Criadora da Feira Preta, Adriana Barbosa faz live do Memorial

Publicado em: 21/07/2020

Criadora da Feira Preta, Adriana Barbosa participa da live no Instagram do Memorial da América Latina  para celebrar o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. Será nesta sexta, 24 de julho, às 19h. 

A entrevista fica a cargo de Luciana Latarini Ginezi, diretora do Centro Brasileiro de Estudos da América Latina (CBEAL).

Há 28 anos, mulheres negras se reuniram em Santo Domingos, na República Dominicana, para debater formas de combate ao racismo e ao machismo presentes na sociedade. A partir desse encontro, foi criado o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha, comemorado no dia 25 de julho.

No Brasil, desde 2014, neste mesmo dia é também celebrado o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra, em homenagem à líder quilombola que viveu no Mato Grosso no século XVIII.

Adriana Barbosa, idealizadora do Festival Feira Preta, vai falar sobre os desafios enfrentados por mulheres negras, em um país onde o machismo e o racismo ainda são cotidianamente manifestados na sociedade.

Adriana vai contar também como foi a sua trajetória de sucesso à frente da Feira Preta, que em 18 anos de existência,  representa o que há de mais inventivo e inovador na criatividade negra em diferentes segmentos: o empreendedorismo,  tecnologia, literatura,  música,  artes digitais, passando também pelos painéis sobre reflexões contemporâneas da existência negra. No ano passado, o Memorial da América Latina foi palco de mais uma edição do evento. 

https://www.instagram.com/p/CC335xhhE28/?utm_source=ig_web_copy_link

 

CULTURA EM CASA

Assim como outros equipamentos, a SP Escola de Teatro criou uma programação especial na internet para oferecer ao seus seguidores. Assim, está disponível uma série de conteúdos multimídia, como vídeos de espetáculos e de palestras e bate-papos de nomes como as atrizes Fernanda Montenegro, Nathalia Timberg e Denise Fraga, a monja Coen, a escritora Adélia Prado e o pastor Henrique Vieira, além de cursos gratuitos a distância.

O acervo ainda inclui filmes produzidos pela Escola Livre de Audiovisual (ELA) – iniciativa da Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap), gestora da SP Escola de Teatro – em parceria com instituições internacionais, com a Universidade das Artes de Estocolmo (Suécia).

#culturaemcasa #teatroemcasa

 




Relacionadas:

Notícias | 18/ 10/ 2021

Atores e dramaturgos periféricos são destaque no festival de teatro online da Trupe Investigativa Arroto Cênico

SAIBA MAIS

Notícias | 18/ 10/ 2021

Andanças pelo Teatro Mundial: SP entrevista a premiada dramaturga, performer e diretora sul-africana Napo Masheane

SAIBA MAIS

Notícias | 18/ 10/ 2021

O que é auto-teatro?

SAIBA MAIS