ 10/ 2021

Maria Bonomi inaugura obra no Memorial da América Latina que homenageia vítimas da pandemia

SAIBA MAIS