Christiane Riera por Bel Kowarick

Publicado em: 14/05/2012

Christiane Riera (Foto: Acervo pessoal)

 

Chris se foi.

Conheci Chris e engatei numa conversa interminável. Era mineira, boa de papo, linda e insuportavelmente inteligente. Ela amava o teatro e eu amava falar de teatro com ela. Generosa e sempre entusiasmada, era de longe a melhor companhia para ver uma peça e depois falar, falar, falar da peça, da vida, do mundo, dos filhos, dos amores, dos desamores, uma conversa sem fim. Parece que a conversa parou no meio. Ficou um vácuo, um espaço vazio.

Amiga querida, sentirei uma saudade imensa. Foi um privilégio ter você por perto, você vai fazer uma falta louca. Lembrarei de você iluminando nossas ideias, me tirando do trivial e me levando sempre para um lugar mais elevado.
 

Com amor, Bel.

 

 

Acesse os verbetes de Christiane RIera e Bel Kowarick.

 

Veja outras homenagens:

O Epílogo de Christiane Riera

Christiane Riera por Lenise Pinheiro

Christiane Riera por Célia Forte

Christiane Riera por Lucianno Maza

Christiane Riera por Gabriela Mellão

Christiane Riera por Sérgio Roveri

Christiane Riera por Luiz Fernando Ramos

Christiane Riera por Roberto Alvim

Christiane Riera por Ivam Cabral

Christiane Riera por Sílvia Lourenço

Christiane Riera por Marici Salomão

Relacionadas:

Uncategorised | 16/ 12/ 2021

16 de dezembro é dia do Teatro Amador: Conheça mais sobre essa importante prática cultural brasileira!

SAIBA MAIS

Notícias | 03/ 11/ 2021

Danilo Dal Lago, artista egresso da SP, estreia peça que contrapõe escritor periférico e mercado editorial

SAIBA MAIS

Notícias | 28/ 10/ 2021

Maria Bonomi inaugura obra no Memorial da América Latina que homenageia vítimas da pandemia

SAIBA MAIS