Cenografia brasileira em debate

Publicado em: 21/03/2014

 

Como definir hoje a profissão de um cenógrafo? Quais os novos limites para a criação cenográfica? Qual seria o espaço ideal para a encenação teatral nos nossos dias?

 

São questões como essas que movem o encontro “Cenografia brasileira em debate”, que reunirá Antunes Filho, José Dias, José de Anchieta e Vera Hamburger, com mediação de J.C. Serroni, que coordena os cursos de Cenografia e Figurino e Técnicas de Palco da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco.

 

O debate será realizado na próxima quarta-feira (26), às 19h, no Teatro Anchieta do Sesc Consolação, com entrada gratuita. O evento também marca o relançamento do livro “Cenografia brasileira: notas de um cenógrafo”, publicado recentemente por Serroni. Durante o evento, a obra poderá ser adquirida com desconto de 30%.

 

No livro, Serroni reúne escritos e imagens fundamentais para a memória e a compreensão da atual produção cenográfica brasileira. Resultado de profunda pesquisa, o livro aborda os seguintes temas: cenografia brasileira desde os seus primórdios até hoje; cenógrafos e experiências anteriores à década de 1940; cenografia analisada década a década de 1940 a 1990; cenografia de festivais; exposições e centros de estudos; a situação do profissional cenógrafo; e cenógrafos mais representativos nacionalmente.

 

A obra recebeu destaque na edição de 22 de fevereiro da Folha de S.Paulo, em crítica feita por Mario Bresighello:

“Com uma experiência que mistura saberes e técnicas à extrema sensibilidade e acumula décadas como referência em seu campo de atuação, o cenógrafo J.C. Serroni assina um volume que não se esgota no resgate da memória. A cenografia, demonstra o autor, não se resume ao desenho e à execução de cenários. Consiste na dramatização do espaço, com recursos que inoculam expressividade, emoções e significações que vão além do aspecto material ou visual.

 

Adepto de uma filosofia que prioriza o efeito, mas recusa o excesso, Serroni analisa historicamente suas principais contribuições e as de seus mais renomados pares. Por meio de breves perfis biográficos e de exames de criações, escritos numa linguagem convidativa, o autor compõe um mapa do teatro brasileiro sob outro ângulo, tão decisivo como o texto, as atuações e as escolhas do diretor. Com uma iconografia riquíssima e desenho gráfico que valoriza o mínimo fragmento, ‘Cenografia Brasileira’ pertence à categoria dos livros-espetáculos”

 

Serviço

“Cenografia brasileira em debate

Quando: 26/3, às 19h

Onde: Sesc Consolação

Rua Doutor Vila Nova, 245 – Vila Buarque

Tel.: (11) 3234-3000

Grátis (retirar ingressos com uma hora de antecedência na bilheteria do teatro)

 

Texto: Felipe Del

Relacionadas:

Notícias | 03/ 11/ 2021

Danilo Dal Lago, artista egresso da SP, estreia peça que contrapõe escritor periférico e mercado editorial

SAIBA MAIS

Notícias | 28/ 10/ 2021

Maria Bonomi inaugura obra no Memorial da América Latina que homenageia vítimas da pandemia

SAIBA MAIS

Uncategorised | 01/ 10/ 2021

Festival Satyricine Bijou anuncia vencedores da mostra competitiva e homenageia a atriz e cineasta Helena Ignez

SAIBA MAIS