Intercâmbios

Publicado em: 28/02/2018

A SP Escola de Teatro mostrou este ano que é possível romper barreiras continentais e compartilhar conhecimentos, recebendo Ulrika Malmgren e Simon Norrthon, ambos da Escola de Teatro e Cinema de Estocolmo, que vieram à Instituição pesquisar o modelo pedagógico aqui adotado.

Na ocasião, Ivam Cabral, diretor executivo da Instituição, disse sobre o intercâmbio: “O mais bonito disso tudo é que os recursos para viabilizar o projeto virão de uma fundação sueca, e este financiamento já está todo negociado. Já conhecia Ulrika antes mesmo da fundação da Escola. Ou seja, desde antes da inauguração, quando ainda estávamos definindo o projeto da Escola, já buscávamos parcerias nesse sentido”.

Durante este ano, a SP Escola de Teatro ainda fechou parceria com a Escuela Nacional de Teatro da Bolívia, que fica em Santa Cruz de La Sierra, com intercâmbio entre aprendizes das duas instituições. Assim, Nadia Verdun e Erik Moura, matriculados no curso de Atuação, Módulo Azul, embarcaram para a Bolívia, por dois meses, para participar do processo de montagem de um espetáculo, com alunos do terceiro período da Escuela Nacional de Teatro de Santa Cruz, sob a direção de Marcos Malavia, criador e diretor da instituição boliviana.

E um boliviano também aportou no País, para estudar na Instituição: Antonio Peredo. “Vários aspectos me chamaram a atenção no lugar: a capacidade de reunir pessoas de diferentes disciplinas, o trabalho intenso… Me vi forçado a viver a realidade da profissão das artes cênicas, tudo isso somado ao ambiente social e político local, me mostrando a responsabilidade social do artista”, diz ele, que, no Módulo Amarelo, participou de uma experiência livre e que, no Módulo Vermelho, decidiu colocá-la  em prática. “A experiência mais importante para mim foi a apresentação da minha peça ‘A Morte de um Ator’, na Praça Roosevelt. Lindo ver, ao fim, a alegria dos rostos que me observavam. Foi gratificante.”

A Instituição contabilizou, além dos já citados, o intercâmbio de Filipe Brancalião, que foi conhecer o Odin Teatret, da Dinamarca. Lá, o ator, diretor e formador do curso de Atuação da SP Escola de Teatro visitou um dos grandes grupos teatrais do mundo e conheceu melhor seu diretor, o consagrado Eugenio Barba.

Sua experiência foi registrada no blog “Conexão SP Escola de Teatro | Odin Teatret”, no qual relata a viagem em textos poéticos como este, em que fala do seu primeiro encontro com Barba: “White Room. Sapatos na porta. Um círculo e um silêncio solene. Todos se olham, mas ninguém arrisca um suspiro mais alto. Os brasileiros e portugueses se entreolham, mas não arriscam um cochicho. Barba entra, sorri a todos e em suas primeiras palavras diz, sejam bem-vindos, mas como o sol está lindo, ‘take your chairs and go to the garden’.”