EN | ES

Unity Warriors, grupo brasileiro de breaking, convida artistas periféricos de todo o país para residência artística online de dança

Publicado em: 02/03/2022 |

Até o dia 10 de março, quinta-feira que vem, estão abertas as inscrições para o curso de breaking dance gratuito oferecido pelo grupo Unity Warriors, que acontecerá de 16 de março a 04 de abril, com encontros às segundas, quartas e sextas-feiras, das 20h00 às 22h00, pela Plataforma Zoom. A Residência Online ‘UNITY CLASS’ faz parte do projeto “Eu e você, somos nós”, e objetiva atingir principalmente artista periféricos que tenham interesse em aprender o breaking dance, mas qualquer um pode participar! Não é necessário ter experiência ou algum conhecimento específico na área. Para se inscrever basta preencher o formulário (link:https://cutt.ly/curso_unity).

Torto Arado, aclamado romance nacional de Itamar Vieira Jr., ganhará versão teatral na Europa

O grupo Unity Warrios foi representante do Brasil em múltiplos eventos de dança internacionais por meio de batalhas, aulas, palestras e workshops, já tendo passado por Cannes, Paris e outros lugares da Europa. Nascido em 2015, como uma forma de celebração da cultura hip-hop através do breaking, o grupo trabalha principalmente com o processo de ensino/aprendizagens em projetos sociais em São Paulo e as competições de dança, onde age como mediador de ideias e do diálogo direto com a comunidade.

Câmara dos deputados aprova a Lei Paulo Gustavo, que destina R$ 3,862 bilhões em ações emergenciais para o setor cultural

“Somos um grupo periférico que, apesar das dificuldades, sempre continua produzindo dança. Queremos dialogar direta e indiretamente com o cenário atual e as mazelas sociais que nos atravessam enquanto pessoas negras e periféricas… as que mais estão sendo afetadas neste momento complexo que vivemos”, comenta Igor Souza, fundador do grupo.

7 Filmes disponíveis para assistir na Netflix que são inspirados em peças de teatro

Lembrando que o breaking, uma dança que nasceu na cultura hip hop de Nova York nos anos de 1970, mas chegou ao Brasil em 1980, virou esporte olímpico, e vai fazer parte dos Jogos Olímpicos de Paris em 2024. Nas Olímpiadas os competidores vão improvisar de acordo com as batidas que o DJ tocar ao vivo. As regras olímpicas para a modalidade estão sendo criadas pela Word Dance Sport Federation (WDSF), entidade internacional que regulamenta a Dança Desportiva.

O grupo é influente e conta com diversas premiações nacionais e internacionais; foi Bi-campeão do Festival Break The Floor América Latina (2017 e 2018), festival internacional de breakdance realizado em Manaus-AM. Foi o primeiro grupo brasileiro a chegar na final do Break The Floor, um dos maiores campeonatos de breaking do mundo, realizado em Cannes, na França, chegando ao terceiro lugar no mundial em 2018 e segundo lugar em 2019. Já foi convidado para participar de uma batalha- show em Lyon, na França, no Rotary Breaking Dance, e em Paris foi o primeiro grupo brasileiro a participar da competição Fire Jam como convidado, chegando à semifinal.

O projeto oferecido também contará com uma conversa, onde os artistas integrantes irão compartilhar um pouco da sua trajetória nesse meio artístico, assim como sua vivência com a produção cultural na dança e algumas nuances de sua mais recente produção, o espetáculo ‘MANOfestAÇÃO’, um trabalho que foi desenvolvido durante a pandemia da COVID-19 entre 2020 e 2021, e têm direção artística de Vinicius Silva.

Uma das principais propostas do Unity Warrios é a de tradução e reflexão coletiva sobre esse fazer artístico em tempos de pandemia, tendo a dança e a técnica breaking como base norteadora de seus estudos e pesquisas. A residência artística virtual “Eu e você, somos nós” têm um interesse especial em dialogar com pessoas que vieram de periferias brasileiras, pois o grupo deseja fortalecer a relação entre artistas e pessoas da dança.

“É uma forma de conectar, trocar afetos e saberes, buscando provocar reflexões através dessas experiências vividas pelos integrantes dentro das periferias”, ressalta Igor Souza.




Relacionadas:

Notícias | 17/ 07/ 2024

9º episódio da segunda temporada do podcast SP Transvisão chega ao Spotify

SAIBA MAIS

Notícias | 17/ 07/ 2024

Inscreva-se para a oficina gratuita “A Arte de Palhaçar”

SAIBA MAIS

Notícias | 17/ 07/ 2024

Veja como foi a estreia do espetáculo “2 Palitos” na SP Escola de Teatro

SAIBA MAIS