Banda de Fernanda D’Umbra grava no Estúdio da SP Escola de Teatro

Publicado em: 29/04/2014

O Fábrica de Animais, banda que tem nos vocais a atriz, diretora e dramaturga Fernanda D’Umbra, realizou, recentemente, a pré-gravação de seu segundo disco. O local escolhido para o novo trabalho foi o Estúdio da SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco, que fica na Sede Roosevelt da Instituição.

 

Fernanda soltou a voz junto com os demais integrantes da banda – Caio Góes, Cristiano Miranda e Sérgio Arara –, que mistura rock, blues e soul num som visceral. O disco sairá pelo Selo Baratos Afins. Assista ao vídeo no canal do Youtube da Escola.

 

Fernanda D’Umbra grava no Estúdio da SP Escola de Teatro

 

Depois, mostrou empolgação ao comentar sobre o espaço: “Estamos muito felizes por estar aqui e muito encantados pela qualidade desse som, desses equipamentos. A expressão que melhor expõe o que estamos sentindo agora é gratidão. Somos imensamente gratos a todos da Escola, especialmente ao Raul Teixeira (coordenador de Sonoplastia) e ao Pedro Zurawski (técnico de áudio do Estúdio)”, disse a artista.

 

O Estúdio de som foi inaugurado em dezembro do ano passado, no sétimo andar da Sede Roosevelt. A proposta é que o espaço seja utilizado nas atividades pedagógicas dos Cursos Regulares, nos cursos de Extensão Cultural, em gravação de CD’s e demos, na realização de dublagem e em outros projetos especiais criados pela Instituição.

 

Logo neste começo de ano, vários projetos já foram realizados no Estúdio. Em fevereiro, por exemplo, estiveram por aqui o compositor e pesquisador do IEB – USP Walter Garcia e a cantora e compositora Marília Calderón, que conheceram o espaço e gravaram algumas canções. A Cia. do Latão também já utilizou o espaço, e a atriz Roberta Estrela D’Alva marcou presença com a gravação de seu mais recente videoclipe, “Slam Blues”.

 

O Estúdio

Com estrutura que se enquadra nos mais altos padrões internacionais, o espaço contou com orientação do produtor musical Sergio Campanelli, sócio da MCR (um dos mais importantes estúdios de gravação do Brasil) e conselheiro da Adaap – instituição idealizadora e gestora do projeto da Escola.

 

O também renomado engenheiro acústico Egidio Conde, da Echoacustica, foi o responsável por projetar o Estúdio, prezando pela qualidade sonora do espaço acústico. São bem-vindos tanto aprendizes da Escola como aqueles que queiram gravar suas músicas, trilhas sonoras para teatro, cinema, vídeos, spots etc. 

 

O espaço, que é totalmente interligado, consiste nas seguintes salas:

 

sala de controle A, contendo os principais equipamentos de mixagem e gravação de som, como computadores, mesa de som digital e periféricos;

estúdio de gravação A, espaço para que os sonoplastas, instrumentistas e vocalistas possam executar suas composições com alguns instrumentos que compõe a sala como bateria, guitarra, baixo, teclado, violão. E, para captar o som destes instrumentos, estão à disposição vários microfones dinâmicos e condensadores;

sala de controle B, para a realização de pós-produção (edição digital) de áudio e imagem;

estúdio vocal-booth, uma sala menor para gravação de voz e pequenos instrumentos.

 

 

Texto: Felipe Del

Relacionadas:

Uncategorised | 03/ 11/ 2021

Danilo Dal Lago, artista egresso da SP, estreia peça que contrapõe escritor periférico e mercado editorial

SAIBA MAIS

Uncategorised | 28/ 10/ 2021

Maria Bonomi inaugura obra no Memorial da América Latina que homenageia vítimas da pandemia

SAIBA MAIS

Uncategorised | 01/ 10/ 2021

Festival Satyricine Bijou anuncia vencedores da mostra competitiva e homenageia a atriz e cineasta Helena Ignez

SAIBA MAIS